segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Bolivarianos começam a descer ladeira a abaixo: Aprovação de presidente do Equador despenca

Folha Online:
A popularidade do presidente do Equador, Rafael Correa, nas principais cidades do país caiu 19 pontos percentuais e atingiu o menor nível desde que ele assumiu o cargo, em 2007, segundo uma pesquisa realizada pelo instituto Market e divulgada nesta segunda-feira.
O levantamento indica que 40% dos entrevistados aprovavam a atuação do presidente em Quito e Guayaquil.
Em declarações à emissora Sonorama, o gerente do instituto, Diego Peñaherrera, atribuiu a queda da popularidade de Correa ao escândalo gerado pela revelação de que um irmão dele, Fabricio, firmou contratos milionários com o Estado.
Após o escândalo, o presidente equatoriano ordenou que os contratos fossem cancelados.
Recentemente ele se envolveu em outras polêmicas. Um vídeo apreendido pela polícia colombiana mostra um chefe militar das Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) supostamente admitindo ter dado dinheiro para a campanha de Correa. Leia mais na Folha
Postar um comentário