sexta-feira, 31 de julho de 2009

Minas Gerais adia volta às aulas na rede estadual para 10 de agosto

EM MINAS E EM SETE LAGOAS ÀS AULAS VOLTAM NA SEGUNDA DIA 10? SIM!

Quanto a Sete Lagoas eu acabei de confirmar com a própria Secretária de Educação (Secretaria Municipal de Educação), Maria Lisboa, para vocês, e as escolas municipais voltarão ao normal na segunda-feira (10), assim como nas Escolas Estaduais, ok!, Bem, aproveite que você chegou na maior Blog de Sete Lagoas e coloque entre os seus favoritos. Aqui o debate é quente, informativo e esclarecedor. Afinal é preciso pensar grande, não é? Seja Bem-Vindo!!! Hoje já são mais de 7.000 mil leitores só em Sete Lagoas por semana. A seguir coloquei um trecho da nota da Secretaria de Saúde do Estado:
Da Secretaria de Saúde do Estado:
O Comitê Estadual de Enfrentamento da Influenza A, em comum acordo com a Secretaria de Estado de Educação, comunica que o retorno às aulas vai ocorrer na próxima segunda-feira, dia 10. Alerta, no entanto, para que sejam mantidas as medidas de biossegurança e que os pais e a comunidade escolar fiquem atentos às orientações sobre prevenção, sintomas e assistência. Para tanto, a Secretaria de Estado de Saúde definiu várias ações de vigilância e assistência, que já estão em andamento. Antes das orientações algumas fotos do evento da Escola Arthur Bernardes em Sete Lagoas:
Recepção melhor não há 1) Elegantes e Competentes, 2) Descerramento da placa 3) Encantadoras 4) Essa gatinha é um show! 5) A galera 6) Eles arrebentaram 7) A super querida Helena Amador 8) Graziele Batista Pereira, Sim, ela é uma grande cantora! 9) ELAS ESPECIALMENTE DA ESCOLA ARTHUR BERNARDES PARA O BLOG LEONARDO BARROS 10) A diretora Mércia da Escola Artur Bernardes e muito mais gente bacana 11) A amiga Cláudia veio especialmente de BH para representar o deputado Jairo Lessa nesta importante obra para Sete Lagoas 12) Falando à Globo sobre a prática cidadã

quinta-feira, 30 de julho de 2009

Orçamento de Sete Lagoas pode cair 12,5% até o fim do ano, diz matéria do Jornal O Tempo


Por Rafael Gomes, no O Tempo:
A Prefeitura de Sete Lagoas está sofrendo de um tipo de mal que acomete com frequência municípios brasileiros: a herança de administrações anteriores. Se não bastasse a queda da arrecadação devido à crise econômica mundial, a cidade tenta se reorganizar após o início de ano com os cofres vazios. Por causa disso, o déficit da receita pode chegar a R$ 50 milhões dentro do orçamento inicial previsto para 2009, de R$ 400 milhões. Segundo dados divulgados ontem pelo secretário de Planejamento, Orçamento e Gestão do município, Flávio de Castro, o prefeito Mário Márcio Campolina Paiva (PSDB), o Maroca, já assumiu a cidade com uma dívida de aproximadamente R$ 20 milhões para saldar.
"NÓS NÃO TIVEMOS TRANSIÇÃO aqui e fomos conhecendo as dívidas na medida que o tempo foi passando", diz o secretário.
Como grande parte do débito era com salários do funcionalismo público municipal, a prefeitura teve que quitar os valores com a receita dos primeiros meses, comprometendo os investimentos para o restante deste ano.
Algumas dívidas com o governo federal, dos anos de 2007 e 2008, ainda não foram pagas, o que pode resultar em bloqueio de repasses de recursos da União. "Estamos negociando os pagamentos para recuperar a capacidade de firmar novos convênios", disse Flávio de Castro.
Crise. Além de pagar as dívidas contraídas em anos anteriores, o município foi seriamente atingido pela redução da atividade econômica das empresas. A arrecadação de impostos federais e estaduais, como o ICMS, representa quase a metade do orçamento da cidade.
Para este ano, estavam previstos cerca de R$ 200 milhões em repasses. Caso não haja uma recuperação significativa da economia, a cidade pode perder até 20% deste valor (R$ 40 milhões) só com as transferências.
O município busca alternativas para reduzir as perdas na arrecadação. Uma delas foi a criação de uma comissão que controla todos os contratos de compras e prestação de serviços firmados pelo município. "Fazemos sempre uma espécie de filtro para gastar só o essencial", disse Castro.
Segundo o secretário de Planejamento, os investimentos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) em Sete Lagoas estão garantidos, pois não dependem de certidões negativas de débitos. Há quatro projetos previstos nas áreas de habitação e de saneamento.
Perdas
R$ 20 mifoi o gasto da prefeitura para honrar dívidas de gestão anterior
Dívidas.
Cobrança. Para tentar reduzir as perdas, a prefeitura quer apertar cerco aos devedores. Depois de um programa de anistia, no início do ano, a ideia é agilizar a cobrança das dívidas pendentes.

Investimento de R$ 130 mil: SAAE amplia rede e melhora sistema de abastecimento de água

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), está concluindo uma obra que trará ganhos em vários bairros da cidade. O sistema de abastecimento de água do Recanto do Jacaré está ganhando uma nova rede de água com extensão de 1.540 metros. Todo o serviço de tubulação está em fase final de implantação com o novo sistema podendo resolver o problema da falta d’água principalmente nas regiões mais altas dos bairros Santa Rosa, São Cristóvão I e II, além dos moradores do Programa de Arrendamento Residencial (PAR), naquela região. O poço artesiano do Recanto do Jacaré ganhou novos mecanismos, com implantação de equipamento de 60 cavalos. A capacidade de evasão é de 60 mil litros/dia. “Nesse período de seca existia muita falta d’água naquela região. É por isso que estamos finalizando esta nova rede que atenderá a milhares de famílias”, garante o presidente do SAAE, engenheiro Ronaldo Andrade.
Presidente do SAAE, engenheiro Ronaldo Andrade
tem buscado meios para melhorar o abastecimento de água
em várias regiões de Sete Lagoas.

Poço reserva – Além do poço artesiano que está sendo utilizado, a região do Recanto do Jacaré tem um poço reserva com capacidade de produção de 30 mil litros de água/dia. “Esse poço poderá ser ligado dependendo da necessidade. É bom frisar que esta obra que ficou em aproximadamente R$ 130 mil está toda sendo construída com recursos do próprio SAAE”, finaliza Ronaldo Andrade. Toda a nova rede está recebendo tubulação de quatro polegadas e vem atender uma antiga reivindicação dos moradores daquela região.

POR QUE O BRASIL NÃO VOTA LOGO NUM “COMBO”

(Atenção!!! O bloqueiro ao qual Reinaldo Azevedo Refere-se que tenta caracterizá-lo como "racista, sexista, essas bobagens" usando este post de sua autoria que também reproduzi, não sou eu claro. Eu, Leonardo Barros, tenho grande respeito e admiração (ah, não devoção) por Reinaldo. E mais: um ou outro texto dele reproduzido aqui tem como objetivo potencializar a mensagem lúcida de forma a contribuir para uma melhor consciência crítica. Entendido ou preciso gravar um comunicado?). A seguir o seu post:
*
“Hoje em dia o Brasil pode ter tudo, já teve um presidente metalúrgico, pode ter um presidente negro, pode ter uma presidenta. A sociedade brasileira é madura o suficiente para saber que a sua multiplicidade pode ser representada de todas as formas.”

A fala acima é da ministra Dilma Rousseff, depois de um café da manhã com a presidente do Chile, Michelle Bachelet. O mais engraçado é que os sites que noticiam o evento acrescentam que “a ministra evitou comentar a sua candidatura à Presidência”.
Evitou?

Estamos em 2009, mas isso é 1984 puro. Ela, então, não falou de sua candidatura?

Ai, ai…

Eu nunca fui politicamente correto, nem quando era de esquerda — sim, aconteceu, já tive gripe suína. Esse papo de dividir pessoas em categorias sempre me enjoou. Na minha pré-história, achava que o procedimento só mascarava a luta de classes (ai, que vergonha!). Hoje em dia, acho que só mascara mau-caratismo.

Esse papo de que “chegou a vez das mulheres”, dos “negros” ou de sei lá quem faz supor que exista uma categoria naturalmente opressora, naturalmente íntima do poder, que deve ser desbancada. E que categoria seria essa? Bem, segundo entendo, é a do macho, branco e heterossexual, certo?

Por que não, então, um gay para suceder Lula? Branco ou preto? Esperem! Vamos fazer logo um “combo” de minorias. A candidata poderia ser mulher, negra e lésbica. E acho que a gente deve acumular experiências, incorporando qualidades de minorias passadas. Poderia ser mulher, negra, lésbica, meio analfabeta e eventualmente sem dedo. O “eneadactalismo” passaria a ser uma exigência para chegar ao topo.

Estou sendo cínico? Irônico? Sarcástico? É mesmo? Querem que eu leve a sério a política como reparação? Que dê corda a profissionais de causas, que decidem ocupar o lugar retórico das minorias? Não posso. Nunca consegui levar a sério essa abordagem.

Dilma, por exemplo, costuma tratar alguns homens de um modo que eles normalmente não aceitam ser tratados por outros homens. Mas aceitam a brutalidade da ministra. Nesse caso, o “ser mulher” vira só uma licença para a incivilidade. Avanço ou retrocesso? Julguem vocês mesmos. Por Reinaldo Azevedo, Veja

Reforma da Arena: Vencedor de licitação será conhecido dia cinco

A manhã de quarta-feira (29), foi bastante movimentada no estádio Joaquim Henrique Nogueira, a Arena do Jacaré. É que representantes das empresas que compraram o edital de licitação para a reforma e ampliação do estádio realizaram a visita técnica. Das 32 empresas que adquiriram o edital, 28 enviaram representantes, sendo que algumas delas são de fora do estado de Minas Gerais. No próximo dia cinco serão abertos os envelopes com as propostas sendo que após conhecer o vencedor, será respeitado o prazo recursal. Não havendo nenhum impedimento, a obra será iniciada nos próximos dias. O vice-governado de Minas, Antônio Augusto Anastasia deverá confirmar sua presença em Sete Lagoas para dar a ordem de serviço. A obra deverá ficar acima de R$ 10 milhões. A licitação é em torno de R$ 9,5 milhões. A Arena do Jacaré terá capacidade para 25 mil torcedores sentados. Esta é a mesma capacidade do Estádio Independência, que só deverá ter sua obra concluída em janeiro de 2011. Diante disso, está confirmada a abertura do Campeonato Mineiro do ano que vem e possivelmente os jogos de Cruzeiro e Atlético pelo Campeonato Brasileiro e até competições internacionais como Copa Sul-Americana e Libertadores se as equipes se classificarem, aqui em Sete Lagoas.

