quarta-feira, 25 de novembro de 2009

A DESFAÇATEZ DOI MAIS

Tem uma coisa que irrita e faz a população sofrer ainda mais com o SAAE que a falta de água - escassez e qualidade -, a repugnante desfaçatez, a mentira. Vejam esse slogan: "A água que o seu vizinho desperdiça é a que falta na sua casa." Ao dizer isso, O SAAE quer a população culpando a... população, pela água que falta. Grande vigarice.

Muitíssimo fácil de derrubar essa mentira, não preciso nem lembrá-los que em Sete Lagoas o racionamento de água é um fato consumado todos os dias, afinal, a água só chega à noite. Mais: Bastaria dizer que a maioria absoluta da população em Sete Lagoas bebe água mineral, só isso compensaria com muita sobra o desperdício de alguns.

Mais: some-se a economia forçada pelo fornecimento racionado, mais o que é deixando de consumir de água pública com a compra dos garrafões de 20 litros, de água mineral, essa desculpa esfarrapada do SAAE fica completamente nua, a mostra passando vergonha. E existe um outro argumento, como digo?, adicional. Vejam se não tivesse os outros dois só era suficiente para derrubar a falácia do SAAE. É só lembrar que água estocada, guardada, ou como gostam, reservada pelos ricos em verdadeiras piscinas subterrâneas é muito mais nefasta do ponto de vista da falta no "sistema" que o dito desperdício.

Por que o SAAE não age com a honestidade de uma de suas funcionárias, a Maria de Lurdes, conhecida como Vaninha, que trabalha abastecendo as famílias onde água só chega quase com o caminhão Pipa. Me disse ela hoje quando abastecia as casas no bairro Alvorada que estavam há quase uma semana sem água: "VOCÊ GOSTARIA DE ESTAR HOJE NA SUA CASA HÁ TRÊS DIAS SEM ÁGUA?" E eu lhe questionei: Como funcionária, como você se sente? "Eu me coloco no lugar deles", respondeu.

Ou seja, ela não está tampando sol com a peneira como fazem boa parte das chefias do SAAE. Estes escondem o problema atrás de desculpas mentirosas e ainda tentam criar um clima de divisão entre a população, para se eximir do que eles são os verdadeiros responsáveis, fazendo com que uma pessoa considere a outra culpada. Falta a essa gente a hombridade da Vaninha e como ela se colocar no lugar dos outros, que estão sofrendo com a falta água; e ainda tem que aguentar a falta de vergonha na cara, a desfaçatez.
Postar um comentário