quarta-feira, 29 de julho de 2015

MATÉRIA DO JORNAL O TEMPO TRAZ MATÉRIA SOBRE ESQUEMA QUE ABASTECIA VEREADORES COM EMPRÉTIMOS DE SERVIDORES JUNTO A CAIXA PAGOS PELA CÂMARA - GOLPE, CORRUPÇÃO, JORNAL O TEMPO DE BH.

GOLPE

Esquema na Câmara de Sete Lagoas desviou R$ 4,5 milhões 

Servidores faziam empréstimos, repassavam para vereadores, e Casa “pagava” com gratificações

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Fonte Normal
s
Cerco. Corregedoria e Ministério Público investigam desvios na Câmara Municipal de Sete Lagoas
PUBLICADO EM 29/07/15 - 03h00
O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) e a Corregedoria da Prefeitura de Sete Lagoas, município da região Central do Estado, investigam um esquema de desvio de dinheiro público na Câmara Municipal que pode ter provocado um rombo de mais de R$ 4,5 milhões. Conforme as investigações, o esquema teria começado em 2001 e envolve mais de cem pessoas que teriam sido beneficiadas com a fraude.

Uma fonte ligada à investigação explicou a O TEMPO que o caso envolve servidores contratados em gabinetes de vereadores de legislaturas anteriores. Os funcionários contraíam empréstimos pessoais na Caixa Econômica Federal e repassavam os valores aos parlamentares.

Para complementar o esquema e fazer a população custear os desvios, era a Câmara de Sete Lagoas que pagava o financiamento, com dinheiro público, por meio do pagamento de altos valores em férias-prêmio, horas extras e gratificações, por exemplo.

É o caso do servidor J. G.G., afastado preventivamente no dia 30 de junho, como consta na Portaria 111/2015, publicada no “Diário Oficial de Sete Lagoas”. Ele também é alvo de uma sindicância, aberta na mesma data, que tem o objetivo de verificar se ele, “supostamente, inobservou as normas legais e regulamentares, obtendo supostas vantagens indevidas nas movimentações financeiras da Câmara Municipal”, conforme o texto da publicação.

Segundo detalhes da investigação, J. G. G. teria recebido mais de R$ 1 milhão em férias-prêmio acumuladas. No entanto, ele não era o único. Outros casos semelhantes constam em documentação de uma pré-investigação levada a cabo pela Câmara nos últimos seis meses, que foi entregue à Corregedoria Municipal (órgão ligado à prefeitura) e ao Ministério Público para que os indícios pudessem ser apurados pelos promotores.

Um dia após o afastamento de J.G.G. foi aberta uma Comissão Processante Especial para apurar as irregularidades encontradas.

“Neste momento, estamos estendendo as investigações para abrirmos processos individuais contra cada um dos envolvidos. Acredito que nos próximos 30 dias nós já fechamos (as investigações) e vamos abrir um processo atrás do outro”, revelou uma fonte ligada à investigação.

Estratégia. A investigação segue o trâmite normal e já abriu prazo para que as defesas dos suspeitos de integrar o esquema se manifestem e justifiquem como receberam os valores.

A estratégia que vem sendo adotada tanto pelo Ministério Público quanto pela Corregedoria Municipal é interrogar ex-servidores e funcionários da Câmara que participam do esquema para que eles possam dar mais detalhes sobre o escândalo antes de chegar aos vereadores e ex-vereadores que podem estar envolvidos. “Se ouvirmos os servidores contratados, com certeza, pelos problemas que já estão e que vão ser gerados, eles vão entregar o jogo”, explica a fonte ligada à investigação.

segunda-feira, 20 de julho de 2015

AUMENTA A DEMANDA POR SISTEMAS DE NUVEM, COMPUTAÇÃO




Pequenas empresas aumentam demanda por sistemas na nuvem




Pequenas empresas que precisam de espaço de memória para armazenar dados, mas não querem ter um servidor próprio tornaram-se um filão promissor de mercado para gigantes da tecnologia, como Microsoft e Amazon.
No último ano, aumentaram muito as vendas de serviços de computação em nuvem para negócios de menor porte. Esta tecnologia permite rodar softwares em servidores de terceiros.