SERRA 2010 - É candidato, sim

Por Lauro Jardim, da Veja.com:
Nos últimos meses, José Serra falou tanto aos mais próximos das dificuldades de o tucanos voltarem ao poder nas eleições do ano que vem, que espalharam-se dúvidas sobre se ele será ou não candidato à presidência.
Serra percebeu que pisou fundo demais nas ressalvas. E resolveu dar uma polida no discurso. Aqui e ali, para alguns empresários ressalta as dificuldades de uma campanha, mas reafirma que é candidato - ainda que só queira deslanchar o debate a partir do início de 2010.
Aliás, a ida dele ao intrerior de Pernambuco nos próximos dias para uma homenagem a Luiz Gonzaga, é para acabar de vez com qualquer falatório.

Câmara aprova reestruturação do PSF em Sete Lagoas

Do Poder Legislativo:
A Câmara Municipal aprovou por unanimidade, em Reunião Extraordinária realizada na última sexta-feira, 24, o Projeto de Lei nº 93/2009, de autoria do Chefe do Pode Executivo, que altera a Lei nº 6.532, de 28/09/01, que “institui o Programa de Saúde da Família e o Plano de Reorganização de Saúde Bucal na Atenção Básica no Município de Sete Lagoas e dá outras providências”. A matéria recebeu Parecer Regimental favorável das comissões de Legislação e Justiça (CLJ), de Fiscalização Financeira e Orçamentária e Tomada de Contas (CFFOTC) e de Saúde e Meio Ambiente (CSMA) da Câmara. Cabe aqui ressaltar que o Programa de Saúde da Família (PSF), proposto pelo Ministério da Saúde, tem por objetivo a prevenção de doenças. Por meio dele são admitidos agentes comunitários (geralmente moradores da própria localidade) e profissionais de saúde (médicos, dentistas, enfermeiros), que devem atender a um determinado número de famílias, cadastrando-as e visitando-as ao menos uma vez a cada trinta dias.
O que se propõe por meio da proposição é ampliar o conceito do programa em questão, dando-lhe nova denominação, “Estratégia Saúde da Família”, uma vez que o termo “programa” aponta para uma atividade com início, desenvolvimento e finalização. Na mensagem anexa à proposição, o Chefe do Poder Executivo fundamentou: “a ESF é uma estratégia de reorganização da atenção primária e não prevê um tempo para finalizar esta reorganização”. Entretanto, para atingir suas finalidades, é necessário o acréscimo do número de profissionais contratados, visando ao atendimento de até 75% da população da cidade. Nesse aspecto, o texto aprovado pela edilidade destaca que as equipes deverão ser compostas por: 42 médicos, 42 enfermeiros, 42 técnicos de enfermagem e 254 agentes comunitários de saúde (ACS).
O Projeto de Lei nº 093/2009 prevê também nova remuneração para os profissionais que serão contratados para o desenvolvimento das equipes da ESF (médicos – R$ 8.000,00; enfermeiros – R$ 2.713,12; técnicos de enfermagem – R$ 478,12; e agentes comunitários de saúde – R$ 465,05), sendo que os mesmos deverão estar à disposição da população por no mínimo oito horas diárias. Os recursos referentes à implantação e manutenção das ESF são oriundos do Ministério da Saúde, do Governo do Estado e do Município. Faz-se necessário frisar que toda esta reestruturação proposta baseia-se na Portaria nº 648/GM de 28/03/06 que “Aprova a Política Nacional de Atenção Básica, estabelecendo a revisão de diretrizes e normas para a organização da Atenção Básica para o Programa Saúde da Família (PSF) e o Programa Agentes Comunitários de Saúde (PACS)”.
Por se tratar de uma despesa corrente de caráter continuado, uma vez que fixa para o Município a obrigação legal de sua execução por um período superior a dois exercícios, o autor da proposição anexou à mesma os documentos exigidos nos artigos 16 e 17 da Lei de Responsabilidade Fiscal: declaração de ordenador de despesas, impactos financeiro-orçamentários, premissas de cálculo e metodologia utilizada. Devido à urgência e importância de tal proposição, a mesma foi aprovada pela vereança naquela mesma Sessão Plenária em primeiro e segundo turnos de votação, e Redação Final com dispensa do prazo recursal, e em seguida foi encaminhada ao Chefe do Poder Executivo para sanção.

Morte por gripe suina em Sete Lagoas MG?

Morte em Sete Lagoas é investigada
Do O Tempo:
A Secretaria Municipal de Saúde de Sete Lagoas não trata como suspeita de gripe suína a morte de Elísio Machado, 42, na quinta-feira. “Estamos aguardando os resultados de exames, que ainda não foram concluídos, para encerrarmos o caso”, disse, em nota, a diretora de vigilância epidemiológica da cidade, Mirtes Viana, explicando que o diagnóstico foi de uma pneumonia. Por isso, familiares de Eustáquio não foram isolados.

Contudo, a Secretaria de Estado de Saúde classifica o caso como suspeito porque foi coletada amostra para exame, como manda o protocolo para doenças relativas a febres hemorrágicas. Na segunda-feira morreu, em Betim, uma jovem com suspeitas da doença.

Mineira em Olinda tem nova gripeA Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte confirmou, ontem, que a adolescente mineira L.D.R.G., 17, internada na UTI do Hospital Prontolinda, em Olinda (PE), está mesmo com gripe suína.A garota passava férias em Porto de Galinhas quando apresentou os sintomas da doença no último dia 14. A investigação sobre o contágio ainda não foi concluída. A secretaria municipal informa 108 casos confirmados da “nova doença” em Belo Horizonte. Já a Secretaria Estadual conta 110.

Lei do mototáxi: Lula sanciona lei que permite a criação do serviço de mototáxi

3,5 mil cidades já adotam o transporte em motos; na Grande SP, há 6 mil clandestinos
Por Naiana Oscar: Estadão:
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou ontem a lei que regulamenta a profissão de mototaxista no País. Depois que o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) definir os últimos detalhes, caberá aos municípios autorizarem ou não o serviço. Araraquara, Barretos e São José do Rio Preto estão entre as 3,5 mil cidades brasileiras que já permitem o transporte de passageiros em motos. A Prefeitura de São Paulo ainda não opinou sobre o tema e, em nota, disse estar estudando a regulamentação na capital.
O texto do projeto, que tramitava havia oito anos no Senado, regulamenta também as profissões de motofretistas e motovigias, que prestam serviço de segurança comunitária. A nova lei determina que, para exercer essas atividades, o motociclista precisa ter no mínimo 21 anos, habilitação na categoria A (de motos) há pelo menos dois anos e um curso de especialização, que ainda será regulamentado pelo Contran.
A lei foi sancionada mesmo diante da pressão de entidades ligadas à segurança no trânsito e do Ministério da Saúde, que apontou problemas no uso coletivo de capacetes. O presidente vetou apenas um artigo - o que estabelecia obrigações para os seguranças motorizados, como acompanhar o fechamento dos portões das casas ou avisar anormalidades à polícia. "Esse é um critério contratual, não de legislação. Por isso, houve o veto", explicou o ministro das Cidades, Márcio Fortes.
Sobre o artigo mais polêmico da lei, que trata dos mototáxis, o ministro defende que qualquer cidade brasileira pode adotar o serviço, desde que esses profissionais respeitem as regras de trânsito. "Se ele exercer a profissão de forma consciente não tem problema. Nem em São Paulo."
A Federação Interestadual dos Mototaxistas e Motoboys (Fenamoto) estima que existam 6 mil profissionais de mototáxi trabalhando clandestinamente na capital e na Grande São Paulo. "Eles trabalhavam escondidos com medo de serem presos, mas agora vão começar a mostrar a cara", disse Robson Alves, presidente da entidade. Nas cidades onde a profissão é regulamentada, a categoria soma 500 mil mototaxistas.
Na capital, o sindicato dos motoboys é contra o serviço de mototáxi. O representante da categoria, Gilberto dos Santos, diz que a regulamentação na cidade seria "uma carnificina". "Se a gente (os motoboys) já sofre, imagina dobrando o número de motos, com o mototáxi. Só ia dar dor de cabeça."

Sete Lagoas NÃO se esforça para cumprir Meta 2010

A matéria que segue é da Comunicação da Prefeitura de Sete Lagoas publicada na Revista Metropolionline, fala de um encontro realizado nesta terça-feira na Secretária de Meio Ambiente onde a Prefeitura teria ratificado a intenção de cumprir as solicitações da Meta 2010. Leiam a matéria comento em seguida:

Na tarde da última terça-feira, 28 de julho, o Prefeito de Sete Lagoas, Mário Márcio Campolina Paiva, e o Secretário Municipal de Meio Ambiente, Lairson Couto, concederam uma entrevista à assessoria de imprensa do Projeto Manuelzão. O encontro, realizado na Secretaria Municipal de Meio Ambiente, serviu para ratificar a intenção da Prefeitura de Sete Lagoas de cumprir as solicitações da Meta 2010, que consiste na despoluição do Rio das Velhas (Meta 2010: navegar, pescar e nadar no Rio das Velhas).
Durante a conversa, Prefeito e Secretário falaram sobre as obras em andamento na cidade e sobre projetos elaborados para cumprir o cronograma do Projeto Manuelzão. Um dos problemas mais graves da cidade, segundo os representantes do Poder Público, é a falta de uma grande Estação de Tratamento de Esgoto (ETE). “A obra de construção da ETE está orçada em cerca de R$ 50 milhões. O município não tem condições financeiras de realizar uma obra como essa. Por isso, temos que recorrer ao governo federal, buscando recursos do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) ou do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), ou estabelecer uma parceria público-privada”, afirma Maroca.
De acordo com o Prefeito, apesar das dificuldades, Sete Lagoas tem lutado muito para cumprir as solicitações da Meta 2010. “O trabalho de despoluição vem sendo feito. Na cidade, já existem emissários de esgoto sendo construídos, além de Estações Elevatórias e pequenas Estações de Tratamento de Esgoto sendo recuperadas. Entretanto, sabemos que o município precisa de muito mais. Por isso, temos nos empenhado para buscar recursos junto ao governo federal. Já existe, inclusive, um projeto básico para a construção de uma grande ETE, no Matadouro. O documento está no Ministério da Cidade e as conversas em Brasília já estão bastante adiantadas. Nossa intenção é realizar um trabalho amplo, que solucione tanto o problema de abastecimento de água na cidade, através da captação das águas do Rio das Velhas, quanto a questão do esgotamento sanitário”, conclui Maroca.
Objetivo em comum – Para o Prefeito de Sete Lagoas, o município cumprirá as solicitações do Projeto Manuelzão. “O objetivo da meta 2010 também é o nosso objetivo. Temos elaborado projetos que nos dêem condições de buscar recursos. Por isso, 2009 é um ano decisivo. O município quer resolver a situação e sabe da necessidade da despoluição do Rio das Velhas. Vamos lutar para cumprir essa meta”, conclui o Prefeito.

