segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

CIDADE VERDE PRUDENTE DE MORAIS DA GRAN VIVER É SUCESSO ABSOLUTO DE VENDAS - FABÍOLA REGADAS, DIRETORA DA EMPRESA, RECEBE GERALDO PADRÃO AO FINAL DO SEGUNDO DIA VENDAS. Palavras chaves: TELEFONE INFORMAÇÕES, PREÇO, LOCALIZAÇÃO

Foi lançado neste sábado e domingo o empreendimento Cidade Verde Prudente de Morais, da Gran Viver grupo Séculos. Um sucesso absoluto!!!: 250 unidades vendidas.

O produto Cidade Verde (bairro planejado com lazer e muito verde) criado pela Gran Viver Urbanismo para alcançar um novo público e sustentar o seu forte crescimento chegou a Prudente de Morais vizinha a Sete Lagoas neste final de semana depois de ser lançado em Ipatinga, São João Del Rei, Barbacena e Esmeraldas.

O empreendimento de Prudente-Sete Lagoas, que pode ser chamado assim por estar mais perto do centro da cidade sete-lagoana que muitos de seus próprios bairros, possui unidades a partir de 250 m² cada, uma grande área de verde interna de 80.000 m², trilha para caminhada, além de disso, o novo bairro também terá infraestrutura completa com acesso asfaltado, água, esgoto, rede elétrica, pavimentação de qualidade, drenagem, lazer e praça de conveniência com quadra e fitness externo.

Isso tudo tem a realização assegurada pela solidez do grupo Séculos, um dos mais tradicionais do país no segmento de relógios e jóias, que a 39 anos criou a Gran Viver Urbanismo que está presente em 4 estados e 35 municípios com a entrega de dezenas de condomínios de qualidade.

E pensando em qualidade este empreendimento Cidade Verde Prudente-Sete Lagoas não apenas atenderá uma necessidade latente do mercado regional por oferta de bons produtos imobiliários para as diferentes classes como também tornará-se um paradigma de planejamento e infraestrutura de urbanização para toda região e Sete Lagoas em especial que não preza um padrão mínimo neste quesito, isto é fato.

Enfim, é um bem que contribuirá para que as famílias de classes C e D possam ter acesso facilitado a sua propriedade e o investidor tenha uma grande opção de investimento seguro. Ademais e não menos importante o Cidade Verde impulsionará a melhoria do padrão de infraestrutura urbanística da região além de contribuir diretamente para o seu desenvolvimento. A seguir o registro de algumas imagens sendo a primeira com o encontro do jornalista e diretor da rede Padrão de Comunicação - Rádio Musirama FM 92.1 - com a diretora comercial e marketing da Gran Viver, Fabíola Regadas. (correções daqui a pouco).

Encontro de Geraldo Padrão com Fabíola Regadas, diretora comercial e marketing da Gran Viver, junto conosco, Leonardo Barros, e Paulo Regadas, seu esposo Paulo Regadas. 












Paul





Grupo Séculos 50 anos de uma bela história.

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

CONDOMINIO PRUDENTE DE MORAIS SETE LAGOAS, LOTES DA GRAN VIVER, EXCELENTE PREÇO E CONDIÇÃO





LOTES EM PRUDENTE DE MORAIS CIDADE VERDE GRAN VIVER. ONDE FICA? QUAL VALOR? QUANTO É O PREÇO? CONDIÇÕES, INFORMAÇÕES, PREÇOS, TELEFONE, WHATSAPP, LOCALIZAÇÃO, CORRETOR, IMOBILIÁRIA, - INFORMAÇÕES E VENDAS: (31) 8817-5000

VOCÊ NÃO PODE PERDER!!! Compre para morar ou investir, o seu lote no bairro Cidade Verde, próximo do futuro IFET - Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia - MG, de Sete Lagoas. O bairro de alto nível pertence a Prudente de Morais, mas parece que é Sete Lagoas, de tão perto. Lotes por incríveis R$ 39 mil - a partir. Entrada facilitada e prestações que cabem no seu bolso. Oportunidade Única!

OPORTUNIDADE BOA PARA ENRIQUECER O SEU PATRIMÔNIO - CORRA E RESERVE O SEU LOTE DA GRAN VIVER ANTES QUE ESGOTE!
- Infraestrutura Urbana Completa - não é loteamento, é bairro;
- Cinturão verde preservado vizinho ao loteamento, proporcionando mais segurança e qualidade do ar;
- 80.000 m
- Equipamento de ginástica ao ar livre;
- Vias asfaltadas com arborização viária;
- Playground;
- Pista de cooper e caminhada
- Quadra poliesportiva;
- Praça pública;
- Rede de água da Copasa;
- Energia elétrica;
- Saneamento;
- Padrão Gran Viver, bairro planejado;

Quem compra terra não erra!
Vendas WhatsApp/Tel (31) 8817-5000

Bom para morar e investir.

Lotes de alta qualidade em Prudente de Morais pertinho do centro de Sete Lagoas!, com excelentes preços, num terreno do lado futuro Cefet de Sete Lagoas, perto da Embrapa Milho Sorgo, da faculdade São João Del Rey, a 5 minutos da Escola Técnica Municipal e a 10 do centro, próximo da UPA e da av. Norte Sul. É o Vetor Norte chegando a Sete Lagoas via Prudente de Morais para dar mais opção de moradia de qualidade e bom investimento com o novo e maravilhoso bairro Cidade Verde. Quem compra terra não erra, quem compra ali ganha muito! E o comprador tem a segurança de fazer negócio com a Gran Viver Informações? Deixe sua pergunta nos comentários abaixo, via mensagem, por Whatsaap e telefone no (31) 8817-5000. Faça um excelente negócio!

Características:
Com unidades a partir de 250 m² cada, o Cidade Verde Prudente de Morais conta com uma grande mata preservada interna de 80.000 m², que poderá ser apreciada durante uma caminhada por uma trilha. Outra exclusividade do empreendimento é que ele está cercado por uma reserva legal que soma 320.000 m².
O novo bairro também terá infraestrutura completa com acesso asfaltado, água, esgoto, rede elétrica, pavimentação, drenagem, lazer e praça de conveniência com quadra e fitness externo. O Bairro está localizado bem próximo ao município de Sete Lagoas, na avenida de ligação com a cidade, entre os bairros São João I e São João II.

