quinta-feira, 5 de novembro de 2009

"COMO CONSUMIR UMA ÁGUA TODA SUJA", Pergunta o Senhor Marco Antônio

Do Jornal Boca do Povo:
A água que chega às torneiras de um morador do bairro Montreal pode ser no mínimo, questionada. Marco Antônio Perácio, que reside há cerca de nove anos na rua das Rosas, procurou a redação do BOCA DO POVO na manhã de ontem. De posse de uma embalagem plástica transparente, com cerca de dois litros de água, ele estava revoltado. O líquido não era incolor e o pior, apresentava uma espécie de borra de cor escura.

Segundo Marco Antônio, desde que se mudou para o bairro Montreal os problemas com o abastecimento são constantes. Além da coloração, a falta d’água é uma rotina. “Moro desde 2.000 no bairro e toda a vida a água é assim. Tem um senhor que foi um dos primeiros moradores e ele fala que é a mesma coisa, sempre. Não é só na minha casa que a água está desta cor, é no bairro todo”, disse.

As caixas d’água, de acordo com ele, são abastecidas somente à noite. “A água cai depois das 11 horas da noite e lá pelas 10 horas da manhã do outro dia já não tem uma gota. A minha caixa d’água tem uma camada espessa de borra no fundo, como é que você consegue cozinhar com uma água destas? Eu não tenho coragem de beber e passo só a água mineral. O supermercado que trabalho também vive sem água e a alternativa do dono vai ser colocar mais caixas d’água para tentar amenizar o problema”, prossegue.

Há algum tempo, Marco Antônio chegou a procurar o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) para questionar a qualidade da água. “Me responderam na época que era problema na tubulação, que é de ferro, e faz acontecer isso mesmo, que era normal. MAS ISSO NÃO É NORMAL, COMO CONSUMIR UMA ÁGUA TODA SUJA?”, questiona. O morador afirmou à reportagem que iria procurar o SAAE novamente, agora de posse do recipiente.

SAAE EXPLICA - O SAAE se posicionou, ontem mesmo, após questionamento da reportagem, sobre o caso do bairro Montreal. De acordo com a autarquia, “a equipe do operacional esteve no local e constatou que a água, aparentemente, está limpa. O laboratório já fez a coleta da água no local e o resultado da análise ficará pronto amanhã (hoje-05/11)”.

O SAAE ainda explica que a suspeita da cor escura da água do morador Marco Antônio Perácio se deve a uma bomba, ligada no último domingo (1.°/11), que bombeou a água de um tubo que estava ocioso há algum tempo. “Esse tubo, por estar sem funcionamento, pode ter levado sujeira para a rede no primeiro jato de água que lançou. A limpeza desse tubo já foi executada e a qualidade da água já está normalizada”, termina.
Postar um comentário