Comento
Dizer o que? A equipe do Maroca tenta me rotular como alguém que não perdoaria nem a minha mãe de uma crítica. A idéia, claro, desqualificar-me. Volto à mãe. Natural que sejamos condescendentes com quem nos deu a luz, não é? E mesmo assim é desejável que você expresse para ela as críticas que tem a seu respeito, não é mesmo? E da mesma forma que um filho faz reservadamente “a crítica” a mãe é importante que, por exemplo, os secretários de Maroca exponham internamente a sua crítica ao prefeito e sejam respeitados.

Bem, Maroca não é um membro da minha família e nem eu sou seu colaborador para fazer a crítica interna. Exerço, neste momento, um outro papel como editor de um blog. E de onde eu estou qual é o papel que eu me impus? Ajudar Sete Lagoas... a refletir e avançar como cidade para, como já virou um chavão, se Tornar um Lugar Bom para Gente Viver e Trabalhar.

Então, dentro desta minha utopia norteadora vou fazendo do blog esse espaço de debate, diálogo e reflexão que independe do governo de plantão e até do apreço que eu tenha por essa ou aquela pessoa. E eu não me comporto aqui como partidário político. Duvida? Se eu não agisse assim não reconheceria os méritos do governo, não me manteria independente da oposição e sempre numa postura do contra. E contrário também não sou governo se fosse estaria alinhado automaticamente com as teses, ações e visão. E ainda é só ver que esse comportamento de independência para criticar e elogiar se repetiu também no governo passado. E isso que faço é o mais difícil, porque, enquanto neste papel e sob a visão da cidade que sonho, expresso a minha posição sobre essa ou aquela política ou comportamento sem fazer política pessoal.

Veja, essa matéria mesmo, eu poderia fazer simplesmente com fez a revista virtual Metropolionline endossando o que diz Assessoria de Comunicação da Prefeitura. Isso certamente agradaria bem ao governo, mas estaria sendo desonesto até comigo mesmo. Ao contrário do que diz a manchete da revista online (“Sete Lagoas se esforça para cumprir solicitações da Meta 2010”) Sete Lagoas, entendido como a gestão de Maroca, não fez nada de concreto em 7 meses para que Sete Lagoas cumprisse a Meta 2010.

Tiro pela culatra 2- “Essa coisa repetitiva do SAAE e infundamentada” que escrevo cansa, como quer, o poder público ou incomodando-lhes muito? Conclua


Leiam o que segue. Antes um detalhe, a gira do texto é só para camuflar o oficialismo:

Cara, você é um lúdico? Nas reportagens que circularam até agora, você não notou que a água é somente para eventos e não será comercializada. Então cara, mude o tema , coloque ai um contexto mais importante a ser debatido, tá cansando esse coisa repetitiva do SAAE infundamentada. Numa boa,cara vaza dessa onda.
Publicar Recusar
(Anônimo)
13:02

Comento
Vamos primeiro as reportagens que desmentem a sua afirmação sobre o que eles querem negar, desesperadamente, agora, depois que expus o conflito de interesses, que a intenção não era comercializar a água. Leiam o que diz a matéria do jornalista Celso Martinelli no jornal Sete Dias que está nas bancas e diz:
“Segundo Maroca, o município vai estudar uma forma legal de viabilizar a COMERCIALIZAÇÃO DO COPO.” E completa com a fala do Prefeito Maroca: “Pode gerar receita o que é muito importante para a reestruturação do Saae e, consequentemente, traz a valorização do funcionalismo.”

A questão é que governo está sem saber como lidar com o fato da grande investida de marketing estar indo por água abaixo. Aliás aqui está a prova que a investida no copinho era uma jogada de marketing do prefeito Maroca, vejam o que ele dizia na reportagem: “PARA O PREFEITO MÁRIO MÁRCIO CAMPOLINA PAIVA, O MAROCA, O PRINCIPAL GANHO SERÁ EM PUBLICIDADE.”

Isso é a evidência definitivamente o grande erro dessa administração e revela visão tosca, pobre e marketeira que a cidade é vítima. Imagine, leitor, se com tanta deficiência estrutural em saneamento um copinho ia sustentar um ganho de “publicidade”? Nunca! Eles não compreendem a necessidade do povo. Fazem uma escolha que atende visão primarista onde as teses bestas sustentam as escolhas de políticas públicas da pior qualidade no saneamento da cidade.

Ah, mas quer dizer que estão preocupados com a qualidade dos temas debatidos aqui. Pô, já disse e repito “a coisa repetida” aqui é que da um ibope - apesar de eu não me pautar pela audiência. Só tem um detalhezinho aqui a repetição não é uma, como direi?, repetição, assim, clássica mas o aprofundamento dos assuntos de interesse do cidadão por isso ele vem aqui dialogar e vocês tentar desviar para outros assuntos mais “importantes”.

Sabe que a verdadeira repetição que cansa são os problemas graves de décadas que afetam o dia-a-dia com a água e o esgoto, que ninguém faz nada para resolver. Ah, não sei se você inventou um neologismo ou equivocou-se ao usar o termo: “infundamentada” o certo é esse debate está alicerçado na realidade, no sofrimento da população e na decepção com a sua administração que prefere fazer ações confessadamente, pelo próprio prefeito, publicitárias.

Isso é que é “infundamentada”, frustrante, vergonhoso e triste até.

Ademais, assim, numa boa excelência, não preocupe-se com a desimportância do que escrevo, porque ela é importante para muita gente, que se importa de verdade com a vida da população. Então sai dessa onda de tentar me pautar porque não cola não. Alias, você é que podia vazar daqui!

PT prepara maratona para Dilma no Estado de Serra

Por JOSÉ ALBERTO BOMBIG, na Folha de S.Paulo:
O PT paulista e o Palácio do Planalto abrem na próxima semana um série de eventos para fortalecer a pré-candidatura Dilma Rousseff no Estado governado por José Serra (PSDB), principal nome da oposição na sucessão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 2010.
A maratona irá combinar vistorias a obras do PAC (Plano de Aceleração do Crescimento), festa com militantes, encontros com movimentos sociais e programas do horário eleitoral gratuito de rádio e televisão.
Conforme cálculos feitos pelo partido, a meta é não deixar Serra, caso ele seja candidato ao Planalto, abrir mais de 4 milhões de votos sobre Dilma em São Paulo, onde o próprio Lula foi derrotado por Geraldo Alckmin (PSDB) nos dois turnos na eleição de 2006.
A pré-candidata do PT a presidente construiu sua história política no Rio Grande do Sul e, mesmo dentro partido, somente agora está mais próxima do núcleo paulista.
"É impossível pensar o resultado eleitoral sem considerar São Paulo. A Dilma deve cumprir mais agendas no Estado, vistoriar obras do PAC, por exemplo", disse Edinho Silva, presidente do PT paulista, no lançamento do novo site do diretório estadual do partido. Leia mais

quarta-feira, 29 de julho de 2009

Gripe Suína em Sete Lagoas: Homem de 42 anos pode ter morrido infectado pela doença

Homem de 42 anos pode ser segunda vítima da gripe suína em Minas
Do UOL Notícias, Em São Paulo
A gripe suína pode ser a causa de mais uma morte em Minas Gerais, segundo informações do jornal Diário da Tarde. Trata-se de homem de 42 anos, que morreu na última sexta-feira em Sete Lagoas. Com sintomas da doença, ele foi internado e não resistiu. Esse caso soma-se ao de uma mulher de 27 anos que estava internada com sintomas de gripe suína e morreu em Betim na segunda-feira.

Link Relacionado: Estou com gripe. É a suína?


O metalúrgico Elísio Eustáquio Machado morava em São Domingos da Prata, mas trabalhava em Sete Lagoas, onde foi internado com pneumonia dupla. Familiares informaram ao jornal Hoje em Dia que Machado era saudável e não tinha viajado ao exterior.

Nesta quarta-feira (29), foi feita coleta de material para identificar o vírus influenza A (H1N1). O resultado da análise, assim como o da jovem de Betim, deve sair na próxima semana.

O aumento do número de casos suspeitos em Minas, aliado às suspeitas de morte pelo vírus, fez crescer a procura por atendimento em hospitais dno Estado. "Na semana passada, atendíamos até 10 pacientes por dia. Nesta semana, estamos chegando a 30. Há equipes médicas que estão largando o serviço de madrugada", afirmou o diretor-geral do hospital Eduardo de Menezes, Paulo Sério Dias Araújo, ao Diário da Tarde. O hospital atende os moradores da região metropolitana de Belo Horizonte.

O diretor pediu à população que apresentar sintomas da gripe suína para ligar para o número 0800 283 2255 antes de se dirigir a um hospital.

Atualização às 23:32

Jornal O Tempo diz que é Alarme Falso, mas erra a idade:

A Secretaria de Estado da Saúde afirmou ontem que a morte de um homem de 47 anos, em sete lagoas, na última sexta-feira, foi causada por hantavirose.

Sintomas.

Como a hantavirose possui sintomas parecidos com o da gripe suína, foram coletadas amostras para verificar a presença do H1N1. O resultado deve sair na segunda-feira. O corpo da vítima foi enterrada sábado, em São Domingos do Prata.

SAAE. O TIRO SAIU PELA CULATRA

O envasamento de água foi planejado como sendo uma grande jogada de marketing do SAAE. Eles pensavam em vender a coisa como a sétima maravilha. Algo mais ou menos assim: "o SAAE tem condições de envasar água, viram que coisa maravilhosa?", ou tipo aquela frase do ilusionista Barack Houssein "Sim, nós podemos". E como ideia última diziam: "SAAE comprova qualidade da água". Quanto besteirol.

A quem eles estão querendo enganar? Toda a cidade sabe, melhor, vive cotidianamente os problemas de saneamento. Esgoto escorrendo a céu aberto - tem lugar parece chiqueiro -, buracos por todos os lados, rede de água e de esgoto em péssimas condições, a população tem recorrer a compra de água mineral para não passar sede, a tubulação das casas fica toda incrustada pelo calcário, a falta de água é constante por todo a cidade. Agora, acredite, diante desse terrível quadro o SAAE acha que faz bonito ao criar uma "estação de envase" de água. Pior, investe alto num sistema especial para tratar uma quantidade ínfima de água deixando a população ficar chupando dedo e tento que aceitar uma água que não dá nem para cozinhar. Tenha dó, isso é marketing, ou boa gestão dos recursos públicos?



A cidade está em situação de calamidade pública no Saneamento,
mas o SAAE decidiu entrar no negócio de envasamento de água
(ah, sim: água com tratamento especial).


