domingo, 26 de julho de 2009

A CONTA DE LUZ VAI AUMENTAR e a culpa é da bondade de Lula com o... Paraguai


O Brasil aceitou triplicar o valor pago ao Paraguai pela energia produzida na usina de Itaipu, que passa de US$ 120 milhões ao ano para US$ 360 milhões. Cedeu a pressão do presidente paraguaio rompendo um acordo feito entre os países 1973. “ A energia produzida é dividida ao meio, mas o Paraguai usa apenas 5%. Lula e seu lépido ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, insistiram em mudar as regras do tratado mesmo após pareceres do Ministério de Minas e Energia e da direção nacional da Itaipu Binacional mostrarem que a alteração não faz sentido”, informa Veja.

Isso é um crime lesa-pátria. A usina de Itaipu foi construída com recursos 100% brasileiros. Lula joga na lata de lixo o Tratado de Itaipu, ignorando o preço que os brasileiros pagaram e pagam com a divida contraída pela Eletrobrás em bancos nacionais e estrangeiros para colocar de pé esse empreendimento.

O presidente faz bondade as custas do consumidor que terá que pagar mais em sua conta de energia. “É muito fácil dar o que não seu”, disse-me em conversa Tonhão que foi candidato a vice-prefeito pelo DEM-Sete Lagoas. Qual é premissa para fazer isso? Segundo Lula é:

- “Um país como o Brasil, como a França, como os Estados Unidos, somos nós que temos potencial e que temos que cuidar com carinho dos países que ainda não conseguiram se desenvolver.”

Nós por acaso conseguimos nos desenvolver? E o desenvolvimento dos outros países é responsabilidade nossa? É claro que não. Mas aprovação de 80% ou mais de Lula pelos brasileiros faz mal aos brasileiros, que fecham olhos para o assalto que o país sofre.

Mas esse delírio de superpotência do presidente esconde uma política esquerdopata bolivariana que toma conta da América como um todo. Começou com a política chavista que usou as volumosas receitas do petróleo há US$ 150 o barril para patrocinar golpismo bolivarianista em outros países como a Bolívia, de Evo Morales. Assim, a política brasileira só está seguindo a cartilha socialista-hegemonica-bolivariana nessa cooperação latino-americana do trogloditas Chaves, Lula, Evo, Rafael Correa. Uma doutrina que acredite, pode ter chegado à Casa Branca, com o mambe, mambe do Obama.

Estou louco em dizer que Obama é seguidor dessa vigarice? Então reparem essa fala do camarada Obama: “É um fato que afroamericanos e LATINOS são parados pela polícia de forma desproporcional”, afirmou Obama.

Entenderam? Barack Hussein Obama nesta fala em repreendeu a ação da polícia e já teve que voltar atrás se desculpando porque viu que a polícia não errou. Da uma demonstração clara que é discípulo da mesma doutrina ao fazer a suposta política em defesa dos fracos e obrimidos, a mesma. Obama está tentando importar a cultura latino-americana do coitadinho. E sabemos, goste-se ou dos EUA, que não foi com essa política do pobrismo [me permitam o neologismo] que fizerem eles se tornarem a potência que são. Foi com uma política de forte defesa do mérito. Aliás, tal política foi que atraiu muitos brasileiros e latinos em geral que fugiam dessa falsa defesa dos oprimidos e só espalhou a pobreza por essas bandas sulistas. Mas deixo Obama prá lá.

O certo é que essa política de patrocínio dos interesses dos países vizinhos pelo Lula faz vítima o consumidor brasileiro que terá que arcar com um aumento de pelo menos 3% na contra de eletricidade, hoje, ou amanhã quando Lula já estiver fora do poder. Lula é um perigo para os interesses dos país, só não vemos por seus 80% de aprovação cega.

Link relacionado - O Brasil virou a mulher fácil do mundo

"Contribuinte vai pagar a conta de Itaipu", diz deputado.

Postar um comentário