quinta-feira, 17 de junho de 2010

PROBLEMA DA ÁGUA EM SETE LAGOAS: SE CONTAR NINGUÉM ACREDITA QUE O PROBLEMA É TÃO GRAVE: LEIA E CLIQUE NOS LINKS PARA VER

Escolas têm que dispensar os alunos diariamente mais cedo; uma parte da população usa suas horas de folga para apanhar água em bicas espalhadas pela cidade; outra compra água mineral para fornecer a família; os chuveiros queimam numa velocidade impressionante; os relatos de doenças com origem na água são cada mais numerosos; bairros passam semanas sem água; em certas regiões a água chega com a cor café e malcheirosa; a interrupção diária do abastecimento faz os hidrômetros medir o ar que vem pela tubulação e a população pagar por uma prestação de serviços não recebida; a água mancha as roupas, as vasilhas ficam impregnadas de calcário, aumenta o gasto com produtos de limpeza. Estes são alguns dos problemas do dia-a-dia os outros menos visíveis são ainda mais ameaçadores mais visíveis os outros são o risco de se repetirem os abatimentos do solo provocando desabamento de prédios, de contaminação ainda mais grave do aqüífero, ambos podendo fazer vítimas fatais; e a outro risco de colapso total no abastecimento. Desastre.

Não seria tão surpreendente ou alarmente se o quadro acima acontecesse numa cidade nordestina, não é mesmo? Mas isso se torna um escândalo de alcance nacional quando se fica sabendo que isso acontece na região sudeste do país há 60 KM de Belo Horizonte e 40 KM do Aeroporto de Confins e numa cidade que tem o nome de Sete Lagoas. Quando é que alguém vai imaginar que na cidade que tem tantas lagoas, o principal problema é água? Mais: uma cidade que pertence a duas bacias hidrográficas, Rio Paraopeba e está na região central de Minas Gerais, o estado que “é considerado a ‘caixa d’água’ do Brasil.”

Além de estar localizada numa região com farta quantidade de água o município tem uma das economias mais importantes e diversificada do país, é líder na produção de ferro gusa, tem um grande parque automotivo onde está a Fiat-Iveco e mais uma dezena de grandes empresas como Ambev, Cedro Cachoeira e Itambé.

É dentro deste contexto geográfico e econômico que a população de Sete Lagoas vive o drama da falta de água de qualidade e da sua escassez por todo o município o ano inteiro, acidentes geológicos e contaminação da água. Uma situação que se repete a há décadas, mas que agora já ultrapassou todos os limites do tolerável. Não é possível viver desse jeito.

Aqui alguns links deste entender a dimensão e a gravidade do problema:

Links:
A CRISE DA FALTA DE ÁGUA EM SETE LAGOAS AS PESSOAS ESTÃO LAVANDO ROUPA DE MADRUGADA ASSISTAM
EXCLUSIVO - Diretor do SAAE diz que controle da qualidade da água é feito “no olho” e admite que água suja cai no sistema de distribuição
Mais do que um retrato do governo Maroca; o retrato da velha cultura da cidade
Saiba tecnicamente o risco de se retirar água subterrâneo em Sete Lagoas
Sete Lagoas tem que tratar água que fornece a população, não basta “um simples procedimento de cloração”
Um pedido da Sra. Maria das Dores Azevedo ao prefeito Maroca - problemas muito sérios com o SAAE
IRRESPONSABILIDADE 3: Não eu não tive uma premonição


,“Em todos os lugares do Brasil em que moramos jamais usamos uma água tão ruim.”
ESPECIAIS - A CRISE DA FALTA DE ÁGUA EM SETE LAGOAS AS PESSOAS ESTÃO LAVANDO ROUPA DE MADRUGADA ASSISTAM
ESPECIAIS - “A GENTE NÃO TEM ÁGUA NEM PARA USAR O VASO”, (BAIRRO S.FRANCISCO) QUE VERGONHA, NÃO SENHORES VEREADORES DE SETE LAGOAS???
Sete Lagoas faz parte da Bacia do Rio das Velhas, mas não faz sua parte 2 – o conceito da sustentabilidade é insustentável em Sete Lagoas
O PERIGO É NÃO FAZER NADA HOJE
AS CONTRADIÇÕES, REVELAÇÕES E SINCERIDADES DE UM NOBRE EDIL SOBRE ÁGUA DE SETE LAGOAS
Alto lá!
O contexto é fundamental


A CIDADE VAI ENGOLIR ESSA ESCOLHA?
Projeto Manuelzão em Sete Lagoas - alguns dos links de posts que escrevi sobre saneamento em Sete Lagoas
A Copasa pode ficar chupando dedo...
EXCLUSIVO!!! SETE LAGOAS BUSCA EMPRESA PARA SUBSTITUIR O SAAE
CLIQUE NO VÍDEO E ASSISTA! 29/04 denunciei os indícios de corrupção no PAC-SL. falo da lista da PF e peço providências. A Câmara ignorou; a PF NÃO
A carta de um cidadão indignado com SAAE
É vergonhoso!
NÃO, EU NÃO TENHO BOLA DE CRISTAL, MAS HÁ UM ANO ESCREVI EM ARTIGO PUBLICADO PELO JORNAL NOTÍCIA, QUE O PAC EMPACARIA
ESCANDALOSO!!!: CAMINHÃO QUE TRANSPORTAVA ÁGUA NÃÃÃÃÃÃO POTÁVEL; É O MESMO QUE AGORA SERVE ÁGUA POTÁVEL.
Elas foram à luta: NÃO SUPORTAM MAIS CONVIVER COM A ESCACEZ DE ÁGUA
Escola é obrigada a recorrer a água mineral
Sete Lagos uma revolução em curso 3 - A verdadeira revolução é gente que faz

SAAE culpa a qualidade da tubulação utilizada nas residências da cidade pelos problemas; quer dizer, a culpa é da vítima Qual será a próxima invenção, como digo?, supérfula do SAAE?

Pó, porque o SAAE não diz logo que hoje, Segunda-feira, é Sexta-feira, tentem quem sabe a gente não acaba acreditando...

O PAC PODE FINANCIAR O RISCO DE MORTE EM SETE LAGOAS (MG), E O MINISTRO FOI ALERTADO, ME CONTOU O DEPUTADO MÁRCIO REINALDO (PP)
Será que preciso fazer "O ESQUEMA" no papel, a "Planta Baixa" para o leitor entender? Ou é gente da Prefeitura negando o que acabou de propor?
A CIDADE ESTÁ SOB RACIONAMENTO OFICIAL D’AGUA; E O SAAE MANDA OS FUNCIONÁRIOS VIGIAR A POPULAÇÃO
Profissionais do Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Sete Lagoas


Da original da postagem, terça-feira, 1 de dezembro de 2009.
Postar um comentário