Marketing? Só se for aquele entendido popularmente como ludibriação. O que é equivocadamente muita gente pensa que é marketing, e estão erradas. Porque marketing é a ciência que busca compreender as necessidades e atendé-las o mais eficazmente possível. Assim, não atendendo a real necessidade da cidade, o SAAE faz é um grande anti-marketing contra sua marca e gestão.

E diante desse quadro de calamidade pública do saneamento em geral e da péssima qualidade da água em particular, dizer que o "SAAE comprova é qualidade da água" e silenciar-se diante da gravíssima situação é demagogia das grandes. Uma tentativa de intimidar a população impondo-lhe um conceito que se sabe falso e uma omissão tenta jogar para debaixo do tapete o problema com potencial trágico. Pode chamar isso de qualquer coisa menos marketing ou sinalização de uma perspectiva de melhoria. Afinal, ninguém avança sem reconhecer o problema que tem. E é incrível como falta a gestão do Maroca hostidade intelectual para admitir o que todos sabem e nem mesmo é culpa deles ou de ninguém: á água calcária é péssima.

Relembro o que me mandou ontem um boçal de primeiro escalão, disse ele: "pelo visto vc não entendeu nada da proposta do SAAE com esta estação de envase. A finalidade é tão somente a valorização de uma empresa Setelagoana, da qual todos nós desta terra (o que vc não é) temos uma parte!
É, eles acham que estão fazendo alguma vantagem com esse brinquedinho que o prefeito Maroca inaugurou semana passada. Aí além do sujeito ofender os imigrantes revelando toda a xenofobia, ele confirma o grande equivoco de marketing e gestão exposto aqui com esse enorme tiro pela culatra. Em termos de marketing, o envasamento de água, é um dos maiores gol contra do SAAE, anotem aí.

Resumido, é desse jeito que a administração do Maroca na área de saneamento quer passar credibilidade de que estamos no caminho certo? A julgar por essa jogada se evidencia o oposto.

2014 - Márcio (prefeito de BH) trabalha e resolve

O Tempo:
BH prepara projetos executivosBelo Horizonte não quer depender apenas da força política para sediar a abertura da Copa de 2014. Os técnicos da prefeitura estão somente esperando o chamado do governo federal para apresentar, em Brasília, uma série de projetos executivos das obras necessárias, principalmente, de mobilidade urbana. Seria um diferencial em relação às concorrentes. A administração de Marcio Lacerda gastou no primeiro semestre R$ 51 milhões em projetos executivos. Sem projeto, não há nenhuma chance de investimentos.

terça-feira, 28 de julho de 2009

ISSO É QUE É BOLSA FAMÍLIA!!!

Do Blog Reinaldo Azevedo:
Vejam a foto acima. Eu não entendo nada disso, mas uma amiga podre de chique jura que se trata de uma bolsa Kelly, da grife Hermès, criada em homenagem à princesa de Mônaco. É o objeto de desejo das ricas mundo afora. A bolsa custa 4.700 euros, uns R$ 14 mil, quase dois salários da ministra Dilma Rousseff. Mais imagens da Bolsa Kelly aqui.
Se você não tem essa grana toda para gastar numa bolsa, leitora, a Hermès não a deixou na mão. Permite que você baixe um arquivo da dita-cuja para copiá-la em… papel! (aqui).

CONHEÇAM O "ARNALDO SERVIDOR" ELE QUER QUE EU LARGUE DO PÉ DO SAAE

Amigo leitor vai abaixo em vemelho um dos comentários mais reveladores já enviados a este blog por um sujeito que se identifica como “Arnaldo servidor”, a origem do seu comentário eu sei de onde é, e vocês não terão dificuldade em descobrir. Vale a pena ler a sua fala para conhecer bem como pensa essa gente. Faço em azul as intervenções sobre sua fala que considero pertinente.

Caro Leonardo, pelo visto vc não entendeu nada da proposta do SAAE com esta estação de envase. A finalidade é tão somente a valorização de uma empresa Setelagoana, da qual todos nós desta terra (o que vc não é) temos uma parte!

Começo pela finalidade. Sim, vocês colocam o negócio “empresa Setelagoana” acima da população, isso você não precisava nem dizer que para boa parte dela, população, já está claro. Afinal, quem é que vai alugar as maquinas, caminhões, não é mesmo? O SAAE é fundamental. Assim, como não lutar pelo negócio, não é? Em Sete Lagoas se aplica bem a aquela frase: "o último refúgio dos canalhas é o patriotismo".

Você está prestando um grande serviço para a conscientização da sociedade ao confessar esta visão de que nós imigrantes desta terra não temos parte no patrimônio público local e ele é privativo dos, como você diz?, “nós desta terra”. Acho que nunca alguém tinha sido tão claro.

Neste sentido bairrista vocês a propósito só trouxeram os forasteiros para o governo porque no grupo falta competência. Por isso precisaram contratar essas pessoas para lhes prestar um servicinho, não é?

Seria bom que vc deixasse de vez de pegar "no pé do SAAE" qto a qualidade de sua água (...)

Seria bom prá quem? A população por exemplo adorou o trabalho deste blog por ter revelado que o SAAE trata a água envasa com um sistema que a que chega a ela não tem, sabia? Ah, e as pessoas não gostaram nem um pouco. Bem, mas eu sei que vocês não me suportam porque eu não faço parte da imprensa a favor.

E sabe de uma coisa vocês vivem em conflito com a Câmara e a população não é por conta tentar acabar com esse ou aquele privilegio, não. É por essa arrogância que você demonstra.

Outro ponto. Sei que para um sujeito como você que considera que Sete Lagoas uma espécie de cuba com leis particulares. É por isso, que gente como você pensa ser a cidade uma propriedade privada e querem castrar a liberdade do debate público, que cheire a fiscalização. Ainda bem, que a maioria da população que é sua conterrânea não pensa como você.

Sim, tenho ficado sozinho nessa tarefa de alertar a população, mas não me importo quando eu denunciei os problemas com o PAC no governo anterior também estava sozinho até que PF bateu à porta da prefeitura e aí cidade percebeu que estava com a razão. Um mês depois de minha fala na Câmara Sete Lagoas a cidade era investigada. E quando disse que o PAC emPACaria foi do mesmo modo e outras tantas outras coisas que daria mais alguns posts.

(...) seria bom também se você parasse de TENTAR jogar a população contra o SAAE.


Sabe quem joga a população contra o SAAE? A política implantada no SAAE por vocês. Hoje mesmo encontrei diversas pessoas indignadas ao saberem pelo blog – são cerca de 5.000 mil leitores só em Sete Lagoas por semana - que o SAAE terá uma água que “passa por várias etapas, com filtros, inclusive barreira ultravioleta com lâmpada específica para matar germes e bactérias, dando ótima qualidade à água.” E outra que é distribuída a população só passa por UM SIMPLES PROCEDIMENTO DE CLORAÇÃO. Isso é que é jogar a população contra o SAAE. E tenho certeza que os funcionários do SAAE estão constrangidos com essa prática.

A qualidade da água da cidade já esta mais que comprovada com a vinda da Ambev para a cidade, ou seja a água que você alega que não presta, agora é distribuida para o mundo através das cervejas aqui fabricadas!

Pois é né só, então como você explica o cidadão não suportar tomar liquido retirado do subsolo e viver comprando água mineral? A explicação é óbvia: a água retirada e entregue em nossas residências só passa por um simples procedimento de cloração. Agora imagina o tratamento que recebe a água retirada pela ambev de sete lagoas? Você deve saber que até água do mar pode boa para beber basta que se faça dessalinização (tratamento) dela.

A pergunta é outra: é viável economicamente tratar a água do subsolo de Sete Lagoas para que ela fique com um padrão pelo menos igual a envasada pelo SAAE, ou ainda com o padrão sofisticado de tratamento da água da AMBEV, para atender toda a população? NÃO!!! O custo é insuportável.

Mais uma coisa, se o SAAE acabar onde você distribuiria seus santinhos nas proximas eleições??? E qual seria seu novo "alvo" ???

Vão duas questões aí. Começo pela eleição e santinho, o seu governo só chegou onde está porque faltou alguém para fazer esse debate franco que faço hoje, no período da campanha. Imagine se a população que não nasceu em Sete Lagoas ficasse sabendo que os bens sociais da cidade são considerados de propriedade exclusiva de quem nasceu aqui.

Quanto ao “novo alvo” ele não existe porque meu alvo será sempre uma cidade melhor para se viver e trabalhar. Assim, se a água é o problema luto para melhor, a saúde á mesma coisa – a propósito você sabia que fui eu que dei idéia da macroregião que viabilizou os recursos para o Hospital Regional e não é só: até a localização onde o hospital vai ficar foi uma briga minha. Eu não tenho o SAAE como alvo; tenho a cidade melhor como alvo. Não fosse isso eu não defenderia uma das poucas coisas boas do governo, que é o trabalho na Educação.

O papo SAAE x Copasa é coisa do passado, vire suas atenções para algo maior ok?
(Arnaldo servidor)
17:50
Publicar Recusar

As pessoas sempre questionam por que milhões de pessoas em Minas podem ter uma água de boa qualidade fornecida pela Copasa e elas não podem?

Moradora de Betim morre com suspeita de gripe suína


Mulher de 25 anos foi internada na sexta-feira e faleceu ontem pela manhã
Por Thiago Nogueira, Especial para o Tempo:
A demora em diagnosticar possíveis sintomas de gripe suína pode ter causado a morte da operadora de caixa Keila Daniele de Sales Souza, 25. Com febre, vômitos, dor de cabeça e falta de ar, ela foi internada no Hospital Municipal José Sabino Neto (antiga UAI Teresópolis), em Betim, região metropolitana de Belo Horizonte, na última sexta-feira.
No domingo, o estado de saúde dela piorou, evoluindo para uma pneumonia grave. Na tarde de anteontem, a equipe médica da unidade suspeitou de gripe suína. O hospital de Betim, então, solicitou uma vaga no CTI do hospital referência Eduardo de Menezes, na capital. Contudo, de acordo com nota divulgada pela Prefeitura de Betim, não havia leitos no hospital de Belo Horizonte. Profissionais do Hospital Eduardo de Menezes estiveram em Betim e coletaram amostras da paciente. Porém, ontem, pela manhã, Keila sofreu uma parada respiratória aguda, seguida de parada cardíaca, provocando a morte.
A família de Keila acusa o hospital de negligência médica. "Minha mãe a levou ao hospital na sexta e disseram que estava com úlcera nervosa. No sábado, falaram que era Aids. Só no domingo que eles coletaram amostras e disseram que poderia ser gripe suína", contou Katiane Cristine Sales, irmã de Keila. Leiam mais

Agência marketing na internet

segunda-feira, 27 de julho de 2009

Quem pode julgar as minhas críticas são os leitores, o poder público é suspeito para fazê-lo


Recebi de um gestor do primeiro escalão local o comentário, preservo a sua identidade por ter sido um e-mail pessoal, mas a ideia pode ser discutida. Leiam primeiro que ele diz em azul sobre a crítica que fiz em relação ao envasamento de água (A CIDADE VAI ENGOLIR ESSA ESCOLHA?), volto em seguida:

Um assunto não inviabiliza outro [água envasada no copinho x água distribuída pela rede pública]. Criticar só por criticar também não acrescenta nada, aliás é muito mais fácil essa postura do que a de construir.