PARA CONHECER O EMPREENDIMENTO AGENDE SUA VISITA NO FORMULÁRIO ABAIXO:
Lote Prudente de Morais Gran Viver - Sete Lagoas - Informações.
Adicionar legenda



AGENDAMENTO ABAIXO:

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

SARNEY VOTOU EM AÉCIO, ISSO DIZ MUITO SOBRE... QUEM É AÉCIO NEVES

José Sarney votou em Aécio Neves, mostra vídeo. Isso diz muito sobre Aécio, como também diz a sua proposta de voto em lista fechada do partido (nada mais caciquista). Muita gente que poderia votar num candidato de oposição não votou em Aécio contra o PT por medo de perder o Bolsa, por desinformação etc. Mas muita gente bem informada que GOSTARIA de votar na oposição também não votou em Aécio porque sabia exatamente quem ele é: um plaboyzinho oligárquica. Fosse outro o candidato da oposição teria muito mais chaces de vencer. Nesse sentido, o senador Alvaro Dias disse que a campanha de Aécio não soube dar consistência ao sentimento de mudança, a verdade é que Aécio não tinha a consistência mudancista para oferecer, sobretudo, a mudança de práticas e valores, que queremos ver superados. Enquanto algumas grandes figuras comoJosé Serra e o próprio Alvaro Dias... não tiverem a coragem de apresentarem um outro partido ao Brasil, eles ficarão presos a aliados do passado tradicional quem nem farão as mudanças e nem permitirão que eles cheguem lá para fazer os avanços que o Brasil precisa.http://politica.estadao.com.br/noticias/eleicoes,video-mostra-jose-sarney-dando-voto-a-aecio-neves,1585134

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

AÉCIO FRACASSOU COMO MUDANÇA, PORQUE NÃO ERA A VERDADEIRA MUDANÇA QUE AS PESSOAS BUSCAVAM

Como uma das milhões de pessoas que queriam o fim do ciclo petista estou como estes profundamente chateado com a reeleição de Dilma. Mas também como alguém que tem consciência do que aconteceu nesta eleição sob uma perspectiva privilegiada de visão do poder e seus bastidores em Minas e acompanhou atentamente o desempenho do candidato de oposição preciso me pronunciar sobre o que vi acontecer para ajudar a impedir que reine uma versão olímpica, mistificadora e até falaciosa do desempenho do candidato Aécio Neves.

É fundamental que façamos essa análise crítica procurando ter o conhecimento real do que aconteceu evitando, dessa forma, que nos apoiemos em versões falaciosas e mistificadora que levem a cometer novamente os mesmos erros. Nesse sentido, o primeiro fato a constatar é que foi a sociedade independente do candidato Aécio Neves a grande resistência ao PT, reparem esse dado: 80% da população queria mudança Aécio foi capaz de conquistar desse montante 48%, resta de forma incontroversa com dado objetivo que o candidato da oposição não conseguiu ser o candidato da mudança para a maioria das pessoas que queriam... mudança. A questão da mudança era tão forte na sociedade que a candidata Dilma se apresentou como o novo, a mudança, e o que era para ser a mudança de verdade pareceu velho, atrasado, desbotado, para a maioria tanto dos que votaram quanto dos que não encontraram motivação nem para ir votar porque não viram na novidade aecista o novo.

Agora, vamos desvendar o que aconteceu para que a novidade que se apresentou não se transformasse na mudança que as pessoas tanto queriam e foram até para as ruas expressar esse desejo? Eu poderia começar elencando que entre os fatores para isso não ter acontecido o desempenho pessoal do candidato não entusiasmou, poderia também lembrar o que disse com precisão o publicitário Renato Pereira, que Aécio pregou para os já convertidos a votar no PSDB, mas não, eu vou começar a apresentar dados objetivos do seu programa para demonstrar que o que Aécio propunha não era tão diferente do prega o PT, ou melhor, em muita coisa é exatamente igual ao quer o PT para o país e depois avanço para outros fatores. Entre essas coisas está a reforma política onde ele propôs em seu programa (http://bit.ly/1ti5KU5) que "uma parte dos candidatos ao Legislativo [deputados, vereadores] seria eleita mediante a votação em lista definida pelo partido". Vejam o que escreveu (http://abr.ai/1wCU2F2) Reinaldo Azevedo sobre essa mesma proposta do PT: "Se os partidos aprovarem o voto em lista, estarão marcando um compromisso com o seu próprio aniquilamento — exceção feita ao PT, é claro!". Para amenizar Aécio também fala em voto distrital, mas por que não propôs o distrital puro ou misto com lista aberta ao invés de deixar uma parte ser indicada pelo caciquismo partidário? Isso revela a sua visão patrimonialista da política. 

E outra proposta feita por Aécio e muito explorada por sua propaganda foi o Poupa Jovem, ou seja, mais uma bolsa social para um país que já tem e ele ia manter 1/4 de sua população sob a Bolsa Família. Que mudança é essa?, pensava o contribuinte-eleitor farto de tanto pagar a conta. Nas outras postagens trato então das outras nuances como desempenho do candidato, a falta de combatividade de sua comunicação para expor o perigo autoritário que é o PT e o desastre da gestão petista para o país, a sua biografia aristocrática equivocadamente reforçada na propaganda em contradição com sentimento de mudança das pessoas e fator Minas Gerais que concorreram para o fracasso da novidade aecista num ambiente totalmente favorável ao novo. 

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

NÃO CULPEM O NORTE DE MINAS PELA DERROTA DE AÉCIO QUE FOI POR TODO ESTADO

BOA PARTE DAS CIDADES RICAS E/OU GRANDES EM TODAS AS REGIÕES EM MINAS TAMBÉM NÃO VOTARAM NO AÉCIO MAJORITARIAMENTE. CULPAR O NORTE DE MINAS É PURA BOBAGEM, DISCRIMINAÇÃO E, PRINCIPALMENTE, NÃO RECONHECER QUE A REJEIÇÃO DE AÉCIO NO ESTADO ESTAVA ALTÍSSIMA. EU MESMO SÓ VOTEI EM AÉCIO PORQUE ERA O PT QUADRILHEIRO, AUTORITÁRIO E QUE NÃO TEM A MENOR CAPACIDADE PARA GOVERNAR. ALÉM DO MAIS FOI AÉCIO O GRANDE ARTÍFICE DE MINAS TER SE TORNADO UM ESTADO PETISTA, OU VAMOS ESQUECER O LULÉCIO?, O DILMASIA?, A "CONVERGÊNCIA?" - ONDE ELE SE UNIU A PIMENTEL PARA ELEGER MARCIO LACERDA.
Betim: Dilma 56.21%, Aécio 43.79%.
Uberlândia: Dilma 56.49%, Aécio 43.51%
Uberaba: Dilma 57.60%, Aécio 42.40%
Divinópolis: Dilma 55.49%, Aécio 44.51%
Montes Claros: Dilma 62.05%, Aécio 37.95%,
TEÓFILO OTONI: Dilma 57.51%, Aécio 42.49% (terra do pai do Aécio).
Juiz de Fora: Dilma: 63.34%, Aécio 36.66%
Ribeirão das Neves: Dilma 54.97%, Aécio 45.03%
Fonte mapa de votos por estado do Estadão http://bit.ly/Minas2014

domingo, 26 de outubro de 2014

AÉCIO É RESPONSÁVEL PELA DERROTA DE AÉCIO, MINAS NÃO!

