segunda-feira, 31 de agosto de 2009

O ATUAL projeto de captação de água no Rio das Velhas é muito ruim, mas faltou criar uma alternativa; ou Paulo Rogério certo e errado

(Correções daqui a pouco)
Leiam essa fala de Paulo Rogério sobre a ex-linha de credito para o projeto de captação de água no Rio das Velhas, volto em seguida:

O secretário afirma que o financiamento não é gratuito e o valor é muito alto. "Vai sobrar para o contribuinte pagar. É preciso descobrir uma solução mais próxima de nossa realidade, mais barata e melhor para o município”, CONSIDERA, PRATICAMENTE DESCARTADO O PROJETO. Para ele, há onde buscar recursos sem precisar endividar o município.

Voltei
Muito lúcida a fala do agora secretário de obras, Paulo Rogério. O que Paulinho, como é conhecido, argumentou para rejeitar o projeto é o que eu sempre disse e em minha opinião esse projeto tem outros graves erros. Exemplo: o empreedimento de captação de água atenderia menos da metade da demanda atual água e menos ainda quando ficasse pronto. Tem mais coisas ruins nele o preço exorbitante, ou seja, a relação custo-benefício é péssima comparado com proposta oferecida pela Copasa que com muito menos faria muito mais: na verdade seria suficiente resolver a questão da água de Sete Lagoas.

Outro ponto que Paulo Rogério não saiba, ao parece, é que a conta chegou antecipadamente no bolso do consumidor. Sabem aquela taxa de resíduos sólidos? Pois é, ela foi criada para cobrir as contrapartidas do PAC. E não precisa acreditar em mim é só perguntar para alguns dos vereadores que aprovaram essa excrescência.

Alias, esse projeto do SAAE de captar água no Rio das Velhas em Funilândia tem muitos outros inconvenientes como falta de carpintaria do SAAE para realizar a tarefa de tratamento de água, e pior, em uma água de difícil tratamento. Inclusive a própria Copasa tinha muita dúvida da conveniência de implementar essa operação. O que aconteceu foi que Sete Lagoas pegou o esboço de um projeto preliminar da Copasa e afoitamente e sob pressão do deputado Macio Reinaldo, fez um Projeto Executivo, diga-se muito ruim, que custou algo em torno de 1 milhão de reais. Nesse sentido, Henrique Bandeira da Copasa já me disse que a fonte de água no caso da Estatal de Minas Gerais (portanto, nossa) poderia evoluir, caso ela viesse ou venha para a interligação com Belo Horizonte. Era o mais certo de acontecer.

Mas volto ao Paulinho no título disse que ele está e errado já falei do que considero que ele acerta; agora falo do que ele, e não só ele, mas o Governo Maroca mete os pés pelas mãos. E no que eles estão errados? Não buscaram a alternativa que chegou a sugerir o próprio Paulinho na entrevista ao jornalista Celso Martinelli: “Para ele [Paulinho], há onde buscar recursos sem precisar endividar o município. Paulinho até tinha a intenção de trazer a Andrade Gutierrez como me disse ele naquela entrevista história ao blog. Mas e aí o que aconteceu? Nada. O governo não agiu.

Esse projeto do Rio das Velhas é de fato péssimo. Um erro mesmo. Além de não atender suficientemente a demanda ele faz com que a cidade aplique sua capacidade de financiamento em uma área para a qual se pode fazer concessão do serviço e trazer os recursos que a cidade precisa a custo zero. Isso é possível de ser feito nas áreas sociais como saúde, educação, assistência social entre outras áreas? NÃO!!! Assim se eu empregar o que a cidade pode tomar de recurso no saneamento como ficam as outras áreas? A propósito áreas que não recebem investimentos necessários há décadas em Sete Lagoas, não é mesmo?

E agora eles estão numa encruzilhada e inventaram a tal interligação como solução mágica, desmentindo até mesmo seus próprios argumentos anteriores que mostram que integrar poços e construir reservatórios para reservação é inútil, se você não tiver fontes de água fora da cidade para aumentar a oferta do bem. Quer dizer, abandonaram uma alternativa sem criar outra. A situação agora é a pior dos mundos perdemos tempo e a situação da escassez de falta de água só agrava.

Eles não sabem o que fazem.

Comentário critica Marcelo e Duílio

Câmara Cover de Sete Lagoas aí está embrião da iniciativa de Geraldo Padrão da Rádio Musirama de SL: "O Malodromo"

Na foto: Magêla Ribeiro, Douglas Melo, Jaiminho, Lambreta, Geraldo Donizete, Paulo Roberto, Paulão, Mazarope, Marlúcio Menezes, André Lupiano, Mauro Capanema, Geraldo Padrão, João Carlos e Fernando Padrão

Hoje o dia será quente com muita produção

Mais tarde:
  • A linha de credito do BNDES e a Inércia
  • A crise da água na prática com vídeos
  • PEC dos vereadores é um fato político forte e pode levá-los a tomar posse
  • A Câmara do Cover e foto do "Malodromo"

SL PERDEU O PROJETO DO RIO DAS VELHAS (BNDES) E O GOVERNO MAROCA INVENTOU O FACTOIDE DO FIM FALTA D’ÁGUA PARA OCULTAR O PREJUIZO E ILUDIR A POPULAÇÃO


“FIM DA FALTA D'AGUA COM A INTERLIGAÇÃO DOS POÇOS ARTESIANOS!” Este foi o release que o Governo Maroca encartou na imprensa que republicou o acriticamente a matéria da Secom/Prefeitura tomando a voz oficial com verdade. Entretanto, ao fazer uma simples consulta no arquivo jornalístico ou na internet se identifica que se trata de um factoide requentado. Veja a seguir a matéria deste final de semana e compare a outra que de junho.

Neste final de semana.
"A obra, já licitada, será executada pela empresa Prefisan Global; ela deverá ser iniciada em 15 dias. Esta obra vai integrar todo o sistema de água da cidade, resolvendo de vez o problema da falta de água. Isto significa que a região de maior produção estár atendendo a que produz menos", explica o engenheiro Geraldo Guaraci.

Em junho, eles já tinham anunciada a interligação e até a data para o projeto começar como mostra um trecho da matéria a seguir do jornalista Celso Martinelli:
SEGUNDO RONALDO ANDRADE, SERÁ INICIADA NO PRÓXIMO MÊS A CONSTRUÇÃO DE UM GRANDE ANEL DE DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA QUE PASSARÁ POR TODA A CIDADE. COM RECURSOS NA ORDEM DE R$ 33 MILHÕES DO PROGRAMA DE ACELERAÇÃO DO CRESCIMENTO (PAC), A OBRA VAI VIABILIZAR A INTEGRAÇÃO DE POÇOS ARTESIANOS E EQUILIBRAR O FORNECIMENTO DE ÁGUA, DEFICITÁRIO em algumas regiões do município. ‘A obra é viável e necessária, tem vida útil maior que os poços artesianos. A captação vai proporcionar grande alívio aos poços, que hoje funcionam 24 horas e, com a adução do Rio das Velhas, serão exigidos apenas 16 horas diárias. O abastecimento será garantido, com qualidade, para uma população de até 400 mil habitantes, afirmou.

Ou seja, estamos diante de uma fraude jornalistica. A prefeitura está requentando uma informação com ares de grande novidade e feito. Mas é preciso estar atento para se perceber algo ainda pior. Vocês reparam que a notícia requentada, não fala mais do projeto de captação do Rio das Velhas [vide matérias completas nos jornais]. Esse é o detalhe revelador desse factoide.

Pois é, a única notícia nova, relevante e bombástica que tem neste factoide, é esta: SETE LAGOAS NÃO TEM MAIS A DISPOSIÇÃO O FINANCIAMENTO DO BNDES PARA A CAPTAÇÃO DE ÁGUA NO RIO DAS VELHAS. Informação do engenheiro Geraldo Guaraci também revela isso. Sete Lagoas está inclusive tentando reaver a linha de credito e Guaraci me comunicou inclusive que o Ministério da Cidade está analisando novamente a viabilidade do projeto "qual o ganho que a cidade pode ter..." - o Ministério da Cidade, ele me disse, pode vir a Sete Lagoas. Em síntese: o recurso que o governo passado deixou garantido para o projeto do Rio das Velhas junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Social (BNDES), agora NÃO ESTÁ MAIS GARANTIDO. O processo está sendo reavaliado e retornou a etapa inicial de análise pelo Ministério da Cidade e só depois se aprovado nessa etapa é que vai novamente para o BNDES também reavaliar pondento aprovar de novo ou negar [etapas que já tinham sido vencidas].

Mas o que houve para isso, pode perguntar naturalmente quem não acompanha cotidianamente das políticas públicas da cidade. Eu poderia dizer que a responsabilidade pela indisponibilidade do financiamento é do Secretário Paulo Rogêrio. Foi ele quem travou o recurso como podem constatar nesta matéria do Jornal Sete Dias, mas é uma responsabilidade mesmo de governo. Explico em seguida à matéria:

Captação de água do rio das velhas será revista (data 16-01-09)
Em entrevista esta semana para o SETE DIAS, o Secretário Municipal de Obras e Infra- Estrutura Urbana, Paulo Rogério Campolina Paiva, afirmou que o projeto que prevê a captação de água do Rio das Velhas para abastecer Sete Lagoas não está garantido.
Visto como uma ‘sobra revolucionária pelo prefeito anterior, Leone Maciel, ainda não passou pelo crivo da nova administração. Na ocasião, foram tratados até mesmo valores para financiar a obra: R$ 77 milhões junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Para o secretário, serão estudadas outras opções mais viáveis.
(...)
O secretário afirma que o financiamento não é gratuito e o valor é muito alto. Vai sobrar para o contribuinte pagar. É preciso descobrir uma solução mais próxima de nossa realidade, mais barata e melhor para o município”, CONSIDERA, PRATICAMENTE DESCARTADO O PROJETO. Para ele, há onde buscar recursos sem precisar endividar o município. O antigo projeto prevê a construção de uma adutora de 28 km de extensão entre Sete Lagoas e Funilândia, município onde seria instalada uma Estação de Tratamento de Água (ETA). A obra seria executada através de um consórcio de empresas. Concluída, estava prevista a desativação de 90% dos poços artesianos que atualmente abastecem a cidade.

Como podem ver é fácil compreender porque Sete Lagoas não tem mais o financiamento a disposição. O Secretário rejeitou o recurso. Paulo Rogério sempre defendeu que a cidade tem em seu subterrâneo a quantidade água suficiente para a demanda. A propósito esse era o discurso de campanha do prefeito. Quer dizer, ambos desconheciam ou tentavam ignorar a realidade da escassez de água que acontece o ano inteiro e se agrava dramaticamente nos períodos de estiagem. Mais: ignoram o histórico progressivo de queda na produção dos postos artesianos que a cada ano diminuem a vazão ofertando menos água para uma crescente de demanda com o rápido crescimento da cidade.

