quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Minhas boas vindas ao Junior e a minha fórmula para melhorar o Brasil; ou um pouco de utopia - realizável.

Junior é o novo amigo que chegou ao blog "por mero acaso", como conta. Ele entrou em contato com o blog por meio de pesquisa no Google Imagens. Como ele, muitos leitores chegaram a página através das ferramentas de busca na Internet, sobretudo, o Google. Isso acontece em função de o blog ter vasto conteúdo indexado nos meios de busca, nestes quase dos anos no ar. São, sem contar esta postagem 2.349 posts. É bastante trabalho. Dá para conta um pouco da história política recente de Sete Lagoas.

Mas, aproveitando o encejo digo porque faço o que faço. Sou movido principalmente pelo desejo de servir meus leitores - ora, vocês - e os servindo creio dou a minha pequena contribuição para a construção desta nação. Como devem notar, não sou barrista e nem regionalista, agora sou muitíssimo Brasil. E acredito que a melhoria local é um caminho para ajudar o Brasil. E nós - Sete Lagoas - podemos ser melhores e maiores, e exercermos um papel decisivo de liderança, sim, nacional.

Basta sairmos de uma posição passiva, que se alterna entre o deslumbramento bobo do outro e o bairrismo nostalgico, para uma posição de liderança conquistada pela transformação da cidade em referência. É invertermos a situação: hoje estamos atrasados e olhamos o que está acontecendo em outros lugares; amanhã estaremos na frente é são os outros que vão olhar para o que estivermos fazendo. Este é o meu sonho e a minha fórmula para ajudarmos o Brasil.

A seguir fiquem com o comentário do novo leitor:

Prezado Leonardo,

É com grata surpresa que conheci hoje, por mero acaso, esse blog. Não suporto mais a imprensa de Sete Lagoas falando que o prefeito Maroca fez isso, ou fez aquilo. Só que o "isso" ou "aquilo" não passam de reuniões carregadas de demagogia e mentiras, com fotos e mais fotos. Puro marketing de uma administração incompetente e sem norte que aqui se instalou. Vi alguns de seus comentários, postados ha cerca de 2 ou 3 meses, e achei fantástico quando você disse que o sentimento geral da população é de arrependimento. Concordo, mesmo que eu não tenha votado naquele senhor. Afinal, os mais prejudicados são seus próprios eleitores mesmo, que desejavam "mudança". Taí a mudança: para pior, muito pior.

Parabéns!

Publicar Recusar
Postar um comentário