O exemplo mais popular é o de serviços de e-mail que podem ser acessados a partir de qualquer lugar ou qualquer aparelho, o webmail.
Mas existem outros, como armazenamento de dados, gerenciamento de fluxo de caixa, processadores de pagamentos, que podem ser alocados na rede e acessados remotamente e em aparelhos móveis (veja mais acima).
Raquel Cunha/Folhapress
Edward Wible, diretor de tecnologia da Nubank, que tem todo seu funcionamento na nuvem
Edward Wible, diretor de tecnologia da Nubank, que tem todo seu funcionamento na nuvem
Nos EUA, no ano passado, empresas com menos de 20 funcionários gastaram cerca de US$ 630 (R$ 2.000) com a assinatura de softwares que rodam nesse formato, o que representa 7% a mais do que em 2013, segundo a Intuit, que faz um programa para declaração de imposto de renda de empresas.

Não há dados oficiais no Brasil sobre este segmento. Segundo a Salesforce, que atua na área, o mercado nacional de computação em nuvem para pequenas empresas cresce 35% ao ano.

Vahé Torrosian, vice-presidente de produtos para pequenas empresas da Microsoft, diz que, na América Latina, eles tiveram mais clientes nos últimos 18 meses do que nos cinco anos anteriores somados.

Um dos motivos pelos quais a nuvem faz sucesso entre as pequenas empresas é que elas dificilmente têm uma equipe de tecnologia que pode lidar com um servidor próprio.

Terceirizar o servidor permite também trocar um custo fixo por um investimento que se adapta à demanda.

"Se uma empresa faz uma campanha viral e recebe um tráfego grande, terá o apoio de mais servidores em minutos", exemplifica o porta-voz da Amazon Web Services. Quando a procura pelo site ou pelo serviço da empresa na web cai, também diminuem os gastos dela com trânsito de dados.

O Nubank, empresa de cartão de crédito, é uma das que apostam nesta tecnologia. "Todos os nossos serviços ficam guardados na nuvem: gerenciamento dos cartões de clientes, sistemas internos de suporte à nossas operações, nossos serviços de faturamento e de e-mails", diz Edward Wible, diretor de tecnologia.

Para ele, a vantagem de utilizar a nuvem é que ela permite inserir novas funcionalidades nos seus recursos de forma mais rápida e prática do que se tivessem um servidor próprio.
Gestão nos ares
Serviços que podem ser executados na nuvem, em servidores terceirizados
Pagamentos
Programas em rede permitem calcular o pagamento dos funcionários, incluindo as contas de encargos; notas fiscais podem ser emitidas sem acessar o sistema da Receita Federal
Clientes
É possível gerenciar informações sobre os consumidores, alguns softwares ajudam na relação com a clientela, por exemplo, avisando quando o estoque dele vai acabar
Caixa
Empresário pode acessar remotamente a lista de valores a pagar, contas a receber, além de estimativas de vendas com base no passado recente e previsão de gastos
Banco
Sistemas permitem emitir ordem de pagamentos ao banco e, por meio deles, receber o extrato e monitorar a conta do negócio
Documentos
Rede facilita acesso a planilhas, calendários e projetos que precisam ser compartilhados
Seu espaço
Site da empresa e o e-mail corporativo podem ser abrigados na nuvem 

quarta-feira, 8 de julho de 2015

1ª CORRIDA RÚSTICA DE SETE LAGOAS



SEGUNDO BATALHÃO DE BOMBEIROS MILITAR
TERCEIRA COMPANHIA DE BOMBEIROS MILITAR

Ofício nr    195/2015 – 3ª Cia BM
Assunto:    Realização da 1ª Rústica do Fogo em Sete Lagoas-MG.