MINAS NÃO É RESPONSÁVEL PELA DERROTA DE AÉCIO. AÉCIO É O RESPONSÁVEL PELA DERROTA DE AÉCIO, QUANDO ELE PETETIZOU MINAS. A SEGUIR O TEXTO QUE EU EXPUS ISSO NO DIA 12/09/2014. SEGUE.
Sabe quem petetizou Minas? Aé, Aé, Aé, Aécio! Aécio petetizou Minas quando deixou vingar o Lulécio, o Dilmasia. Aécio petetizou Minas quando fez com Fernando Pimental do PT um esdrúxulo acordo para eleger Márcio Lacerda em BH, ao invés de lançá-lo por conta própria. Aécio petetizou Minas quando em 2010 coibiu o combate a essa excrescência chamada Dilmasia. Eu sou testemunha ocular e auditiva do então presidente do PSDB Narcio Rodrigues ralhando com quem discursou contra o Dilmasia que prejudicava José Serra em Minas. "Isso não é obrigação nossa não", afirmava Narcio. Aé, Aé, Aé, Aécio seus cupinchas da republica oligárquica do pão de queijo foi quem petetizou Minas.

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Motivos porque odeio o que Aécio representa; motivos porque voto em Aécio:

Enquanto ele NÃO foi o candidato do PSDB ele foi um aliado do Lula e do PT, traindo fartamente os seus correligionários como fez, sobretudo, com José Serra;
Ele só sabe brigar de verdade, ranger os dentes, com seus correligionários com o PT é mansinho;
Sua vitória se acontecesse seria a vitória da traição política que deu certo, servindo ao desserviço à cultura da lealdade, da boa política;
Ele representa a política da hereditariedade que vai passando o poder de pai para filho, de filho para neto;
Sim, ele promoveu em Minas uma política de cooptação e pressão à imprensa que a tornou ainda mais servil do que já era ao poder local;
Sua irmã Andréa Neves era uma eminência parta sobre o governo...;
Na boa iniciativa de levar o complexo administrativo estadual para fora do centro de BH, o que foi bom também para impulsionar o desenvolvimento do Vetor Norte da metrópole e reduzir custos teve como grande equívoco a imposição de um projeto de Oscar Niemeyer. Ou querendo copiar JK ele não copiou o espírito inovador do grande presidente que construiu Brasília, porque legou a Minas um projeto arquitetônico ultrapassado. Se Niemeyer foi com suas curvas um inovador para 1950, não é para agora, portanto, Aécio deveria se quisesse copiar JK não ter recorrido a velha e superada arquitetura, mas lançado uma outra visão como fez Jucelino com Oscar Niemeyer. Ou o Jucelino de 2000 não contrataria o Niemeyer com sua arquitetura do passado.
PORQUE VOTO EM AÉCIO:
Em primeiro lugar porque o PT quer instalar no Brasil um ditadura socialista;
Porque o programa econômico de Aécio apesar de não ter o grau de ousadia de um programa de José Serra apresentado em 2010, resgata a base da estabilidade da nossa moeda, com o velho tripé do próprio Armínio Fraga: meta de inflação, meta de superávit primário sem contabilidade criativa e câmbio flutuante. Sim, creio que era momento de ir além, por exemplo, com uma meta de superavit absoluto e não só primário, em todo caso, é o que temos para recomeçar a recuperar a economia que está em frangalhos, apesar falsa aparência de boa para quem não conhece direito o que está acontecendo;
Porque eu avalio que o Aécio é honesto;
Porque Aécio tem companheiros bons como o seu vice Aloysio Nunes, Serra, Anastasia...;
Porque apesar de que eu não confio tanto que ele vá atras dos monstruosos crimes do PT como deveria, a sua eleição criará um ambiente que dará mais segurança para o conjunto da justiça ir atrás dos crimes do PT;
Porque o próximo presidente vai escolher pelo menos 5 ministros do Supremo e se o PT ganhar e se mantiver no poder, não teremos mais um Supremo, mas um diretório do partido lá.

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

O PROBLEMA É QUE AÉCIO NÃO É EXATAMENTE UM CONTRAPONTO AO PT

Andréa Neves e Leonardo Barros.
Impeachment que não aconteceu em 2005, pode vir em 2015. Ah, sim: se o PSDB deixar. Em 2005 não deixou, FHC, Aécio, saíram em defesa, acredite, de Lula. Pois bem, Veja mostra que Dilma e Lula sabiam de tudo, portanto podem ser acusados no mínimo de cúmplices, ou de terem prevaricado, o que a gente sabe que para essa gente é muito pouco. Eles são uma corja mesmo e estão diretamente no comando do esquema, trata-se de uma quadrilha organizada para tomar o estado brasileiro. Aliás, sem o apoio e participação deles não dava para impetrar bilionário desvio. Mas apesar disso o que a gente vê no programa do Aécio? O bom mocismo, o sorriso estampado e uma alegria que ninguém entende. O tom deveria ser o grave, o sentimento de uma nação indignada.  Mas quê. O PT conseguiu fazer o brasileiro estar mais otimista com a economia, mesmo a economia estando direção ao abismo. Sim, esse é o sentimento do povo brasileiro com a economia, captaram as recentes pesquisas. Mal sabe o povo que estamos à beira de um precipício: inflação ALTA, Desemprego, Queda no PIB, Calote de Pagamentos, é o que nós espera. Infelizmente o candidato do nosso lado é sim um bom vivam, mas o que seria isso se ele tivesse ao menos a garra para defender o Brasil? Infelizmente ele não sabe fazer, porque não tem o sentimento do povo, mas apenas o traquejo para negociar com políticos como sempre fez. Aécio não é o contraponto ao PT e esse é nosso principal problema com o nosso candidato. Em Minas como governador viveu uma experiência servil com a imprensa. "Por culpa dele?" Pode questionar-se. E eu digo o que importa se por culpa dele ou não? O fato é que foi blindado, ao ponto de chegar ao final de seu governo com 92% de aprovação. Isso pode parecer bom, mas não é meus amigos, porque não é real. Ou seja, ele agora que começa a ser exposto pela imprensa nacional que não é como a mineira, suas falhas ainda que relativamente penas perto das falcatruas do PT parecem monstruosas porque nunca vieram a público, assim ganham a repercussão que os igualam perante o povo. Vejam o caso da irmã "voluntária" de Aécio, a Andrea Neves poderia sim cumprir o papel de... voluntária no lugar da esposa inexiste, o papel como o da grande dama, Sra Ruth Cardoso, que criou o Comunidade Solidária, mas não, a irmã de Aécio não é era apenas uma voluntária na área social, mas a grande "Eminênica parda", comandando a comunicação do governo durante a gestão de Aécio e Anastasia. Aliás, tive o desprazer de ver isso na prática há poucos dias quando ao encontrar essa senhora no comité de campanha do PSDB, resolvi falar com ela, quando veio um sem número de puxa-sacos atrás de mim para pedir que eu deixasse a sua sala, no que eu perguntei a ela se não poderia falar com ela, foi então que Andrea ordenou que o séquito de assessores nos deixasse. Tiramos até foto, mas logo em seguida ao sair da sala, veio ninguém menos ninguém mais que o coordenador-geral da campanha, o suplente de Anastasia, Alexandre da Silveira, pedir ou que eu a pedido dela apagasse a foto ou me comprometesse a não usá-la no meu blog, durante a campanha.  O fato é: como entender esse voluntariado que reinava sobre o governo dando ordens e administrando as relações e verbas com a imprensa? A conclusão é: não se vê com o grau que precisava ser visto no Aécio um contraponto ao PT, acaba o eleitor tendo de escolher o menos pior. E claro que Aécio é menos pior, ou bem melhor que é o PT, mas as vistas da mudança que quer o eleitor gostaria, ele não vê o novo de verdade. Isso faz ele duvidar da mudança. Dessa forma, ao se confirmar as pesquisas que dão derrota para o Aécio Neves só nos restará fazer o impeachment dessa quadrilha no poder.

