VISITE ANTES DO LANÇAMENTO PARA CONHECER E ESCOLHER O SEU LOTE

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

O PROBLEMA É QUE AÉCIO NÃO É EXATAMENTE UM CONTRAPONTO AO PT

Andréa Neves e Leonardo Barros.
Impeachment que não aconteceu em 2005, pode vir em 2015. Ah, sim: se o PSDB deixar. Em 2005 não deixou, FHC, Aécio, saíram em defesa, acredite, de Lula. Pois bem, Veja mostra que Dilma e Lula sabiam de tudo, portanto podem ser acusados no mínimo de cúmplices, ou de terem prevaricado, o que a gente sabe que para essa gente é muito pouco. Eles são uma corja mesmo e estão diretamente no comando do esquema, trata-se de uma quadrilha organizada para tomar o estado brasileiro. Aliás, sem o apoio e participação deles não dava para impetrar bilionário desvio. Mas apesar disso o que a gente vê no programa do Aécio? O bom mocismo, o sorriso estampado e uma alegria que ninguém entende. O tom deveria ser o grave, o sentimento de uma nação indignada.  Mas quê. O PT conseguiu fazer o brasileiro estar mais otimista com a economia, mesmo a economia estando direção ao abismo. Sim, esse é o sentimento do povo brasileiro com a economia, captaram as recentes pesquisas. Mal sabe o povo que estamos à beira de um precipício: inflação ALTA, Desemprego, Queda no PIB, Calote de Pagamentos, é o que nós espera. Infelizmente o candidato do nosso lado é sim um bom vivam, mas o que seria isso se ele tivesse ao menos a garra para defender o Brasil? Infelizmente ele não sabe fazer, porque não tem o sentimento do povo, mas apenas o traquejo para negociar com políticos como sempre fez. Aécio não é o contraponto ao PT e esse é nosso principal problema com o nosso candidato. Em Minas como governador viveu uma experiência servil com a imprensa. "Por culpa dele?" Pode questionar-se. E eu digo o que importa se por culpa dele ou não? O fato é que foi blindado, ao ponto de chegar ao final de seu governo com 92% de aprovação. Isso pode parecer bom, mas não é meus amigos, porque não é real. Ou seja, ele agora que começa a ser exposto pela imprensa nacional que não é como a mineira, suas falhas ainda que relativamente penas perto das falcatruas do PT parecem monstruosas porque nunca vieram a público, assim ganham a repercussão que os igualam perante o povo. Vejam o caso da irmã "voluntária" de Aécio, a Andrea Neves poderia sim cumprir o papel de... voluntária no lugar da esposa inexiste, o papel como o da grande dama, Sra Ruth Cardoso, que criou o Comunidade Solidária, mas não, a irmã de Aécio não é era apenas uma voluntária na área social, mas a grande "Eminênica parda", comandando a comunicação do governo durante a gestão de Aécio e Anastasia. Aliás, tive o desprazer de ver isso na prática há poucos dias quando ao encontrar essa senhora no comité de campanha do PSDB, resolvi falar com ela, quando veio um sem número de puxa-sacos atrás de mim para pedir que eu deixasse a sua sala, no que eu perguntei a ela se não poderia falar com ela, foi então que Andrea ordenou que o séquito de assessores nos deixasse. Tiramos até foto, mas logo em seguida ao sair da sala, veio ninguém menos ninguém mais que o coordenador-geral da campanha, o suplente de Anastasia, Alexandre da Silveira, pedir ou que eu a pedido dela apagasse a foto ou me comprometesse a não usá-la no meu blog, durante a campanha.  O fato é: como entender esse voluntariado que reinava sobre o governo dando ordens e administrando as relações e verbas com a imprensa? A conclusão é: não se vê com o grau que precisava ser visto no Aécio um contraponto ao PT, acaba o eleitor tendo de escolher o menos pior. E claro que Aécio é menos pior, ou bem melhor que é o PT, mas as vistas da mudança que quer o eleitor gostaria, ele não vê o novo de verdade. Isso faz ele duvidar da mudança. Dessa forma, ao se confirmar as pesquisas que dão derrota para o Aécio Neves só nos restará fazer o impeachment dessa quadrilha no poder.

Postar um comentário