segunda-feira, 30 de novembro de 2009

O governador Aécio Neves disse que a Copasa está de portas abertas para Sete Lagoas

Mas como resumiu bem o leitor Junior:
O problema é que o executivo e legislativo municipais não estão de portas abertas para o desenvolvimento da cidade e para a resolução de problemas que afligem a população. Estão sim, de portas abertas ao nepotismo, à demagogia, à incompetência, ao clientelismo político.
É, caro Leonardo... a situação por aqui está de mal a pior, e olha que eu sou uma pessoa otimista ! Às vezes é difícil ignorar os fatos e acreditar que a cidade tenha o futuro que merece, com a política atual, que na verdade é a mesma de décadas atrás. Não progride em nada.
Mas não vamos perder as esperanças. Temos que continuar vigilantes para darmos a esses senhores o que realmente merecem na hora do voto: o total desprezo.

Executiva Nacional do DEM vai analisar expulsão de Arruda


Por GABRIELA GUERREIRO:
da Folha Online, em Brasília

Em reunião nesta segunda-feira com o governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda, o DEM anunciou que vai levar para a Executiva Nacional do partido a análise da possível expulsão do democrata do partido.

Parte da legenda defendeu na reunião a expulsão sumária de Arruda, mas alguns democratas argumentaram que o partido deve dar ao governador tempo para se defender das acusações de participação em um suposto esquema de pagamento de propina a integrantes da Câmara Legislativa do DF.

Vídeo flagra presidente da Câmara do DF guardando dinheiro na meia; veja
Vídeo mostra governador do DF recebendo dinheiro
Veja a íntegra do inquérito contra o governador do DF

A Folha Online apurou que os senadores José Agripino Maia (DEM-RN) e Demóstenes Torres (DEM-GO) e o deputado Ronaldo Caiado (DEM-GO) se mostraram, na frente da Arruda, favoráveis à expulsão.

Outros integrantes do partido, como o presidente nacional do DEM, deputado Rodrigo Maia (RJ), defenderam cautela antes de qualquer decisão. Mais

OH, COMO ESTOU TRISTE: UM SUJEITO OU SUJEITA DIZ QUE EU NUNCA VOU ENTRAR PARA O "MUNDO POLÍTICO"

Um sujeito que não gostou da revelação que eu fiz sobre as ETAs de R$ 1,5 mi que não servem para nada, me manda procurar um lote para capinar e diz que eu "NUNCA" vou entrar para o "mundo político". Ah, ele ou ela diz também que sou muito ruim, não crio nada e só ataco quem tá tentando fazer, só não admite que fazer bobagem. Quer que eu proteja os políticos, não é? Leiam:

Rapz, sabe quando vc vai entrar pro mundo político? NUNCA!
Vc é muito ruim, não cria nada, só ataca as pessoas que estão tentando fazer... tome vergonha e vai procurar um lote pra vc capinar.

Publicar Recusar
(Anônimo) 09:34

Comento
Primeiro começo com a afirmação do comentarista de não faço parte do "mundo político" lhe sou grato pelo testemunho. Se eu fizesse parte desse "mundo" não revelaria por exemplo que as ETAs R$ 1,5 mi são inócuas. Pergunta. Alguém mais revelou que estas Estações São Inúteis? Que um milhão e meio foi desperdiçado? Que a solução não é captar água do subterrâneo? É POR ISSO, QUE EU NÃO ESTOU CAPINANDO LOTE E SIM FAZENDO UM BLOG, QUE TEM MILHARES DE LEITORES DIÁRIOS.

Sim é claro ele também tem os leitores como você do "mundo político" que vem aqui censurar este trabalho porque estão acostumados a uma cooperação que mantém debaixo do tapete a sujeira. Mas a minha lógica é outra eu não estou a serviço do mundo político, estou a serviço de uma cidade melhor, este é o meu compromisso, a minha lógica. Assim, não tente fazer com que a sua lógica seja a minha lógica, ou seja, eu não tenho "vergonha" de atacar os problemas dos políticos. Nesse sentido, farei um post falando da minha posição enquanto quem faz um dos maiores blog de Minas e o maior de Sete Lagoas, e mais tá hora de falar : sobre o que eu faço? Qual é o meu trabalho? O que você acha que eu faço leitor? Em breve trato disso aqui.

Ah, o sujeito ou sujeita ainda diz que sou muito ruim, não crio nada. Pó como ele (a) sabe disso, não é? Está aqui todo dia. E será que se eu parar de vigiar a mazelas do "mundo político" e começar mostrar aqui as boas ações da primeira dama, as "qualidades humanas" do prefeito Maroca, serei mais criativo? Na verdade o leitor aí gostaria é que estivesse fazendo propaganda do governo, assim hora dessas eu estaria relativisando a grave ameança da água contaminada, dizendo que é assim mesmo e procurando encontrar algo certo nesse monumental erro de um milhão e meio de reais.

domingo, 29 de novembro de 2009

Daqui a pouco

Investimento de um milhão e meio feito pelo SAAE em ETAs com emprestímo do Novo Soma é dinheiro desperdiçado: projeto fracassa e população dá o grito.

Mais um mito se foi: Professor de escola pública ganha 11% mais que o da rede particular


Por Simone Iwasso e Mariana Mandelli, Estadão:

O professor de ensino fundamental da rede pública do País recebe, em média, um salário 11% maior do que o da rede privada. Quando se levam em conta os benefícios previdenciários do funcionalismo público, a diferença em favor das redes municipais e estaduais sobe para 38%. A constatação, que refuta um clichê comum na área, é explicada pela heterogeneidade das escolas particulares, que formam um conjunto bastante diferente das ilhas de excelência que se destacam no setor.

Em média, os professores da rede pública recebem R$ 9,40 por hora de trabalho e os da rede privada, R$ 8,46. Num cálculo de 40 horas semanais, o docente tem um salário médio de R$ 1.504 no ensino público e R$ 1.353 no particular. Lei que entra em vigor no ano que vem estipula o piso nacional do magistério em R$ 950 - valor já cumprido por quase todos os Estados, mas ainda em defasagem em muitos municípios.

"Não estamos dizendo que os salários são justos, nem que os professores são bem pagos e não precisam de reajustes. Apenas mostramos que não é como todo mundo imagina", explica a economista Kalinca Léia Becker, autora do estudo, feito na Universidade de São Paulo (USP). "Quando comecei a pesquisa, eu mesma esperava encontrar outro resultado, o que mostra que precisamos conhecer melhor esse universo para traçarmos políticas públicas efetivas", diz. Mais

VEJAM A REVOLTA DAS PESSOAS COM O 2º IPTU - TAXA DO LIXO

CARISSIMO, QUERO COMENTAR COM VC A RESPEITO DESSA DISCARADA TX RESIDUOS SOLIDOS, NA VERDADE É UM DESABAFO: OS GOVERNANTES DESSA CIDADE PERDERAM DE VEZ A VERGONHA NA CARA E QUEREM NOS FAZER PERDER TBEM, VISTO QUE, LEVANDO EM CONSIDERAÇÃO, A MISERIA SALARIAL QUE RECEBO DESTA PREFEITURA, NÃO TENHO COMO PAGAR ESTA TX. ATE MESMO PQ O IPTU QUE PAGO TODO ANO RIGOROSAMENTE EM DIA E PARCELADO É PRATICAMENTE O MESMO VALOR DESTA TX ISSO É UM ABSURDO.E LOGO QDO RECEBO O 13 QUE DIGA-SE DE PASSAGEM NÃO SEI QDO IRÃO NOS PAGAR. SINCERAMENTE, TO IGUAL ESSES MENDIGOS QUE ESTÃO TOMANDO CONTA DA CIDADE, PEDINDO ESMOLAS... NO ENTANTO ACHO QUE NÃO GANHO E SEREI CHAMADA DE VAGABUNDA...
Publicar Recusar
Anônimo

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Serra: aprendi a ficar mais perto das pessoas após 2002

Agência Estado
"Aprendi a ficar mais perto das pessoas". Esta foi, segundo o governador de São Paulo, José Serra (PSDB), sua grande mudança desde que foi derrotado na eleição à Presidência da República em 2002. Ele fez a revelação nesta sexta em entrevista a uma emissora de TV de Fortaleza (CE), onde fez palestra para empresários e profissionais liberais, a convite do Centro Industrial do Ceará (CIC).

Na entrevista, o provável candidato tucano à Presidência previu uma eleição apertada. "A eleição do ano que vem não vai ser nenhum 4 a 0, 6 a 0", afirmou, ao avaliar que o resultado da eleição de 2002, se visto como uma contagem de futebol, teria um placar de aproximadamente 3 a 2. "Óbvio que o eventual candidato do governo federal vai ter uma porcentagem boa de votos", complementou. "Pode não ganhar, mas não vai ficar lá embaixo.

Serra minimizou, mais uma vez, os resultados da última pesquisa CNT Sensus, que mostraram queda na preferência pelo tucano nas eleições presidenciais. Ele também negou estar intensificando uma agenda com fins eleitorais. "Não estou com nenhum ritmo de viagens para outros Estados que seja diferente de dois ou três anos atrás", disse. "Só que agora tudo é interpretado na ótica eleitoral". Serra justificou a agenda de viagens pelo fato de ser governador de um Estado grande como São Paulo.

Sobre o governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), que pede que o partido defina ainda este ano o candidato tucano à Presidência, Serra disse só ter falado com o colega por telefone. "Ele vai definir seu caminho conforme aquilo que analise que é o melhor", afirmou. "Vamos respeitar, mas acho que o nome dele é importante para ser considerado como candidato a presidente, sem dúvida nenhuma.

Na palestra, Serra destacou ser um político "do Brasil" e não um político paulista, frisando ser um aliado do Nordeste. O senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) destacou que nenhuma obra estruturante foi realizada no Ceará, até o momento, nos oito anos do governo Lula. "Praticamente todas as obras estruturantes que vieram para o Ceará foram dadas a mim, como governador do Estado, por Serra, quando ministro do Planejamento", disse, citando o aeroporto de Fortaleza, o Porto de Pecém e a barragem do Castanhão.

Apresentado pelo presidente da CIC, Robinson Castro e Silva, como bom gestor e competente, Serra recebeu uma camisa do Ceará, que passou à primeira divisão do futebol brasileiro, com seu nome inscrito. O governador parabenizou o time cearense, lamentou pelo Fortaleza, que caiu para a segunda divisão, e pediu para não fazerem suar o Palmeiras, seu time de coração.

Tristeza faz meia culpa

"A gente vai cobrar da Secretária, mas ela também está de mãos atadas. Coitada ela não tem culpa de nada".
Pois é, como Reginaldo Tristeza, então, foi injusto com a professora Maria Lisboa, antes.

TAXA DE RESÍDUOS DA DÍVIDA DO SAAE; NÃO SÓLIDOS

A cobrança da taxa de lixo - resíduos sólidos - pode ser posta em xeque por inúmeros argumentos jurídicos que evidenciam a sua ilegalidade, entre eles está o fato da prestação de serviços ser inerente às atividades do Poder Público municipal. Uma vez que a Constituição estabelece como obrigação do Município prestar os serviços de coleta, transporte, tratamento e destinação final de resíduos sólidos, já que estes constituem serviços públicos essenciais e devem ser suportados pelos impostos JÁ pagos pelos contribuintes IPTU, ISS, TAXA RESÍDUOS DE ESGOTO, -TAMBÉM SÓLIDO, NÃO? -,... Mais: pode ser argumentado a indivisibilidade do serviço, ou seja, a impossibilidade de mensurá-lo, a duplicidade de impostos etc. etc. etc.

Portanto a inconstitucionalidade da Taxa é quase indiscutível, só há do embate jurídico porque o Poder Público no Brasil age de forma oportunista transferindo para a sociedade que aceita pagar o custo da suas mazelas e ineficiência do governo. Governo que esquece que seu papel é servir a sociedade, não a si mesmo. Assunto para outro post. Mas sem me deixar fugir do ponto, no caso específico de Sete Lagoas há um elemento nefasto adicional, a transferência para o povo da pior escolha política que pode se fazer: endividar-se para a realização de atividade meio com transferência de encargos insuportáveis para o cidadão, que já tem o custo adicional dos serviços fundamentais como saúde e educação não providos ou muito mau pelo Poder Público (creches por exemplo), que resolveu cuidar, ele mesmo, de atividade especializada e vocacionadamente mais empresarial que governamental. O Saneamento.

