quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Eleição de Diretores nas Escolas Municipais de Sete Lagoas, Minas Gerais. QUE DIA SERÁ A ELEIÇÃO? 17 de Novembro - ESSA É UMA VITÓRIA DE MARIA LISBOA


Votação será dia 17 em 46 instituições
Em busca de atender os anseios da comunidade, a prefeitura e a Secretaria de Educação mudaram a forma de escolher os diretores das escolas municipais. Pais, alunos, professores e funcionários irão às urnas para decidir os gestores mais adequados para as instituições. O processo de indicação dos novos diretores das 46 escolas municipais acontecerá na terça-feira (17), de 6h30 às 21h.

Nas instituições municipais de ensino, uma comissão foi formada com representantes de professores, funcionários e pais/alunos para tratar da indicação, organizar os debates entre as chapas e garantir a votação. Há duas semanas, aconteceu o cadastro de pais, mães ou representantes de alunos menores de 18 anos e dos estudantes maiores de idade dos programas Educação de Jovens e Adultos (EJA) e Pró-jovem.

Segundo a secretária-adjunta de Educação, Marilene Melgaço, a retomada da participação da comunidade escolar na seleção dos diretores é um dos itens que garante a gestão democrática da escola. “O prefeito Maroca foi muito sensível a essa questão porque, realmente, ele quer implantar a gestão democrática, não só nas escolas, mas na Prefeitura de Sete Lagoas”, diz.

“A pessoa que se candidata está assumindo um compromisso perante a comunidade e professores”, considera a orientadora escolar e integrante da comissão organizadora do processo de indicação da escola municipal Clarindo Casimiro (bairro do Carmo), Elma Silva. A orientadora acredita que “é uma oportunidade única” para indicar profissionais que podem fazer um trabalho mais atento à realidade das escolas.

O pai de aluno, Fernando Avelar, entende que, com a indicação da comunidade escolar, o compromisso do diretor será maior. “São dois anos de mandato. E se, em dois anos, aquela pessoa não representou bem o anseio daqueles pais que votaram nele, provavelmente, não vai ser reeleito”. Avelar declara que o eleito tem mais força para lutar por melhorias, uma vez que representa o desejo da comunidade escolar.

A secretária-adjunta de Educação espera que a apuração dos votos termine até o dia 19. Em seguida, a decisão das comunidades escolares serão repassadas ao prefeito, que nomeará os escolhidos.
Postar um comentário