Está claro por outro lado que o governo não tinha e não tem um consenso sobre qual é a saída para evitar o eminente colapso no abastecimento que já está acontecendo e pode se chegar grau insustentável para Sete Lagoas. Nesse sentido “o fim da falta de água” por decreto é um factoide para iludir a população que está revoltada com a situação da água: escassez do bem e, sobretudo, a falta de qualidade da água. Esse factoide tenta ocultar a realidade e o imobilismo fruto idéias simplistas e equivocada da gestão familiar, somada um suposto heroísmo salvacionista no SAAE, como se fosse possível uma mágica para cobrir o saldo deficitário grandioso na infraestrutura de saneamento da cidade.

A integração não resolve o problema da escassez
O presidente do SAAE em junho dizia que a captação de água no Rio das Velhas iria equilibrar o sistema "A captação vai proporcionar grande alívio aos poços, que hoje funcionam 24 horas e, com a adução do Rio das Velhas, serão exigidos apenas 16 horas diárias".
Agora num desrespeito a inteligência das pessoas dizem que a interligação de poços será suficiente para acabar de uma vez por todas com a falta de água. Ora, só podem estar imaginando que a população é trouxa ao contradizerem a si mesmos, e imaginar que as pessoas vão confiar numa afirmação que contradiz a posição anterior do próprio SAAE.

Bem, a interligação dos poços pode levar é a fadiga dos poços de maior produção. Não podendo reduzir a carga de trabalho terão que trabalhar 24 horas para suprir deficiência dos poços improdutivos e ainda dar conta do aumento da demanda levando-os ao estressamento e ao risco de colapso não mais localizado, mas total do sistema.

Conclusões. Resta evidente que estão tentando criar um factoide para fazer frente ao fato do grave crise de abastecimento por toda a cidade e a perda do projeto do Rio das Velhas [o que já não era grande coisas, falo mais depois]. Eles ficaram oito meses hesitando tomar decisões e batendo cabeça internamente. Perderam o financiamento e agora desesperadamente diante da gravidade do problema tentam vender ilusão e ludibriar a opinião pública. Infelizmente estamos diante de uma incompetência trágica para a população. E esse arremendo de gestão formado por uma colcha de retalhos não consegue tomar decisão e chegar a uma posição de governo para agir.

domingo, 30 de agosto de 2009

Fim da Falta de água em Sete Lagoas, COMO SERIA BOM SE FOSSE VERDADE 1 - OU MAIOR FACTOIDE DO GOVERNO MAROCA


O Governo Maroca resolveu aderir de vez a demagogia e ao factoide repetindo o velho modo de governar na cidade. Em release transformado em manchetes na imprensa áulica a administração Maroca decretou o fim d' falta da água em Sete Lagoas. É o fim mesmo da última gota de vergonha do Governo Maroca, eles perderam de vez o pudor em enganar os ainda bobos que acreditam neles. Vamos a historinha deles.

De acordo com o release que vem assinado pela Secom/Prefeitura e plantado na imprensa a solução para o problema da falta de água "é a interligação do sistema de distribuição de água na cidade". E para tornar a notícia mais verossímil o prefeito já fala dos transtornos provocados pela obra: "pedimos a compreensão e a paciência de todos". Bem, essa é só uma parte da história.

E a história completa é:
1) a interligação de um sistema de abastecimento de água não tem o poder mágico de fabricá-la e a fonte subterrânea é cada dia incapaz de ofertar a quantidade suficiente de água que Sete Lagoas precisa.
2) o financiamento para buscar água do Rio das Velhas voltou, atenção!, a estaca zero. Como eu sei? O Engenheiro Geraldo Guaraci da Secretaria de Obras me informou na sexta-feira que o dinheiro para captação de água no Rio das Velhas que como sei já esteve liberado pelo BNDES agora voltou como ele me disse a análise do Ministério das Cidades e só depois, se passar dessa etapa, é que vai novamente para avaliação do Banco Nacional de Desenvolvimento Social (BNDES) para aprovar ou NÃO esse endividamento.

Portanto, diante da informação completa, a situação e a perspectiva em relação água é de piora e agravamento do quadro que a cada momento está pior por causa da relação: demanda cada vez maior x oferta cada vez menor. O precipício está cada vez fica mais perto e o sistema está muito próximo de chegar ao colapso. Nessa situação a interligação da rede é inócua.

Assim, então, qual é objetivo da notícia plantada na mídia local acrítica sobre o fim da falta da água na cidade? Ludibriar a população que se encontra revoltada com a escassez de água por toda a cidade. Eles estão metaforicamente brincando com fogo. A cidade está a beira do colapso e a sua única fonte de água que está se esgotando e eles estão tentando tapear a população para não ter que admitir que a solução é estrutural e eles não fizeram nada de concreto até agora. Essa medida de interligação é pontual e não resolve o problema da falta de água porque não é capaz de produzir água, sobretudo, no verão que vazão dos poços caem mais de 20%.

A questão da água de Sete Lagoas é muito grave e não se limita ao risco de colapso no abastecimento. Existem outras ameaças que se somam a essa como a retirada cada vez maior de água do subsolo e pode levar a abatimentos mais graves do que os que estão acontecendo e o risco da contaminação da água que na prática não tem controle de potabilidade e pode levar a letalidade de pessoas. A interligação em caso de contaminação da água só faz aumentar a escala do problema, é o caso do ferro e manganês do CDI que pode atingir depois da integração a água de toda cidade.

O certo, amigos leitores, é que o Governo Maroca está recorrendo ao factóide porque não recorreu no início do governo a solução certa e agora para atenuar a pressão popular expõe o velho jeito governar.

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Preparem-se: cerca de 8.000 novos vereadores vêm aí

Do O Tempo:
Redução dos repasses para as Casas em R$ 1 bi não é consenso. PEC. Proposta apreciada ontem em comissão da Câmara segue para o plenário onde deverá ser aprovada

Brasília. Na madrugada de ontem, em menos de meia hora, foi lido e aprovado na comissão especial da Câmara, parecer favorável à recriação de 7.343 vagas de vereadores em todo o país. Ao todo, 22 deputados aprovaram, simbolicamente, o texto da emenda constitucional que trata da recomposição das câmaras de vereadores. A emenda ainda terá que ir ao plenário da Casa - já na próxima quarta-feira - e, se aprovada, será a vitória do pesado lobby dos suplentes das eleições de 2008, que não tiveram votos suficientes para ter um mandato, mas que poderão assumir uma vaga após a promulgação do texto.

A emenda é retroativa ao processo eleitoral de 2008 e segundo o relator, deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP), obrigará a Justiça Eleitoral a fazer o recálculo do quociente eleitoral para acomodar os novos vereadores. O número de vereadores é proporcional à população dos municípios, variando de nove a 55.

Cálculos da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), com base na população de 2008, apontam para um aumento maior, de 7.854 vagas. Faria de Sá afirma que o aumento é acompanhado de um corte no repasse de verbas das prefeituras às câmaras porque haverá redução nos percentuais desses repasses.

Hoje esse percentual varia de 5% a 8% da receita e pela emenda serão 7% a 3,5%. Segundo Faria de Sá, a economia será de R$ 1,4 bilhão.

Críticas. O presidente da CNM, Paulo Ziulkoski, e o deputado Vitor Penido (DEM-MG), afirmam que não será uma redução de fato. Eles explicam que o cálculo se baseia nos valores totais previstos para os gastos das câmaras, mas nem todas usam o limite máximo permitido.

"A redução não será efetiva, pois as câmaras municipais em 2007, por exemplo, gastaram cerca de R$ 5,7 bilhões, valor abaixo do disponível (R$ 8,91 bilhões)", explicou Ziulkoski.

O deputado Penido tentou apresentar emenda com redução maior do percentual de gastos com as câmaras e atrelando à receita do município e não ao número populacional. Mas não obteve o apoio de 171 deputados para a emenda "Não haveria problema em aumentar a representatividade, se houvesse um corte verdadeiro no repasse de verbas", disse Penido. , mais aqui

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

O chato

Tem um esbirro na prefeitura que faz questão que o pronome de tratamento de seus superiores sejam rigorosamente seguidos. E pior, se ele achar que tem uma certa intimidade com o edil de onde se originou o ofício ele mete-se a dar lição na equipe desse parlamentar. Invasivo e descortez toma a liberdade de cobrar dessa equipe, acredite, o pronome de tratamento rigorosamente certo para seus chefes. Não admite que uma correspondência de um desses secretários de Maroca traga, por exemplo, Vossa Senhoria (V. S.ª) no lugar de Vossa Excelência (V. Ex.ª). Mau sabe o sujeito que de tratamento de verdade ele não entende bulufas. Paciência, afinal, se o prefeito mantém no seu gabinete esbirros com tempo para esse tipo servicinho, fazer o quê?

Ato falho

Na reunião dessa terça-feira o presidente da Câmara, vereador Duílio de Castro (PMN), chamou o colega Caio Dutra (PMDB) de líder do... prefeito. Justificativa possível: o líder do prefeito Renato Gomes (PV) é tão apagado que o principal líder da oposição é confundido com líder da situação.

PEC DOS VEREADORES APROVADA NA COMISSÃO ESPECIAL – FALTA SÓ MAIS UM PASSO, MAS ACHO DIFÍCIL ELA SER IMPLEMENTADA NESTA LEGISLATURA


Da assessoria do deputado Arnaldo Faria de Sá encaminhada agora de manhã ao blog:

Encaminhamos, para conhecimento, notícia publica há pouco na página da Câmara dos Deputados. O Parecer do Relator, Deputado Arnaldo Faria de Sà, foi aprovado na madrugada de hoje.

Tempo real - 27/08/2009 09h48
Comissão especial aprova PEC dos Vereadores

A proposta de emenda à Constituição que aumenta o número de vereadores no País (PEC 336/09) foi aprovada nesta madrugada na comissão especial que analisava o assunto.

A PEC eleva a quantidade de vereadores dos atuais 51.748 para até 59.791. A proposta tramita apensada à PEC 379/09, que reduz os gastos com os legislativos municipais. O percentual máximo das receitas tributárias e das transferências municipais para financiamento da Câmara de vereadores cai de 5% para 4,5% nas cidades com mais de 500 mil habitantes.

O texto foi aprovado na forma do substitutivo do relator, deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP). A PEC ainda precisa ser votada pelo plenário em dois turnos.