Triste a cidade onde essa é a política e mais triste ainda é povo aceitar isso bovinamente.

Entretanto, o leitor pode me questionar se a verdadeira razão para criar este inconstitucional tributo é mesmo suportar o custo do endividamento para cuidar do Saneamento - manter o SAAE -, não é mesmo? Mas o bom é que leitor não precisa acreditar em mim, ele pode muito facilmente ter acesso a justificativa real e não formal, solicitando com um simples ofício a cópia da reunião que aprovou essa estrovenga. Faça isso munícipe você vai ajudar fazer cidadania! Lembram-se que eu falei que o SAAE virou um patrimônio de 300 milhões de dívida? Pois então essa nova Taxa de Lixo é apenas o nome que eles deram-lhe para ratear com você o custo dessa escolha, feita ainda no governo passado e reafirmado por este - dívida e taxa. Manter o SAAE. Um patrimônio nosso de R$ 300.000.000,oo (TREZENTOS MILHÕES) de DÍVIDA é que você está sendo chamado garantir. E aí a conta vence HOJE, vai ao banco ou vai reagir?

"É, meus caros leitores… Encare este post até o fim!!!" Se tiver estômago

DIAS SÓRDIDOS

Permito-me abrir este post verdadeiramente espantoso com algo que escrevi aqui há menos de uma semana: não me interessa a vida privada de homens públicos, a menos que ela esteja em contradição com a sua pregação e com as escolhas políticas que anunciam. Dito isso, adiante.

Leia também:
COMO O ARQUI-INIMIGO DO PSDB CIRO GOMES PODE SER ALIADO DO... PSDB? SIMPLES: ALIANÇA COM UM TERRORISTA INTERNO

Vocês sabem quem é César Benjamin? Então começo por sua biografia sintetizada hoje na Folha de S. Paulo:
CÉSAR BENJAMIN, 55, militou no movimento estudantil secundarista em 1968 e passou para a clandestinidade depois da decretação do Ato Institucional nº 5, em 13 de dezembro desse ano, juntando-se à resistência armada ao regime militar. Foi preso em meados de 1971, com 17 anos, e expulso do país no final de 1976. Retornou em 1978. Ajudou a fundar o PT, do qual se desfiliou em 1995. Em 2006 foi candidato a vice-presidente na chapa liderada pela senadora Heloísa Helena, do PSOL, do qual também se desfiliou. Trabalhou na Fundação Getulio Vargas, na Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, na Prefeitura do Rio de Janeiro e na Editora Nova Fronteira. É editor da Editora Contraponto e colunista da Folha.

Como se nota por sua biografia, Benjamin — conhecido por Cesinha — não é alguém por quem eu nutra qualquer simpatia ideológica. No arquivo, vocês encontrarão várias referências a ele e também à sua editora, que publica bons livros. À diferença do que dizem, sei manter divergências civilizadas com civilizados. Adiante.

A Folha publica hoje alguns textos sobre o filme hagiográfico “Lula, O Filho do Brasil”. Benjamin escreve um longo depoimento — íntegra aqui — em que narra todos os horrores que sofreu na cadeia, preso que foi aos 17 anos. Entre outras coisas, e sabemos que isto é tragicamente comum nas cadeias brasileiras até hoje, foi entregue para “ser usado” pelos presos comuns, o que, escreve ele, não aconteceu. E faz um texto que chega a ser comovido sobre o respeito que lhe dispensaram na cadeia.

Depois de narrar suas agruras, interrompe o fluxo da memória daquele passado mais distante para se fixar num mais recente, 1994, quando integrava a equipe que cuidava da campanha eleitoral de Lula na TV — no grupo, estava um marqueteiro americano importado por alguns petistas. E, agora, segue o texto estarrecedor de Benjamin sobre uma reunião.

(…)
Na mesa, estávamos eu, o americano ao meu lado, Lula e o publicitário Paulo de Tarso em frente e, nas cabeceiras, Espinoza (segurança de Lula) e outro publicitário brasileiro que trabalhava conosco, cujo nome também esqueci. Lula puxou conversa: “Você esteve preso, não é Cesinha?” “Estive.” “Quanto tempo?” “Alguns anos…”, desconversei (raramente falo nesse assunto). Lula continuou: “Eu não aguentaria. Não vivo sem boceta”.

Para comprovar essa afirmação, passou a narrar com fluência como havia tentado subjugar outro preso nos 30 dias em que ficara detido. Chamava-o de “menino do MEP”, em referência a uma organização de esquerda que já deixou de existir. Ficara surpreso com a resistência do “menino”, que frustrara a investida com cotoveladas e socos.

Foi um dos momentos mais kafkianos que vivi. Enquanto ouvia a narrativa do nosso candidato, eu relembrava as vezes em que poderia ter sido, digamos assim, o “menino do MEP” nas mãos de criminosos comuns considerados perigosos, condenados a penas longas, que, não obstante essas condições, sempre me respeitaram.

O marqueteiro americano me cutucava, impaciente, para que eu traduzisse o que Lula falava, dada a importância do primeiro encontro. Eu não sabia o que fazer. Não podia lhe dizer o que estava ouvindo. Depois do almoço, desconversei: Lula só havia dito generalidades sem importância. O americano achou que eu estava boicotando o seu trabalho. Ficou bravo e, felizmente, desapareceu.


Num outro ponto se seu longo texto, Benjamin comenta o filme sobre a vida de Lula e lembra aqueles que não o molestaram na cadeia:

(…)
A todos, autênticos filhos do Brasil, tão castigados, presto homenagem, estejam onde estiverem, mortos ou vivos, pela maneira como trataram um jovem branco de classe média, na casa dos 20 anos, que lhes esteve ao alcance das mãos. Eu nunca soube quem é o “menino do MEP”. Suponho que esteja vivo, pois a organização era formada por gente com o meu perfil. Nossa sobrevida, em geral, é bem maior do que a dos pobres e pretos.

O homem que me disse que o atacou é hoje presidente da República. É conciliador e, dizem, faz um bom governo. Ganhou projeção internacional. Afastei-me dele depois daquela conversa na produtora de televisão, mas desejo-lhe sorte, pelo bem do nosso país. Espero que tenha melhorado com o passar dos anos.

Mesmo assim, não pretendo assistir a “O Filho do Brasil”, que exala o mau cheiro das mistificações. Li nos jornais que o filme mostra cenas dos 30 dias em que Lula esteve detido e lembrei das passagens que registrei neste texto, que está além da política. Não pretende acusar, rotular ou julgar, mas refletir sobre a complexidade da condição humana, justamente o que um filme assim, a serviço do culto à personalidade, tenta esconder.


Voltei
Peço-lhes prudência nos comentários — mesmo! A política, no ritmo em que vai, está palmilhando todos os caminhos da sordidez, da abjeção, da absoluta falta de limites. Que alguém tenha notado que certas visões de mundo são úteis para vender papel higiênico expõe de modo galhofeiro e trágico o triunfo da vulgaridade: ancha, arrogante, bravateira.
Por Reinaldo Azevedo, ver aqui

MÁXIMAS DE UM PAÍS MÍNIMO, NOVO LIVRO DE REINALDO AZEVEDO


SETE LAGOAS SEDIARÁ SEMINÁRIO SOBRE USO DO RECURSO DO FUNDO NACIONAL E MUNICIPAL DE SAÚDE

Por Natália Andrade:

Pela primeira vez, 215 municípios mineiros irão discutir o tema.

Com o apoio da Prefeitura Municipal de Sete Lagoas, na próxima semana, Sete Lagoas receberá o “I Seminário de Apoio e Gestão E Organizaçãol de Fundos Municipais de Saúde”. O evento é uma iniciativa do Colegiado de Secretários Municipais de Saúde de Minas Gerais (COSEMS MG) em parceria com o Ministério da Saúde (MS) por meio do Fundo Nacional de Saúde (FNS). O Encontro acontecerá no dia 03/12 (quinta-feira), de 9 às 17h, no Centro Universitário de Sete Lagoas (UNIFEMM)

Público participante
Participarão do evento secretários de saúde, gestores e técnicos dos 215 municípios de Minas Gerais de três macrorregiões: Centro Sul, Centro e Oeste, na gestão, organização e estruturação dos Fundos de Saúde. Para falar sobre o tema, o Coordenador do Projeto de Apoio a Fundos de Saúde MS/SE/FNS, Nei Amorim dos Santos, que abordará os temas: a Responsabilização dos Gestores, a Aplicação dos Recursos do SUS, a Organização e Estruturação do Fundo Municipal de Saúde (FMS) e Trabalho com Instrumento de Apoio (Termo de Adesão e Levantamento Situacional de cada município).

Objetivo
O evento tem como objetivo contribuir com a qualificação e atualização desses gestores e agentes públicos que atuam nas Secretarias de Saúde e Fundos de Saúde para utilização de ferramentas de gestão e melhoria dos procedimentos relacionados ao gerenciamento e organização de fundos de saúde.

Importância
O tema do seminário será o uso do recurso do Fundo Nacional e Municipal de saúde. O Secretário Municipal de Saúde, Gestor do SUS/SL e Presidente do Colegiado dos Secretários Municipais de Saúde da Microrregião de Sete Lagoas e Curvelo (COSEMS Regional), José Orleans da Costa, ressalta a importância do evento para a cidade. “É muito importante para Sete Lagoas sediar um evento como esse. Nossa cidade tem uma atuação forte dentro do Conselho de Saúde. É uma forma de contribuir para a capacitação e readequação dos perfis dos gestores e técnicos dos fundos de saúde”, destacou Orleans.

Seminário
Ainda de acordo com o secretário, essa é a primeira vez que 215 municípios se reúnem para entender o assunto. “Nesse encontro, o MS vai orientar os prefeitos dos municípios presentes sobre o uso do Fundo Nacional e Municipal de Saúde e melhorar o direcionamento dos recursos de saúde. Vale ressaltar que cada recurso tem uma destinação específica,” declarou Orleans.

Segundo o Secretário de Saúde, hoje, os principais agentes construtores do SUS são as pessoas, a própria comunidade, desde que elas tenham o entendimento de como funciona o Sistema Único de Saúde. “Neste evento teremos a oportunidade de explicar para a população como é feita a aplicação dos recursos financeiros repassados pelo Fundo Nacional de Saúde aos Fundos Estaduais e Municipais”, acrescentou o secretário. “Quem constrói e faz o SUS acontecer é a população, mas, em muitos casos, ela não conhece a sua força na discussão das prioridades e ações que tem que ser realizadas no Sistema Único de Saúde”, finaliza.

Como funciona o Fundo Nacional e Municipal de Saúde
A transferência financeira da União para o Município ocorre do Fundo Nacional de Saúde para o Fundo Municipal de Saúde. O valor depende dos programas implementados pelo município. Já o Estado assume algumas responsabilidades sobre os serviços de saúde e atua em parceria com o município através de convênios.

Cabe ao Fundo Municipal de Saúde efetuar a contabilidade e o empenho, controlar o orçamento, organizar a programação financeira - inclusive das regionais e dos hospitais municipais e fazer o pagamento de pessoal.

Apoio a Fundos de Saúde
O Apoio à Gestão e Organização de Fundos de Saúde é uma das estratégias de cooperação técnica desenvolvidas pelo MS, contempladas no Orçamento da União desde 2006, e parte integrante do Programa Mais Saúde – O PAC da Saúde. Destinada a cooperar com gestores do SUS quanto à necessidade de criar, organizar e legalizar os fundos de saúde, bem como de aplicar todos os recursos da saúde por meio de fundos, conforme estabelece a legislação vigente, a ação é desenvolvida pelo Fundo Nacional de Saúde de forma descentralizada e mediante formação de rede de parcerias.