sábado, 18 de outubro de 2014

É PELO BRASIL QUE VOTO EM AÉCIO NÃO POR ELE MESMO, PRINCIPALMENTE

É PELO BRASIL QUE VOTO EM AÉCIO NÃO POR ELE MESMO, PRINCIPALMENTE
A amiga Carla Kreefft sintetizou a dimensão que deve ter o nosso voto, disse: "votar é um ato individual, mas que deve se feito sempre com a perspectiva do bem coletivo". Eu sempre votei assim, e nessa eleição de 2º turno essa perspectiva nunca foi tão forte para mim ao passar por cima de "tudo", tudo mesmo, para cumprir esse preceito e votar em Aécio, apesar de abominar o seu egoísmo pessoal, como deixarei claro.
Dessa forma, a começar pelo próprio fato de Aécio não ter essa dimensão, ou se tivesse ele teria a grandeza, a generosidade de que tanto fala aos ventos, para apoiar e não faltar com a ajuda na hora em que, por exemplo, José Serra em 2010 mais precisou e foi abandonado por ele. Aécio, tenho provas robustas, é um grande egoísta, só pensa em si. Basta dizer que trabalhou em parceria com o Lula relegando os seus correligionários em nível nacional e o próprio interesse do Brasil em se livrar do PT para segundo e terceiro plano para não atrapalhar seus... planos de chegar a presidência, contando, ele sim, com a generosidade de seus correligionários e das pessoas como eu que não faltariam com o Brasil, ainda que fosse para apoiar um individuo egoísta como é o Aécio, se isso fosse do interesse maior do país. Ele contava com isso.
É desta forma que voto e faço o que posso lutando com afinco para elegê-lo. Aliás, no meu caso o egoísmo chegou ao ponto da perseguição, quando a minha participação no governo de Minas durante a gestão tucana foi vetada. Eu fui avisado: "você vai ver o que você vai conseguir com essa independência" - na época escrevia frequentemente críticas ácidas ao comportamento quase caudilhista de Aécio. E realmente, eu fui vetado de trabalhar no governo Anastasia, por conta da minha posição, me comunicou em outro momento essa resistência um alto dirigente do PSDB, que preservo nome a pedido.
Fosse eu, egoísta como Aécio uma hora destas, estaria torcendo para que ele perdesse a eleição, mas não, estou fazendo intensa campanha para ajudar o Brasil a livrar do mal maior, o PT e para tanto eleger Aécio Neves. Ele não faria como é sabido o mesmo, como demostrou nas últimas 3 eleições (2002 Serra, 2006 Alckmin e 2010 Serra).
E os meus reparos ao Aécio não se limitam ao seu egoísmo, e nem tampouco a sua represária a mim, mas também a sua falácia ao cultuar um falso mineirismo, essa coisa que recorre ao bairrismo para confundir Minas Gerais com ele próprio, quando ele ama para ironia e desfaçatez maior o Rio de Janeiro. Aliás, os seus 92% de aprovação ao final de seu governo só existiu porque a imprensa mineira lhe foi cortesã, porque ainda que eu reconheça e reconheço que ele fez dois bons governos, os quase 100% de aprovação foi fruto muito mais de um ufanismo bairrista do que um olhar mais independente da nossa gente. O mesmo alto patamar que também recebia Lula, porém, no seu caso fruto do mais nefasto populismo como a bolha de consumo, uma farra que agora custa alto, porque o país gastou ao invés de investir e reformar-se.
Mas partindo para o final eu teria tudo para não votar em Aécio como bem expliquei, mas não, eu voto, voto pelo Brasil, o que é sinônimo de votar contra o PT, voto num projeto, voto nas qualidades de Aécio (incompreensível para alguns como posso ver defeitos e também ser capaz de reconhecer boas qualidades), voto num grupo onde tem José Serra, Anastasia... Aliás, neste sentido, e antes de encerrar eu preciso fazer um registro final a ele . Tem uma amiga em especial que me cobra principalmente quando elogio Aécio, ela acha que eu deixo as pessoas confusas com ora a minha crítica, ora com meu elogio ao presidenciável. Pois então eu explico, isso se trata de honestidade, de princípios e valores, ou seja, eu não ajo como torcida contra ou a favor, eu vejo o jogo e reconheço o que a meu juízo foi bem feito e critico o que considero mal feito, simples assim. Agora, para agir de fato simples assim é bastante complexo, complexo sobretudo pelo desentendimento dos outros.

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

JOICE HASSELMANN DE LINGUINHA DE FORA, NÃO TEM PREÇO - TVEJA, VEJA

EXCLUSIVO!!! A linda e competente Joice Hasselmann sendo cobrada e pondo linguinha para seu diretor em veja não tem preço, tem? É, ela, a jornalista que está na apresentação do novo projeto de Veja, o TVEJA, reage a cobrança do seu diretor e até põe linguinha para fora. Vai dar ibope, aumentando ainda mais a audiência do bom programa que Veja criou. No final da sua apresentação, agora há pouco, do programa "No Alvo",  da TVEJA, em que ela tratava do fato de que Paulo Roberto Costa foi convidado para o Ministério da Cidade de Dilma, a apresentação é encerrada mas segue no ar e ela é cobrada para fechar a fala com uma postura previamente combinada, mas esquece. então ela diz; "Ah é esqueci" e questiona como deveria ter concluído: "Faz uma pose de mulher inteligente?" Então ela faz a pose, o diretor faz outra observação, aí ela se vira de lado, fazendo a pose, em seguida diz tchau Eli e... põe a linguinha para fora. Não tem preço!

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

É VERDADE OU MENTIRA QUE AÉCIO AGREDIU NAMORADA?

Com a palavra Letícia Weber, a namorada de Aécio. É ela quem pode responder. O seu silêncio é o mesmo que uma resposta afirmativa sobre o suposto episódio. Que namorada deixaria "o bem" sofrer uma calúnia dessas, sem fazer nada? Mais: que mulher é essa que deixa de ser solidária, com o namorado, um homem público, que depende da boa reputação, e estaria sendo alvo de campanha difamatória? "Ah, mas ela também pode falar e mentir dizendo que não houve nada para ajudar Aécio." Sinceramente, não acredito que faça isso. Corre o risco de ser desmascarada.

