segunda-feira, 20 de julho de 2009

Governo Lula quer uma nova CPMF, agora com nome de CSS (Contribuição Social para a Saúde). Só se for para saúde do PT

Mágoa de Lula com fim da CPMF pode dar fôlego para votação de novo imposto
Por Márcio Falcão, na Folha Online. Comento abaixo:
A declaração do presidente Luiz Inácio Lula da Silva sustentando que a única mágoa que vai levar de seu governo é a queda da CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira) promete dar fôlego à criação de um novo imposto voltado para a saúde. Líderes governistas dizem que vão defender que a matéria seja discutida pela Câmara em agosto, na volta do recesso parlamentar.
A ideia dos líderes alinhados ao Palácio do Planalto é retomar a votação da CSS (Contribuição Social para a Saúde). Com aval do presidente Lula e pressão dos prefeitos, os governistas avaliam que a proposta pode ganhar força.
"Os prefeitos fizeram esse pedido na marcha [Nacional dos Prefeitos, realizada em Brasília na última semana] e o presidente Lula também defendeu. Acredito que ser for pautado e se os prefeitos vierem à Câmara para pressionar, vai aprovar. Estamos na verdade atrasados quanto a uma solução para a área da saúde", disse o vice-líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR).
Para a oposição, propor um novo imposto é incoerente diante da crise financeira internacional. "Não há clima perante a sociedade sob nenhum aspecto para aumento de tributo, principalmente criar essa contribuição sobre a saúde que é uma CPMF disfarçada, uma maquiagem da CPMF. Ninguém quer mais CPMF, CSS ou seja lá que nome for", afirmou o vice-líder do PSDB, deputado Duarte Nogueira (SP).

Comento
Como se vê Lula quer cada vez mais um estado pesadão. Ano passado já sem a arrecadação da CPMF a carga tributária bateu recorde de arrecadação, alimentando a bocarra petista do inchaço do serviço público com seus bate-paus. Um novo imposto não é apenas conjunturalmente em função da crise inadmissível e ele é um verdadeiro escracho do cidadão por conta do fardo de impostos. O Brasil tem é que fazer com responsabilidade uma reforma adiministrativa para deixar a maquina mais leve e eficiente.

Ademais, é muito esquisita essa história de que a mágoa do Lula pode dar fôlego a criação de um novo imposto, não é mesmo? Se o Lula ficou magoado a sociedade ficou aliviada com fim da CPMF. Mas o que parece magoar o camarada Lula não é fim em si do imposto mas o atrevimento sobretudo do partido Democratas que teve a coragem de encará-lo para por fim na CPMF. Aí está a razão da mágoa do apedeuta Lula. Pena que ele não tenha mais algumas mágoas para lamentar e sociedade para comemorar, não é verdade contribuinte?
Postar um comentário