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Uma notícia que não surpreende: "Casos de Gripe Suína aumentam em Sete Lagoas"

Do Portalsete. Leiam comento a seguir:
O Secretário de Saúde José Orleans da Costa (foto), reuniu a imprensa nesta terça-feira para dar uma notícia preocupante. Os casos suspeitos da Influenza A (H1N1) não param de subir em Sete Lagoas.
Na cidade o quadro de infecção do vírus chama à atenção. O elevado número de crianças maiores de 5 anos e jovens até os 20 anos com suspeita da Gripe Suína.
Segundo José Orleans o comitê de enfrentamento da Gripe Suína divulgou um novo protocolo onde as grávidas que tiverem sintomas de gripe possam tomar o medicamento Tamiflu. Atualmente uma mulher que estava grávida de 32 Semanas perdeu o Bebê e continua internada no Hospital Nossa Senhora das Graças no C.T.I. respirando com ajuda de aparelhos e com suspeita de estar contaminada.
O secretário de Saúde recomenda para que as pessoas evitem aglomerações.

Comento
Isso é pura matemática. Explico. A irresponsabilidade de que se cometeu em Sete Lagoas ao com a realização da Exposete não poderia dar em outra coisa senão a maior propagação da doença. O secretário, agora, vem dizer para as pessoas que evitem aglomerações? Ora essa, a maior aglomeração foi promovida no momento mais perigoso da propagação da doença pelo e com o apoio do poder público. Não canso de dizer a realização da EXPOSETE FOI UMA IRRESPONSABILIDADE!!!

'Ah, você não gosta do evento por isso está dizendo isso?' Não, não, eu gosto, apoio e até já ganhei um dinheirinho lá (foto). A Exposição é um patrimônio valioso para Sete Lagoas e região, mas neste momento falava mais alto o risco que foi sumariamente negligênciado pelo Governo Maroca: A Gripe Suína.




Em 1995 e 1996 tive Stande na Exposete, com excelentes resultados. Defendo o evento, mas considero a sua realização este ano um ato de irresponsabilidade. Na foto estou com alguns dos membros da minha equipe na época: ao meu lado, Wagner, no funo Flávia Couto e de costas Marcos Clemente.

Um filme bastante forte sobre o drama da saúde de Sete Lagoas, gravado no dia 19 da semana passada

Maroca é o Forasteiro nº 1


Gustavo, que creio, seja o Paulino faz uma ressalva no post abaixo sobre a crítica dura que fez o Pastor Alcides na Rádio Cultura à administração municipal e, sobre, a qual eu fiz um lacônico comentário. Gustavo diz que as "críticas são sempre importantes" e contribuem para "correções de rota". Discorda no entanto é quanto a insistente crítica aos chamados forasteiros.

Como está anotado endossei a crítica do Pastor Alcides até porque ela coincide com o que penso e venho reiteradamente chamando atenção sobre mediocridade do gestor, a sua falta de visão e, consequentemente, de uma agenda ambiciosa que esteja à altura dos desafios e das oportunidades que tem essa terra de naturais maravilhas, que é a cidade de Sete Lagoas.

Endossei a contundente crítica a administração porque de fato o Governo Maroca precisa não de uma simples correção de rota, uma lapidação - um ajuste. Se assim fosse bastaria uma aperfeiçoamento, uma retificação e não é isso que acredito que falta. Como está neste post do dia 20 de março o qual eu reproduzo um pequeno trecho a seguir:

Ele [Maroca] também admitiu que o seu governo tem cometido "deslizes"(...) E o que pode parecer equívocos eventuais são muito mais erros fruto do despreparo, da falta de um diagnóstico feito com seriedade previamente e, sobretudo, de uma visão torta- elitista-hegienista- com que essa gente chegou ao poder. Sim, é simpático admitir um erro e pedir desculpas? É. A questão é que não se trata de imperícias apenas, mas decisões tomadas sobre valores errados.

A mudança precisa ser profunda e transformadora na própria maneira se enxergar o futuro da cidade. Quem conhece o prefeito sabe que ele tem muito mais uma visão de passado que de futuro. E é exatamente esse conflito de mentalidade do passado com demanda de futuro que tem a sociedade sete-lagoana, que vem provocando desde o primeiro dia que Maroca assumiu uma crescente tensão, um duelo, as vezes barulhento; as vezes silenciosamente desalentador.

E aqui faço um registro ressalvando a minha discordância em parte quanto a crítica do Pastor Alcides aos "forasteiros". Esse não é o problema do Governo Maroca, o problema do Governo Maroca é o... Maroca. A equipe é até boa, o problema é a falta de um comandante com visão e, como me disse um empresário que votou no Maroca, com vontade de fazer as coisas. Precisamos urgentemente de uma Visão de Futuro empolgante capaz de mobilizar corações e mentes, mas a realidade é que temos um prefeito de cabeça provinciana e bairrista que tenta nos aprisionar no passado de supostos bons modos e valores.

Quanto a minha discordância em boa parte à crítica aos forasteiros é porque como já disse não a problema em trazer um ou outra pessoa de fora que agregue valor a gestão. Entretanto, o prefeito foi buscar, como ele disse no teatro que chamou de entrevista dos 100 dias, gente de fora porque não queria pessoas sensíveis à influências desse ou daquele amigo local. O que revela o seu medo de ser questionado e sua incapacidade de dirigir. Certo, afinal gente daqui que conhece o Maroca e que vê e quer um futuro mais promissor não se sujeitaria a realizar um visão de passado e o confrontaria com a realidade. Assim é melhor buscar alguns desconhecidos e colocá-los a serviço, não da cidade, mas de um projeto particularista do prefeito, não é mesmo?

Neste sentido, está claro, Maroca tem dificuldade em trabalhar com lideranças locais, é o caso da AMAV, é o caso dos comandos policiais da cidade e outras lideranças mais. Fraco como dirigente assusta-se com a força moral de outros líderes. Recordam-se que o prefeito foi se reunir com empresas privadas de segurança a conversar inicialmente com os comandos locais das polícias. E mais: veja que ele não da a cara, corre de entrevistas, esconde suas intenções até hoje. Ele sabe bem que está em desacordo com a realidade. Por isso, é o verdadeiro forasteiro que não conhece a realidade da cidade que sonha com um fantástico futuro. Em tempo: Gustavo Paulino, para quem não sabe, nasceu em Belo Horizonte, mas é muito mais sete-lagoano que o mais forasteiro dos sete-lagoanos: o prefeito fora da realidade.

Mortes por gripe suína em Minas Gerais sobem para 12

Paciente de 48 anos que morreu no dia 31 na capital também estava infectado
Renata Medeiros

Do O Tempo:

Já são 12 as mortes ocasionadas pela gripe suína em Minas Gerais. Além das seis mortes divulgadas anteriormente, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) confirmou ontem outros seis óbitos - quatro no interior e dois em Belo Horizonte. Nesse balanço, no entanto, não entram duas mortes contabilizadas pelo Ministério da Saúde que ocorreram fora do Estado - em Campinas (SP) e Olinda (PE).

Um dos óbitos confirmados ontem na capital é o de Higino Umberto Scatolin, 48. No último dia 10, a SES descartou a possibilidade de ele ter contraído o vírus H1N1, por meio de nota. Porém, ontem foi informado que a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), para onde foi enviado o material coletado de Higino, repetiu o exame do paciente e, dessa vez, o resultado foi positivo. Higino estava internado no hospital Risoleta Neves e morreu no último dia 31. Ele era hipertenso, diabético e, no momento da internação, apresentava problemas cardíaco e renal crônico.

A outra morte confirmada pela SES em Belo Horizonte foi a da grávida Valquíria Melo de Carmo, 26, anunciada anteontem pela Secretaria Municipal de Saúde. A jovem morreu no último domingo. O bebê - um menino - nasceu com 38 semanas de gestação, sem sintomas.

As outras mortes no Estado ocorreram nas cidades de Coromandel (Alto Paranaíba), Viçosa (Zona da Mata), Uberlândia (Triângulo Mineiro) e Nova Lima (Grande Belo Horizonte). Neste último caso, o paciente de 32 anos tinha obesidade mórbida e morreu também no domingo no Mater Dei, em Belo Horizonte, conforme adiantado ontem por O TEMPO. Sete mortes por gripe suína no Estado foram descartadas ontem. Outros 62 óbitos estão em investigação. Mais

terça-feira, 25 de agosto de 2009

Comentário de Gustavo

Leiam o comentário de Gustavo falo sobre ele no post seguinte:
Gustavo disse...
Críticas são sempre importantes, servem para análises de possíveis correções de rota.O que não concordo, desde o início, é a insistente tese que existem muitos forasteiros na administração. Se houvesse esta resistência a vinda de profissionais de outras cidades para Sete Lagoas, não teríamos aqui o Dr. Márcio Paulino e Dr. Bernardo Alves Costa por exemplo. Para não ficar de fora o Pastor Acides também é de Belo Horizonte, como eu e vários outros.
25 de Agosto de 2009 13:42

Comentário de Crislene

Em primeiro lugar é um prazer ter você aqui novamente... Uma pessoa tão inteligente e um crítico tão competente não pode nos privar de suas palavras diárias. Um bom retorno pra você e uma ótima leitura pra nós, seus leitores de plantão!
Em segundo lugar fiquei muito contente em ter meu blog indicado por você, fato que já o valoriza muitíssimo. Valeu Léo! Abraços!
Publicar Recusar

O Grupo Galpão convida...

Toda a sociedade de Sete Lagoas, em especial a classe artística e a imprensa da cidade, para participar de um bate-papo com atores da peça "Till - a saga de um herói torto" no dia 27 de agosto, das 14h as 16h, no Casarão (Centro Cultural Nhô Quim Drummond).
Na oportunidade, o Grupo pretende contar a sua história e o processo pelo qual passaram ao longo de tantos anos de trabalho e atuação na cena artística do estado e do país. O Grupo estará disponível para perguntas do público presente.

Ritmo

Aos poucos a produção voltará totalmente ao normal. A questão é fiz uma imersão profunda um projeto que logo vocês conhecerão o resultado e tive que me afastar um pouco do dia-a-dia.