Emenda Constitucional nº 29
O Secretário de Saúde e Presidente do COSEMS Regional, José Orleans da Costa, destacou ainda a importância da aprovação da Emenda Constitucional (EC) nº 29 , que permite a correta vinculação e aplicação de receita de impostos às ações e aos serviços de saúde.

A EC nº 29 estabelece os gastos mínimos em saúde dos governos federal (corrigidos pela variação nominal do PIB), estadual (12% de suas receitas) e municipal (15% de suas receitas). Sua regulamentação está em tramitação no Congresso e irá determinar quais tipos de gastos são da área de saúde e quais não são.

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

TODOS FORAM RESPONSÁVEIS

(Leia primeio o post abaixo)

A justificativa real e não a formal que levou a Câmara aprovar a criação da Taxa de Resíduos Sólidos foi garantir recursos para as Contra-partidas exigidas pelo PAC e seu financiamento. Ponto. Agora pergunto: quais foram os vereadores que aprovaram o PAC na época de sua votação, que aconteceu pela autorização da Câmara para o Executivo tomar o empréstimo junto a instituições financeiras, diga se BNDES? TODOS! Bem, então como culpar apenas alguns pela criação da Taxa para bancá-lo? Adiante.

Foi isso que discuti recentemente com Duílio de Castro. Disse a ele que também o considera responsável pela criação desse segundo IPTU, Taxa de Resíduos Sólidos. Ele ficou um tanto surpreso, mas desconsertado porque viu que foi isso o que aconteceu. E pode ser facilmente constatado na gravação da reunião. Os que não votaram a Taxa na época como ele, Duílio, João Batista e até Gilmar Antão, que não votou porque era presidente, mas fez questão de pedir licença momentânea da presidência para declarar que também votaria contra, foi oportunismo. Afinal, se todos foram responsáveis pela criação da despensa, todos são responsáveis pela criação da receita para bancá-la.

Outra argumentação fajuta foi a de Milton Saraiva em entrevista na Rádio Cultura essa semana. O vereador do PP justificou o seu voto na Taxa alegando que o valor era menor, ora, se a Câmara votou a lei e Executivo está fazendo um cálculo em desacordo com o texto aprovado por que o vereador não recorre ao Ministério Público e não denuncia o fato usando os recursos que lhe dão o cargo?

Ou seja, todos os vereadores foram responsáveis pela criação deste segundo IPTU. Ah, e no post seguinte falo do texto dessa lei aprovado pela Câmara baseado em outra, essa federal a 11.445, marco regulatório do Saneamento. Essa Taxa é ilegal? Vá pensando.

TAXA DE RESÍDUOS SÓLIDOS DE SETE LAGOAS, UMA MATÉRIA QUE NÃO FAZ JUSTIÇA, PORQUE TODOS FORAM RESPONSÁVEIS POR ESTE SEGUNDO IPTU EM SL, NÃO SÓ ALGUNS

A cidade quer saber quem foram os vereadores que aprovaram a Taxa de Resíduos sólidos. O jornal Notícia fez a matéria (imagem abaixo) então chamando de "Pacotão contra o povo" dizendo que apenas Caio Dutra, Milton Saraiva, João Evangelista, Márcio Cota, Luiz Carlos, Gilberto Doceiro, Euro Andrade, Claudinei Dias, João Pena e Toninho Rogério são os responsáveis ao contrário de Duílio de Castro, João Batista e Gilmar Antão pela criação do tributo.

Bem, soube que estão pretendendo usar a matéria em um jornalzinho mostrando que apenas os 10 primeiros são os responsáveis. Não concordo, acho uma injustiça dizer isso. Afinal todos foram responsáveis. No post seguinte explico por que considero que os outros três vereadores também tiveram participação direta na criação desse, que pode se dizer, é um segundo IPTU.

LULA FAZ BONDADE COM DINHEIRO ALHEIO: Estados e municípios arcam com corte de IPI


Mais da metade do IPI de móveis e materiais de construção, desonerados ontem, sairia de cofres estaduais e municipais

Adriana Fernandes, Renata Veríssimo e Marcelo Rehder:

Numa operação de comunicação e oportunidade política, que aproveitou a presença de 31 empresários em Brasília para a reunião do Grupo de Acompanhamento da Competitividade (GAC), o ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou ontem novo pacote de incentivos fiscais. Os setores beneficiados desta vez foram a indústria de móveis e, mais uma vez, a construção civil. As medidas foram anunciadas um dia depois de o ministro apresentar o "IPI verde" para carros.

O setor de móveis - que ficou de fora do primeiro pacote de combate à crise - foi beneficiado com redução para zero da alíquota do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). A isenção vai até 31 de março. A alíquota para móveis de madeira, de 5%, cairá para zero. Também haverá redução para zero dos painéis de madeira, dos móveis de plástico, aço e ratan, antes tributados em até 10%.

O governo decidiu ainda renovar por mais seis meses, até junho de 2010, a desoneração de materiais de construção. A alíquota do IPI continuará sendo zero para um grupo de 38 categorias de produtos, entre eles, cimentos, tintas, ladrilhos, pias, vergalhões e válvulas. Para apenas seis casos, a alíquota cairá para 10%, 5% e 2%. O incentivo terminaria em dezembro.

Quem paga o grosso da conta da redução do IPI oferecida pelo governo federal são os Estados e municípios, donos de 57% da arrecadação com o tributo. A avaliação é do consultor Clóvis Panzarini, ex-coordenador da administração tributária do governo paulista, que critica os acordos fechados unilateralmente pela Fazenda.

Pela lei, os Estados têm direito a 30% da arrecadação do IPI e os municípios, 24% (já incluído o Fundo de Exportação). Além disso, 3% da arrecadação vai para um fundo de desenvolvimento regional do Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Mais

Aécio diz que não retiraria pré-candidatura em favor de Ciro Gomes


da Folha Online

O governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), disse nesta quarta-feira que não retiraria sua pré-candidatura à Presidência da República em favor do deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE). Aécio disse que seu compromisso é com o PSDB e que estará com o governador de São Paulo, José Serra (PSDB), nas eleições de 2010.

"Não [retiraria a candidatura]. Eu tenho um compromisso com o PSDB. Ele é absolutamente claro. Serra e eu estaremos juntos. Eu agradeço a gentileza e generosidade do companheiro Ciro. Ele é sempre muito bem-vindo a Minas Gerais, seja eu governador, esteja eu sem mandato", afirmou Aécio, que defende a indicação do PSDB com Serra.

Na semana passada, Ciro admitiu em duas ocasiões que sua candidatura não seria mais necessária se Aécio for o nome tucano na disputa. "Se o governador Aécio Neves se viabilizar candidato a presidente da República, penso que sua presença é tão importante para o Brasil que a minha candidatura não é necessária mais", disse Ciro, que desconversou sobre a possibilidade de ser vice de Aécio. "Sobre candidatura, meu partido é quem decide", disse na ocasião.

Hoje, ao negar a possibilidade de retribuir a iniciativa de Ciro, Aécio agradeceu "de público" as declarações do deputado e ressaltou que se sua candidatura não se viabilizar, continuará atuando no "campo das oposições" --o PSB faz parte da base de apoio do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Apesar da relação próxima com Aécio, Ciro tem o apoio do presidente Lula para disputar o governo de São Paulo. O deputado, por sua vez, já declarou várias vezes que não interesse no governo paulista e que pretende se candidatar à Presidência.

Sobre a pressão de partidos aliados ao PSDB para que Serra defina sua candidatura à Presidência, Aécio disse que o momento é de diálogo e que 30 dias a mais ou a menos na definição não vão fazer diferença.

"Acho que não é o caso de pressão. O governador Serra é um homem público experimentado. Ele tem a sua estratégia. Ele não tem escondido essa estratégia. Ele tem a tornado pública e temos que respeitá-lo", disse Aécio.

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Observações

Recebi um questionamento se a pessoa do comentário abaixo "vereador tem cunhada como chefe de gabinete..." trataria de uma certa funcionária do Marcelo da Coperseltta. Não, não sei se trata-se de alguém que trabalhe com o Marcelo da Coperseltta. A respeito da funcionária que o leitor refere-se na pergunta sei que ela é secretária particular do Marcelo, não sua chefe de Gabinete, ainda que informal. Me parece um direito seu.

Outra questão. Sobre receber informação sigilosa de irregularidades aqui e ali é óbvio que aceito, até porque faz parte desse trabalho, mas é óbvio também que na produção, não utilizo o dado, sem antes checá-lo. E vocês não podem imaginar ou podem?, a quantidade de coisas que recebo. Algumas são bobagens que descarto imediatamente, outras checo também descarto. Poucas são consistentes. Bem, mas meu enfoque é o furo de... enfoque dos assuntos.

A DESFAÇATEZ DOI MAIS

Tem uma coisa que irrita e faz a população sofrer ainda mais com o SAAE que a falta de água - escassez e qualidade -, a repugnante desfaçatez, a mentira. Vejam esse slogan: "A água que o seu vizinho desperdiça é a que falta na sua casa." Ao dizer isso, O SAAE quer a população culpando a... população, pela água que falta. Grande vigarice.

Muitíssimo fácil de derrubar essa mentira, não preciso nem lembrá-los que em Sete Lagoas o racionamento de água é um fato consumado todos os dias, afinal, a água só chega à noite. Mais: Bastaria dizer que a maioria absoluta da população em Sete Lagoas bebe água mineral, só isso compensaria com muita sobra o desperdício de alguns.

Mais: some-se a economia forçada pelo fornecimento racionado, mais o que é deixando de consumir de água pública com a compra dos garrafões de 20 litros, de água mineral, essa desculpa esfarrapada do SAAE fica completamente nua, a mostra passando vergonha. E existe um outro argumento, como digo?, adicional. Vejam se não tivesse os outros dois só era suficiente para derrubar a falácia do SAAE. É só lembrar que água estocada, guardada, ou como gostam, reservada pelos ricos em verdadeiras piscinas subterrâneas é muito mais nefasta do ponto de vista da falta no "sistema" que o dito desperdício.

Por que o SAAE não age com a honestidade de uma de suas funcionárias, a Maria de Lurdes, conhecida como Vaninha, que trabalha abastecendo as famílias onde água só chega quase com o caminhão Pipa. Me disse ela hoje quando abastecia as casas no bairro Alvorada que estavam há quase uma semana sem água: "VOCÊ GOSTARIA DE ESTAR HOJE NA SUA CASA HÁ TRÊS DIAS SEM ÁGUA?" E eu lhe questionei: Como funcionária, como você se sente? "Eu me coloco no lugar deles", respondeu.

Ou seja, ela não está tampando sol com a peneira como fazem boa parte das chefias do SAAE. Estes escondem o problema atrás de desculpas mentirosas e ainda tentam criar um clima de divisão entre a população, para se eximir do que eles são os verdadeiros responsáveis, fazendo com que uma pessoa considere a outra culpada. Falta a essa gente a hombridade da Vaninha e como ela se colocar no lugar dos outros, que estão sofrendo com a falta água; e ainda tem que aguentar a falta de vergonha na cara, a desfaçatez.

Naturalmente que sim, isso é do interesse público

Do Leitor:
ola leonardo, boa noite, voce abordaria assuntos do tipo "vereador tem cunhada como chefe de gabinete, e usa pastor como laranja do cargo , para que cunhada possa receber salarios" se sim te envio aos poucos noticias como essa, sem citar nomes porem que movimentaram muitos gabinetes na camara.

terça-feira, 24 de novembro de 2009

IVECO VENDEU 600 CAMINHÕES NA FENATRAN 2009


A Iveco vendeu 600 caminhões durante a Fenatran 2009 - Feira Internacional do Transporte, realizada no período de 15 e 30 de outubro em São Paulo (SP). “O desempenho positivo é resultado do planejamento estratégico da empresa, que levou a uma importante soma em investimentos no mercado brasileiro nos últimos dois anos”. A avaliação é do executivo Alcides Cavalcanti, diretor comercial da Iveco para o mercado brasileiro, que lembra que os números foram semelhantes aos da Fenatran 2007, considerado o segundo melhor ano em vendas da indústria de caminhões.

