quarta-feira, 29 de julho de 2009

SAAE. O TIRO SAIU PELA CULATRA

O envasamento de água foi planejado como sendo uma grande jogada de marketing do SAAE. Eles pensavam em vender a coisa como a sétima maravilha. Algo mais ou menos assim: "o SAAE tem condições de envasar água, viram que coisa maravilhosa?", ou tipo aquela frase do ilusionista Barack Houssein "Sim, nós podemos". E como ideia última diziam: "SAAE comprova qualidade da água". Quanto besteirol.

A quem eles estão querendo enganar? Toda a cidade sabe, melhor, vive cotidianamente os problemas de saneamento. Esgoto escorrendo a céu aberto - tem lugar parece chiqueiro -, buracos por todos os lados, rede de água e de esgoto em péssimas condições, a população tem recorrer a compra de água mineral para não passar sede, a tubulação das casas fica toda incrustada pelo calcário, a falta de água é constante por todo a cidade. Agora, acredite, diante desse terrível quadro o SAAE acha que faz bonito ao criar uma "estação de envase" de água. Pior, investe alto num sistema especial para tratar uma quantidade ínfima de água deixando a população ficar chupando dedo e tento que aceitar uma água que não dá nem para cozinhar. Tenha dó, isso é marketing, ou boa gestão dos recursos públicos?



A cidade está em situação de calamidade pública no Saneamento,
mas o SAAE decidiu entrar no negócio de envasamento de água
(ah, sim: água com tratamento especial).


Marketing? Só se for aquele entendido popularmente como ludibriação. O que é equivocadamente muita gente pensa que é marketing, e estão erradas. Porque marketing é a ciência que busca compreender as necessidades e atendé-las o mais eficazmente possível. Assim, não atendendo a real necessidade da cidade, o SAAE faz é um grande anti-marketing contra sua marca e gestão.

E diante desse quadro de calamidade pública do saneamento em geral e da péssima qualidade da água em particular, dizer que o "SAAE comprova é qualidade da água" e silenciar-se diante da gravíssima situação é demagogia das grandes. Uma tentativa de intimidar a população impondo-lhe um conceito que se sabe falso e uma omissão tenta jogar para debaixo do tapete o problema com potencial trágico. Pode chamar isso de qualquer coisa menos marketing ou sinalização de uma perspectiva de melhoria. Afinal, ninguém avança sem reconhecer o problema que tem. E é incrível como falta a gestão do Maroca hostidade intelectual para admitir o que todos sabem e nem mesmo é culpa deles ou de ninguém: á água calcária é péssima.

Relembro o que me mandou ontem um boçal de primeiro escalão, disse ele: "pelo visto vc não entendeu nada da proposta do SAAE com esta estação de envase. A finalidade é tão somente a valorização de uma empresa Setelagoana, da qual todos nós desta terra (o que vc não é) temos uma parte!
É, eles acham que estão fazendo alguma vantagem com esse brinquedinho que o prefeito Maroca inaugurou semana passada. Aí além do sujeito ofender os imigrantes revelando toda a xenofobia, ele confirma o grande equivoco de marketing e gestão exposto aqui com esse enorme tiro pela culatra. Em termos de marketing, o envasamento de água, é um dos maiores gol contra do SAAE, anotem aí.

Resumido, é desse jeito que a administração do Maroca na área de saneamento quer passar credibilidade de que estamos no caminho certo? A julgar por essa jogada se evidencia o oposto.

Postar um comentário