sábado, 7 de novembro de 2009

PMDB EXIGE CABEÇA DE CHAPA EM MINAS


Por Carla Kreefft, no O Tempo:
O PMDB de Minas, em nome do acordo nacional entre o partido e o PT para tentar eleger a ministra chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff (PT), deverá exigir a cabeça de chapa para a disputa ao governo no Estado. As informações de bastidores asseguram que na última reunião da comissão peemedebista, criada para discutir a aliança entre PT e PMDB nos Estados, a posição estratégica de Minas Gerais teria sido destacada. É que o Estado tem o maior número de delegados nacionais e, portanto, é decisivo na convenção nacional do PMDB que deverá oficializar o acordo entre as duas siglas em 2010.
Questionado sobre a posição peemedebista, o deputado federal mineiro e candidato a presidente do PMDB de Minas Antônio Andrade, com o apoio do ministro das Comunicações, Hélio Costa, afirmou que o PMDB reivindica mesmo a cabeça de chapa em um aliança com o PT. "Somos o maior partido de Minas, temos o maior número de prefeitos. Temos o pré-candidato com melhor pontuação nas pesquisas. Ele supera a soma das intenções de voto de todos os outros concorrentes. Temos razão para nem imaginar uma posição diferente. Vamos selar uma aliança com o PT, em torno do ministro Hélio Costa. Essa é a minha opinião", disse.
Sobre a posição do PT miniero, o deputado não quis comentar, afirmando apenas que acredita no entendimento. Ele destacou ainda que o PMDB não deve fazer nenhuma interferência na condução do processo eleitoral interno do PT. "Como também não aceitamos ingerências no PMDB", frisou. Nos corredores petistas, a informação é que a negociação com o grupo petista ligado ao ministro de Desenvolvimento Social, Patrus Ananias, não é difícil. Mas o mesmo não estaria acontecendo com a base de apoio do ex-prefeito de Belo Horizonte Fernando Pimentel. Ambos são pré-candidatos ao governo de Minas pelo PT. Mais
Postar um comentário