Somente em 2009 a fabricante investiu em uma nova unidade de produção de caminhões semipesados e pesados em Sete Lagoas (MG), lançou dois novos caminhões: Iveco Cursor e Iveco Tector Stradale, apresentou a nova família de caminhões médios Iveco Vertis, além de versões cabines duplas da linha Daily e o desenvolvimento do primeiro caminhão elétrico do Brasil em conjunto com a Itaipu Binacional.

Na Fenatran, o veículo mais procurado pelos frotistas foi o Iveco Cursor, lançado em outubro. No total, a Iveco comercializou no evento mais de 150 unidades do modelo, considerado o melhor e mais moderno cavalo mecânico do segmento de 45 toneladas de PBT (Peso Bruto Total). Entre os compradores estão empresas como Atende Logística, Vic Logística, Interlink, Transzape, Transportadora Progresso e Mercotrans.

Além dos negócios realizados diretamente pela fábrica, as instituições Iveco Capital e Consórcio Iveco também tiveram excelente participação na Fenatran 2009.

Nos meses de agosto, setembro e outubro a divisão Iveco Capital financiou um total de 1.013 unidades, que representaram 42% do universo das vendas financiadas e 33% das vendas totais da fabricante no período. Nesse trimestre, o Finame representou 68% do volume e o ProCaminhoneiro veio em segundo lugar com 19%, evidenciando a importância dessas linhas de crédito do BNDES no financiamento de caminhões.

“Acreditamos que o ambiente gerado pela Fenatran contribuiu para que em outubro atingíssemos um recorde de unidades financiadas, com 432 caminhões vendidos. Os clientes estão desengavetando investimentos, impulsionados pelas taxas atrativas dos planos de financiamento e principalmente pela retomada do crescimento econômico”, explica Jucivaldo Feitosa, diretor de operações do Iveco Capital.

FUNCIONÁRIA DO SAAE SENSIBILIZADA COM O SOFRIMENTO DA POPULÇÃO ABRE O VERBO: "VOCÊ GOSTARIA DE ESTAR HOJE NA SUA CASA HÁ TRÊS DIAS SEM ÁGUA?" PARABÉNS

HOJE DE MANHÃ NO BAIRRO ALVORADA!

ESSE É O EXEMPLO DO INFELIZ ANIVERSÁRIO DE SETE LAGOAS PARA A POPULAÇÃO.

INFELIZ ANIVERSÁRIO

Comemorar o que neste aniversário de Sete Lagoas, quando temos muito mais razões para lamentar. Agora mesmo acabo de receber o terceiro telefonema de morador do bairro Alvorada. Eles estão lá sem água há uma semana. Enquanto a nossa população pena as de outros municípios avançam a passos largos em qualidade de vida. É o caso de Inhauma que em Março, antes talvez até, inaugure a sua ETE - Estação de Tratamento de Esgoto. Além disso, a população vai passar a ter água tratada pela Copasa no ano que vem. A cidade está em fase final de negociação com a empresa. Aqui até uma boa notícia que é a eleição das diretoras de escolas munícipais revela a triste precariedade do sistema. Algumas das melhores diretoras não quiseram se candidatar, reclamam que a administração Maroca impera tudo. Enfim, no que diz respeito a gestão pública é um infeliz aniversário.

Do Leitor:
Quando ao compromisso do prefeito com o passado, já estava claro, quando na campanha eleitoral fazia questão sempre de enaltecer seus antepassados, ao invés de apresentar um projeto de governo. E o pior é que a população caiu como um patinho. Claro que não estamos aqui para falar da pessoa do Sr. Mário Márcio, mas sim do homem público, do administrador que deveria ser e que Sete Lagoas merece. O simples fato de ser filho de fulano, neto de beltrano não é aval para cargo público de tamanha relevância. É preciso visão estratégica, seriedade e compromisso com o presente e futuro da cidade. O passado já se foi. As necessidades de hoje e de amanhã, não são as mesmas de décadas atrás. Sete Lagoas precisa urgentemente tomar uma direção, assumir definitivamente sua vocação para o crescimento, perder as características provincianas e retrógradas que nos prendem à política coronelista há tanto tempo.
Como já disse antes, não votei no Sr. Mário Márcio, mas gostaria que ele acordasse finalmente de seus devaneios e tomasse consciência do seu papel como prefeito e cidadão setelagoano. O Brasil está a cada dia mais forte em todos os campos, mais respeitado na comunidade internacional. Sete Lagoas está deixando o bonde (ou melhor, o trem-bala) do desenvolvimento passar e está ficando na estação, inerte ou pior ainda: com projetos para o passado...
Boa semana !
Junior

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Em carta, Busu diz que PT não participa "deste Governo" e também não tem acesso às decisões

Carta Aberta ao PT de Sete Lagoas e a Comunidade Sete-lagoana

Companheiros e companheiras do PT,
Povo Sete-lagoano,

Amanhã, 24 de Novembro de 2009, Sete Lagoas estará completando 142 anos de sua emancipação. Sem sombras de dúvidas, este será o aniversário mais importante na qual participo em toda minha vida partidária e cidadã.
Isso porque estou inebriado com dois sentimentos. O primeiro é o de “Dever cumprido” e o segundo de “Esperança”.
Dever cumprido, devido ao trabalho realizado pela nossa gestão a frente do PT de Sete Lagoas. Quando assumi o Partido em março de 2006, tínhamos uma situação desafiante, para não dizer desesperadora.


"O Partido não tem acesso às decisões
e aos rumos da atual administração."


Do ponto de vista administrativo, o PT estava com dívidas consideráveis e nossa arrecadação era insuficiente para arcar com nossas despesas. Implantamos um regime de economia de guerra. Cortamos tudo que podia ser cortado para reduzir nossos custos, desde o telefone, até o cafezinho e água da sede.
Do ponto de vista militante, nossos 396 filiados na época, não participavam das atividades e muitos companheiros chegaram inclusive a defender a extinção do Diretório Municipal, retornando assim a Comissão Provisória.
Do ponto de vista da política local, tínhamos apenas o Vereador Claudinei Dias na Câmara Municipal, lutando para defender as bandeiras do Partido e com relação a imprensa, encontrávamos pouco espaço.
Vários desafios estavam chegando. Os maiores de todos eram preparar para a campanha de reeleição de Lula e o Partido para o ano de 2008.
Busquei desde o primeiro dia de meu mandato, fazer o exercício primário de todo líder. Saber ouvir. Foram inúmeras as reuniões com lideranças políticas locais, com militantes históricos do Partido e principalmente com o povo Sete-lagoano.
Com o apoio do companheiro Tchó e sua equipe, conseguimos fazer uma bela campanha para Lula, Nilmário, os demais candidatos do PT e também conseguimos equilibrar as finanças do Partido. Graças a esse trabalho inicial, fui reeleito no final do ano com 96% da votação.
Em 2007, nossa gestão buscou preparar o Partido para as eleições de 2008. Junto com companheiros como Caramelo e Juventino, rodamos a cidade inteira, atrás de lideranças dentro e fora do Partido que pudessem carregar várias bandeiras, como Educação, Juventude, Esporte, Cultura, Saúde e várias outras.
Nesta mesma época, conquistamos o respeito da imprensa local e da sociedade, procurando sempre estar disponível e ouvir o que cada um desejava. Com isso aumentamos consideravelmente o número de filiados, passando para os atuais 543.
Em 2008 o PT optou por uma coligação com o atual Prefeito. Não foi fácil construir essa aliança internamente. Porém com muita luta conseguimos ao final da eleição eleger três vereadores do Partido. Acredito que eles são nosso maior patrimônio, uma vez que as alianças com o executivo, podem acabar com uma canetada, porém os mandatos duram quatro anos.
Nossos vereadores fazem a diferença dentro da Câmara Municipal de Sete Lagoas. Junto com o Bloco PT/PV, estamos conseguir fazer vários debates importantes como Saneamento, Água, Meio Ambiente, Patrimônio Histórico, Saúde e vários outros
Ontem, com a participação de 251 pessoas no nosso PED, me senti completamente realizado enquanto presidente. O PT cresceu em todos os sentidos e conseguiu o que tanto eu desejava. Estabilidade financeira, política e administrativa para preparar para disputar o Poder Executivo em 2012.

"Já se passaram quase 1 ano e ainda não
conseguimos ver as prioridades desta administração."

Parabenizo o novo Presidente Sílvio de Sá e a sua chapa. Espero que estendam a mão aos vencidos, para que juntos possamos construir a unidade partidária e enfrentar nosso maior desafio. Eleições de 2012.
Agora entro no meu segundo sentimento. A esperança, pois mais do que nunca Sete Lagoas precisa do PT.
"A esperança tem duas filhas lindas, a indignação e a coragem; a indignação nos ensina a não aceitar as coisas como estão; a coragem, a mudá-las". (Aurélio Agostinho, Bispo de Hipona (354-430d.C.). Filósofo e Teólogo cristão nascido em Tagaste, no Norte da África. Sua morte, em 430 d.C., marca o início da idade das trevas na Europa. )
Quando formamos a aliança com o atual prefeito em 2008, o PT tinha um único desejo: Implantar suas políticas na nova administração. Porém, até o presente momento, não fomos chamados pelo chefe do executivo para discutir os rumos da cidade.
Temos filiados dentro da administração, porém isso não significa que o Partido participa deste Governo. O Partido não tem acesso às decisões e aos rumos da atual administração.

Aqui vai uma sugestão ao atual Prefeito. É preciso fazer um pacto político em Sete Lagoas, envolvendo todos os partidos da Câmara Municipal, (principalmente com o Partido dos Trabalhadores) a fim de garantir a Governabilidade. E isto envolve claramente a discussão sobre o 1º escalão e a definição direta das políticas públicas com a participação da sociedade.
Sabemos das dificuldades passadas com a crise mundial, com a situação encontrada, porém fomos eleitos para dar conta
. Já se passaram quase 1 ano e ainda não conseguimos ver as prioridades desta administração.
Ao contrário do que afirma a oposição, o PT não é omisso e não será omisso com relação aos problemas da cidade. Com o encerramento deste PED e de uma fase no Partido, estamos inaugurando uma nova época em que todas as questões levantadas serão debatidas e acima de tudo o partido tomará uma postura.
Eleitoralmente falando, todos os filiados têm três desejos comuns. A eleição de um candidato petista a prefeito em 2012, o aumento da bancada do PT na Câmara e a mudança nos rumos da política Sete-lagoana.
Por fim coloco-me a disposição do Presidente Eleito, Sílvio de Sá, para que possamos juntos construir a unidade deste partido e tornar nossos sonhos realidade.

Um forte abraço a todos e que nossos sonhos se tornem realidade.

Cláudio Busu – Presidente do PT de Sete Lagoas

Gilberto Kassab diz que sonha com Serra presidente


da Folha Online

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), disse nesta segunda-feira que tem um sonho com o governador José Serra (PSDB) inaugurando uma obra do metrô paulista como presidente da República, em 2012.
"Você sabe que eu tenho um sonho... Meu sonho é que ele [Serra] venha aqui como presidente inaugurar [o metrô]", afirmou Kassab.
A declaração foi feita durante entrevista coletiva após cerimônia de lançamento das obras de prolongamento da Linha 2-Verde até Cidade Tiradentes, na zona leste da cidade. Antes, no discurso, Serra disse que acreditava "piamente" que Kassab vai participar da inauguração, em 2012.
"Eu acredito piamente que o Gilberto Kassab vai poder participar da sua inauguração quando for feita sua entrega. E este será o símbolo da integração Estado-prefeitura", afirmou. Mais

Caros,

Passei a maior parte do dia fora de Sete Lagoas. Fui conhecer uma das grandes industrias de água mineral de Minas Gerais, a seu convite. A companhia que fica a 135 KM, é uma das maiores fornecedoras de água mineral de nossa população. Falo mais a respeito do assunto depois. Bem, estou de volta ao batente.

No Programa do Jô hoje à noite

Assistam a entrevista de um colega. Ele é um dos maiores pensadores e uma das mentes mais iluminadas que tem o país. A satisfação está garantida, para quem gosta de uma conversa inteligente e esclarecedora. Asseguro que eu não perderei de forma alguma o programa. De quem se trata???