Funcionários da Receita Federal reagem a tentativa de aparelhamento do Orgão pelo PT e entregam os cargos

da Folha Online
Mais de 10 funcionários da Receita Federal colocaram os cargos à disposição nesta segunda-feira em protesto às exonerações de dois assessores ligados à ex-secretária Lina Vieira. Entre os funcionários estão cinco superintendentes regionais, coordenadores, além do subsecretário de Fiscalização, Henrique Jorge Freitas da Silva.
Segundo a Folha Online apurou, pediram demissão os superintendentes regionais Altamir Dias de Souza, da Quarta Região Fiscal; Dão Real Pereira dos Santos, da Décima Região Fiscal; Eugênio Celso Gonçalves, da Sexta Região Fiscal; Luís Gonzaga Medeiros Nóbrega, da Terceira Região Fiscal; e Luiz Sérgio Fonseca Soares, da Oitava Região Fiscal.
A reportagem procurou a Receita Federal, que não vai comentar as demissões.
Em carta enviada ao secretário da Receita Federal, Otacílio Cartaxo, que a Folha Online teve acesso, os funcionários se declaram "impossibilitados" de continuar no órgão. Leia íntegra da carta de exoneração dos funcionários da Receita
"Tendo em vista os últimos acontecimentos relacionados com a alta administração da RFB, --a começar pela forma como ocorreu a exoneração da ex-secretária Lina Maria Vieira, passando pelos depoimentos realizados no Congresso Nacional, e as recentes notícias veiculadas pela mídia nacional, denotando a clara e evidente intenção do Ministério da Fazenda de afastar outros administradores do comando da Receita Federal,-- e considerando que essas medidas revelam, sem dúvida, uma clara ruptura com a orientação e as diretrizes que pautavam a gestão anterior, nós, subsecretário de Fiscalização, superintendentes e coordenadores abaixo relacionados, declaramo-nos impossibilitados de continuar participando da atual administração da RFB", diz a carta. Mais

SELTUR elabora plano de negócios para o Parque da Cascata

Do Portal Sete:
No dia, 13 de agosto, aconteceu o primeiro encontro para elaboração conjunta de um plano de negócios para o Parque da Cascata. Iniciativa da SELTUR (Sete Lagoas Turismo, Lazer e Cultura), o evento tem o objetivo de identificar as oportunidades para o local e o nicho de mercado em que o parque se enquadra como atrativo turístico. O auditório da Secretaria de Educação recebeu ótimo público, composto por representantes do Poder Público, Defesa Social, Meio Ambiente, Terceiro Setor, membros do comércio e empresariado local, além daqueles que se posicionam a favor do desenvolvimento do parque. Durante toda a manhã, os presentes debateram o assunto e puderam manifestar suas idéias de planejamento para o parque.
Para a Presidente da SELTUR, Geyse Mendes, o encontro foi muito produtivo e demonstra a intenção da administração municipal, juntamente com a iniciativa privada, em investir no turismo. “Estamos em um momento extremamente oportuno para o desenvolvimento de novos negócios no município. Nosso objetivo é criar um plano para tornar o Parque da Cascata um grande atrativo turístico e uma opção de lazer para os moradores de Sete Lagoas. Além da exploração turística, também não podemos perder de vista a questão da preservação ambiental, uma vez que o parque está situado em uma APA (área de preservação ambiental). Assim, temos que ter uma responsabilidade ainda maior sobre o patrimônio”, afirma Geyse.
De acordo com a Presidente da SELTUR, as medidas tomadas devem gerar grande desenvolvimento turístico para o município. “Esse planejamento de negócios é muito importante para a cidade. As coisas estão acontecendo. E é assim que vamos desenvolver cada vez mais o turismo local, com iniciativa privada e poder público trabalhando juntos. A SELTUR pretende fazer concessão para empresas explorarem as atividades de lazer, esporte e alimentação no Parque da Cascata”, afirma Geyse Mendes.
A diretoria da SELTUR espera apresentar em breve os resultados do encontro. A autarquia deve promover mais dois encontros para discutir o assunto ainda este ano. "Estamos nos preparando para aproveitar as oportunidades que teremos a partir de 2010, uma vez que Sete Lagoas receberá um grande fluxo de visitas, quando os grandes clubes de Belo Horizonte disputarão jogos do Campeonato Mineiro na Arena do Jacaré", diz Geyse Mendes.

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Contundente

Pastor Alcides, não sei vocês ouviram a sua entrevista na Rádio Cultura hoje, mas ele foi contundente na crítica a Administração Maroca. Aliás, que administração questionou ele o tempo todo. Muito correta sua fala. Ele disse que a cidade tá carente de administrção, falta visão e ação efetiva. Acho que vocês já ouviram isso em algun lugar, não é mesmo?

De volta com vocês

Sim, estou aqui de volta com vocês, amigos, disse que não ia abandoná-los, como não vou. Precisava descansar, mas quase não resisti em voltar antes do prazo que estabeleci. Segunda-feira passada dia 17, eu me senti tentado a escrever, depois de ouvir em entrevista a Superintendente de Vigilância em Saúde, Márcia Cristina Vasconcelos, uma autoridade em saúde, dizer tem que ser considerado na decisão se vai agradar e desagradar a realização de um evento, como a Exposição. Ora, ora, uma autoridade da área que tem responsabilidade de fato com a Saúde Pública não age pensando se vai agradar ou desagradar alguém mas se vai proteger a saúde da população uma decisão.

Mais: ela justificou a não suspensão da Exposete porque, segundo ela não havia transmissão sustentada da doença na cidade, entretanto, no dia em que ela estava sendo ouvida disse que o contágio havia atingido esse estágio de transmissão. Apenas uma semana depois. Conclusão, nesse caso: o evento que reuniu milhares de adolescentes foi um fator contribuínte para o avanço da doença. A realidade é que a data da realização Exposete foi o ponto alto do perigo, é só recordar que todos voltavam das férias, a própria Secretária de Saúde havia suspendido a volta às aulas e milhares de pessoas do país inteiro vieram de outras cidades para à festa.

Mudando de assunto, ao que tudo indica Gustavo Paulino, o Secretário de Desenvolvimento, não está suportando vagarosidade do governo e pode deixar a canoa, não é mesmo? Já o irmão do prefeito perdeu espaço para o secretário tro-ló-ló, Flávio de Castro, que agora se torna o homem forte do governo. Mas o que mais me estranha é o eterno começo do governo que nunca começa. Começou com o choque de gestão, agora estamos fase da retórica participativa e vamo que vamo amaçando barro sem sair do lugar. Com está no filme que fiz para vocês abaixo eles não tem um diagnóstico real dos problemas e oportunidades que tem a cidade. E se é que querem ter, não é mesmo? A verdade é que eles tem uma agenda medíocre, tímida e não estão altura da cidade de Sete Lagoas para fazê-la avançar.

É triste isso. Mesmo com todo o converseiro de ouvir, ouvir, fazer participar o negócio é a mais pura egabelação e enganação. O negócio deles ouvir: "Isso nos permitirá estabelecer um governo mais participativo e nos ajudará a conhecer e atender aos principais anseios dos sete-lagoas", disse semana passada o secretário criador do "Governo Itinerante", Nabab Abelin. Essa semana foi a vez do secretário de Planejamento Flávio de Castro se reunir com outros grupos e resaltar a importância da participação... Êta gente boa para escutar, não é? Lembram-se das Tendas que o candidato Maroca montou nos bairros para ouvir a população? Definitivamente eles são bons de ouvidos e ruins ação-solução. Semana que vem vou monstrar um pouco da minha arte nestas 'férias', assim ficará mais claro ainda esse comportamento do governo do Maroca.

Andei de norte à sul; de leste à oeste na cidade inteira, tem muita coisa interessante para vocês, como é mesmo que eles dizem, "Conhecer Sete Lagoas essa a sua próxima parada". Aguardem, vocês verão que parada. Mas, para ver já eu recomendo que visitem o blog Só um Papo!. Tudo sobre marketing, propaganda, publicidade e eventos na área que estão acontecendo na cidade. O blog é feito com muito carinho e competência pela bela morena, Crislene Duarte (foto).

Prazer estar de volta com vocês...

Sim, estou de volta, agora também em vídeo

sábado, 22 de agosto de 2009

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

3 dias apenas

Caríssimas e Caríssimos,

É só mais um pouco e voltaremos a nos encontrar diariamente: Segunda-feira está bem perto.

Até lá amigos!

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Um pequeno intervalo


Caros,

O ritmo de trabalho vai mudar um pouco, tirarei alguns dias de descanso. Isso não significa que não haverá produção, um ou outro texto vocês encontram por aqui, a regularidade é que vai mudar. Volto ao ritimo normal no dia 25 de agosto, é apenas uma pausa. Afinal não posso abandoná-los, hoje o blog tem mais de 7 mil leitores semanais só em Sete Lagoas e uma boa parte desses leem diariamente a página. Foi um vinculo que nasceu do debate legítimo e construtivo em favor do bem comum e do interesse público, nestes quase dois anos de convivência. E essa pequena mudança de ritmo, amigo leitor, só vai fazer com que a nossa amizade aumente. Até a volta ao ritmo normal e sempre deem uma passada que pode ter novidades.

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

PRESIDENTE E VICE DA CÂMARA DE CARMO DO PARANAÍBA FORAM PRESOS

(Data original da postagem: 13 de agosto de 2010)
Por KARINA ALVES, Portal O Tempo Online:
A pedido do Ministério Público Estadual, foram presos ontem, preventivamente, João Dias da Silva (DEM) e Marcos Aurélio Costa (DEM), respectivamente, presidente e vice-presidente da Câmara Municipal de Carmo do Paranaíba, no Alto Paranaíba, além de outros dois servidores da Casa.

Os quatro estão sendo investigados na operação Judas, deflagrada pelo MP no fim do mês de junho para investigar suspeitas de corrupção no Legislativo.

Segundo a promotoria, o pedido de prisão preventiva foi feito porque, além de os envolvidos estarem prejudicando o andamento das investigações, eles ainda estariam cometendo os esmos delitos.

Além da prisão preventiva, o MP solicitou a quebra de sigilo telefônico dos denunciados. Também foram realizadas diligências para o cumprimento de mandados de busca e apreensão na Câmara e no diretório municipal do Democratas.

Por meio de nota, o Ministério Público informou que a operação foi feita com o intuito de desmantelar uma quadrilha que teria sido formada no Legislativo de Carmo do Paranaíba. Conforme o órgão, a investigação foi motivada pelo descumprimento de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), realizado em função do desconto ilegal na folha de pagamento de servidores que ocupavam cargos comissionados na Casa.

Em vez de devolverem o dinheiro aos servidores, eles teriam apenas simulado a devolução para provar o cumprimento do acordo.

Durante a apuração, segundo o MP, foram descobertos ainda indícios de crimes contra a Previdência e fraudes à licitação. Com essas informações, foi requerida a interceptação telefônica dos investigados.

Posição. Em nota, o vereador e secretário geral da Câmara de Carmo do Paranaíba, Geraldo José Brandão (PSDB), informou que, como os fatos estão sob análise do MT e "ainda não existem dados concretos sobre a questão, a Casa não irá se pronunciar. Assim que tivermos uma notícia concreta iremos nos pronunciar", afirmou o parlamentar.

Possível punição
Decisão. Com a conclusão das investigações e a reunião das provas, o Ministério Público Estadual deverá propor ações penais e eventuais ações por improbidade administrativa contra os envolvidos.

“O SAAE PODE COMPRAR ÁGUA DA COPASA”, DIZ FLÁVIO DE CASTRO

Em conversa comigo o secretário de planejamento, Flávio de Castro, aventou a possibilidade do SAAE vir trabalhar com água da Companhia de Saneamento de Minas Gerais, a estatal Copasa. Flávio me disse que discorda do projeto de captação de água do Rio das Velhas. Expôs certa preocupação em confiar nas organizações externas envolvidas com o projeto. Nesse sentido não é o caso de me estender agora sobre a questão, mas fui a primeira a pessoa a questionar a idoneidade dessas companhias que operam o PAC Saneamento, fiz inclusive um questionamento na Tribuna da Câmara a respeito, falei da investigação da Polícia Federal em cima dos empréstimos do PAC.