Voltei
Quanto a distribuição de água envasada pelo SAAE com um sistema de produção melhor que o da água distribuída em grande escala é totalmente injusto com a população. Essa posição não é apenas uma "crítica pela crítica" é uma forma de revelar a sociedade o tipo de escolha política. Veja que O SAAE está priorizando uma ação marketeira à uma ação estruturante no que diz respeito ao tratamento da água. E considero difícil a cidade concordar com essa opção. Ou o SAAE envasa a mesma água que entrega para a população como faz a Copasa ou ela entrega a população a mesma água que envasa.

Ademais, com o passo seguinte que pretende dar o SAAE com a comercialização dessa água de melhor qualidade o conflito de interesses está claro. Uma atividade é conflitante com a outra. Se a população tiver em casa a mesma qualidade da água que a envasa e a distribuída pelo copinho ela não tem razão para comprar a do copinho. Assim, o SAAE ao contrário enfrentar o interesse privado que explora a população com água mineral, ele faz o quê? Vai explorar também a população ao envasar água especial. ISSO É UM AFRONTA A POPULAÇÃO!

Volto ao que ele classifica de "crítica pela crítica". O que seria isso? Uma crítica vazia apenas para fazer oposição? Bem, acho que qualquer um que lê o que escrevo sabe que a repercussão do que se fala aqui ocorre porque não se trata de fazer críticas vazias. Marcos Barbosa radialista, intelectual, professor... me disse que estava numa roda pessoas e que falavam de assuntos de interesse público Sete Lagoas e "só se ouvia falar o seu nome" [o nome deste escriba]. Então a sociedade é quem pode avaliar o que se escreve aqui. O poder público local sinto muito, amigo, é suspeito para julgar o que este blog escreve.

Ademais, fosse assim os elogios e reconhecimento ao trabalho quando se considera correto poderia ser considerado um reconhecimento pelo reconhecimento. Mas aqui a equação é assim: o que é bom na visão deste blog que se pauta pela lógica e valores democráticos, é valorizado para incentivar a continuidade o contrário é criticado firmemente para que seja descontinuado. Entendeu?

Em tempo. Arturzão do meio ambiente pediu que eu informasse que já tem uma semana que falta água na Estiva. Mas a preocupação principal do SAAE nesse momento parece ser o envasamento de água, não é mesmo?

SAAE E O CONFLITO DE INTERESSES: PÚBLICO X COMERCIAL

O jornal Sete Dias traz uma matéria que informa que o prefeito Maroca pretende comercializar o copinho com água envasada pelo SAAE. “Pode gerar receita, o que é muito importante pra a reestruturação do SAAE e, consequentemente, traz a valorização do funcionário”, disse Maroca na reportagem. Bem, o prefeito quer mesmo virar um negociante de água. É, estamos de fato diante da política do delírio, como se verá.

Já é um absurdo extremo o investimento para a produção em pequena escala e distribuição seletiva de um produto de qualidade superior ao fornecido a população de Sete Lagoas. Agora pensem: o município investindo recursos que não tem para o básico para produzir numa escala suficiente água para comercialização, de forma a “gerar receita” para uma suposta reestruturação do SAAE? Quanto precisaria ser investido? Muito, muito dinheiro. E qual é a certeza de que o negócio é rentável? Pode ser, como calculo, um grande prejuízo. O prefeito tem um estudo para falar em comercialização? Isso deveria ser uma prioridade?

A produção para distribuição seletiva grátis já era uma heresia. Agora resolveram esfolar mesmo o bom senso, invertendo as prioridades. A equação ficaria mais ou menos assim. A população teria que pagar um preço alto para ter uma água de qualidade comercializada em pequena escala pelo SAAE, porque a que custa pouco e chega as residências, essa é péssima.

Ah, mais se a Copasa pode, por que o SAAE não pode? Deve ser esta a lógica, não é? Então, vejamos qual é lógica da Copasa:

A COPASA (link aqui) “ENVASA PROMOCIONALMENTE SUA PRÓPRIA ÁGUA TRATADA QUE É DISTRIBUÍDA EM EVENTOS PÚBLICOS E PRIVADOS, COMO FORMA DE MOSTRAR A QUALIDADE DE SEU TRABALHO EM CUIDAR DA ÁGUA.”

RETOMANDO
QUER DIZER, O OBJETIVO DA COPASA É MOSTRAR A QUALIDADE DO TRABALHO, E MAIS: A ÁGUA POTÁVEL ENVASADA POR ELA É A MESMA QUE A POPULAÇÃO RECEBE EM CASA; A DO SAAE NÃO É!!!

Mais: as água minerais Araxá, Cambuquira, Caxambu e Lambari que ela comercializa foi para cobrir o desinteresse da iniciativa privada pelo negócio, como está documentado e subscrevo um trecho a seguir:

As águas [Araxá, Cambuquira, Caxambu e Lambari] vinham sendo exploradas, até julho [2005] do ano passado, por um grupo privado, quando foi encerrado o contrato. A CODEMIG DIVULGOU AMPLAMENTE UMA CONCORRÊNCIA PÚBLICA PARA A EXPLORAÇÃO DAS FONTES, MAS APESAR DE MAIS DE OITENTA EDITAIS TEREM SIDO ENTREGUES, NENHUMA EMPRESA APRESENTOU PROPOSTA PARA CONTINUAR ENVASANDO AS MAIS TRADICIONAIS ÁGUAS MINERAIS DO PAÍS.

Com isso, a decisão para a retomada das atividades, que tem grande impacto econômico e social nas quatro cidades e, são estratégicas na política do Governo de Minas em revitalizar e promover o desenvolvimento do Circuito das Águas, foi encarregar a Copasa de assumir o envasamento e a comercialização das águas minerais mineiras.

Voltei
A entrada no mercado de águas minerais se deu como uma ação governamental mineira de caráter social de uma região e não como um foco de negócio para empresa. Que se fosse tão bom negócio teriam aparecido empresas interessadas na atividade, não é mesmo?
Concluindo, a entrada do SAAE comercialmente no negócio de água, se ocorrer, é, sim, uma opção pela política anti-social. O negócio só pode dar minimamente certo se o SAAE continuar entregando uma água ruim, do contrário qual é motivação para se comprar o copinho de água do SAAE? SÃO ATIVIADES QUE CONFLITAM O INTERESSE COMERCIAL COM O INTERESSE PÚBLICO. Para uma dar certo a outra tem que dar errado.

Como aceitar essa política do delírio negocial que estamos a assistir? Sete Lagoas não adiciona nem o flúor água, como admitir que essa autarquia agrege um o negócio de comercialização de copinhos de água? Meu Deus do Céu isso é cumulo da insensatez e do desrespeito com Sete Lagoas.

Resultado da enquete para deputado faltando 4 dias para encerrar

No momento em que escrevo este post tem 637 votos e o resultado da enquete que pergunta: Quais serão os candidatos de Sete Lagoas a deputado estadual na próxima eleição?, é o que vai abaixo. Faltam 4 dias para o seu encerramento.
Caio Dutra 89 (13%)
Claudinei Dias 27 (4%)
Duílio de Castro 107 (16%)
Euro Andrade 20 (3%)
Gilmar Antão 24 (3%)
João Evangelista 67 (10%)
Leone Maciel 59 (9%)
Milton Saraiva 27 (4%)
Paulinho Lambe Lambe 34 (5%)
Reginaldo Tristeza 47 (7%)
Ronaldo Canabrava 379 (59%) (não pode ser candidato)
Ronaldo João 69 (10%)

domingo, 26 de julho de 2009

A CONTA DE LUZ VAI AUMENTAR e a culpa é da bondade de Lula com o... Paraguai


O Brasil aceitou triplicar o valor pago ao Paraguai pela energia produzida na usina de Itaipu, que passa de US$ 120 milhões ao ano para US$ 360 milhões. Cedeu a pressão do presidente paraguaio rompendo um acordo feito entre os países 1973. “ A energia produzida é dividida ao meio, mas o Paraguai usa apenas 5%. Lula e seu lépido ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, insistiram em mudar as regras do tratado mesmo após pareceres do Ministério de Minas e Energia e da direção nacional da Itaipu Binacional mostrarem que a alteração não faz sentido”, informa Veja.

Isso é um crime lesa-pátria. A usina de Itaipu foi construída com recursos 100% brasileiros. Lula joga na lata de lixo o Tratado de Itaipu, ignorando o preço que os brasileiros pagaram e pagam com a divida contraída pela Eletrobrás em bancos nacionais e estrangeiros para colocar de pé esse empreendimento.

O presidente faz bondade as custas do consumidor que terá que pagar mais em sua conta de energia. “É muito fácil dar o que não seu”, disse-me em conversa Tonhão que foi candidato a vice-prefeito pelo DEM-Sete Lagoas. Qual é premissa para fazer isso? Segundo Lula é:

- “Um país como o Brasil, como a França, como os Estados Unidos, somos nós que temos potencial e que temos que cuidar com carinho dos países que ainda não conseguiram se desenvolver.”

Nós por acaso conseguimos nos desenvolver? E o desenvolvimento dos outros países é responsabilidade nossa? É claro que não. Mas aprovação de 80% ou mais de Lula pelos brasileiros faz mal aos brasileiros, que fecham olhos para o assalto que o país sofre.

Mas esse delírio de superpotência do presidente esconde uma política esquerdopata bolivariana que toma conta da América como um todo. Começou com a política chavista que usou as volumosas receitas do petróleo há US$ 150 o barril para patrocinar golpismo bolivarianista em outros países como a Bolívia, de Evo Morales. Assim, a política brasileira só está seguindo a cartilha socialista-hegemonica-bolivariana nessa cooperação latino-americana do trogloditas Chaves, Lula, Evo, Rafael Correa. Uma doutrina que acredite, pode ter chegado à Casa Branca, com o mambe, mambe do Obama.

Estou louco em dizer que Obama é seguidor dessa vigarice? Então reparem essa fala do camarada Obama: “É um fato que afroamericanos e LATINOS são parados pela polícia de forma desproporcional”, afirmou Obama.

Entenderam? Barack Hussein Obama nesta fala em repreendeu a ação da polícia e já teve que voltar atrás se desculpando porque viu que a polícia não errou. Da uma demonstração clara que é discípulo da mesma doutrina ao fazer a suposta política em defesa dos fracos e obrimidos, a mesma. Obama está tentando importar a cultura latino-americana do coitadinho. E sabemos, goste-se ou dos EUA, que não foi com essa política do pobrismo [me permitam o neologismo] que fizerem eles se tornarem a potência que são. Foi com uma política de forte defesa do mérito. Aliás, tal política foi que atraiu muitos brasileiros e latinos em geral que fugiam dessa falsa defesa dos oprimidos e só espalhou a pobreza por essas bandas sulistas. Mas deixo Obama prá lá.