Sete Lagoas, 07 de julho de 2015.
D.D. Senhor,
O Corpo de Bombeiros Militar em Sete Lagoas colaborará com a realização da 1ª Rústica do Fogo em homenagem ao Dia Nacional do Bombeiro com o intuito de promover a prática de exercício físico e recolhimento de alimentos não perecíveis que a 3ª Cia BM irá doar para instituições de assistência à saúde e de baixa renda dentro do município de Sete Lagoas com apoio e colaboração do SESC Mesa Brasil.
Dados do Evento:
Data: 12 de julho de 2015.
Horário: Início da rústica às 09:00 horas.
                Entrega dos Kits de 08:00 às 17:00 horas do dia 11/07/15 na 3ª Cia BM.
Local de Inicio/término da corrida: Avenida Dr. Renato Azeredo, em frente ao nr 100, bairro Canaan – Sete Lagoas/MG.
Público: Masculino e feminino acima de 18 anos de idade.
Valor da Inscrição: R$ 30,00 por atleta + 01 kg de alimento não perecível
Distância: 9,2 quilômetros masculino e feminino.
Premiação: 1º ao 5º lugar geral masculino e feminino de R$ 500,00 a R$ 100,00;
                        1º ao 3º lugar por categoria mas. e fem. de R$ 50,00 a R$ 30,00.

As inscrições foram prorrogadas até o dia 09/07/15 e serão realizadas exclusivamente através do site: www.rusticadofogo.wix.com/bombeiros. O evento é patrocinado pelas empresas OMR, O Tempo e Super Notícias com a colaboração do Corpo de Bombeiros Militar de Sete Lagoas e Escola Advance, além do apoio da Prefeitura Municipal de Sete Lagoas, Polícia Militar, 4º GAAAe, Guarda Municipal, SAAE, SESC, Ambev, Organização da Exposete e dos veículos de comunicação de Sete Lagoas e região.
A Escola Advance fornecerá uma bolsa de até 50% de desconto em todos os seus cursos para os participantes da Rustica do Fogo. Maiores esclarecimentos diretamente pelo telefone 3776-3350.
Para tanto, solicitamos a informação neste veículo de comunicação respeitado desta cidade e região, para a população local, que no dia 12/07 – Domingo, a Avenida Doutor Renato Azeredo e Rua Tunico Reis serão interditadas apenas na pista do lado do quartel do Corpo de Bombeiros e do Terminal Rodoviário de 08:30 às 10:30 horas para realização do evento. O organizadores do evento e o Corpo de Bombeiros agradece a compreensão da comunidade e convida-os para assistir ao evento que contará com atletas renomados no mundo do atletismo.
Ainda, contamos com a colaboração e apoio na divulgação deste evento à comunidade de Sete Lagoas e desde já agradecemos a consideração e carinho com o Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais.
Atenciosamente,

(a)  Christian André Ferreira, Cap BM

** Comandante da 3ª Cia BM **

terça-feira, 7 de julho de 2015

quarta-feira, 1 de julho de 2015

MAIOR IDADE PENAL O BRASIL FOI DERROTADO PELO PT. NOSSO TROCO SERÁ O FIM DO PT.

Essa vitória do PT sobre o Brasil tem que ser revertida! O brasileiro quer mudança e essa quadrilha a manutenção do caos como método, por isso lutou com suas mentiras para defender os "menores". Para quem não está nem aí de verdade, interessa-lhes mesmo o discurso hipócrita da defesa dos jovens, por quem não fizeram nada durante 13 anos no poder. O Brasil não vai aceitar mais essa vigarice do PT, porque sabe que é vítima desamparada dos criminosos impunes. 87% do povo quer a redução da maior idade para 16 anos. Faltam apenas 5 votos para virar o jogo, ontem 303 deputados federais estavam com o Brasil, 184 contra e 26 se omitiram, abstendo-se ou faltando a votação. Eduardo Cunha, presidente da Câmara não foi o derrotado como quer o PT e a imprensa companheira dos petistas, mas nós a maioria violentada pelos criminosos que não podem ser punidos e mantidos presos. E nós vamos virar esse jogo. A melhor estratégia para isso não é a colocação da emenda original para ser votada (ontem foi votada uma emenda especial apenas para crime hediondos, a original é ampla), oferecendo a chance aos traidores de se redimirem com o Brasil (traidores não incluo os petistas que estão outra categoria, se é que me entendem). Não, o melhor caminho é o de uma proposta popular com a assinatura de milhões de brasileiros por todos os estados obrigando à mudança, porque essa é a necessidade do povo que não dispõe do aparato de segurança de um parlamentar e nem do ganho irreal que lhes tiram da realidade de pobreza geral que o brasileiro comum vive de tudo neste país.