OITO PESSOAS GANHAM ACERTAM A MEGA-SENA EM SETE LAGOAS

Por Celso Martinelli, Sete Dias:

Um sete-lagoano se tornou milionário no domingo passado ao acertar as seis dezenas da mega-sena sorteadas. Ou melhor, oito sete-lagoanos. Os vencedores são amigos e há mais de um ano jogavam sempre os mesmos números. A sorte chegou e os sortudos levaram o prêmio de R$ 1.903.809,92. Os números sorteados foram: 08 -16 - 24 - 39 - 52 - 60. Um dos vencedores concedeu entrevista ao SETE DIAS e ressaltou como o dinheiro chegou em boa hora, para todos. “Os oito contemplados são pessoas que realmente precisam”, contou.

A aposta foi feita na Loteria Pé de Coelho, localizada na Rua Professor Abeylard, no Bairro Nossa Senhora das Graças. O comerciante que fez a aposta disse que participam do bolão oito grandes amigos, companheiros de pescaria. Todo o dinheiro já foi dividido, quase R$ 240 mil para cada um. “Cada um contribuiu com R$ 24,00 para o bolão. Apostamos sempre e acompanhamos de perto. E vamos continuar, com os mesmos números. A sorte pode voltar e, quem sabe, acumulada”, afirmou o felizardo. Leia mais aqui (data original 27/11/09)

EDER BOLSON USA LINGUAGEM QUE MARGINALIZA O TRABALHADOR

O novo Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico, senhor Eder Bolson, ao responder ao Gerais Jornal sobre quais são "os principais desafios de Sete Lagoas" comete uma impropriedade. Diz "ainda somos uma cidade de MUITOS PEÕES, de muitos subempregados". Sim, entendo que ele está falando das pessoas com baixa remuneração, suponho, principalmente dos operários de siderúrgicas. Mas faço algumas considerações sobre sua fala. Vamos lá.

Sua mensagem da uma clara margem para ser interpretada como uma discriminação ao "peão", ainda que não seja sua intenção marginalizá-los, espero. Parece que esse pessoal do Governo Maroca não entende é o simbolismo das suas falas, pelas suas posições de governo. Ou querem é isso mesmo? É óbvio que temos que reduzir ao máximo o subemprego. Mas isso começa com uma nova relação empregado-empregador, com uma mudança de postura e de visão desse operário pelo "patrão". Assim, o uso do termo pejorativo dito pelo senhor Eder Bolson, Secretário de Desenvolvimento, para designar o trabalhador-subempregado não contribui em nada para a mudança dessa postura pelo empregador em Sete Lagoas.

E mais: se quisermos elevarmos o trabalhador temos que atacar a baixa remuneração praticada em Sete Lagoas e as péssimas condições de trabalho em determinadas empresas. Ou até radicalizar eliminarmos as atividades primárias como o ferro gusa, o que é um grave erro. E o poder público não pode focalizar apenas o jovem para conseguir o "desenvolvimento econômico sustentável", como evangeliza o secretário.

"Sete Lagoas só conseguirá um desenvolvimento econômico completo e sustentável se investir pesado na educação, na melhoria dos conhecimentos e das habilidades dos jovens setelagoanos." Entretanto, é fundamental investir também no adulto experiente, na sua educação e (re) qualificação, os "peões". É preciso prepará-los para a mudança de área, como segmento de serviços que projeta grande crescimento. E ter uma ação agressiva na atração de negócios de ponta, tanto como fortalecimento do empreendedorismo local para promover novos empreendimentos, e impulsionar os antigos.

Ademais, ajudaria bem se o secretário escolhesse palavras menos pejorativas para referir-se aos operários, do contrário pode sem querer, espero novamente, contribuir para marginalização das pessoas. Infelizmente o poder público está oferecendo um mal exemplo, enquanto deveria ser ele o inspirador de uma nova atitude. Compreendo. São tempos difíceis, afinal, o mal exemplo vem do topo.

MAROCA EXPLICITA O SEU SONHO REGRESSISTA E REVELA DE UMA VEZ POR TODAS COM QUEM ESTÁ COMPROMETIDO. É ARREPIANTE "OUVIR" TÃO CLARAMENTE ISSO


Em entrevista ao "Gerais", o mais novo jornal de Sete Lagoas Maroca diz para quem governa e expõe sem meias palavras o que sempre foi denunciado aqui: o seu sonho é regressista. Ele olha para o passado e diz com quem está comprometido de verdade, "os que ajudaram a construir Sete Lagoas" e diz "nisso eu incluo meus familiares". Ou seja, ele é prefeito de e para poucos. Mais: ignora que a cidade é uma obra em construção e, portanto, todos fazem parte da sua construção. Mas 'o líder' prefere excluir ao invés de incluir.

Em outra parte desta resposta tão reveladora ele relaciona o resgate do passado com a felicidade dos moradores. Está dizendo-nos que felicidade é o que ela acha que existia no passado. A visão do filho do papai tradicional. Aí está a fonte de grande parte da insatisfação: as pessoas não querem o passado ou teríamos que resgatar o período colonial escravocata se formos a caminho do... passado. Além do mais a dinâmica é outra. É impossível resgatar o que já se foi, e se é que foi bom para o povo a relação coronelista de tempos passados. Onde a "paz" e a "fraternidade" tão festeja era conseguida ao custo do silêncio e submissão do povo. Reinava a velha máxima: "manda quem tem direito, obedece quem tem juízo". É assombroso ouvir esta mensagem do que oficialmente é prefeito de Sete Lagoas, às portas de 2010!!!

Só não é surpreendete a mensagem saudista-xenófoba para o leitor do blog, que sempre leu aqui o que agora o próprio prefeito explicita com todas palavras, leiam:

Do Gerais Jornal:
Como o senhor observa Sete Lagoas daqui a 20 anos? O que o senhor gostaria de se orgulhar de ter feito ao olhar para trás e se lembrar desse período?

O fato principal de hoje estar como prefeito é o compromisso que tenho com a nossa cidade e COM TODOS AQUELES QUE AJUDARAM A CONSTRUÍ-LA. NISSO EU INCLUO MEUS FAMILIARES. EU GOSTARIA DE OLHAR PARA TRÁS E VER QUE EU CONTRIBUI PARA RESGATAR O QUE DE MAIS SAGRADO NÓS TÍNHAMOS E PERDEMOS, a fraternidade, o clima de paz e a harmonia que reinava sobre a nossa cidade, isto é, os moradores terem orgulho e felicidade de morarem aqui em nossa cidade.

TEM ESPAÇO PARA MAIS JORNAIS?

Nesta semana chegaram as ruas dois novos jornais, o "Gerais Jornal" e o "Canal Livre". Diante destas novas publicações a questão natural que surge é tem espaço para mais jornais em Sete Lagoas?

O tempo é que vai dizer, essa é a resposta mais correta. Mas existe uma pergunta entriscicamente relacionada cuja resposta está ponta da língua: Tem espaço para jornalismo? A resposta segura é sim, claro que tem.

Essa conclusão óbvia surge tanto pelo que vejo ser feito por aí, quanto pela experiência com meus leitores aqui no blog. E falo menos pelo reconhecimento que recebo que pelos pedidos de tratar desse ou daquele assunto que as vezes não posso atender porque me falta tempo ou não é o meu enfoque aqui. Noto, o cidadão setelagoano está ávido por consumir jornalismo.

Neste sentido, é bem vindo e é uma esperança para o cidadão a chegada de novos veículos. O munícipe quer receber informação e "conhecer" o que pensa o jornal à luz dos fatos - lógica - e das leis no estado democrático e direito. Sete Lagoas rejeita crescentemente o jornalismo chapa branca ou preta. A sociedade quer um veículo que seja os seus olhos e ouvidos e tenha a coragem dizer o que ela mesma diria diante dos acontecimentos. O que não quer dizer falar sempre o que o que maioria quer ou ter todos a mesma posição, mas contemplar os diferentes e sair do lugar comum.

Eu procurei agir assim sempre e, por isso este blog fez a diferença, segundo os leitores, em todos os grandes debates, como: Saneamento, Ambev x Pés de Pequi, Hospital Regional, Feirinha, Lei do Toque de Recolher - o post de maior sucesso nacional até hoje -, PEC dos Vereadores e o Intenso Debate Diário Sobre Política diária. E nunca apelando a posições populistas fáceis, ao contrário fiquei muitas vezes sozinho, até alguns se darem conta do erro. Esse posicionamento claro é que faz este blog ter o grande número de leitores que tem. Ah, e não me escondo atrás do imparcialismo parcial. Aqui a notícia é o negócio e não o negócio é a notícia.

Não, não dou receita conselho ou qualquer coisa parecida a ninguém. O que tenho é o mesmo que o qualquer um o desejo de ver o bom jornalismo ser realizado para o bem da população. A imprensa é fundamental em uma sociedade livre de verdade. Em Sete Lagoas a quantidade de jornais está muito próxima de dez, mas em jornalismo está próxima desse número?
A imprensa local pode ter um papel muito importante ou cada vez mais irrelevante se continuar crescendo só em quantidade. Uma esperança inícial é o "Gerais Jornal" que partiu para campo com excelente pontapé.

domingo, 22 de novembro de 2009

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Quem será o próximo secretário de Esportes? Ex-Leone, Cezar Maciel tem chances

Cezar Maciel (PC do B) ligado ao ministro dos Esportes, Orlando Silva, e também do seu partido, poderá ser o mais novo integrante do governo Maroca. O renomado esportista é cotado para assumir, claro, o cargo de Secretário de Esportes. Os outros nomes na disputa são o de Cachetão e Magela Martins, mas Cezar dizem é o favorito. Conta a seu favor o bom trânsito com Brasília, a experiência acumulada e até os projetos que vinha tocando no governo passado e poderia dar prosseguimento. Ah, sim: o fato de ter pertencido ao governo de Leone Maciel poderia pesar contra sí, entretanto, a distância cada vez maior da eleição passada pode amainar essa dificuldade; além disso, Maroca nunca foi fiel a quem o apoiou. Por isso, suas chances são bem maiores que as dos outros que estão na disputa.

O curvelano Magêla Martins que me contou essa semana ter se tornado um novo Cidadão Honorário de Sete Lagoas ainda tem alguma chance, pelo peso que tem como mídia, mas sei que o prefeito nunca foi simpático a uma aproximação maior com ele, mesmo toda a sua devoção. Bem, conhecendo Magela Martins como conheço poderia esperar de sua parte uma dinamização, como direi, mais empírica do trabalho. Porém, teria que avançar muito na capacidade de liderança. Mas pode até surpreender se for o escolhido pela vontade que demonstra; não pode é meter os pés pelas mãos e partidarizar a ação.

Pois bem, se não houver uma brusca mudança, a listra tríplice é esta: Cezar Maciel, apoiado por Milton Saraiva (PP) e Euro Andrade (PP), Magêla Martins, apoiado por si mesmo e por Duílio (PMN) e Cachetão, que considero com menos chances, ele é apoiado por Marcelo da Coperseltta (PMN). Quem vencerá essa partida?

Na Bahia José Serra é Rei - Eleições 2010


Uma pesquisa encomendada pelo PSDB ao Instituto Análise revelou que, ao menos na Bahia, a transferência de votos de Lula para Dilma Rouseff ainda não andou. O instituto ouviu 1 000 pessoas em todo o estado neste mês de novembro. Dos entrevistados, 91% consideram o governo Lula “ótimo” ou “bom” - um topo de popularidade nunca visto antes na história desse país. No entanto, isso não se reflete em votos para Dilma.
José Serra lidera com 46% dos votos, seguido por Dilma, com 26%, Ciro Gomes, com 12% e Marina Silva, com 4%. No cenário em que Ciro não aparece como candidato, Serra chega a 53%, Dilma a 29% e Marina a 5%.
“Neste ano, o Serra nunca teve 46% dos votos na Bahia”, afirma o tucano baiano Jutahy Júnior.
Por Lauro Jardim

Minhas boas vindas ao Junior e a minha fórmula para melhorar o Brasil; ou um pouco de utopia - realizável.