O certo é que essa política de patrocínio dos interesses dos países vizinhos pelo Lula faz vítima o consumidor brasileiro que terá que arcar com um aumento de pelo menos 3% na contra de eletricidade, hoje, ou amanhã quando Lula já estiver fora do poder. Lula é um perigo para os interesses dos país, só não vemos por seus 80% de aprovação cega.

Link relacionado - O Brasil virou a mulher fácil do mundo

"Contribuinte vai pagar a conta de Itaipu", diz deputado.

Hillary Clinton espera ver uma mulher como presidente dos EUA

da Reuters, em Washington
Aspirante fracassada à presidência norte-americana, Hillary Clinton disse neste domingo esperar ver uma mulher presidente dos Estados Unidos, mas descartou a possibilidade de se candidatar novamente.
Atual secretária de Estado do seu antigo rival, o presidente Barack Obama, Hillary disse ser um desafio "intimidador" para uma mulher a corrida presidencial.
"A mulher certa precisará assumir a tarefa para conquistar os votos e ser eleita. Certamente espero que eu possa ver isso acontecer", afirmou em entrevista ao programa "Meet the Press", da rede de televisão NBC.
Quando perguntada se concorreria novamente ao cargo, Hillary disse: "Não tenho absolutamente nenhuma crença de que isso poderá acontecer."
Hillary se recusou a comentar as perspectivas presidenciais da governadora do Alasca, Sarah Palin, que foi candidata à vice na chapa republicana liderada pelo senador John McCain, na eleição do ano passado. Leia mais

sábado, 25 de julho de 2009

Veja - A DIGESTÃO DO PODER


Por Otávio Cabral, na Veja:
A Carta ao Leitor desta edição de VEJA pergunta se o PMDB, o partido brasileiro com o maior número de filiados e dono da maior bancada no Congresso Nacional, entre outros indicadores de grandeza, encarna os grandes males da política ou apenas seus membros se aproveitam com mais eficiência das regras que facilitam a perpetuação da corrupção e do fisiologismo. A resposta não é tão simples. Se o PMDB desaparecesse por decreto da noite para o dia, a corrupção e o fisiologismo, irmãos siameses, continuariam a permear a atividade política no Brasil.(…)

Fotos Orlando Brito e Beto Barata/AE

PASSADO NOBRE, PRESENTE POBRE - Ulysses Guimarães foi a encarnação do PMDB que liderou a oposição ao regime militar.Wellington Salgado não teria lugar no partido de Ulysses


O PMDB encarna o paroxismo do fisiologismo. Há um limite na política real que é aceitável: o partido utilizar sua força para eleger grandes bancadas, pressionar o governo e conseguir cargos públicos. Isso poderia até explicar a onipresença do PMDB no poder. Mas o partido vai além do aceitável. Afirma o cientista político Rubens Figueiredo: “O PMDB usa essa força para promover a corrupção, o compadrio e o nepotismo. Isso resvala na marginalidade. O MDB foi a encarnação do bem no combate à ditadura. Ganhou um P e virou a encarnação do mal na democracia”. Apesar disso (pois seria cinicamente impensável escrever “por causa disso”), o partido é alvo de cobiça. Está no governo Lula assim como esteve em todos os governos nos últimos 24 anos. Se nenhuma turbulência ocorrer, já se prepara para participar do futuro governo a ser eleito em 2010. Por quê? Porque, pelas cinco características a ser expostas aqui, é quase impossível chegar ao Planalto sem o concurso do PMDB.

Para saber mais, clique aqui

Política para infância e o trabalho meritório do SERPAF em Sete Lagoas

Site prefeitura:
Na semana passada o Prefeito Maroca assinou o termo "Prefeito Amigo da Criança e do Adolescente", proposto pela Fundação Abrinq, que já conta com a adesão de mais de 3 mil prefeitos em todo o país. O termo propõe aos dirigentes a concretização de uma política que priorize a infância e a adolescência em suas respectivas gestões.
De acordo com a Secretária de Assistência Social, que também estava presente na cerimônia de assinatura - ocorrida na Acisel (Associação Comercial e Industrial de Sete Lagoas) na última quinta-feira, 16 de julho -, são três os eixos para serem cumpridos. O primeiro diz respeito à elaboração de um diagnóstico sobre a situação da cidade, o que já foi feito em Sete Lagoas. "Esta foi uma das primeiras ações desenvolvidas na Secretaria de Assistência Social, quando chegamos", explica a Secretária Léa Braga. Os outros dois estão relacionados a orçamento e metodologia de trabalho para este segundo semestre e também ao compromisso de ações intersetoriais, ou seja, entre secretarias.

Prova disso, foi a presença dos Secretários de Educação, Maria Lisboa e de Esportes, Cláudio Raposo, na busca por assumir publicamente o compromisso com crianças e adolescentes da cidade. Ainda de acordo com Léa Braga, a responsabilidade da Prefeitura já existia, mesmo antes da assinatura do termo pelo Prefeito. "Esta assinatura é simbólica em Sete Lagoas porque desde o início desta gestão estamos comprometidos com esse propósito", afirma Léa. Sete Lagoas já realizou uma conferência regional há cerca de um mês, inclusive com delegados crianças, que também estavam presentes na assinatura do termo "Prefeito Amigo da Criança . Em breve Sete Lagoas levará para a conferência estadual as lutas de defesa estabelecidas no encontro regional, o que representa mais uma atitude de compromisso com questões relacionadas a este tema.
SERPAF É PARCEIRO NA LUTA PELOS DIREITOS DOS CIDADÃOS - Também estiveram presentes no encontro a Diretora do Serpaf, Adriane Branco e o Sr. Rudi Preuss, alemão membro do Comitê Ecumênico Serpaf na Alemanha, entidade que contribui e acompanha o trabalho do Serpaf de Sete Lagoas. "Adriane, eu parabenizo a você e toda sua família, sua avó, quem fundou o Serpaf. Parabenizo pelo importante papel que vocês desempenham na cidade", se pronunciou o Prefeito Maroca.
A entidade possui um trabalho sócio-educativo com mais de 600 crianças e adolescentes das comunidades do Nova Cidade, Barreiro e Verde Vale. Além disso, trabalha com foco nas famílias e todas as ações são voltadas para a comunidade. "Quando levamos o Serpaf para estes bairros, muitos foram os profissionais que não quiseram continuar o trabalho, com receio quanto à segurança destes lugares. O que podemos ver é o contrário, temos comunidades muito receptivas, que nos aceitam muito bem e que contribuem para que o nosso trabalho tenha impactos positivos", pontua Adriane Branco, afirmando ainda, que o Serpaf atende cerca de 400 famílias na cidade, com orientação e apoio sócio-familiar, além de trabalhar o eixo "geração de renda, mobilização e articulação comunitária" com 130 mulheres.

sexta-feira, 24 de julho de 2009

Obama é o Evo Morales Americano

Como sabem aqueles que me acompanham a mais tempo sempre achei Obama um idiota arrematado (ver aqui). Até torci, depois de sua vitória, para estar errado. Juro! Mais Obama é muito pior que só um idiota. Ele é Evo o Morales americano. Ele é um bolivariano no armário. E, infelizmente, ele não é o primeiro líder negro a chegar presidência dos Estados Unidos - porque líder ele não é. Ele é uma espécie de representante do bolivarianismo do coronel Hugo Chaves nos Estados Unidos. Claro, até onde é possível ele ser um anti-americano travestido de celebridade.

Ah, quem sou para falar de Obama? Eu sou eu. Obama é que não é quem os EUA pensavam ser, ele está se revelando muito rápido, diga-se - e, ele será cada vez mais amado fora dos Estados Unidos e detestado internamente. Em frente. Por que afirmo que Obama é bolivarianista-antiamericano? Porque ele legitima os bandoleiros latino-americanos como Hugo Chaves, Manuel Zelaya - o presidente deposto que tentou golpear e fazer de Honduras uma Venezula -, e até o nosso presidente Lula, o apoiador de ditaduras mundo afora. Não é só. Quem teve a oportunidade de assistir a fala de Obama condenando a ação do sargento James Crowley, responsável prisão do professor Henry Louis Gates Jr, no mínimo ficou muito desconfiado de qual é pátria do homem.

Aliás, a sua super admiração por Abraham Lincoln e o teatro que ele fez na posse percorrendo o mesmo percurso do ex-presidente a cada dia cheira à pura encenação que tenta ocultar sua rejeição pelos valores que tornaram os EUA a mais sólida democracia e a maior economia do mundo. E esse episódio da prisão do professor com o seu comentário é bem revelador. Aliás, pegou tão mal sua atitude que ele teve que voltar atrás. Vejam nesse trecho da reportagem do G1:

Barack Obama recuou no seu comentário sobre a polícia da cidade de Cambridge (estado de Massachusetts) no episódio sobre a prisão de um professor de Harvard, que é amigo do presidente americano.(...)
E disse ainda que chamou os dois protagonistas da história para tomar uma cerveja na Casa Branca.

Obama disse ainda que “Eu poderia ter calibrado as palavras”, mas como sufocar para sempre o seu verdadeiro eu, não é mesmo? Mais: essa coisa de convite para tomar cerveja é uma outra graçinha bem fora de lugar, ainda que eles aceitem o convite, o presidente se desmoraliza mais um tanto com isso. É pena ver o primeiro negro - não líder, como dito acima - ir sucumbindo porque pode, assim, certamente cria-se um estigma que pode impedir, por uma longa data, que um verdadeiro líder negro alcance o poder. Mas volto ao ponto.

O inferno de Barack Obama só está começando ele ainda vai dar muita cabeçada e corre o risco de sofrer uma grave crise, mesmo tendo seu partido controle total do congresso - Câmara e Senado. Neste ponto já há um sinal claro de que as coisas começam a dar errado para ele. Exemplo? A despeito do seu apelo para ser votado já a sua proposta de saúde, o Senado decidiu ontem adiar para agosto a votação, frustrando-o. Um grande revés para ele, assinalou a imprensa.

O seu partido é maioria sim, mas o partido dos congressistas norte-americanos são os Estados Unidos se Barack Houssein Obama começar a dar sinais que o seu partido é outro, ai, ai... Ele tá no sal.