Bem, é fundamental que Letícia desminta o fato, se for falso. E rápido. Ela ajudaria muito o namorado que está sendo bombardeado, pelo que o colunista Lauro Jardim decretou, trata-se de uma de campanha insidiosa de boatos que visa a atingir o governador. "Baixaria de campanha", disse. Eu quero acreditar que Aécio Neves (PSDB) não tenha agredido a namorada. Mas não posso defendê-lo, ninguém pode, a não ser Letícia. Se não o fizer, hummm....


ATUALIZAÇÃO 17-10-2014
Combatendo a exploração do boato contra Aécio: "e verdade que aecio agrediu namorada?", questionam-me hoje novamente insistentemente. Do que se trata isso? O PT explora o boato que circulou em 2009 de que Aécio Neves teria batido na então namora, a Letícia Weber, HOJE SUA ESPOSA. Ao fatos, a origem desse boato foi divulgada por Juca Kfouri. A coisa se espalhou como um rastilho de pólvora na rede. Na época o meu blog era um dos mais ativos da internet em assuntos públicos e políticos, assim tratei do fato (veja texto abaixo) e nas pesquisas sobre o assunto feitas no Google na época meu blog aparecia na primeira colocação. Eu recebia milhares de vistas e comentários dos leitores diversos a respeito. Então eu disse o óbvio (está abaixo): a única forma de acabar com o boato era um desmentido de Letícia. Ela levou uns três dias para negar o acontecido, mas o fez. Nunca surgiu qualquer prova da agressão, mas restou o boato que os petistas tentam requentar agora na boca da urna prejudicar Aécio e desviar à atenção do povo para suas monstruosidades essas crimes gravíssimos até de morte como a morte de Celso Daniel. Elles, os petralhas, dizem inclusive que sexta-feira tem uma bomba contra Aécio, bomba ou não, elles estão fazendo terrorismo para desestabilizar Aécio. Segue texto de minha cobrança a Letícia e o link com seu pronunciamento à época.

AGORA, VOCÊ SABIA QUE O LULA TENTOU ESTUPRAR UM COLEGA DE CELA (O MENINO DO MEP) QUANDO FICOU ENCARCERADO POR 31 DIAS? NÃO? ENTÃO VEJA O ARTIGO NA FOLHA DE SÃO PAULO PARA CONHECER UM POUCO MAIS QUEM É LULA. 


ABAIXO OUTRA MATÉRIA SOBRE A TENTATIVA DE ESTUPRO DE LULA:

O MENINO DO MEP. OU: SILVIO TENDLER PARA MINISTRO DA PIADA

Algumas conclusões se podem tirar do caso “Menino do MEP”. A primeira e mais óbvia é que o Lula não poderia mesmo processar César Benjamin: a conversa aconteceu. Se o publicitário Paulo de Tarso, aquele que tem contrato de R$ 300 milhões com o governo, disse que não se lembrava do fato e discordava do “conceito” (???) do texto de Benjamin, o cineasta Silvio Tendler, numa entrevista extremamente agressiva, atacando o articulista, confirmou o relato. Só que ele diz que tudo não passava de uma “piada”. Já volto a esse ponto. Sigamos nas coisas que são dadas. Outra evidência é que Franklin Martins, desta vez, perdeu o rebolado: mostrou-se perdido, sem reação possível. E, bem…, ficamos sabendo que o “Menino do MEP”, afinal de contas, existiu.
Voltemos agora a Tendler, já que sua entrevista se tornou uma chave para entender essa história. Em entrevista a um site, afirmou o valente, atacando César Benjamin:
“Era óbvio para todos que ouvimos a história, às gargalhadas, que aquilo era uma das muitas brincadeiras do Lula, nada mais que isso, uma brincadeira. Todos os dias o Lula sacaneava alguém, contava piadas, inventava histórias. A vítima naquele dia era um marqueteiro americano. O Lula inventou aquela história, uma brincadeira, para chocar o cara… Só um débil mental, um cara rancoroso e ressentido como o Benjamin, guardaria dessa forma dramática e embalada em rancor, durante 15 anos, uma piada, uma evidente brincadeira…”
Fazendo documentário, Tendler parece bem melhor em matéria de ficção. Eu não sei se Lula tentou estuprar ou não o “Menino do MEP”, o que sei, agora com certeza, pela voz de um amigo e defensor, é que ele disse que tentou. Segundo Tendler, era uma piada, que Lula fazia para chocar o americano, a “vítima do dia”. Huuummm… Quem será que vertia para o inglês a “história engraçada”? A propósito, Tendler fica nos devendo uma explicação: por que aquilo era engraçado? O que há de graça numa tentativa de estupro, ainda que fosse inventada? E por que a “vítima” era o americano? E, bem, não custa informar: outras pessoas já ouviram esse mesmo relato. Parece que há certa predileção por brincadeiras dessa natureza e sempre com a mesma personagem: o “Menino do MEP”.
Alguns homens são dados a conversas meio cafajestes. Mas saibam as mulheres que não são usuais relatos, mesmo inventados, de tentativa de “pegar” um “companheiro”. À força, então, é absolutamente impensável até como piada. Eu nunca ouvi. Não tive esse estranho privilégio de Tendler. Acho que a esmagadora maioria dos leitores não tem notícia de algo parecido. Admita-se que, num rasgo de humor à moda Lula, ele tivesse dito algo como: “Pô, eu tava lá sem mulher e tentei pegar um companheiro, mas ele resistiu…” Ok, piada, todos ririam — lá entre eles, claro! Vocês sabem: esse tipo de coisa que provoca gargalhadas em Silvio Tendler.  Mas não! A história tinha uma personagem, que efetivamente estava na cela: o “Menino do MEP”. “Menino” que outros presos também tinham na memória — especialmente os próximos a Lula. Um sindicalista lembrou, 29 anos depois, que o agora presidente acertou uma bolada de basquete no rapaz. Outro sabia seu nome. Um terceiro tinha em mente suas características físicas.
Assim, resta evidente que Cesinha narrou a verdade em seu artigo. O máximo de que pode ser acusado é de não ter aquele refinado senso de humor de Silvio Tendler, que gargalhou ao ouvir que o interlocutor tentara estuprar alguém na cadeia. Por alguma razão, a coisa lhe pareceu engraçada.
Num outro trecho de sua entrevista, indaga o cineasta: “E você acha que, se isso fosse, soasse, verdadeiro, todos nós não ficaríamos chocados? Todos ali da esquerda, com amigos presos, ex-presos e tudo mais, você acha que nós ouviríamos aquilo com tom de verdade, se assim fosse ou parecesse, e não reagiríamos, não ficaríamos chocados?”
Que coisa! Chocado estou eu! Vejam que moral superior tem o esquerdismo! “Como homens de esquerda”, eles ficariam chocados porque os amigos — também de esquerda, entende-se — estavam presos.  Compreendo. Se a pessoa “abusada” fosse “de direita”, isso faria alguma diferença? Mais: por acaso, inexistem molestadores de esquerda? Aí não dá! A moral de muitos esquerdistas condescende com milhões de cadáveres. Por que não poderia condescender com um estupro? Lula até podia estar brincando, como assevera Tendler, mas a suposta superioridade moral da audiência não tem nada a ver com isso. E não posso deixar de reverenciar, uma vez mais, a memória de Tendler para as piadas de Lula. Trinta anos depois, tem a história e as circunstâncias na ponta da língua.
Os petistas passaram os últimos dias, entre indignados e perplexos, tentando arranjar uma boa justificativa para a coisa toda. A mais desastrada, acho eu, é a de Silvio Tendler. Mesmo pessoas que não são ligadas ao partido falam em “baixaria”, perguntam se faz sentido publicar aquele artigo e indagam se não há mistura entre vida privada e vida pública. Se eu considerasse tratar-se de assunto pessoal, seria o primeiro a ignorar o caso.
Ocorre que isso nada tem de “pessoal”. Quase todos os presos que estavam naquela cela  — Lula inclusive — recebem pensão como vítimas da ditadura militar. A do presidente, sem dúvida, é a mais indecente. Aquele evento ajudou a criar a rede de mistificações que deu a Lula a Presidência da República, trajetória que será coroada com o tal filme. São os próprios esquerdistas que sustentam que se construía lá uma parte da história do Brasil e da moral profunda do “presidente operário”. NÃO HÁ RIGOROSAMENTE NADA DE PRIVADO NESSE IMBRÓGLIO. Nada!
Quem mantém certa relação privada, mas aí é com o filme, é Silvio Tendler, tio de um dos roteiristas, Daniel Tendler, que é casado com Júlia Barreto, filha de Fábio, diretor de “Lula, O Filho do Brasil“.
Eu sei que os neo-aristocratas brasileiros ficam irritados com o fato de haver quem entenda que o Brasil é uma República, não lhes concedendo os direitos especiais de que gozavam os antigos aristocratas. Pois é! República é assim mesmo: existe para expor seus podres continuamente. E o faz para que possa continuar a ser uma República.
Lula deve nomear Silvio Tendler para o Ministério da Piada e da Gargalhada.
Por Reinaldo Azevedo

