terça-feira, 4 de agosto de 2009

Eleição em Ipatinga – PT está rachado

RAFAEL GOMES, no O Tempo:
A direção estadual do Partido dos Trabalhadores em Minas teve que intervir em Ipatinga para evitar consequências maiores da disputa pela candidatura nas eleições extemporâneas. Uma reunião do diretório municipal da legenda marcada para ontem à noite para discutir uma resolução sobre alianças em uma provável eleição foi adiada pouco antes do horário marcado. Segundo fontes ligadas ao partido na cidade, o adiamento foi orientado pela executiva estadual.
O presidente do PT em Minas, deputado federal Reginaldo Lopes, negou alguma interferência recente na decisão. Ele disse apenas que a executiva estadual já havia decidido, junto com os envolvidos na disputa, que não haveria definição de alianças enquanto não fosse marcada uma nova eleição. "Acho que eles devem ter levado em consideração a decisão que nós já tínhamos tomado sobre o assunto. Foi um compromisso firmado por todos", disse o deputado.
O impasse no PT de Ipatinga envolve dois grupos com interesses distintos. Os liderados por Chico Ferramenta defendem candidatura própria, com a ampliação de alianças com outros partidos. Um deles, conforme revelou a deputada Cecília Ferramenta (PT) a O TEMPO, seria o PV, que tem a adversária de Chico em outubro, a deputada Rosângela Reis, como pré-candidata.
A outra parte, apoiada pela presidente do PT municipal, Lene Teixeira, quer aliança com partidos que participaram das eleições do ano passado, entre eles o PPS, do prefeito interino, Robson Gomes. Leia mais no O Tempo
Postar um comentário