Serra oferece bolsa-auxílio de R$ 210 para desempregados em SP

Folha Online:
O governo de São Paulo anunciou que irá oferecer 40 mil vagas para cursos profissionalizantes gratuitos com bolsa-auxílio de R$ 210 por curso. O principal alvo do programa são desempregados com idade entre 30 e 59 anos, que não estejam recebendo o seguro-desemprego e possuam o ensino fundamental incompleto.
De acordo com a assessoria de imprensa do governo do Estado, apesar do PEQ (Programa Estadual de Qualificação Profissional) já existir há um ano, essa é a primeira vez que será feito o pagamento de bolsa-auxílio aos alunos.
"O importante é dar apoio ao trabalhador desempregado. Durante o período em que não está recebendo seguro desemprego, ele pode fazer um curso de qualificação com bolsa-auxílio", afirmou o secretário do Emprego e Relações do Trabalho, Guilherme Afif Domingos.
"Ao final das aulas, a empregabilidade dele vai aumentar porque vai se tornar mais qualificado", reiterou.
Os cursos duram cerca de dois meses. O aluno poderá escolher entre áreas como vendas, administração, construção civil, telemarketing, limpeza e informática, de acordo com a oferta em cada município.
As inscrições poderão ser feitas a partir do dia 30 de julho pelo
site ou no PAT (Posto de Atendimento ao Trabalhador).

Caros,

Hoje não farei atualização à tarde.

Reunião Extraordinária

A Câmara Municipal de Sete Lagoas vai realizar na tarde desta sexta-feira, 24 de julho, a partir das 16h, Reunião Extraordinária no Plenário Deputado Wilson Tanure para discussão e votação de proposições de autoria dos senhores vereadores e do Chefe do Poder Executivo Municipal.

DECIDA! O QUE SAAE DEVERIA INVENTAR AGORA?


Nada melhor que começar o dia exercendo a sua liberdade de escolha, não é mesmo? Ajude o SAAE a decidir qual será a sua próxima invenção, dentro da sua diretriz filosófica que diz: “Inovação. Mergulhe nessa idéia.” Participe! Ajude o SAAE a decidir o que vai inventar agora? A seguir a pergunta e as respostas. Leia e Vote na enquete que está ao lado, logo abaixo da foto. Exercite o direito que o SAAE não lhe deu na hora em que decidiu envasar água no copinho para atender alguns seres dotados direitos especiais, que no popular se chama: PRIVILEGIADOS!

O SAAE inventou um sistema para tratar água do seu copinho com filtros, INCLUSIVE BARREIRA ULTRAVIOLETA COM LÂMPADA ESPECÍFICA PARA MATAR GERMES E BACTÉRIAS, dando ótima qualidade a água, que a que você recebe não tem. O que o SAAE deveria inventar agora?


  • A) Água mineral gaseificada artificialmente para distribuir em reuniões festivas;

    B) Criação de uma linha de refrigerantes SAAE, para concorrer com a AmBev;

    C) Diversificação das embalagens para entrar de uma vez no rico mercado de águas privadas da cidade;

    D) Desenvolver uma linha de produtos especialmente para o verão;

    E) O sistema de direitos iguais! Parar com as invencionices e tratar a água que chega a população para ficar com a mesma qualidade da água do copinho do SAAE!

HOJE É ASSIM (PALAVRAS OFICIAIS): ÁGUA SAAE COPINHO X ÁGUA SAAE RESIDÊNCIA

ÁGUA SAAE COPINHO - A água, após ser bombeada passa por várias etapas, com filtros, inclusive barreira ultravioleta com lâmpada específica para matar germes e bactérias, dando ótima qualidade à água. “A água produzida e nesse sistema de abastecimento bateu em qualidade e sabor uma água mineral que é comercializada em Sete Lagoas, provando mais uma vez que a água fornecida pelo SAAE é de ótima qualidade” [A DO SAAE COPINHO]

X

ÁGUA SAAE RESIDÊNCIA - Assim, o recurso [água] já chega à superfície sem maiores contaminações [é ruim, mas é boa], uma vez que passa por um processo de filtração natural do subsolo. Para atender as exigências da portaria do Ministério da Saúde e fornecer uma água de qualidade à população da cidade, o SAAE (Serviço Autônomo de Água e Esgoto) REALIZA UM SIMPLES PROCEDIMENTO DE CLORAÇÃO.

Reforma da Arena do Jacaré começa em agosto

Comunicação Prefeitura:
A obra de reforma e ampliação do estádio Joaquim Henrique Nogueira, a Arena do Jacaré deverá ser iniciada ainda na primeira quinzena do mês de agosto. A confirmação foi feita pelo diretor do Departamento Estadual de Obras de Minas Gerais (DEOP-MG), João Antônio Fleury Teixeira, ao visitar o prefeito Maroca. “A obra de ampliação e melhoramentos da Arena do Jacaré será iniciada no mês que vem. Acreditamos que no máximo até dia 15. A abertura do Campeonato Mineiro do ano que vem será em Sete Lagoas. Estamos apresentando ao prefeito Maroca o projeto que tem previsão de R$ 9 milhões, mas que com o aditivo deverá chegar a R$ dez milhões e 100 mil. O projeto costa de estacionamento para entre 800 e 1.000 veículos, iluminação, recuperação do gramado, vestiários de primeiro nível inclusive com colocação de granito, novos acessos às arquibancadas, novos guichês e cadeiras para 25 mil torcedores”, disse o diretor do DEOP.

Vice-governador dará ordem de serviço – O vice-governador de Minas, professor Antonio Augusto Anastasia estará em Sete Lagoas nos próximos dias para dar ordem de serviço para o início da obra de reestruturação da Arena do Jacaré. “Até o dia 15 do mês que vem o vice-governador deverá estar aqui com o prefeito Maroca para dar a ordem de serviço para esta obra. A Arena terá mesma capacidade de torcedores do que o Independência mesmo com o Independência tendo um investimento maior. Os jogos do Campeonato Mineiro do ano que vem marcados para o Mineirão serão todos realizados em Sete Lagoas já que o Independência só ficará pronto no final de 2010 ou início de 2011”, disse Fleury. O prefeito Maroca destacou mais uma vez a importância desta obra para Sete Lagoas e região. “É uma obra que trará ganhos incomparáveis não só para Sete Lagoas, mas para toda a região. Teremos mais empregos, geração de renda e com certeza um ganho imenso em diversos segmentos da sociedade, principalmente os setores de bares, restaurantes e hotéis. Com certeza o nosso Turismo terá um grande aquecimento e isso nos deixa muito feliz”, analisou o prefeito.

Perimetral será concluída

Da Prefeitura:
Durante encontro com o prefeito de Sete Lagoas, Maroca (PSDB), o Diretor do Departamento Estadual de Obras Públicas (DEOP), João Antônio Fleury Teixeira garantiu que a obra de conclusão da avenida Perimetral, trecho que vai desde o bairro Jardim Arizona até a MG 238 deverá ser iniciada ainda esse ano. “A conclusão da avenida Norte Sul que já teve trecho de cerca de 8km inaugurado terá seu projeto ainda esse ano e possivelmente o início da obra. Temos o projeto de recuperação da MG 424 que será no ano de 2010, assim como a duplicação entre Sete Lagoas e Pedro Leopoldo que será feito nos próximos anos. No ano que vem serão feitos os contornos em Matozinhos e Prudente de Morais. Depois o restante desta obra cujo projeto ficará entre R$ 120 a R$ 140 milhões”, disse o diretor do DEOP.

Encontro prepara conselheiros para formularem estratégias que ajudem que as crianças sejam tratadas como prioridades em SL


Atores sociais propõem medidas de incidência no PPA
Da prefeitura:
Participantes discutem propostas durante o evento
Na última segunda-feira, 21 de julho, diversos atores sociais de Sete Lagoas se reuniram no auditório da Secretaria de Educação para participar da Oficina Preparatória para Incidência no PPA (Plano Plurianual: documento elaborado no primeiro ano de todo gestor e que orienta os investimentos do município pelos quatro anos seguintes). O encontro, parte do Projeto Novas Alianças, é uma iniciativa da ONG (Organização Não Governamental) Oficina de Imagens em parceria com o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente. A articulação tem o objetivo de favorecer o desenvolvimento da capacidade dos Conselhos de Gestão Pública de incidir, monitorar e avaliar o orçamento público e de construir alianças no Poder Legislativo e nos Meios de Comunicação para implementação dos princípios do Estatuto da Criança e do Adolescente.
O Novas Alianças nasceu das experiências dos profissionais da Oficina de Imagens, que constataram a necessidade de articular comunicação, educação, cultura, mobilização social e incidência em políticas públicas. Em dois anos (2007 e 2008), a iniciativa desenvolveu dezessete cursos regionais em mais de setenta municípios do estado, capacitando o equivalente a quinhentas pessoas. O objetivo continua o mesmo: preparar lideranças locais para propor soluções que priorizem a criança e o adolescente como foco das políticas municipais.
Para Adriano Guerra, secretário executivo da Oficina de Imagens, o encontro realizado na cidade foi produtivo e teve grande participação de lideranças da cidade. “O encontro tem o objetivo de garantir que a infância e a adolescência sejam tratadas como prioridade nos municípios do estado. Em Sete Lagoas , a discussão foi bem rica. Fizemos um diagnóstico rápido das necessidades do município e, através das informações obtidas, vamos elaborar propostas que preencham possíveis lacunas existentes. Além disso, nos comprometemos a assessor o grupo sempre que preciso”, afirma Adriano.
O evento foi realizado durante todo o dia. De manhã (8:30h às 11h), houve apresentação dos dados do mapeamento do PPA em Sete Lagoas e discussão sobre a realidade das políticas públicas no município. Já no período da tarde (13:30h às 18h), os participantes deram início ao trabalho de elaboração, sistematização e apresentação das propostas. Ainda houve a construção de um plano de trabalho para incidência no PPA e avaliação das atividades desenvolvidas ao longo do dia.
Leia mais site da prefeitura