"Triste e abatido"

Em artigo publicado na Folha, um esquerdista histórico afirma
que Lula tentou subjugar um rapaz quando estava na prisão. 
O presidente ficou perplexo

Fotos Niels Andreas/AE e Reprodução
O QUE É ISSO, COMPANHEIRO?
Benjamin e Lula, em 1980, quando foi fichado: o "menino do MEP" seria João Batista dos Santos

A um mês da estréia de Lula, o Filho do Brasil, surge um depoimento que contrasta fortemente com o filme de contornos hagiográficos do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Na sexta-feira passada, o jornal Folha de S.Paulo publicou um artigo que deixou de olhos arregalados todos os que o leram. Intitulado "Os filhos do Brasil", o texto é assinado por César Benjamin, um dos mais célebres militantes da esquerda brasileira. Entrou para o movimento estudantil ainda adolescente. Por sua militância política, ficou preso por cinco anos e foi expulso do Brasil em 1976. Quando voltou, empenhou-se na fundação do PT, do qual se desfiliou em 1995. Em 2006, foi candidato a vice-presidente pelo PSOL. Hoje, está sem partido. Cesinha, como é conhecido, relata o que teria sido uma revelação devastadora feita por Lula a ele em 1994.
Na ocasião, o petista iniciava sua segunda campanha a presidente. Benjamin estava na equipe de marketing do candidato. Ele relata: "Lula puxou conversa: ‘Você esteve preso, não é, Cesinha?’ ‘Estive.’ ‘Quanto tempo?’ ‘Alguns anos...’, desconversei (raramente falo nesse assunto). Lula continuou: ‘Eu não aguentaria. Não vivo sem b...’. Para comprovar essa afirmação, passou a narrar com fluência como havia tentado subjugar outro preso nos trinta dias em que ficara detido. Chamava-o de ‘menino do MEP’, em referência a uma organização de esquerda que já deixou de existir. Ficara surpreso com a resistência do ‘menino’, que frustrara a investida com cotoveladas e socos". Segundo Benjamin, o diálogo foi presenciado pelo publicitário Paulo de Tarso da Cunha Santos. O publicitário, cujos contratos com o governo federal montam a 300 milhões de reais, negou em nota lembrar-se do episódio.
Por liderar greves no ABC paulista, Lula passou 31 dias preso no Dops, em São Paulo, em 1980, com outros sindicalistas. VEJA ouviu cinco de seus ex-companheiros de cela. Nenhum deles forneceu qualquer elemento que confirme a história de Benjamin. Eles se recordam, porém, de que havia na mesma cela um militante do Movimento de Emancipação do Proletariado (MEP). "Tinha um rapaz com a gente que se dizia do MEP. Tinha uns 30 anos, era magro, moreno claro. Eu não o conhecia do movimento sindical", diz José Cicote, ex-deputado federal. "Quem estava lá e não era muito do nosso grupo era um tal João", lembra Djalma Bom, ex-vice-prefeito de São Bernardo do Campo. "Eu me lembro do João: além de sindicalista, ele era do MEP mesmo", conta Expedito Soares, ex-diretor do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. O João em questão é João Batista dos Santos, ex-metalúrgico que morou e militou em São Bernardo. Há cerca de três anos, ganhou uma indenização da Comissão de Anistia e foi viver em Caraguatatuba, no Litoral Norte de São Paulo. Por meio do amigo Manoel Anísio Gomes, João declarou a VEJA: "Isso tudo é um mar de lama. Não vou falar com a imprensa. Quem fez a acusação que a comprove".
O Palácio do Planalto reagiu com indignação, qualificando o relato de Benjamin de "loucura". O chefe de gabinete de Lula, Gilberto Carvalho, disse que o artigo de César Benjamin era ato de um "psicopata". Carvalho afirmou também que Lula havia ficado "triste, abatido e sem entender" as razões que levaram o militante histórico a fazer um ataque tão destruidor contra sua honra.

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

PETISTAS, MILITANTES DA CORRUPÇÃO


Hoje estive na rádio Cultura para entrevista com Juarez Do Altissimo. Na participação das pessoas um petralha afoito ligou e disse que não foi o PT que inventou a corrupção e que ela já existe há 100 anos. Sério? Rsrs. Claro que não foi o PT que inventou a corrupção, ela existe desde a antiguidade, porém...
Porém o PT criou a corrupção do bem, justificando o crime com a desculpa do rouba, mas faz justiça social. E agora inovou de novo, ao estimular a militância da corrupção, com imbecis chegando ao ponto de ligarem para fazerem a justificativa da prática, com: "todos também fazem". Uma vergonha, ao invés elles se envergonharem da prática institucionalizada no partido e o abandonarem, não, tornam-se seus justificadores. O que viraram os militantes do PT, hein? MILITANTES DA CORRUPÇÃO!!!

