segunda-feira, 23 de novembro de 2009

TEM ESPAÇO PARA MAIS JORNAIS?

Nesta semana chegaram as ruas dois novos jornais, o "Gerais Jornal" e o "Canal Livre". Diante destas novas publicações a questão natural que surge é tem espaço para mais jornais em Sete Lagoas?

O tempo é que vai dizer, essa é a resposta mais correta. Mas existe uma pergunta entriscicamente relacionada cuja resposta está ponta da língua: Tem espaço para jornalismo? A resposta segura é sim, claro que tem.

Essa conclusão óbvia surge tanto pelo que vejo ser feito por aí, quanto pela experiência com meus leitores aqui no blog. E falo menos pelo reconhecimento que recebo que pelos pedidos de tratar desse ou daquele assunto que as vezes não posso atender porque me falta tempo ou não é o meu enfoque aqui. Noto, o cidadão setelagoano está ávido por consumir jornalismo.

Neste sentido, é bem vindo e é uma esperança para o cidadão a chegada de novos veículos. O munícipe quer receber informação e "conhecer" o que pensa o jornal à luz dos fatos - lógica - e das leis no estado democrático e direito. Sete Lagoas rejeita crescentemente o jornalismo chapa branca ou preta. A sociedade quer um veículo que seja os seus olhos e ouvidos e tenha a coragem dizer o que ela mesma diria diante dos acontecimentos. O que não quer dizer falar sempre o que o que maioria quer ou ter todos a mesma posição, mas contemplar os diferentes e sair do lugar comum.

Eu procurei agir assim sempre e, por isso este blog fez a diferença, segundo os leitores, em todos os grandes debates, como: Saneamento, Ambev x Pés de Pequi, Hospital Regional, Feirinha, Lei do Toque de Recolher - o post de maior sucesso nacional até hoje -, PEC dos Vereadores e o Intenso Debate Diário Sobre Política diária. E nunca apelando a posições populistas fáceis, ao contrário fiquei muitas vezes sozinho, até alguns se darem conta do erro. Esse posicionamento claro é que faz este blog ter o grande número de leitores que tem. Ah, e não me escondo atrás do imparcialismo parcial. Aqui a notícia é o negócio e não o negócio é a notícia.

Não, não dou receita conselho ou qualquer coisa parecida a ninguém. O que tenho é o mesmo que o qualquer um o desejo de ver o bom jornalismo ser realizado para o bem da população. A imprensa é fundamental em uma sociedade livre de verdade. Em Sete Lagoas a quantidade de jornais está muito próxima de dez, mas em jornalismo está próxima desse número?
A imprensa local pode ter um papel muito importante ou cada vez mais irrelevante se continuar crescendo só em quantidade. Uma esperança inícial é o "Gerais Jornal" que partiu para campo com excelente pontapé.
Postar um comentário