Bem, Flávio contou-me que conversou longamente essa semana com o presidente do SAAE, Ronaldo Andrade. Mas o que penso dessa solução? Acho a priori que pode ser um caminho plausível. Entre outras coisas teríamos pelo menos uma água de confiança e ainda não oneraríamos o município com uma dívida absurda de mais de 70 milhões de reais, para executar um projeto que atenderia cerca de 50% demanda de água de Sete Lagoas, como é hoje o projeto PAC Rio das Velhas-SL. Mais: qual é a experiência do SAAE para uma grande ETA - Estação de Tratamento de Água? Nenhuma. Ainda mais porque essa estação teria que ser construída fora, na cidade de Funilândia, portanto, longe do município. E a água captada no Rio das Velhas no ponto onde está projetada para ser retirada é extremamente poluída o que leva a exigência de um tratamento ainda mais complexo, mais oneroso, trazendo outras complicações e variáveis de última hora.

Sem chegar a nenhuma conclusão aqui acho que é uma idéia interessante que deve avaliada. Flávio extra-oficialmente falou algo como uma parceria com a Estatal, se entendi, poderia haver uma espécie de transferência de tecnologia e etc e tal. Talvez algo como uma Joint venture: um empreendimento conjunto é uma associação de empresas, para explorar o saneamento do município, sem que nenhuma delas perca sua personalidade jurídica.

Em princípio parece ser a idéia incipiente valida por diminuir os riscos com o projeto que levaria ao estrangulamento das finanças municipais, o endividamento fartamente criticado aqui no blog em épocas passadas. Um gasto que não leva a promoção de uma solução definitiva da demanda de água, o que certamente obrigaria a mais gasto posterior para satisfazer a demanda.

Outro ponto é a transferência de tecnologia da Copasa para o SAAE e a garantia da manutenção da Autarquia de Sete Lagoas. Quanto a transferência de tecnologia, sobretudo, se for feito num bom acordo com o governo do estado é algo auspicioso para a cidade que está a anos luz do que há de melhor em saneamento e a estatal mineira ao contrário é uma das top de linha (falo sem nenhum deslumbramento) nacional da área. Quanto a manutenção do SAAE atende a visão de quem não abre mão da autarquia e pode atender também a visão de quem, como eu, não abre mão de uma água de qualidade, ou seja, que não aceita que a população seja mais refém do pior tipo de água do Brasil, o tipo água calcária encontrada no subsolo de Sete Lagoas. Mas é óbvio que não estou sendo conclusivo neste texto e portanto há muito o que analisar sobre estes dois pontos e a idéia no geral.

Ademais, tem a questão do esgotamento sanitário que pode claro ser objeto dessa mesma possível parceria que ainda é pelo que entendi uma idéia incipiente. Mas como uma idéia em gestão deve ser respeita, analisada e melhorada. O que não pode é se tornar uma discussão: SAAE X Copasa, que foi do deslumbramento bobo com a estatal à demonização dela. E não me digam que eu fui cegamente um defensor da Copasa porque posso provar que não fui. Aliás, fui até muito cauteloso no começo do debate público sobre a vinda ou não da Copasa, onde num artigo publicando no jornal Sete Dias procurei desinterditar e ampliar o debate que ia se limitando a garantia de emprego dos servidores do SAAE e tarifa. Ignorava-se o escopo do projeto e a lei 11.445 que acabava de ser aprovada no Congresso.

Ah, sim depois que a discussão virou torcida tomei partido claro pela estatal mineira. Mas sempre considerei pobre a discussão, sabia que podíamos ir além até por causa da nova lei que nos dava plena garantias de gestão mesmo se a Copasa viesse. E convenhamos o saneamento de Sete Lagoas deve ser discutido à luz dos seus problemas e necessidades, sem bandeira A ou B, mas como uma questão séria, técnica e urgente, ou senão vamos ter que estabelecer a meta 2.100, para, quem sabe até lá, consigamos decidir alguma coisa, não é?

PS.: ontem deixei apenas uma pequena mensagem foi um gesto em solidariedade a tantas pessoas que sofrem desesperadamente com o problema de água em Sete Lagoas. E mais: Agradeço também a preocupação dos amigos que entraram contado e se preocupam com a gente. Obrigado! Mas, as vezes, a melhor forma de comunicar é não falar nada. O silêncio pode ser ensurdecedor. Bem, Mas estou firme com vocês e durante o dia mais posts.

Gripe Suína em Sete Lagoas - ATENÇÃO: Mulheres Grávidas (Gestantes)

Segue comunicado do Secretário Municipal de Saúde, José Orleans:

C O M U N I C A D O

Seguindo orientações da Secretaria de Estado da Saúde relativas a Influenza A (gripe suína), o Secretario Municipal de Saúde de Sete Lagoas toma as seguintes decisões:

1- Determinar que as gestantes que trabalham no serviço público municipal sejam afastadas por tempo indeterminado ou remanejadas para setores internos que não tenham contato direto com o público, onde as mesmas devam usar máscaras durante todo o horário de trabalho.

2 – Recomendar que as professoras grávidas sejam afastadas das salas de aula por período indeterminado.

3- Recomendar que as gestantes nos serviços privados sejam remanejadas para setores internos que não tenham contato direto com o público, onde as mesmas devam usar máscaras durante todo o horário de trabalho.

Sete Lagoas, 12 de agosto de 2009.

José Orleans da Costa
Secretário Municipal de Saúde e
Gestor do SUS/SL

Grupo Galpão em Sete Lagoas

No dia 27 de agosto, às 19h30, Sete Lagoas receberá, na Pça. da Feirinha, o Grupo Galpão com a peça teatral "TILL, A SAGA DE UM HERÓI TORTO", mais nova montagem do grupo. Apoio da Secretaria Municipal de Cultura e Comunicação Social.

DEBATE ENTRE OS CANDIDATOS AO GOVERNO DE MINAS MG NA REDE BAND REDE BANDEIRANTES TV BH BELO HORIZONTE QUEM VENCEU? ANASTASIA HÉLIO COSTA ELEIÇÕES 2010

(DATA ORGINAL DA POSTAGEM, 12 DE AGOSTO DE 2010)

Costa e Anastasia vinculam candidaturas aos padrinhos
Correios vira motivo de troca de farpas entre os candidatos ao governo de Minas

Do Jornal O Tempo:

DA REDAÇÃO
O debate realizado na noite de ontem entre os candidatos ao governo do Estado, promovido pela TV Bandeirantes, foi marcado pela tentativa dos principais pretendentes ao cargo de associar suas imagens ao de seus padrinhos políticos. O governador Antonio Anastasia, candidato pelo PSDB, não perdeu a chance de exaltar a gestão de Aécio Neves e dizer que é o candidato que conta com o apoio dele. Já Hélio Costa se apresentou como integrante do PMDB em uma aliança com "o PT do presidente Luiz Inácio Lula da Silva". Os nomes dos padrinhos também foram citados pelos dois candidatos em suas considerações finais.

O debate ainda contou com algumas trocas de farpas. No momento da pergunta de Anastasia para o rival peemedebista o clima esquentou. O tucano questionou se Costa iria repetir no Estado a gestão que implementou nos Correios, empresa pública que vive uma crise e teve sua diretoria demitida. O peemedebista, que foi ministro das Comunicações, afirmou que a gestão da empresa foi correta e acusou Anastasia de integrar um grupo que pretende destruir os Correios. Outro momento de tensão aconteceu a partir de uma discussão sobre os royalties da mineração. Anastasia questionou porque até hoje o governo federal não fez alterações na Lei Kandir e no sistema de pagamento de royalties. Hélio Costa, em seguida, fez questão de dizer que a Lei Kandir foi criada no governo de Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e que, na epóca, o presidente da Câmara também era tucano.

A maioria dos participantes aproveitou as perguntas e os comentários das respostas para fazer críticas ao governo do Estado. O salário dos profissionais da educação, a baixa arrecadação proveniente da mineração e problemas nos setores da saúde e segurança pública foram os temas mais explorados, o que obrigou Antonio Anastasia a fazer a defesa da sua gestão e enumerar as iniciativas tomadas para resolver os problemas naquelas áreas.

Além de Costa e Anastasia participaram do debate Zé Aparecido (PV), Edilson Nascimento (PTdoB) e Luiz Carlos Ferreira ( PSOL).