SUBLIME OÁSIS SPA RESORT PROJETO OÁSIS CONTAGEM APARTAMENTOS DE 3 E 4 QUARTOS, VALOR, INFORMAÇÕES, CONDIÇÕES, RESERVA, TELEFONE, CORRETOR, IMÓVEL

DEBATE DA BAND NÃO FOI BOM PARA AÉCIO. OU O QUE ASSUSTA É TER 1/4 DA POPULAÇÃO DEPENDENTE DO BOLSA FAMÍLIA

Estou apreensivo. O debate de ontem na minha opinião NÃO foi bom para a candidatura de Aécio Neves. Quero muito que ele ganhe, não exatamente porque goste dele, não gosto, não sou seu fã, como sempre disse. Mas o PT é um mostro, um mal terrível para economia, para democracia, para, enfim, o verdadeiro progresso. Sim, o modelo de país que precisamos também está à direita do PSDB, mas por hora é que temos de menos ruim. Adiante. Como aceitar que 50.000.000 (CINQUENTA MILHÕES) de Pessoas estão sob a dependência do Bolsa Família e o candidato do PSDB não indagar a presidente se isso é motivo de orgulho?, como ela demonstra. Não, ele não pode falar assim, me diria alguém, porque que isso assustaria os dependentes da esmola oficial. Sinceramente, o Brasil precisa se assustar mesmo, mas é por já ter 1/4 (UM QUARTO) de sua população na dependência do Estado brasileiro. No fundo vivemos num modelo socialista, um modelo dependência. Falta realmente uma oposição com a visão e a coragem para assustar o país para o perigo em que ele está indo com o PT. Eu temo pelo futuro e, neste momento, pelo futuro do próximo dia 26. #AcordaBrasil vote no Aécio, ainda que ele não saiba defender direito o Brasil que nós precisamos ter. #MudaBrasil #Aécio45

domingo, 5 de outubro de 2014

ALGUMAS PROPOSTAS DO CANDIDATO LEONARDO BARROS



INFRAESTRUTURA LOGÍSTICA
Aproveitando o estimulante desafio proposto pelo governador de nos transformarmos num estado logístico, Leonardo vai arregaçar as mangas e trabalhar para ampliar a quantidade e a qualidade das estradas, duplicação das rodovias principais, a construção do rodo anel mineiro com raio muito mais abrangente planejado para atender a demanda dos próximos 100 anos.

REDUÇÃO DE CUSTOS
Desenvolver soluções para reduzir os custos do transporte de massa dentro das cidades, nas regiões metropolitanas e entre os municípios de Minas Gerais. Isso proporcionará aumento de renda indireta com a economia do transporte pelo trabalhador e estímulo do turismo interno.

METRÔ E TRENS
Ampliar o metrô de BH – Nos últimos 8 anos nenhum centavo foi destinado pelo Governo Federal para continuação do metrô de Belo Horizonte. Mas, para Leonardo, a ampliação do metrô que precisa chegar no Barreiro (Linha 2) e à Pampulha (Linha 3), será uma prioridade permanente.
Estudar junto ao governo a viabilidade de implantação de trens metropolitanos com conforto de metrô, de BH-Betim; BH-Sete Lagoas.

DESENVOLVIMENTO E EMPREGOSLeonardo vai continuar o esforço pela diversificação e interiorização do desenvolvimento econômico mineiro. A exemplo do esforço que fez para garantir a nova fábrica da AMBEV em Minas quando o estado correu o sério risco de perder a NOVA unidade por causa da “Lei do Pequi” que impedia o corte das arvores. Leonardo vai continuar trabalhando para remover os obstáculos ao desenvolvimento, a competitividade. E mais: vai apoiar o “Estado indutor” que cria a infraestrutura necessária para que a iniciativa privada possa colocar em prática seus projetos de investimentos; atrair mais indústrias de produtos com valor agregado. Outra meta é dar força para o pequeno empreendedor. Levar qualificação de forma que atenda demanda dos empreendedores por mão de obra de qualidade. Tudo isso vai contribuir para mais e melhores empregos para jovens e adultos.
SANEAMENTO
Fortalecimento da posição dos municípios na relação com a Copasa, através da nova lei 11.445 aprovada em 2007 e garantiu muito mais poder aos municípos concedentes.
Instalação da Copasa na cidade de Sete Lagoas acabando com sofrimento da população.
AMPLIAÇÃO DO ENSINO TÉCNICO COM REDE PRÓPRIA
Trabalhar para ampliação de vagas no ensino técnico e tecnológico para jovens e adultos, porém com a criação de forte rede própria de ensino, garantindo melhor qualificação profissional para jovens e adultos, ao mesmo tempo, em que se atende a demanda dos empreendedores e do mercado de trabalho regional, contribuindo para desenvolvimento de toda Minas Gerais.
Aumentar a oferta de novos cursos, hoje são 60 tipos, e o número de municípios beneficiados, hoje em 380.
Monitorar e avaliar a qualidade, aplicabilidade dos cursos fornecidos por entidades conveniadas de forma assegurar a melhor formação e geração de empregos para.

EDUCAÇÃOConsolidação dos avanços na educação básica com reestruturação e uniformização do currículo em todo estado com apostilas para alunos e professores, criação da escola de professores que vai requalificar os atuais quadros e qualificar os novos, aprimoramento da política de meritocracia com reconhecimento individual a curto, médio e longo prazos; Implantação da professora auxiliar na primeira série.
LEONARDO Barros vai contribuir para a consolidação do avanço da Educação Básica em Minas propondo a reorganização do currículo, refinamento metodológico, qualificação, avaliação dos profissionais recompensando o desempenho pontual e, de forma, progressiva ao longo da carreira. E a exemplo do que Serra fez, lutar pela criação da Escola de formação de Educadores, onde se promoverá a qualificação e requalificação específica dos quadros da educação de profissionais para educação mineira.

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Deputado do PT diz que Correios ajudaram Dilma em MG

Deputado do PT diz que Correios ajudaram Dilma em MG

Em vídeo, Durval Ângelo afirma que presidente-candidata só atingiu 40% de intenção de voto no Estado porque "tem dedo forte dos petistas" na estatal

