terça-feira, 11 de agosto de 2009

O Vereador Cabo Júlio é condenado pela Justiça a devolver R$ 143 mil e pagar multa de R$ 429 mil


Sanguessugas. Vereador é acusado de participação no esquema de fraude em ambulâncias

Por RAFAEL GOMES, no O Tempo:
O vereador de Belo Horizonte Julio César Gomes (PMDB), o Cabo Júlio, foi condenado pela Justiça a devolver R$ 143 mil desviados dos cofres públicos por meio da chamada Máfia dos Sanguessugas, quando era deputado federal. O juiz da 7ª Vara Federal, Rodrigo de Godoy Mendes, determinou ainda o pagamento de uma multa equivalente a três vezes o valor desviado (R$ 429 mil) e a suspensão dos direitos políticos do parlamentar por dez anos.

O esquema foi desmantelado pela Polícia Federal (PF) em maio de 2006. Segundo ação proposta pelo Ministério Público Federal (MPF), senadores e deputados apresentavam emendas no orçamento da União para a compra de ambulâncias e equipamentos médicos para municípios do interior do país.

Ainda de acordo com a ação, as prefeituras se comprometiam a direcionar a licitação para a Planam, dos sócios Luiz Antonio Vedoin e Darci Vedoin. Em troca, os parlamentares recebiam parte do valor da compra. A estimativa é de que o esquema tenha movimentado R$ 110 milhões entre os anos de 2000 e 2006.

Segundo a ação proposta pelo Ministério Público Federal (MPF), Cabo Júlio teria apresentado 20 emendas ao orçamento. No total, segundo relatório produzido pela Controladoria Geral da União (CGU), 18 municípios mineiros foram beneficiados por emendas direcionadas pelo então deputado federal. Mais
Postar um comentário