Junior é o novo amigo que chegou ao blog "por mero acaso", como conta. Ele entrou em contato com o blog por meio de pesquisa no Google Imagens. Como ele, muitos leitores chegaram a página através das ferramentas de busca na Internet, sobretudo, o Google. Isso acontece em função de o blog ter vasto conteúdo indexado nos meios de busca, nestes quase dos anos no ar. São, sem contar esta postagem 2.349 posts. É bastante trabalho. Dá para conta um pouco da história política recente de Sete Lagoas.

Mas, aproveitando o encejo digo porque faço o que faço. Sou movido principalmente pelo desejo de servir meus leitores - ora, vocês - e os servindo creio dou a minha pequena contribuição para a construção desta nação. Como devem notar, não sou barrista e nem regionalista, agora sou muitíssimo Brasil. E acredito que a melhoria local é um caminho para ajudar o Brasil. E nós - Sete Lagoas - podemos ser melhores e maiores, e exercermos um papel decisivo de liderança, sim, nacional.

Basta sairmos de uma posição passiva, que se alterna entre o deslumbramento bobo do outro e o bairrismo nostalgico, para uma posição de liderança conquistada pela transformação da cidade em referência. É invertermos a situação: hoje estamos atrasados e olhamos o que está acontecendo em outros lugares; amanhã estaremos na frente é são os outros que vão olhar para o que estivermos fazendo. Este é o meu sonho e a minha fórmula para ajudarmos o Brasil.

A seguir fiquem com o comentário do novo leitor:

Prezado Leonardo,

É com grata surpresa que conheci hoje, por mero acaso, esse blog. Não suporto mais a imprensa de Sete Lagoas falando que o prefeito Maroca fez isso, ou fez aquilo. Só que o "isso" ou "aquilo" não passam de reuniões carregadas de demagogia e mentiras, com fotos e mais fotos. Puro marketing de uma administração incompetente e sem norte que aqui se instalou. Vi alguns de seus comentários, postados ha cerca de 2 ou 3 meses, e achei fantástico quando você disse que o sentimento geral da população é de arrependimento. Concordo, mesmo que eu não tenha votado naquele senhor. Afinal, os mais prejudicados são seus próprios eleitores mesmo, que desejavam "mudança". Taí a mudança: para pior, muito pior.

Parabéns!

Publicar Recusar

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

É VERDADE SÓ FALTOU VOCÊ INFORMAR QUE "GENTE DE CONFIANÇA" ERA O NOME DA COLIGAÇÃO, MAS, ENTENDO, A ESSA ALTURA É MELHOR VOCÊ ESQUECER

Leitor me corrige porque eu disse que o slogan de campanha do Maroca era "Gente de Confiança", mas sua memória fotográfica que me alertou corretamente para o erro foi, como direi?, seletiva. Ele precisa esquecer mesmo certos detalhes.

Ô Leo vc está enganado! Gente de confiança foi slogan de Mucio Reis.

Comento
Sim, está certo o slogan da "Coligação Gente de Confiança" não era "Gente de Confiança", mas "Mudar para viver melhor". Interessante que o leitor "teve cabeça" para recordar que o slogan não era "Gente de Confiança", mas não, vejam que coisa, para informar que o nome da coligação era... "Gente de Confiança". Memoria seletiva essa sua, não? Aliás, esse dado faz bastante diferença para pior na quebra de confiança, que em suma, é a idéia central do post onde ele me corrige. Senão vejamos qual era a promessa da coligação - texto do matérial de propaganda da candidato a prefeito e vice, respectivamente, os senhores Maroca e Ronaldo João. Leiam volto para um pequeno comentário:

Juntos para organizar o crescimento e valorizar a vida
Estamos unidos por afinidades pessosais, por convergências políticas, pelo respeito mútuo e, principalmente, por objetivos comuns. Nossa união vai resgatar valores e pretende corrigir os rumos de Sete Lagoas.
Nós acreditamos que o bem comum e o respeito ao ser humano devem ser prioridades, sempre. Somos um engenheiro e um médico. Esss duas profissões, quando levadas à gestão pública, se complementam, com metodologia no planejamento e sensibilidade social.
Queremos que o desenvolvimento da cidade se transforme em benefícios reais pra a população. Queremos fazer de Sete lagoas um exemplo de crescimento organizado, um sinônimo de desenvolvimento com qualidade de vida pra todos.
Com dedicação e compromisso, com o seu voto, vamos trabalhar lado a lado pra promover o crescimento que todo setelagoano quer, com inteligência, planejamento e políticas públicas modernas, trazendo bem-estar, geração de emprego e renda e estabilidade política.
Estamos unidos e acreditamos ter a competência para planejar um crescimento positivo e sustentável para toda a cidade sem nos esquecermos da tradição e cultura do povo setelagoano.
Acreditamos ter a sensibilidade e a capacidade para lutar por uma saúde melhor para todos, por uma cidade mais justa pra todos, por uma vida melhor para todos.

PERGUNTO: EXISTE ALGUMA DESSAS PROMESSAS QUE A "COLIGAÇÃO GENTE DE CONFIANÇA" NÃO QUEBROU A "CONFIANÇA" DA POPULAÇÃO? QUE TAL COMEÇARMOS A DISCUTIR ISSO PELA "UNIÃO" DO "ENGENHEIRO" COM O "MÉDICO".

Popularidade de Obama nos EUA cai para menos de 50%

da Efe, em Washington:
A popularidade do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, caiu a menos de 50%, de acordo com pesquisa divulgada nesta quarta-feira, que também revela que 49% dos americanos desaprovam suas gestões sobre o Afeganistão.
A sondagem, publicada pela Universidade Quinnipiac, em Connecticut, indica que 48% dos indagados apoiam a gestão de Obama, o que representa a primeira vez que sua popularidade cai para menos de 50% em nível nacional. Na mesma linha, apenas 43% apoiam a maneira como o presidente americano administra a economia do país. Mais

"GENTE DE CONFIANÇA?"

O ex-prefeito Marcelo Cecé foi é condenado por improbidade administrativa e teve os direitos políticos cassado por oito anos por participar de um esquema de desvio de medicamentos. A senhora Valéria Munaier e Silva também foi condenada no mesmo processo. Entretanto, ela foi escolhida para assumir um cargo de confiança pela prefeito como está no post abaixo. E, pasmem, para tomar conta da distribuição de medicamentos.

O que explica a decisão do prefeito Maroca de admitir essa senhora Valéria Munaier para executar uma função de natureza identica? Ser "Gente de Confiança". De quem? Dele prefeito, claro. Não se esqueçam esse era o seu slogan de campanha. Porém, ele prova o contrário, não é "gente de confiança", se estas forem as pessoas da sua confiança.

Política Varejista

O vereador Reginaldo Tristeza (PSOL) disse ter ido a vários pontos de mototaxi levar o projeto de lei que autoriza e regulamenta o serviço em Sete Lagoas. Contou que os entregou para os mototaxistas que não tinham conhecimento da sua tramitação. Fez mal. Por outras palavras, foi o que o presidente da Associação do setor disse, ele explicou que há meses foram entregues cópias para todos os profissionais que operam regularmente o serviço em Sete Lagoas. Segundo o presidente o vereador Tristeza teria entregue para "bicos", pessoas que só atuam nas horas vagas.

O bom...

... é estar na mente das pessoas, diz a propaganda. No subconciênte então... Não sabia que tinha uma presença tão forte junto ao Dr. Euro Andrade (PP). Na homenagem que o vereador fez a Escola Técnica de Sete Lagoas na Tribuna da Câmara, hoje, o vereador repetiu por três vezes Leonardo Barros, ao referir-se ao presidente da Fumep, que se chama Leonardo Braga. Bem, aí é melhor ainda, afinal, o xará é uma figura muito bacana.

ELES TAMBÉM TÊM... BLOG! ESTÁ AÍ O "CONEXÃO DA ALEGRIA"

Clique na imagem e conheça o blog das amigas e amigos da Câmara Municipal de Sete Lagoas:

terça-feira, 17 de novembro de 2009

COMO O ARQUI-INIMIGO DO PSDB CIRO GOMES PODE SER ALIADO DO... PSDB? SIMPLES: ALIANÇA COM UM TERRORISTA INTERNO

O governador Aécio Neves é do PSDB - filiado pelo menos - mas ele parece que não gosta do PSDB. Por quê? Porque alia-se ao arqui-inimigo do partido, o deputado, Ciro Gomes do PSB. Isso é ilegítimo. Até numa guerra existem limites éticos a serem respeitados, como por exemplo não atacar um carro de socorro a vítimas. Na disputa política também existem limites que devem ser respeitados. Mas Aécio está disposto a golpear abaixo da linha da cintura o seu... próprio partido.

O jogo baixo do governador Aécio Neves está em aproximar-se de Ciro Gomes mais para implodir as chances do partido, que viabilizar-se candidato. Vamos ao detalhes. Ciro é o mais impiedoso adversário dos tucanos, os paulistas em especial. Sua obstinação é destruir essa ala do PSDB. Algo notoriamente sabido. Então como é possível imaginar que uma aliança cearence com o mineiro possa ser a construção de uma parceiria para vencer? São Paulo iria referendar essa aliança? NUNCA.

E por que Aécio Neves investe nisso? Porque ele faz o seu próprio jogo e lixa-se para o partido. Desta feita, nada melhor que procurar um arqui-inimigo da sigla para a empreitada, não é mesmo? Aécio aposta no futuro. Como está claro. Veja a seguir.

Com idade para ser filho de José Serra, Aécio Neves quer apenas se projetar seja conseguido ser o candidato mesmo sem chances; seja promovendo uma luta inanceitavel contra o seu colega de partido. Acha que de uma forma ou de outra seu futuro está assegurado. O que lhe importa é projetar-se de uma maneira ou de outra; e inviabilizar José Serra. Se candidato agindo assim não terá o apoio de Serra, se for o contrário lava as mãos para sorte do colega - ah, se não der uma forcinha para o adversário como em 2002.

Sua aposta é no amanhã, ou seja 2014. Mas é aí que morre o perigo. Observem, se hoje o PT está forte com as práticas populistas-assistencialistas, o domínio da maquina pública - governo, estatais, fundos de pensão, sindicatos... -, em 2014 os petralhas estarão muito mais forte. E o país estará muito mais próximo do padrão bolivarianista-venezuelano: partidos oposição mais enfraquecidos ainda, opositores perseguidos - já estaremos muito próximo de uma ditadura. Aí, bay, bay sonho de futuro.

CIRO GOMES, O VALENTÃO E AMIGO DE AÉCIO NEVES DESCE DO PALANQUE PARA BRIGAR ASSISTAM

Ciro Gomes (PSB) o buneco pinóquio do PT desce do palanque, com seguranças, e parte para cima dos adversários na cidade de Carnaubal. Aconteceu nas eleições municipais do ano passado. O que vai abaixo é um filme de 2006. A partir de 1min56s, aparece o valentão em ação:

"QUERO ACREDITAR QUE CHEGARÁ UM TEMPO QUE PODEREMOS NOS MANIFESTAR SEM QUALQUER TIPO DE RECEIRO", DIZ LEITORA

A leitora que escreve abaixo manda uma mensagem clara e inequívoca: 1) àqueles que estão camuflando a realidade; 2) àqueles que estão tentando censurar a liberdade de expressão dos cidadãos - seu comentário foi postado onde critico atitude de censura de Caio Dutra a mim e, principalmente, a meu leitor num programa de rádio nesta segunda; Em resumo: ela quer informação honesta e respeito a opinião em Sete Lagoas.

Sua manifestação vem num momento muitíssimo oportuno e contém o desejo de mudança da sociedade setelagona, que rejeita de forma peremptória a manipulação "habitual" do que sempre aconteceu. Sim, chega de enganação! De falsas ilusões. Fico vendo as vezes as pessoas dizerem "o próximo prefeito será o beltrano", e a imprensa cai na onda, ao invés de dizer, espera um pouco, como há três anos do próximo pleito alguém pode afirmar isso.