A presidente Dilma Rousseff em campanha com Fernando Pimentel em Belo Horizonte (MG) - 29/09/2014
A presidente Dilma Rousseff em campanha com Fernando Pimentel em Belo Horizonte (MG) - 29/09/2014 (Ichiro Guerra/Divulgação/VEJA)
Numa reunião com dirigentes dos Correios em Minas Gerais, incluindo o presidente da empresa pública, Wagner Pinheiro, o deputado estadual mineiro Durval Ângelo (PT) afirmou que a presidente-candidata Dilma Rousseff só chegou a 40% das intenções de votos no Estado, porque "tem dedo forte dos petistas dos Correios". Ângelo é integrante do Diretório Nacional do PT, e Pinheiro, filiado ao diretório petista do Rio de Janeiro.
Em declaração gravada em vídeo, o parlamentar petista diz: "Se hoje nós temos a capilaridade da campanha do [Fernando] Pimentel [candidato do PT ao governo de Minas] e da Dilma em toda Minas Gerais, isso é graças a essa equipe dos Correios". Na gravação, o deputado afirma, ainda, que "a prestação de contas dos petistas dos Correios será com a vitória do Fernando Pimentel a governador e com a vitória da Dilma".
Todo discurso foi acompanhado pelo presidente dos Correios. Wagner Pinheiro estava sentado à mesa ao lado do deputado estadual petista e não o interrompeu em nenhum momento em que ele se pronunciou. Durval Ângelo chegou a fazer um apelo a Pinheiro para que a coordenação da campanha de Dilma reconheça a "grande contribuição dos Correios".  "(...) A Dilma tinha em Minas Gerais, em alguns momentos, menos de 30%. Se hoje nós estamos com 40% em Minas Gerais, tem dedo forte dos petistas dos Correios. Então, queremos que você leve à direção nacional do PT, que eu também faço parte do Diretório, mas também à direção nacional da campanha da Dilma a grande contribuição que os Correios estão fazendo." Aqui

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Minha luta é pelo Brasil.

Acredito que o programa de TV que foi ao ar a partir de 19 de agosto, desempenhou um papel estratégico em minha candidatura e na relação com os eleitores. Na apresentação, revelo a minha visão e luta por um Brasil desenvolvido. Meu discurso na tevê e no rádio NÃO é voltado para minha região, a região Central de Minas (BH, Sete Lagoas, Betim, Contagem...), ou seja, não é bairrista-paroquial, porque minha visão é nacional. E a Diretriz da minha atuação básica terá dois pilares fundamentais: o foco brasileiro para a construção da nação forte, republicana, livre... e também foco estadual, trabalhando, sim, é possível, por todas as regiões de Minas Gerais para a construção de um Estado dinâmico, com economia diversificada, criativa, empreendedora, com boa infraestrutura viária para si e para integrar melhor o Brasil, além de redes eficientes e modernas de Educação e Saúde. Por outro lado, ser a favor do Brasil é ser contra o PT autoritário, portanto, não se pode ignorar as tentações autoritárias no poder desde 2003. Desta forma, é preciso um firme combate ás tentações autoritárias petistas. Porque defender um Brasil melhor e democrático é também lutar contra o mal que faz esse partido ao Brasil. E nem falo da corrupção organizacional instalada pela quadrilha do Zé Dirceu, mas do perigo bolivariano que já está deformando a nossa democracia. E esse combate deve ser feito, eles ganhando ou perdendo, porque essa é uma tarefa mal enfrentada no Congresso de hoje. Minha luta é pelo Brasil.

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

ISSO É FERNANDO PIMENTEL AÉCIO E PIMENTA DA VEIGA, EU SEI QUE VOCÊS SABEM, QUEM PRECISA SABER, AGORA, OU MUITO TEMPO É A SOCIEDADE.


Em 2002 eu era membro do Conselho Municipal Leste de Saúde de BH e na 7ª Conferência Municipal de Saúde era um de seus delegados com direito a voto. Pois bem, neste fórum de decisão o pessoal do PC do B apresentou uma proposta para que os gerentes Regionais de Saúde de BH fossem escolhidos por eleição direta na Gestão de Fernando Pimentel. Votei contra, porque essa deve ser uma competência do prefeito eleito, seja de qual partido for, porque se trata de uma função que vai aplicar uma política de governo. Entretanto, a Conferência tinha o poder de acordo com o que definia a gestão petista de decidir isso e muito mais. Acontece que eles fazem isso acreditando no poder que tem de manipulação das votações para fazerem o que querem. Neste caso específico a minha visão era e é que a escolha destes gerentes deve ser do governo, do gestão eleita, acontece que o fórum legitimo decidiu que o contrário: os gerentes seriam a partir de então eleitos. Sabe o que aconteceu? O senhor Fernando Pimental NÃO cumpriu o determinado pela Conferência, mostrando que eles não atendem a decisão supostamente coletiva (supostamente porque essas Conferências e Conselhos NÃO são representativos da sociedade, mas de grupos. Ali eu era uma exceção) quando está vai contra os seus interesses. Ou, seja, O PT SÓ CUMPRE UMA DECISÃO "COLETIVA" SE ESSA DECISÃO JÁ FOR A SUA.

terça-feira, 23 de setembro de 2014

PESQUISA GOVERNO DE MINAS IBOPE ÚLTIMA 23/09/2014 ELEIÇÃO PRESIDENTE DA REPÚBLICA - CANDIDATOS PIMENTA DA VEIGA, FERNANDO PIMENTEL MG

pimenta
Petista mantém vantagem em relação ao tucano
PUBLICADO EM 23/09/14 - 19h03
Pesquisa Ibope divulgada pelo "MGTV", da "TV Globo", mostra que o candidato do PT, Fernando Pimentel tem 44% das intenções de voto, enquanto Pimenta da Veiga (PSDB) soma 25%. Em relação ao levantamento anterior, ambos oscilaram dentro da margem de erro. Pimentel ganhou um ponto e, Pimenta, dois. Com o resultado, o petista ganharia a eleição no primeiro turno.
Tarcísio Delgado (PSB) oscilou de 3% para 4%. Fidelis (PSOL), Eduardo Ferreira (PSDC), Tulio Lopes (PCB) e Cleide Donária têm 1% cada um. O número de eleitores pretendendo anular ou votar em branco caiu de 10% para 9%. Os indecisos foram de 17% para 14%.
O Ibope ouviu 2.002 eleitores entre os dias 20 e 22 de setembro. O levantamento está registrado no TSE, sob o número 750/2014. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%.

Senado

A pesquisa ainda perguntou ao eleitor em quem ele votaria para o Senado se as eleições fossem hoje. Antonio Anastasia somou 47% (tinha 46% na pesquisa anterior), enquanto Josué Alencar registrou 20% (tinha 16%). Margarida (PSB), Tarcísio (PSDC), Geraldo Batata (PSTU) e Graça (PCO) somaram 1% cada. Pablo Lima (PCB) e Edilson Nascimento (PTdoB) não alcançaram 1%. Brancos e nulos foram 11% e indecisos chegam a 17%.

FILHO DO PAI NETO DO AVÔ

Filho do pai neto do avô é a síntese da cultura hereditária na política brasileira. Onde o filhinho protegido sucede o seu pai que já sucedeu o seu. Herança maldita que atrofia o Brasil, retendo-o aos velhos costumes de uma tradição política atrasada que assegura privilégios e mantém, por exemplo, super salários para políticos e seus assessores enquanto o trabalho é mal remunerado para sustentar esta casta que não vai mudar isso, porque é diretamente beneficiada. Só o brasileiro comum é que pode colocar alguns poucos lá como o deputado federal REGUFFE - Oficial de Brasília que mandou reter boa parte do seu próprio salário.