A seguir o debate entre os candidados ao governo de Minas, são postagens do Twitter, do jornal O Tempo, para ler comece de baixo para cima porque está em ordem decrescente - final para o começo)
Ele disse que o projeto de PSOL reflete uma outra opção de sociedade como distribuição da riqueza e liberdade
28 minutes ago via web
Reply Retweet Luiz Carlos disse que espera que o debate tenha servido para que os eleitores diferenciem os projetos do PSOL dos outros
29 minutes ago via web
Reply Retweet Anastasia diz "Sou candidato não por aquilo que fizemos, mas por aquilo que vamos fazer"
30 minutes ago via web
Reply Retweet Ele diz que não é candidato de falsas promessas
30 minutes ago via web
Reply Retweet Ele disse que fez muito, e tem contunuidade de avançar mais
32 minutes ago via web
Reply Retweet Anastasia diz que representa um projeto que está dando certo em Minas, iniciado com Aécio
32 minutes ago via web
Reply Retweet Ele fala em prioridade de investimentos em saúde e educação
33 minutes ago via web
Reply Retweet Ele fala da taxa de ICMS da exportação
34 minutes ago via web
Reply Retweet Zé Fernando diz que defente as riquezas, novo modelo de mineração
35 minutes ago via web
Reply Retweet Ele destaca a saúde, educação e segurança em eventual governo
36 minutes ago via web
Reply Retweet Costa disse que vai levar desenvolvimento com respeito ao funcionario publico, as regioes pobres, recuperando hospitais
38 minutes ago via web
Reply Retweet Hélio Costa disse que o desenvolvimento economico só vem com o desenvolvimento social
38 minutes ago via web
Reply Retweet Ele disse que tem o coração de fazer o bem as pessoas
40 minutes ago via web
Reply Retweet Ele destaca as necessidades em melhorar a saúde e educação e fala em levar matemática, inglês e português as escolas
40 minutes ago via web
Reply Retweet Edílson disse que quer caminhar por Minas e ouvir as necessidades da população
41 minutes ago via web
Reply Retweet Os candidatos fazem suas considerações finais
42 minutes ago via web
Reply Retweet Luiz Carlos diz que números a gente pode usar da maneira que quiser e que é visivel que Minas não acompanha ao Brasil
43 minutes ago via web
Reply Retweet Ele diz que Minas reverterá esse quadro com um futuro ainda melhor
44 minutes ago via web
Reply Retweet Anastasia comenta dizendo que Minas cresceu nos últimos anos mais do que o Brasil
44 minutes ago via web
Reply Retweet Ele fala em dimuniur as desigualdades regionais com justiça fiscal
44 minutes ago via web
Reply Retweet Luiz Carlos diz que Minas não cresceu tanto porque não distribuiu a riqueza
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Lindemberge pergunta a Luiz Carlos. Repete a pergunta e diz quais são as propostas para que Minas cresça menos que o Brasil daqui a 15 anos?
about 1 hour ago via web
Reply Retweet e diz que incentivar o seguimento é importante para elevar auto-estima do mineiro
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Edilson diz que vem de São João Del Rei e que aprendeu a "respirar cultura"
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Ele diz que o desenvolvimento cultural precisa gerar emprego
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Zé Fernando diz que a cultura é plano central do governo e cita o pai como o primeiro ministro da cultura no Brasil
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Ele fala da diversidade cultural do Estado e que os produtores culturais precisam ser apoiados principalmente no interior
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Edilson disse que o fundo estadual da cultura proporcionou a interiorização da cultura no Estado e propoe melhorias na lei estadual
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Teodomiro Braga, de O TEMPO, pergunta a Edilson Nascimento. Qual a proposta para a cultura?
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Anastasia diz que falta conhecer melhor Minas e compromisso com a verdade
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Anastasia diz que os indicadores de saúde são bons, a educação de Minas é a melhor
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Costa disse que faltou ao governo o social e nada se fez
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Costa diz que os economistas dizem que quando Brasil vai bem, Minas cresce e por isso Minas cresceu
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Anastasia diz que maior propósito é continuidade com avanço do governo Aécio Neves
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Anastasia disse que os mineiros sabem o que foi feito nestes oito anos de gestão no Estado
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Eduardo Costa pergunta a Anastasia com comentario de Costa. O senhor tem motivos para afirmar que se o PMDB voltar ao governo piora?
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Zé Fernando diz que governo paga pior salário da polícia do Brasil e que falta planeijamento para segurança pública
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Anastasia diz que avançou muito com programas e que concedeu reajustes às polícias
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Ele disse que precisa de concurso publico para eleger servidores
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Ele disse que vai valorizar a polícia com a aprovação da PEC 300 e vai fazer um plano diretor de segurança pública
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Zé Fernando diz que precisa de política de elite e não elite dentro da polícia
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Jornalista pergunta a Zé Fernando com comentário Anastasia. Qual o plano para combate ao crime e ao trafico de drogas?
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Costa diz que taxa de água é cara, energia é cara, material escolar é caro, remédio é caro e pergunta. Aonde está desenvolvimento regional?
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Luiz Carlos diz que choque significa eletrocutar servidor publico e energizar grandes empresas
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Costa diz que não existe saúde no Estado
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Costa diz que não vê o orçamento do governo aplicado em programas de desenvolvimento regional
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Costa diz que Aécio não é Anastasia
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Ivana pergunta a Costa. Se Costa aprova Aecio, também aprova Anastasia e qua sua principal bandeira se eleito
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Correção, jornalistas perguntam a candidatos
about 1 hour ago via web
Reply Retweet No quinto bloco candidatos formulam perguntas a candidatos e fazem considerações finais
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Edilson diz que cidadão deve comparer a plebiscito que regulamenta codigo florestal
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Luiz Carlos diz que as candidaturas são a favor da destruição do codigo florestal
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Edilson diz que toda reforma é boa e toda a conscientização, orientação ao homem do campo é necessária para diminuir desmatamento no Estado
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Luiz Carlos pergunta a Edilson. Ele quer uma analise da reforma do codigo florestal brasileiro
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Luiz Carlos diz que sem distribuição de renda serão realizados só remendos
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Ele quer integrar e unificar as polícias e colocar o ensino profissionalizante dentro das prisões
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Ze Fernando diz que vai monstar um novo modelo de segurança pública e melhorar salário dos policiais no Estado
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Ele diz que o Estado gasta fortunas com a segurança e não resolve o problema e insisite no probblema da desigualdade social
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Luiz Carlos diz que resolvendo o problema da desigualde sociais os outros problemas vão se resolver
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Zé Feranando pergunta a Luiz Carlos. O que fazer para resolver o problema da segurança prisional no Estado?
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Zé Fernando comete gafe e pergunta a Costa que já foi questionado.
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Costa insiste que a demissão foi realizada por causa da reformulação e ataca anastasia dizendo que o governo tucano que é ineficiente
about 1 hour ago via web
Reply Retweet o candidato diz que Minas precisa de eficiência e compromisso
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Anastasia diz que quem demitiu a diretoria foi o presidente e não ele
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Costa diz que o presidente dos correios foi demitido porque o orgao passou por uma reformulação e não por incompetencia
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Costa diz que Anastasia é mal informado e que o Correio traz lucro e não prejuízo
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Anastasia pergunta a Costa. Porque trazer o presidente dos correios demitido por ineficiencia para o governo peemedebista?
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Zé Fernando diz que tem regulamentar a "questão da mata seca" para crescer sem desmatar
about 1 hour ago via web
Reply Retweet O candidato diz que tem que orientar o pecuarista no norte de Minas para que não haja desmatamento
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Costa diz que fez a observação porque a questão ambiental tem que ser tratada com equilíbrio
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Ele diz que não precisa desmatar para gerar emprego
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Ele diz que Minas lidera o ranking dos Estados que mais desmatou a Mata Atlântica
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Ze Fernando lamenta que o governo não tenha decidido sobre a mata seca
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Costa pergunta a Zé Fernando. Qual a proposta para regularizar "mata seca"?
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Ele diz que terá uma rede forte de saúde coesa no Estado
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Anastasia diz que Minas é o maior Estado com esse tipo de tratamento preventivo, com uma grande de unidades básicas de saúde
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Edílson vai criar o médico da saúde pública cuidando mais de perto dos pacientes
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Edílson replica dizendo que mais importante do que construir hospitais é o atendimento nos postos de saúde
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Ele diz que vai criar uma grande rede de hospitais regionais
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Anastasia diz que fez descentralização da saúde com o Prohospi, melhorando os hospitais do interior, diminuindo a procura na capital
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Edilson pergunta a Anastasia. O que o Estado vem fazendo pelas pessoas que precisam vir do interior para se examinar ?
about 1 hour ago via web
Reply Retweet No quarto bloco candidato pergunta para candidato
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Edilson diz que precisa de união para conseguir mais o que Minas merece e que as forças politica vao chegar a um denominador comum
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Costa diz que os partidos maiores não resolveu no congresso porque as lideranças tucanas não o fizeram
about 1 hour ago via web
Reply Retweet O candidato do PTdoB diz que vai propor as empresas utilização da bioenergia
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Edilson diz que devemos nos movimentar e rever o que está sendo retirado de Minas Gerais
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Eduardo Costa pergunta a Edilson Nascimento com comentario de Helio Costa. Porque os politicos não se unem para defender o minerio em Minas?
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Luiz Carlos diz que João Batista representaria bem o PSOL se fosse candidato às eleições
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Anastasia diz que falará sobre os royalties e que é favorável a revisão dos recursos, mas que isso deve ser cobrado dos candidatos à preside
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Luiz Carlos diz que um dos maiores problemas é a democratização de acesso a terra. E diz que Joao Batista (PSOL) foi criminalizado
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Teodomiro Braga, do O TEMPO, pergunta Luiz Carlos com comentario Antonio Anastasia. Ele pergunta sobre como lidar com invasoes de terra?
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Ze Fernando continua dizendo que Minas é o maior exportador de empregos. E insiste em politicas para mineração, cafeicultura e leite
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Costa diz que além da metalurgia, vai melhorar a produção no interior, criando a agencia regional identificando os problemas de cada regiao
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Ele diz que a geração de emprego e renda ficará em torno do minério, do café e do leite
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Ze Fernando diz que vai reverter o sistema, gerando emprego
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Carlos Lindemberg pergunta a Ze Fernando com comentario Helio Costa. Minas vai aumentar a desigualde em 15 anos. O que fazer para reverter?
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Ele diz que quer desenvolvimento integrado entre os municipios
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Anastasia diz que Aecio e ele conseguiram aplicar 3 reais per capita nas regiões do Vale do Mucuri, melhorando renda e qualidade de vida
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Ze Fernando diz que veio do Vale do Jequitinhonha e que precisa que ações microrregionais sejam efetivas
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Ele diz que a continuação da desigualdade vai acontecer de maneira gradativa. Diz que o PIB de Minas cresceu 12.5%
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Anastasia diz que precisa fazer infraestrutura nos locais primeiro para depois desenvolver
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Ivana Moreira pergunta a Anastasia com comentario Ze Fernado. Porque o Estado nao conseguiu descentralizar o desenvolvimento economico?
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Costa diz que a Lei é dura mas deve ser cumprida e a Justiça existe para balizar essas coisas
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Edilson diz que a transparencia deve ser a mais clara possível no serviço público
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Costa diz que evidente. A justiça estabelece os caminhos com parlamentares votando as leis
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Jornalista Luiz Carlos Bernardes pergunta a Helio Costa com comentário de Edilson Nascimento. Se forem eleitos vai defender ficha limpa?
about 2 hours ago via web
Reply Retweet No terceiro Blogo os jornalistas perguntam a candidatos de sua escolha, sem repetir candidato
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Uma das principais propostas é redução da carga tributária
about 2 hours ago via web
Reply Retweet O candidato diz que vai valorizar o pequeno, medio empresario, reduzir a carga tributária
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Ele ganha 90 segundos para comentar sobre seu programa de governo
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Edilson ficou sem sem perguntado não pode perguntar
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Costa diz que acrescentaria que juntaria os bienios, quinquenios para chegar ao piso salarial dos professores
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Ele diz que pretende chegar ao piso de R$ 750,00 aos professores
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Crlos diz que Minas terá um piso em não um teto. Ele disse que não veio fazer promessas e sim compromissos
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Helio Costa pergunta a Luiz Carlos. Ele pergunta se Carlos aceita o pagamento do piso ao professor
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Ele diz que vai pensar em um novo modelo ferroviário não só para Minas, mas também para o Brasil
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Zé Ferando gagueija e demora a falar
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Diz que vai fazer potencializar as ferrovias e trazer emprego com elas
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Anastasia diz que levou asfalto a mais de 200 municipios mineiros e que agora tem o "caminho de minas" que vai interligar as regiões
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Ele disse que vai duplicar a BR-381 e fazer do São Francisco uma hidrovia
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Zé Fernando diz que vai pensar em uma infra-estrutura que pense em expansão ferroviária
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Anastasia pergunta a Zé Fernando. Qual a sua proposta para as estradas mineiras?
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Costa diz que não entende pq o governo de Minas não arrecadou a postura de fazer com que o lucro do Minério fique em Minas
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Ze Fernando diz que Minas arrecadou apenas 63 milhões com os royalties e cita o rio como estado que arrecada mais
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Costa diz que Minas foi penalizada com o prejuizo fazendo com a produção de empregos seja menor no Estado
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Ze Fernando pergunta a Helio Costa: se Costa tem noçao do valor que minas deicou de arrecadar com os Royalties da mineiração
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Anastasia diz que questão do piso é relativa e que o interessante é que o servidor receba bem e seja valorizado
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Ele disse que é possível que o Estado tenha piso ao funcionário público
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Luiz Carlos replica que não vai ter piso salarial em Minas e diz que em eventual governo o fará
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Ele reconhece que precisa aumentar remuneração dos professores, mas de acordo com o orçamento, em ´promete ajustar junto com CMS
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Anastasia diz que só o magistério tem piso, que o governo consegue pagar salário em dia inclusive 13 e 14 salario
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Luiz Carlos pergunta a Antonio Anastasia se o candidato vai estabelecer piso estadual ao servidor publico
about 2 hours ago via web
Reply Retweet No segundo bloco candidato pergunta para candidato com ordem definida por sorteio...
about 2 hours ago via web
Reply Retweet O candidato diz que vai trabalhar para levar propostas aos mineiros
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Ele diz que Minas tem que continuar avançando com qualidade de vida cada vez melhor aos mineiros
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Edilson Nascimento diz que suas propostas sao melhorias na saúde, educação e segurança pública
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Ele fala Minas precisa de salário melhores aos professores e melhorias na saúde
about 2 hours ago via web
Reply Retweet O candidato diz que junto do PT o Brasil foi um país admirado e respeitado no mundo inteiro
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Hélio Costa fala da aliança do partido com o PT
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Ele diz que apoia a PEC 300 valorizando o trabalho da polícia
about 2 hours ago via web
Reply Retweet O candidato diz que tem prioridade em investir em educação, segurança pública e saúde
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Ze Fernando cita o pai como político
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Ele cita a educação, como o governo que colocou as crianças na escola aos 6 anos
about 2 hours ago via web
Reply Retweet O candidato diz que a gestão do governo de Minas é referência no Brasil
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Antonio Anastasia diz que junto de Aécio o governo avançou muito e que os resultados são positivos
about 2 hours ago via web
Reply Retweet O candidato do PSOL diz que Minas não merece ser refém de duas canidaturas indesejáveis
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Luiz Carlos diz que vai distribuir a riqueza e a renda para resolver os problemas de Minas
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Teodomiro Braga representa o Jornal O TEMPO no debate
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Os candidatos Edilson Nascimento (PTdoB), Ze Fernando (PV), Antonio Anastasia (PSDB), Helio Costa (PMDB) e Luiz Carlos (PSOL) são apresentad
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Cinco partidos convidados ao debate apresentam representação na Câmara Federal.
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Luiz Carlos (PSOL) foi o primeiro a chegar... Anastasia e Costa chegaram por último