Governo Lula deixou de investir R$ 5,4 bilhões na saúde, diz Ministério Público


Na Folha Online:
O governo federal não está aplicando no setor da Saúde os recursos mínimos estabelecidos pela emenda constitucional 29. Procuradores da República do Ministério Público Federal do Distrito Federal descobriram que pelo menos R$ 5,4 bilhões deixaram de ser investidos.
Segundo o levantamento, a União cometeu quatro erros que estariam maquiando as contas públicas. Entre os equívocos, o governo contabilizou gastos do Bolsa Família como se fosse do setor de saúde. “Enviamos a recomendação à administração federal, na qual pedimos a recomposição desses valores e, sobretudo, que essas práticas não sejam mais adotadas daqui para frente”, disse o procurador da República Carlos Henrique Martins.
Os equívocos do governo em calcular o mínimo começaram há nove anos. Em 2003, o governo deixou de investir cerca de R$ 1,5 bilhão na saúde. “Isso interfere na vida social, na falta de atendimento médico à população. Inclusive, no cenário atual de gripe suína, em que pensávamos estar preparados, a situação poderia ser melhor se o governo tivesse cumprido o pagamento”, afirmou o procurador Peterson de Paula Pereira.
O governo tem até o final deste mês para dar um posicionamento em relação ao estudo. Apesar de poder entrar com ação contra a União caso o prazo não seja cumprido, o Ministério Público pretende negociar para conseguir o acerto nos cálculos do mínimo. “Nós podemos impetrar ações contra o governo. Ações exigindo o pagamento deste valor que deixou de ser investido e ações punitivas a agentes que cometem esses equívocos. Porém, não é essa nossa intenção”, afirmou Martins.
Segundo os procuradores da República, pode ser assinado um documento formal para garantir a normatização do pagamento nos próximos anos. “Enviamos a recomendação para deixar claro aos gestores que não está sendo cumprida a lei prevista pela Constituição. Acredito que ano que vem não teremos mais essas práticas. Na pior das hipóteses, estancaríamos a sangria e, posteriormente, discutiríamos o investimento desse valor que deixou de ser aplicado”, reiterou Martins.
Além de computar os recursos do Bolsa Família como sendo do setor de saúde, o governo utilizou valores do Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza para o cálculo do mínimo e considerou gastos os valores empenhados, mas, posteriormente, cancelados.
Ainda por cima, nos anos de 2000 e 2001, não utilizou a base de cálculo de anos anteriores, o que subestimou o valor dos anos seguintes. “Equivocadamente, mas não sem querer, o governo reportou os anos de 2000 e 2001 ao ano de 1999″, disse Martins.
Na semana passada, durante encontro com prefeitos do país, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou os governos estaduais por não cumprirem o pagamento do mínimo exigido. Segundo ele, os governadores não destinam nem 6% de seu orçamento para a Saúde. A emenda prevê que os governos estaduais direcionem pelo 10%.

quinta-feira, 23 de julho de 2009

Para a população "um simples procedimento de cloração"; para os privilegiados: passa por várias etapas, com filtros, inclusive barreira ultravioleta

Leiam esse trecho de texto da prefeitura já puclicado em outro post comento no post seguinte:
Grande parte da população de Sete Lagoas tem uma opinião formada sobre a qualidade da água oferecida no município. O assunto, inclusive, é alvo de muita polêmica. Os boatos em torno do tema já criaram mitos cada vez mais arraigados ao imaginário popular. Quem nunca ouviu o comentário de alguém que dizia que beber água da cidade pode contribuir para o aparecimento de cálculos renais? Ou que a água de Sete Lagoas faz mal para os cabelos? Diversas teorias permeiam o imaginário popular. Entretanto, é fundamental saber separar o que realmente faz sentido daquilo que não passa de puro senso comum. Para tanto é importante analisar profundamente alguns aspectos existentes.Em Sete Lagoas, a captação da água é subterrânea. Na maioria dos casos, o bem é retirado de poços profundos, que chegam a até 100m de profundidade. Assim, o recurso já chega à superfície sem maiores contaminações, uma vez que passa por um processo de filtração natural do subsolo. Para atender as exigências da portaria do Ministério da Saúde e fornecer uma água de qualidade à população da cidade, o SAAE (Serviço Autônomo de Água e Esgoto) realiza apenas um simples procedimento de cloração.

Eleições 2010. Hélio Costa diz que PMDB não tem compromisso com o PT para 2010

Para ministro, o PMDB precisa fazer uma revisão do quadro eleitoral

Por Amália Goulart, O Tempo:
O ministro das Comunicações, Hélio Costa (PMDB), disse ontem que seu partido não tem compromisso com o PT, no que diz respeito à política de alianças estaduais e até mesmo à nacional, em 2010. O ministro pressionou os petistas, alegando que a legenda está próxima ao PSDB em vários Estados, inclusive em Minas Gerais, onde ele tenta o apoio petista para sua candidatura ao Palácio da Liberdade. Costa se reuniu ontem com o governador Aécio Neves (PSDB).
Ao comentar a posição do presidente da Câmara dos Deputados, Michel Temer (PMDB), de que a legenda poderia liberar as alianças nos Estados, Costa disse que os tucanos podem compor com os peemedebistas pelo país afora. "É uma posição inteligente até porque o PMDB tem excelentes relações com o governador Aécio Neves. O mesmo ocorre em vários outros Estados", afirmou. PT e PMDB travam uma batalha para construir alianças nos Estados. No plano nacional, a legenda caminha com o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e estaria tentando negociar o apoio petista em algumas unidades da federação em troca do apoio à aliança para eleger a ministra chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff (PT). Mas, segundo Costa, o próprio Lula já disse que as legendas da base não têm compromisso eleitoral com o PT.
"A posição do próprio presidente da República é de que nunca houve compromisso com os partidos da base aliada e que esses partidos, que hoje compõem o apoio do governo do presidente Lula, não estão obrigados a fazer coligações no futuro", afirmou.

Revisão. O ministro disse que está trabalhando para que a cúpula peemedebista faça uma revisão do quadro eleitoral, no sentido de levar em conta um possível apoio à candidatura de Aécio Neves, caso ele ganhe a disputa interna no ninho tucano pela vaga de candidato à Presidência da República, o que mudaria o cenário em Minas Gerais. "Estou trabalhando para que meu partido não feche questão neste momento, principalmente ao governo de Minas Gerais. Da mesma forma, em âmbito nacional", afirmou. "Vejo que realmente temos que começar a contemplar um quadro bem diferente nestes próximos meses porque entendo que o governador Aécio Neves está disposto a participar de prévias em janeiro do ano que vem e tem muita possibilidade de vencer", completou.
Nos bastidores, as declarações de Costa são vistas como uma forma de pressionar o PT a compor uma chapa, encabeçada por ele, ao governo de Minas. Os petistas tem dois pré-candidatos: o ex-prefeito Fernando Pimentel e o ministro de Combate à Fome, Patrus Ananias. Costa afirmou que, em Minas, é favorável a um único palanque da base."Não gosto de dois palanques. Palanque é um só." Continue lendo

A CIDADE VAI ENGOLIR ESSA ESCOLHA?

A política do SAAE atende a visão do prefeito mas não necessiade da população. Investir num sistema sofisticado para tratar a água e fornecê-la num copinho a número mínimo de pessoas é maior evidência que a administração Maroca já deu disso. O que a primeira vista parece ser algo a ser comemorado é o sintoma de um grave erro da visão dessa gente. É uma ofensa para o cidadão que não tem água de qualidade para beber mas vê um sistema de tratamento que vai atender a alguns privilegiados.
Quer água boa? Vá comprar água mineral. Essa é prá poucos.

Quem em sá consiência pode conseber tal política para a água de Sete Lagoas? A cidade vai engolir essa escolha? Vejo esse lance do SAAE como o estopim que pode provocar um debate salutar e transformador. Aceitar calada a péssima qualidade da água, vá lá, aceitar calada esse afronta é outra coisa muito diferente. Acho que o SAAE vai conseguir revitalizar o debate político sobre água. Vejam como pensam nossas autoridades.

Outro dia em conversa privada comigo - por isso não falo seu nome - um vereador me revelou o seu entendimento sobre a questão SAAE X Estatal mineira. Disse ele que a estatal seria melhor para a população mas o SAAE é melhor para o patrimônio. Essa visão do vereador meio que sintetiza o pensamento médio dos dirigentes locais os do passado e os atuais. Uma visão que sobrepõe o interesse patrimonialista sobre o interesse coletivo.

Quer dizer, a elite, ou seria mediocridade, dirigente sabe que a população ganharia com outro tipo de escolha mas faz o jogo patrimonialista. Não sei até onde a população vai aceitar isso?

quarta-feira, 22 de julho de 2009

Que Luxo! Ou: que lixo! O SAAE agora tem água ENVASADA. Mas é prá pouquíssimos. Um luxo EXCLUDENTE E ELITISTA


(Leiam primeiro o posta abaixo)

A administração Maroca resolveu entrar no segmento de envase de água. Veja que chique: “O sistema tem capacidade para embalar 300 copos de água por hora e é operado por dois funcionários. A água, após ser bombeada passa por várias etapas, com filtros, inclusive barreira ultravioleta com lâmpada específica para matar germes e bactérias, dando ótima qualidade à água”, diz a matéria da Prefeitura. Que beleza, não cidadão?

Não é só! Júlio Lima diretor da empresa Diclorina, “responsável pela implantação do sistema de embalagem de copos” diz que a água é melhor que a mineral:

- “A água produzida e nesse sistema de abastecimento bateu em qualidade e sabor uma água mineral que é comercializada em Sete Lagoas, provando mais uma vez que a água fornecida pelo SAAE é de ótima qualidade”

É ou não é um luxo? Não, é muito mais. É um afronta, um desrespeito e um deboche da Administração Maroca com a cidade. Estão gozando a nossa cara. E este senhor responsável pelo “sistema” dá bem o espírito da coisa: o SAAE resolveu entrar na concorrência com as águas minerais comercializadas a população de Sete Lagoas. Não? Claro que sim. A empresa investiu para atender uma micro-parcela de privilegiados que vão receber uma água de padrão superior a entregue ao restante da população. É vergonhoso isso. Isso se chama discriminação.

SAAE envasa água - Orgulho para o prefeito Maroca; afronta à população

O cidadão comum esse terá que ou se sujeitar a beber água sem passar pelo “sistema” especial, essa que o leitor Julio José de Melo diz que dá vontade de vomitar ou mete a mão no bolso e compra água mineral, como faz quem pode. Esse, amigo leitor, é o risco para o qual eu vivo alertando de se ter uma gestão com visão xenófoba e higiênista. Isso é apartheid social. Isso é anti-política pública, melhor, é política público-privada, para alguns.

Vejam senhores e senhoras, a população gasta e vai continuar gastando milhões ao ano com água mineral. Digo vai continuar gastando porque se vingar o projeto de captação de água do Rio das Velhas ele atenderá apenas um percentual da demanda.

O que se está fazendo é uma verdadeiro Apartheid. Uma decisão que atende a uma visão expressa logo no início na nova gestão no SAAE, que estava expresso no lema em vermelho. O pano de fundo que levou a esse inventísmo elitista.

Inovação. Mergulhe nessa idéia.

Quanto equivoco em tão poucas palavras. A visão da administração que assumiu o SAAE. Diante de tantas carências que tem a Autarquia e, sobretudo, infraestrutura de saneamento da cidade, o dirigente, senhor Ronaldo Andrade comunica que o foco é a Inovação. Por isso, desde sempre disse este senhor pode até ser um gerentezinho, mas líder não é. Não sei se por falta de visão ou falta de boa fé. O certo é que a cidade hoje é refém de um SAAE invencionista. Que é capaz de dirigir recursos humanos, financeiros e intelectuais para fabricar uma água sofisticada enquanto o restante recebe e continuará recebendo uma água de péssima qualidade.

Para arrematar. O título da matéria que a Prefeitura encaminhou para no release é: SAAE comprova qualidade da água. Mas o correto é: SAAE debocha da nossa cara.