E eis que ao deixar de combater tais boatos permite a mistificação, reduzindo o debate de hoje e da futura eleição, em um concurso místico e não de políticas e valores para transformar a realidade. Hipocritamente quando vai chegando o momento da eleição aí aparecem Editoriais pedindo um debate melhor.

É lamentável ainda estarmos numa fase da adolescencia política. E olhe que não falta competência técnico-jornalística em nossa cidade; falta sim uma séria mudança de atitude. O verdadeiro progresso de Sete Lagoas prescinde de uma mudança real da imprensa, aproximando a sua capacidade e força de um melhor jornalismo. A sociedade reclama isso. No que diz respeito a esse bloguinho prometo continuar fazendo o trabalho que a leitora reconhece. Leiam seu comentário:

#

Prezado Leonardo,

Sou leitora assídua do seu blog, que assesso no mínimo duas vezes por dia.

Quer concordemos com o seu ponto de vista ou não, é preciso admitir que seus posts se tornaram uma das melhores (senão a melhor) forma de nós, cidadãos setelagoanos ficarmos sabendo o que realmente acontece na cidade, sem a habitual cortina de fumaça que tenta camuflar, maquiar ou até mesmo esconder a realidade.

Me desculpe por fazer um comentário anônimo, mas quero acreditar que chegará um tempo em que toda a forma de expressão será respeitada e que poderemos nos manifestar sem qualquer tipo de receio.

Parabéns pela coragem!
(Anônimo)
16/11/09

Sobre Caio Dutra, Blog, Participação dos Leitores, Autorias das Ideias e...

(publicada originalmente: segunda-feira, 16 de novembro de 2009, às 18:58)
Telefonei para mandar um abraço para o vereador Caio Dutra (PMDB) que estava no programa do João Carlos e fui supreendido com o fato de ele estar magoado comigo porque publiquei um comentário do contador Aluisio Barbosa. Ele disse que já tinha dito o mesmo há quatro meses, como seu eu estivesse requentando coisas no blog. Assim, segundo me acusou, por questões "partidárias" eu não tinha lhe dado o devido crédito. Aprofundemos a questão.

Caio Dutra tratou no dia 30 de junho de 2009 do imblóglio do fornecimento de alimentação pelo HNSG ao Hospital Municipal na Tribuna da Câmara. Entre os argumentos que ulitizou tem coisas em comum como o que comentou Aluisio Barbosa leitor como ele, deste blog. Então é verdade que Caio já tinha dito o que Aluisio comentou agora? Sim. A questão 1 é, Aluisio tem o direito de dizer o mesmo? A questão 2 é, eu tenho o direito de publicar a opinião de meu leitor se ele dizer o mesmo que o Caio disse? Questão 3, eu tenho que sempre ressaltar, olha "o Dr. vereador Caio Dutra foi o primeiro a dizer isso viu, gente"? Vejamos se é assim que as coisas devem se dar. Em frente.

Contextualizando: O vereador Caio Dutra foi quem me chamou a atenção para a conclusão do relatório feito pela Câmara na semana passada. E havia me passado desapercebido. Mas ele como leitor atento e interessado que o assunto fosse tratado aqui, me telefonou para alertar sobre o relatório conclusivo que acabara de ser publicado pela Câmara.

Bem, aí está a ironia e muito mais como se verá. Acompanhe. O vereador foi quem denunciou o problema do fornecimento de alimentação e tem lutado para por fim a irregularidade confirmada pela Comissão Especial. Ou seja, ele está liderando a questão. É uma luta louvável, mas ele não tem o direito de exigir o domínio - a patente - de argumentos porque foi o primeiro a dizê-los. Vejam acolhi e acolherei sempre a participação do cidadão que eu julgar pertinente ao interesse público, seja ele quem for. No caso o cidadão Aluisio Barbosa, que é contador encaminhou ao blog um comentário que coonestava com as apurações de irregularidades feita pela Comissão Especial de Fiscalização, bem como reforçava com a muito legítima e desejável participação cidadã, o bom trabalho de fiscalização do legislativo. E aí começa a ironia: tal contribuição acolhida pelo blog é positiva para quem??? O vereador Caio que está com... ciúmes bestas.

O vereador Caio Dutra que tenta patentiar argumentos como seu e ignora que eles já se tornaram da sociedade. Pior, ele atacou o blog no programa da Rádio Cultura ao denotar que eu estaria requentando coisas que ele já tinha tratado há quatros meses. Faz tal acusação quando foi ele próprio quem me alertou para o fato novo, a publicação pela Câmara do relatório conclusivo sobre o assunto. Santo Deus! Quanta leviandade.

Mas vamos ao cerne do que o deixou injustamente ainda mais amuado com o blog que foi eu não tê-lo citado como quem disse primeiro, o que o leitor Aluisio comentou no blog. Observação: nem sei se o contador verificou as irregularidades depois que o vereador as trouxe a público ou se já compreendia o erro antes. Não importa, porque mesmo supondo que ele tenha constatado isso a partir do que o vereador revelou para a sociedade, já teria passado a ser de conhecimento público e sem direito de ser patentiado. Mais: o engraçado é que o vereador ao invés de se rebelar contra isso deveria é estar muito safisfeito com a idéia inicial sua ter se propagado. Mas demonstrando pouca maturidade e liderança, ele revela publicamente que está inciumado, carente de ter a sua autoria o tempo todo resaltada.

Se for desse jeito eu também quero algumas dezenas de patentes, por idéias originais, coisas que foram ditas primeiro aqui e agora ouço muita gente citá-las, até porque já ouviram-as de outras pessoas quem nem são leitores. Aliás, uma das forças deste blog está no fato de além de ter grande número de leitores, ter leitores formadores de opinião. Não gosto do termo, mas, vá lá, "quem importa, lê este blog". Volto ao Caio Dutra.

O vereador que reclama que não teve autoria do que disse anotada, foi muito injusto pelo tratamento que recebe aqui. E mais, também pode ser cobrado por que não revelou em alguns momentos; outros sim - exatamente como faz todo mundo - que o blog foi fonte para muitas de suas falas na Tribuna da Câmara. E entre elas está a que o subsidiou no ponta-pé inicial, exatamente, na questão do fornecimento de alimentação para o Hospital Municipal pelo HNSG, ou seja, este post: Hospital Nossa Senhora das Graças seu negócio é alimentação ou saúde? E Prefeitura onde foi parar o seu planejamento?

Quem ler este post publicado aos 11 minutos (00:11) da terça-feira do dia 30 de junho, e assistir a gravação da fala do Caio Dutra (PMDB), na Câmara feita 15 horas depois verá argumentos idênticos, e isso não uma mera concidência. E ele não citou a fonte: "deve ser questão partidária."

IPTU BH 2010 VALOR, GUIA DE PAGAMENTO NA INTERNET, DÚVIDAS? - QUANTO EU VOU PAGAR? DATA DO VENCIMENTO? ONDE EU PAGO? PREFEITURA DE BH (NOVO)

Caras e Caros,
Esta matéria é para esclarecer as dúvidas de vocês "leitores de todo dia" e também das pessoas que estão - Sejam Bem-Vindos!, - bucascando informações sobre O IPTU DE BH 2010. Para isso reuni aqui as informações que os Contribuintes de BH estão buscando, incluindo os links da prefeitura para consultar o valor. Bem, espero estar contribuíndo para esclarecer as dúvidas e agilizar as coisas.

Leonardo Barros.



1 - DISQUE IPTU

3- ENDEREÇO DOS POSTOS PARA ATENDIMENTO, RECLAMAÇÃO, INFORMAÇÕES, SERVIÇOS

4- REGRAS SOBRE ISENÇÕES DO IPTU


5- SERVIÇOS COMPLEMENTARES

6- BANCOS CREDENCIADOS PARA RECEBIMENTO

7 - ABAIXO - LINK DA PBH PARA CONSULTAR O VALOR DO IPTU E 2ª VIA - GUIA

1 - Disque IPTU



- Para esclarecer as dúvidas mais frequentes sobre seu imposto;
- Para solicitar alteração de endereço de correspondência.


2 - Horário Funcionamento dos Postos
De segunda a sexta-feira de 8h às 17h. Confira os locais:


3 - ENDEREÇO DOS POSTOS PARA ATENDIMENTO, RECLAMAÇÃO, INFORMAÇÕES, SERVIÇOS
Serviços prestados nas Gerências de Arrecadação instaladas nas Regionais e na Central de Atendimento Imobiliário:
- Atendimento aos contribuintes que tenham dúvidas sobre a cobrança do IPTU;
- Abertura de processos de revisão de IPTU;
- Emissão de 2ª via de IPTU.

Centro-Sul
Antigo Colégio Imaco – Parque Municipal

Prédio da Fafich – Rua Carangola, 288 – Santo Antônio
Barreiro
Rua Flávio Marques Lisboa, 345 – Barreiro

Leste
Rua Lauro Jaques, 20 – Floresta

Nordeste
Avenida Cristiano Machado, 555 – Bairro da Graça

Noroeste
Rua Peçanha, 144 – Carlos Prates

Norte
Rua Pastor Muryllo Cassete, 25 – São Bernardo

Oeste
Av. Barão Homem de Melo, 282 – Nova Suissa

Pampulha
Av. Presidente Antônio Carlos, 7596 – São Luis

Venda Nova
Rua Padre Pedro Pinto, 1055 – Venda Nova

4 - REGRAS SOBRE ISENÇÕES DO IPTU

Imóveis até R$ 40.000,oo

Em 2010, estão isentos do IPTU e das taxas cobradas os proprietários de imóveis dos tipos casa, apartamento ou barracão, todos de ocupação exclusivamente residencial, cujo valor venal, em 1o de janeiro de 2010, não exceda o valor de R$ 40.000,00 (quarenta mil reais) e que tenham padrão de acabamento P1 e P2. Se forem de padrão de acabamento P3, P4 ou P5, terão direito à isenção do IPTU, devendo pagar apenas as taxas.
Também estão isentos do IPTU-2010:

Ex-combatente

O ex-combatente, ou cônjuge de ex-combatente falecido, enquanto na viuvez, ou seu filho enquanto menor de 21 (vinte e um) anos, consoante art. 6º da Lei nº 5.839/90;
O terreno integrante de área classificada como ZEIS-1/3 (Zona de Especial Interesse Social-1/3) pela Lei nº 7.166, de 27 de agosto de 1996, consoante art. 7º da Lei nº 5.839/90;

Imóvel de utilidade pública
O imóvel declarado de necessidade ou utilidade pública, ou de interesse social, para fins de desapropriação, pelo Município de Belo Horizonte, Estado ou União, a partir da data da efetiva imissão provisória na posse, consoante art. 8º da Lei nº 5.839/90;

A PROPÓSITO!
NA FOTO - Aécio, Eu, Leonardo Barros e Serra. A propósito você acredita na possibilidade de Aécio ser vice de Serra? Para comentar clique aqui. O que penso sobre essa possibilidade está aqui.
LEIA TAMBÉM:


SIM! Também já tive minhas dicordâncias com o governador:
Aécio, caudilhismo, e mais uma tese vagabunda



Imóvel tombado

O imóvel tombado nos termos da lei, por qualquer instituição pública de proteção do patrimônio histórico e artístico, consoante art. 9º da Lei nº 5.839/90 e Lei nº 3.802, de 06 de julho de 1984;
O imóvel reconhecido como Reserva Particular Ecológica, observados os requisitos da Lei nº 6.314, de 12 de janeiro de 1993;

Igrejas e Assistência Social
O imóvel de terceiro efetivamente ocupado como templo de qualquer culto, cuja entidade religiosa tenha obtido o reconhecimento de imunidade pela Gerência de Legislação e Consultoria da Secretaria Municipal de Arrecadações, e que comprove a promoção de ações de assistência social, consoante art. 4º da Lei nº 8.291/01.
O imóvel de terceiro ocupado por entidade de assistência social e de educação infantil sem fins lucrativos que tenha sido declarada de utilidade pública municipal.

Importante:
As isenções e descontos, condicionados a prévio requerimento, não afastam a incidência de encargos moratórios (juros, multa e correção monetária) sobre o valor do imposto, caso o pedido seja indeferido.