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

DABATE AO VIVO NA BAND GOVERNO DE MINAS HÉLIO COSTA, ANASTASIA, JOSÉ FERNANDO, TV PV, PMDB, PSDB, PSOL

(DATA ORGINAL DA POSTAGEM, 12 DE AGOSTO DE 2010)

Costa e Anastasia vinculam candidaturas aos padrinhos
Correios vira motivo de troca de farpas entre os candidatos ao governo de Minas


Do jornal O Tempo:
O debate realizado na noite de ontem entre os candidatos ao governo do Estado, promovido pela TV Bandeirantes, foi marcado pela tentativa dos principais pretendentes ao cargo de associar suas imagens ao de seus padrinhos políticos. O governador Antonio Anastasia, candidato pelo PSDB, não perdeu a chance de exaltar a gestão de Aécio Neves e dizer que é o candidato que conta com o apoio dele. Já Hélio Costa se apresentou como integrante do PMDB em uma aliança com "o PT do presidente Luiz Inácio Lula da Silva". Os nomes dos padrinhos também foram citados pelos dois candidatos em suas considerações finais.

O debate ainda contou com algumas trocas de farpas. No momento da pergunta de Anastasia para o rival peemedebista o clima esquentou. O tucano questionou se Costa iria repetir no Estado a gestão que implementou nos Correios, empresa pública que vive uma crise e teve sua diretoria demitida. O peemedebista, que foi ministro das Comunicações, afirmou que a gestão da empresa foi correta e acusou Anastasia de integrar um grupo que pretende destruir os Correios. Outro momento de tensão aconteceu a partir de uma discussão sobre os royalties da mineração. Anastasia questionou porque até hoje o governo federal não fez alterações na Lei Kandir e no sistema de pagamento de royalties. Hélio Costa, em seguida, fez questão de dizer que a Lei Kandir foi criada no governo de Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e que, na epóca, o presidente da Câmara também era tucano.

A maioria dos participantes aproveitou as perguntas e os comentários das respostas para fazer críticas ao governo do Estado. O salário dos profissionais da educação, a baixa arrecadação proveniente da mineração e problemas nos setores da saúde e segurança pública foram os temas mais explorados, o que obrigou Antonio Anastasia a fazer a defesa da sua gestão e enumerar as iniciativas tomadas para resolver os problemas naquelas áreas.

Além de Costa e Anastasia participaram do debate Zé Aparecido (PV), Edilson Nascimento (PTdoB) e Luiz Carlos Ferreira ( PSOL).



A seguir o debate entre os candidados ao governo de Minas, são postagens do Twitter, do jornal O Tempo, para ler comece de baixo para cima porque está em ordem decrescente - final para o começo.