Incapacidade Econômica

A remissão, parcial ou total, do débito de IPTU de contribuinte pessoa física, com fundamento na incapacidade econômica do contribuinte, será concedida desde que este comprove, junto à Gerência de Serviço Social - GESSO da Secretaria Municipal de Arrecadações, que sua situação econômica não permite a liquidação do débito.

Aposentados, pensionistas e Doentes crônicos
A remissão para aposentados e pensionistas está condicionada ao cumprimento dos seguintes requisitos:
-Ser o contribuinte aposentado ou pensionista do sistema público previdenciário;
-Ter 60 ou mais anos de idade em 1º de janeiro de 2010;
-Ter renda familiar de até 3 (três) salários mínimos;
-Possuir apenas um imóvel, de valor igual ou inferior a R$80.000,00 e nele residir há mais de 5 anos.
A remissão acima também vale para os portadores de moléstias incapacitantes de natureza grave, crônica ou terminal. Nesse caso dispensasse o critério da idade e da condição de aposentado ou pensionista. Essa hipótese abrange, ainda, o responsável econômico pela pessoa incapacitada.
Nos casos acima, a Gerência de Serviço Social fará o contato para a solicitação da documentação necessária;
O contribuinte que desejar solicitar o diferimento da parcela referente ao aumento do IPTU em relação ao exercício de 2009 deve protocolar o pedido nos Postos de Atendimento e aguardar o contato para comprovação da incapacidade alegada.

5 - Serviços Complementares:
- A abertura de processo de remissão (perdão) de débito deve ser feita através da Gerência de Arrecadação em uma das Regionais ou na Gerência de Serviço Social (GESSO), instalada na Rua Espírito Santo, 593, sobreloja. A Central de Atendimento Imobiliário, no térreo, não realiza este tipo de atendimento.
- A emissão de guia de Dívida Ativa pode ser feita nas Gerências de Arrecadação das Regionais ou na Central de Atendimento da Dívida Ativa (R. Espírito Santo, 593, térreo). A Central de Atendimento Imobiliário não realiza este tipo de atendimento.

6 - BANCOS CREDECIADOS PARA RECEBER
Agências lotéricas conveniadas com a Caixa Econômica Federal (até o valor máximo de R$ 999,99) e bancos credenciados.

7 - LINK Para ir Porta de Serviços clique AQUI.

VOLTEI
Segundo Matéria de Elaine Pereira, do Portal UAI, apenas 100 contribuintes entraram com pedido de revisão do valor do IPTU. Quantidade que o gerente de Tributos Imobiliários da PBH, Omar Pinto Domingos, considera baixo. A maioria das reclamações formam motivadas pelo valor venal do imóvel, que é base de calculo para precificar o imposto.

O gerente de Tributos Imobiliários recomendou as pessoas que discordam do valor a formalizarem a reclamação em um dos 10 postos da Prefeitura. Vejam este trecho da matéria, volto em seguida:

O ideal é que o proprietário faça o pedido de revisão mas que também pague, pelo menos, o valor que acha que deve pagar. “ O contribuinte deve calcular o valor do imóvel e pagar o IPTU sobre esse valor. Pode optar por pagamento com desconto do valor que acha que é devido. Assim não receberá cobrança, não terá constrangimento porque está acobertado por uma reclamação administrativa. Quando a revisão for instruída, se o valor venal for reduzido, vão fazer o encontro de contas e dar o débito como liquidado. Se não, ele terá uma guia complementar no valor da diferença, sem juros e sem multa”, esclarece.

Voltei
Para se ao trabalho de reclamar a primeira coisa que o contribuinte deve fazer é ter a noção mais precisa possível do valor do seu imóvel.

LEIAM TAMBÉM:
"DIREITOS HUMANOS OU GATO POR LEBRE?", QUESTIONA A SENADORA KÁTIA ABREU NESTE ARTIGO
AMIGOS, leiam o artigo da senadora Kátia Abreu ela escreve hoje na Folha uma crítica sobre a plataforma autoritária do governo Lula, disfarçada de Programa de Direitos Humanos. A senadora que é presidente de uma entidade ruralista faz um artigo que honra o estado democrático e de direito e trata de todos os aspectos autoritários desse Plano que pode ser compreendido como a plataforma real (o Plano de Governo) de um governo da ex-terrorista Dilma Rousseff, que como ministra da Casa Civil participou de sua construção. Leiam, é fundamental estarmos atentos as tentações autoritárias do PT. É só clicar no link acima:

*

2 - HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DOS POSTOS

ATENÇÃO IPTU 2010 BH - Atualizei hoje (08/01) o post: acrescentei para vocês conhecerem o modelo da NOVA GUIA DO IPTU DE BH (do Site PBH). Os links para CONSULTA DA GUIA DE IPTU COM VALOR (VISUALIZAÇÃO) seguem abaixo. Bem, para quem está chegado através do Google aqui fazemos o debate sobre questões políticas nacional, estadual e municipal, além de prestações de serviços como os links de informações..., exemplo do IPTU BH 2010. Quanto ao blog tem 2 anos e já figura entre os maiores de política do país. Ah, claro: aqueles que ainda não conheciam o Blog do Leonardo Barros Sejam Bem-Vindos, e coloque-o entre os seus favoritos, junte-se aos quem leem, se informam por aqui "todo dia"!
Leonardo Barros
Portal de serviçõs da Prefeitura AQUI.
ATENÇÃO!!! AGORA TAMBÉM COM IPVA MINAS


Leia também: Servidores contratados sem concurso em Minas Gerais podem perder cargo

A seguir matéria:

O contribuinte de Belo Horizonte pode consultar, a partir desta segunda-feira, o valor do Imposto Territorial e Predial Urbano (IPTU). Basta acessar o site da prefeitura na internet. Há duas possiblidades para visualizar o boleto: uma com o índice cadastral do imóvel e outra com a entrada simultânea do CPF do proprietário e CEP do imóvel.

ENVIE ESSA MATÉRIA POR E-MAIL





c) Leia também: PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE O IPTU ou telefone para a Prefeitura:


As guias começam a ser enviadas nesta segunda-feira pelos Correios. Quem pagar à vista terá direito ao desconto de 7%.
a) GUARDE ESTAS INFORMAÇÕES EM SEUS E-MAILS CLIQUE AQUI


b) Enquete na lateral do blog:
Quem você quer como governador de Minas Gerais a partir de 2011?


Receba informações do Blog no seu e-mail: IPTU, POLÍTICA, ELEIÇÕES 2010... CLIQUE AQUI.


Continue lendo a matéria:
No ano passado, a definição sobre o reajuste do imposto foi alvo de muita polêmica. As novas regras de cálculo do tributo são baseadas no valor venal dos imóveis e podem gerar aumento de até 150% . Durante a tramitação do projeto na Câmara Municipal, os moradores que se sentiram prejudicados ameaçaram entrar na Justiça contra o reajuste.
Leia também: Câmara Municipal de Belo Horizonte e o sinal dos tempos políticos brasileiros

Na direção oposta, o Projeto de Lei aprovado pelos vereadores garante o desconto de 50% aos aposentados, pensionistas ou enfermos de doenças graves que têm apenas um imóvel e cuja renda familiar não ultrapasse dois salários mínimos.

O pedido de revisão do IPTU 2010 deve ser feito pelo contribuinte indicado na guia ou por pessoa expressamente autorizada, impreterivelmente até o dia 5 de fevereiro. Além de divergência no valor venal, o contribuinte pode questionar dados incorretos e até pedir a remissão parcial ou total do imposto, desde que comprove que sua situação econômica não permite a liquidação do débito.

Veja os postos de atendimento da PBH


Centro-Sul

Antigo Colégio Imaco – Parque Municipal
Prédio da Fafich – Rua Carangola, 288 – Santo Antônio

Barreiro


Rua Flávio Marques Lisboa, 345 – Barreiro

Leste


Rua Lauro Jaques, 20 – Floresta

Nordeste

Avenida Cristiano Machado, 555 – Bairro da Graça

Noroeste

Rua Peçanha, 144 – Carlos Prates

Norte
Rua Pastor Muryllo Cassete, 25 – São Bernardo

Oeste


Av. Barão Homem de Melo, 282 – Nova Suissa

Pampulha


Av. Presidente Antônio Carlos, 7596 – São Luis

Venda Nova


Rua Padre Pedro Pinto, 1055 – Venda Nova

Por Ivan Satuf - Portal Uai, com adaptações minhas.


MATÉRIA (como calcular o valor...):
IPTU DE BH 2010, O QUE MUDA COM A NOVA LEI APROVADA PELA CÂMARA DE VEREADORES; QUANTO EU VOU PAGAR? COMO CALCULAR O VALOR?
Por Ernesto Braga - Estado de Minas:


Apartamentos e casas do Bairro Buritis, na Região Oeste da capital, podem ter até redução do tributo, de acordo com os cálculos


Para ficar mais tranquilo em relação ao valor aproximado do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) que vai pagar em 2010, caso a nova proposta do cálculo do tributo apresentada pela Prefeitura de Belo Horizonte passe pelo crivo da Câmara Municipal [JÁ FOI APROVADO], o contribuinte só precisa fazer uma conta simples. O gerente de Tributos Imobiliários da Secretaria Municipal de Finanças, Omar Pinto Domingos, explica a regra: basta pegar o valor de mercado do imóvel em 2007, diminuir 20% e aplicar as alíquotas em cascata. Para imóveis residenciais, as alíquotas variam de 0,6% a 1%. "O contribuinte deve desconsiderar o valor venal impresso na guia de recolhimento de 2009, pois foi feita uma atualização. Todo proprietário sabe quanto vale seu imóvel. A proposta da prefeitura é calcular o imposto em cima de 80% desse valor", ressalta Domingos.


Como calcular

A aplicação da alíquota em cascata também não é nenhum bicho de sete cabeças, de acordo com o técnico. Exemplo de imóvel residencial avaliado em R$ 200 mil (depois do desconto de 20%): multiplicar R$ 80 mil por 0,6; os R$ 120 mil restantes são multiplicados por 0,7%. A soma dos resultados dessas multiplicações é o valor do IPTU de 2010. “Nas regras atuais, as alíquotas variam de 0,8% a 1%. Ou seja, o contribuinte sai ganhando com a criação de duas novas alíquotas (0,6% e 0,7%), que PODEM ATÉ REDUZIR O VALOR DO TRIBUTO”, destaca. Matéria continua a seguir:



Link da Prefeitura:





O mesmo será aplicado para os demais imóveis (lojas e salas comerciais), caso o Projeto de Lei 767/2009, do Executivo, que propõe as novas regras para o imposto, seja aprovado pelos vereadores. “Atualmente, para qualquer espaço comercial, seja uma sala, seja um grande supermercado, a alíquota é de 1,6%. O projeto amplia as alíquotas de 1,2% a 1,6%”, disse Domingos.

O técnico admite que o reajuste do IPTU pode ser de até 150% em imóveis de bairros nobres, mas afirma que uma grande parcela terá redução do imposto. Na média, o maior reajuste será para casas (24,4%) e apartamentos (19,27%) da Região Centro-Sul. “É preciso frisar que a reavaliação dos imóveis foi feita de 2004 a 2007, ou seja, não foi levada em conta a valorização dos dois últimos anos. Alguns que foram avaliados em R$ 700 mil já tiveram o valor reajustado para R$ 900 mil, entre 2007 e 2009, mas para a prefeitura aparecia com valor de R$ 450 mil.” De acordo com Domingos, todas as edificações reavaliadas em até R$ 80 mil terão imposto menor. “Os imóveis abaixo de R$ 40 mil terão isenção do IPTU”, disse.

Para fazer a reavaliação dos imóveis, a PBH contou com 10 auditores fiscais da Secretaria de Finanças, que usaram dados do Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais (Ipead), Sindicato da Indústria da Construção Civil de Minas Gerais (Sinduscon) e Caixa Econômica Federal. “Também foram utilizadas declarações dos contribuintes”, afirmou Domingos. O PL 776 foi protocolado na Câmara em 21 de setembro e ainda não passou pelas comissões que vão analisá-lo.