Ele disse que o projeto de PSOL reflete uma outra opção de sociedade como distribuição da riqueza e liberdade
28 minutes ago via web
Reply Retweet Luiz Carlos disse que espera que o debate tenha servido para que os eleitores diferenciem os projetos do PSOL dos outros
29 minutes ago via web
Reply Retweet Anastasia diz "Sou candidato não por aquilo que fizemos, mas por aquilo que vamos fazer"
30 minutes ago via web
Reply Retweet Ele diz que não é candidato de falsas promessas
30 minutes ago via web
Reply Retweet Ele disse que fez muito, e tem contunuidade de avançar mais
32 minutes ago via web
Reply Retweet Anastasia diz que representa um projeto que está dando certo em Minas, iniciado com Aécio
32 minutes ago via web
Reply Retweet Ele fala em prioridade de investimentos em saúde e educação
33 minutes ago via web
Reply Retweet Ele fala da taxa de ICMS da exportação
34 minutes ago via web
Reply Retweet Zé Fernando diz que defente as riquezas, novo modelo de mineração
35 minutes ago via web
Reply Retweet Ele destaca a saúde, educação e segurança em eventual governo
36 minutes ago via web
Reply Retweet Costa disse que vai levar desenvolvimento com respeito ao funcionario publico, as regioes pobres, recuperando hospitais
38 minutes ago via web
Reply Retweet Hélio Costa disse que o desenvolvimento economico só vem com o desenvolvimento social
38 minutes ago via web
Reply Retweet Ele disse que tem o coração de fazer o bem as pessoas
40 minutes ago via web
Reply Retweet Ele destaca as necessidades em melhorar a saúde e educação e fala em levar matemática, inglês e português as escolas
40 minutes ago via web
Reply Retweet Edílson disse que quer caminhar por Minas e ouvir as necessidades da população
41 minutes ago via web
Reply Retweet Os candidatos fazem suas considerações finais
42 minutes ago via web
Reply Retweet Luiz Carlos diz que números a gente pode usar da maneira que quiser e que é visivel que Minas não acompanha ao Brasil
43 minutes ago via web
Reply Retweet Ele diz que Minas reverterá esse quadro com um futuro ainda melhor
44 minutes ago via web
Reply Retweet Anastasia comenta dizendo que Minas cresceu nos últimos anos mais do que o Brasil
44 minutes ago via web
Reply Retweet Ele fala em dimuniur as desigualdades regionais com justiça fiscal
44 minutes ago via web
Reply Retweet Luiz Carlos diz que Minas não cresceu tanto porque não distribuiu a riqueza
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Lindemberge pergunta a Luiz Carlos. Repete a pergunta e diz quais são as propostas para que Minas cresça menos que o Brasil daqui a 15 anos?
about 1 hour ago via web
Reply Retweet e diz que incentivar o seguimento é importante para elevar auto-estima do mineiro
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Edilson diz que vem de São João Del Rei e que aprendeu a "respirar cultura"
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Ele diz que o desenvolvimento cultural precisa gerar emprego
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Zé Fernando diz que a cultura é plano central do governo e cita o pai como o primeiro ministro da cultura no Brasil
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Ele fala da diversidade cultural do Estado e que os produtores culturais precisam ser apoiados principalmente no interior
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Edilson disse que o fundo estadual da cultura proporcionou a interiorização da cultura no Estado e propoe melhorias na lei estadual
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Teodomiro Braga, de O TEMPO, pergunta a Edilson Nascimento. Qual a proposta para a cultura?
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Anastasia diz que falta conhecer melhor Minas e compromisso com a verdade
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Anastasia diz que os indicadores de saúde são bons, a educação de Minas é a melhor
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Costa disse que faltou ao governo o social e nada se fez
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Costa diz que os economistas dizem que quando Brasil vai bem, Minas cresce e por isso Minas cresceu
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Anastasia diz que maior propósito é continuidade com avanço do governo Aécio Neves
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Anastasia disse que os mineiros sabem o que foi feito nestes oito anos de gestão no Estado
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Eduardo Costa pergunta a Anastasia com comentario de Costa. O senhor tem motivos para afirmar que se o PMDB voltar ao governo piora?
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Zé Fernando diz que governo paga pior salário da polícia do Brasil e que falta planeijamento para segurança pública
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Anastasia diz que avançou muito com programas e que concedeu reajustes às polícias
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Ele disse que precisa de concurso publico para eleger servidores
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Ele disse que vai valorizar a polícia com a aprovação da PEC 300 e vai fazer um plano diretor de segurança pública
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Zé Fernando diz que precisa de política de elite e não elite dentro da polícia
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Jornalista pergunta a Zé Fernando com comentário Anastasia. Qual o plano para combate ao crime e ao trafico de drogas?
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Costa diz que taxa de água é cara, energia é cara, material escolar é caro, remédio é caro e pergunta. Aonde está desenvolvimento regional?
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Luiz Carlos diz que choque significa eletrocutar servidor publico e energizar grandes empresas
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Costa diz que não existe saúde no Estado
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Costa diz que não vê o orçamento do governo aplicado em programas de desenvolvimento regional
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Costa diz que Aécio não é Anastasia
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Ivana pergunta a Costa. Se Costa aprova Aecio, também aprova Anastasia e qua sua principal bandeira se eleito
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Correção, jornalistas perguntam a candidatos
about 1 hour ago via web
Reply Retweet No quinto bloco candidatos formulam perguntas a candidatos e fazem considerações finais
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Edilson diz que cidadão deve comparer a plebiscito que regulamenta codigo florestal
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Luiz Carlos diz que as candidaturas são a favor da destruição do codigo florestal
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Edilson diz que toda reforma é boa e toda a conscientização, orientação ao homem do campo é necessária para diminuir desmatamento no Estado
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Luiz Carlos pergunta a Edilson. Ele quer uma analise da reforma do codigo florestal brasileiro
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Luiz Carlos diz que sem distribuição de renda serão realizados só remendos
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Ele quer integrar e unificar as polícias e colocar o ensino profissionalizante dentro das prisões
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Ze Fernando diz que vai monstar um novo modelo de segurança pública e melhorar salário dos policiais no Estado
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Ele diz que o Estado gasta fortunas com a segurança e não resolve o problema e insisite no probblema da desigualdade social
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Luiz Carlos diz que resolvendo o problema da desigualde sociais os outros problemas vão se resolver
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Zé Feranando pergunta a Luiz Carlos. O que fazer para resolver o problema da segurança prisional no Estado?
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Zé Fernando comete gafe e pergunta a Costa que já foi questionado.
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Costa insiste que a demissão foi realizada por causa da reformulação e ataca anastasia dizendo que o governo tucano que é ineficiente
about 1 hour ago via web
Reply Retweet o candidato diz que Minas precisa de eficiência e compromisso
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Anastasia diz que quem demitiu a diretoria foi o presidente e não ele
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Costa diz que o presidente dos correios foi demitido porque o orgao passou por uma reformulação e não por incompetencia
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Costa diz que Anastasia é mal informado e que o Correio traz lucro e não prejuízo
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Anastasia pergunta a Costa. Porque trazer o presidente dos correios demitido por ineficiencia para o governo peemedebista?
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Zé Fernando diz que tem regulamentar a "questão da mata seca" para crescer sem desmatar
about 1 hour ago via web
Reply Retweet O candidato diz que tem que orientar o pecuarista no norte de Minas para que não haja desmatamento
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Costa diz que fez a observação porque a questão ambiental tem que ser tratada com equilíbrio
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Ele diz que não precisa desmatar para gerar emprego
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Ele diz que Minas lidera o ranking dos Estados que mais desmatou a Mata Atlântica
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Ze Fernando lamenta que o governo não tenha decidido sobre a mata seca
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Costa pergunta a Zé Fernando. Qual a proposta para regularizar "mata seca"?
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Ele diz que terá uma rede forte de saúde coesa no Estado
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Anastasia diz que Minas é o maior Estado com esse tipo de tratamento preventivo, com uma grande de unidades básicas de saúde
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Edílson vai criar o médico da saúde pública cuidando mais de perto dos pacientes
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Edílson replica dizendo que mais importante do que construir hospitais é o atendimento nos postos de saúde
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Ele diz que vai criar uma grande rede de hospitais regionais
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Anastasia diz que fez descentralização da saúde com o Prohospi, melhorando os hospitais do interior, diminuindo a procura na capital
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Edilson pergunta a Anastasia. O que o Estado vem fazendo pelas pessoas que precisam vir do interior para se examinar ?
about 1 hour ago via web
Reply Retweet No quarto bloco candidato pergunta para candidato
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Edilson diz que precisa de união para conseguir mais o que Minas merece e que as forças politica vao chegar a um denominador comum
about 1 hour ago via web
Reply Retweet Costa diz que os partidos maiores não resolveu no congresso porque as lideranças tucanas não o fizeram
about 1 hour ago via web
Reply Retweet O candidato do PTdoB diz que vai propor as empresas utilização da bioenergia
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Edilson diz que devemos nos movimentar e rever o que está sendo retirado de Minas Gerais
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Eduardo Costa pergunta a Edilson Nascimento com comentario de Helio Costa. Porque os politicos não se unem para defender o minerio em Minas?
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Luiz Carlos diz que João Batista representaria bem o PSOL se fosse candidato às eleições
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Anastasia diz que falará sobre os royalties e que é favorável a revisão dos recursos, mas que isso deve ser cobrado dos candidatos à preside
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Luiz Carlos diz que um dos maiores problemas é a democratização de acesso a terra. E diz que Joao Batista (PSOL) foi criminalizado
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Teodomiro Braga, do O TEMPO, pergunta Luiz Carlos com comentario Antonio Anastasia. Ele pergunta sobre como lidar com invasoes de terra?
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Ze Fernando continua dizendo que Minas é o maior exportador de empregos. E insiste em politicas para mineração, cafeicultura e leite
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Costa diz que além da metalurgia, vai melhorar a produção no interior, criando a agencia regional identificando os problemas de cada regiao
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Ele diz que a geração de emprego e renda ficará em torno do minério, do café e do leite
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Ze Fernando diz que vai reverter o sistema, gerando emprego
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Carlos Lindemberg pergunta a Ze Fernando com comentario Helio Costa. Minas vai aumentar a desigualde em 15 anos. O que fazer para reverter?
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Ele diz que quer desenvolvimento integrado entre os municipios
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Anastasia diz que Aecio e ele conseguiram aplicar 3 reais per capita nas regiões do Vale do Mucuri, melhorando renda e qualidade de vida
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Ze Fernando diz que veio do Vale do Jequitinhonha e que precisa que ações microrregionais sejam efetivas
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Ele diz que a continuação da desigualdade vai acontecer de maneira gradativa. Diz que o PIB de Minas cresceu 12.5%
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Anastasia diz que precisa fazer infraestrutura nos locais primeiro para depois desenvolver
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Ivana Moreira pergunta a Anastasia com comentario Ze Fernado. Porque o Estado nao conseguiu descentralizar o desenvolvimento economico?
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Costa diz que a Lei é dura mas deve ser cumprida e a Justiça existe para balizar essas coisas
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Edilson diz que a transparencia deve ser a mais clara possível no serviço público
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Costa diz que evidente. A justiça estabelece os caminhos com parlamentares votando as leis
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Jornalista Luiz Carlos Bernardes pergunta a Helio Costa com comentário de Edilson Nascimento. Se forem eleitos vai defender ficha limpa?
about 2 hours ago via web
Reply Retweet No terceiro Blogo os jornalistas perguntam a candidatos de sua escolha, sem repetir candidato
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Uma das principais propostas é redução da carga tributária
about 2 hours ago via web
Reply Retweet O candidato diz que vai valorizar o pequeno, medio empresario, reduzir a carga tributária
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Ele ganha 90 segundos para comentar sobre seu programa de governo
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Edilson ficou sem sem perguntado não pode perguntar
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Costa diz que acrescentaria que juntaria os bienios, quinquenios para chegar ao piso salarial dos professores
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Ele diz que pretende chegar ao piso de R$ 750,00 aos professores
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Crlos diz que Minas terá um piso em não um teto. Ele disse que não veio fazer promessas e sim compromissos
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Helio Costa pergunta a Luiz Carlos. Ele pergunta se Carlos aceita o pagamento do piso ao professor
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Ele diz que vai pensar em um novo modelo ferroviário não só para Minas, mas também para o Brasil
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Zé Ferando gagueija e demora a falar
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Diz que vai fazer potencializar as ferrovias e trazer emprego com elas
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Anastasia diz que levou asfalto a mais de 200 municipios mineiros e que agora tem o "caminho de minas" que vai interligar as regiões
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Ele disse que vai duplicar a BR-381 e fazer do São Francisco uma hidrovia
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Zé Fernando diz que vai pensar em uma infra-estrutura que pense em expansão ferroviária
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Anastasia pergunta a Zé Fernando. Qual a sua proposta para as estradas mineiras?
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Costa diz que não entende pq o governo de Minas não arrecadou a postura de fazer com que o lucro do Minério fique em Minas
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Ze Fernando diz que Minas arrecadou apenas 63 milhões com os royalties e cita o rio como estado que arrecada mais
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Costa diz que Minas foi penalizada com o prejuizo fazendo com a produção de empregos seja menor no Estado
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Ze Fernando pergunta a Helio Costa: se Costa tem noçao do valor que minas deicou de arrecadar com os Royalties da mineiração
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Anastasia diz que questão do piso é relativa e que o interessante é que o servidor receba bem e seja valorizado
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Ele disse que é possível que o Estado tenha piso ao funcionário público
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Luiz Carlos replica que não vai ter piso salarial em Minas e diz que em eventual governo o fará
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Ele reconhece que precisa aumentar remuneração dos professores, mas de acordo com o orçamento, em ´promete ajustar junto com CMS
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Anastasia diz que só o magistério tem piso, que o governo consegue pagar salário em dia inclusive 13 e 14 salario
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Luiz Carlos pergunta a Antonio Anastasia se o candidato vai estabelecer piso estadual ao servidor publico
about 2 hours ago via web
Reply Retweet No segundo bloco candidato pergunta para candidato com ordem definida por sorteio...
about 2 hours ago via web
Reply Retweet O candidato diz que vai trabalhar para levar propostas aos mineiros
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Ele diz que Minas tem que continuar avançando com qualidade de vida cada vez melhor aos mineiros
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Edilson Nascimento diz que suas propostas sao melhorias na saúde, educação e segurança pública
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Ele fala Minas precisa de salário melhores aos professores e melhorias na saúde
about 2 hours ago via web
Reply Retweet O candidato diz que junto do PT o Brasil foi um país admirado e respeitado no mundo inteiro
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Hélio Costa fala da aliança do partido com o PT
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Ele diz que apoia a PEC 300 valorizando o trabalho da polícia
about 2 hours ago via web
Reply Retweet O candidato diz que tem prioridade em investir em educação, segurança pública e saúde
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Ze Fernando cita o pai como político
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Ele cita a educação, como o governo que colocou as crianças na escola aos 6 anos
about 2 hours ago via web
Reply Retweet O candidato diz que a gestão do governo de Minas é referência no Brasil
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Antonio Anastasia diz que junto de Aécio o governo avançou muito e que os resultados são positivos
about 2 hours ago via web
Reply Retweet O candidato do PSOL diz que Minas não merece ser refém de duas canidaturas indesejáveis
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Luiz Carlos diz que vai distribuir a riqueza e a renda para resolver os problemas de Minas
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Teodomiro Braga representa o Jornal O TEMPO no debate
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Os candidatos Edilson Nascimento (PTdoB), Ze Fernando (PV), Antonio Anastasia (PSDB), Helio Costa (PMDB) e Luiz Carlos (PSOL) são apresentad
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Cinco partidos convidados ao debate apresentam representação na Câmara Federal.
about 2 hours ago via web
Reply Retweet Luiz Carlos (PSOL) foi o primeiro a chegar... Anastasia e Costa chegaram por último