terça-feira, 7 de julho de 2009

Qual será a próxima invenção, como digo?, supérfula do SAAE?

Partindo de onde parei como disse que faria no post anterior prossigo aqui aquele texto para chegar onde quero nessa reflexão. E eu encerrei aquela parte do texto respondendo a pergunta se estava certo ou errado o SAAE envasar água : "Bem, se eu olhar para visão do SAAE que quer se tornar totalmente viável o que há de errado em a empresa colocar em prática todas as idéias que o seu presidente, o prefeito e outros mais tiverem? Nenhuma, afinal se isto concorrer para viabilidade do negócio." E o especialista leitor António Castro Mascarenhas foi além:

Claro que está correto o envase da água desde que exista controle de qualidade e análise da mesma, é sinal de novos rumos da autarquia municipal , eu como sete-lagoano estou orgulhosos pois o SAAE é nosso. e fora COPASA de vez.

Produto supérfulo?

E vejam que coisa eu estava adivinhando o quão criativo seria o senhor Ronaldo Andrade, presidente neste post Tem algum líder aí, ou só um bom gerente? eu escrevi:

Gente, paciência... vai continuar faltando água, o esgoto vai continuar voltando pra dentro de casa, mas o que é isso, temos que ter calma e deixar o homem trabalhar para nos provar suas "ótimas idéias". Depois desses anos o Eng. Ronaldo Andrade vai deixar o Saae tiníno: ágil, com uma frota de serviços recuperada, um SAC - Serviço de Atendimento -informatizado de última geração com gente bem treinada para receber as milhares reclamações, não faltará mais uniforme, haverá atendimento pela Internet e tudo mais que o homem for capaz de sonhar e executar de bom para fazer do nosso Saae uma "empresa que dá certo", não é mesmo?

Aliás, ontem no encontro com o prefeito Maroca ele disse que uma de minhas qualidades é o lado psicológico de antecipar fatos, agradeço-lhe reconhendo-lhe também uma qualidade, a estética. Sem entrar em delhes Maroca me ensinou coisas boas nesse sentido. Mas depois dessa digressão fraterna volto ao ponto aproveitando o que disse o especialista leitor acima.

Mascarenhas, que tem grande interesse que o no negócio SAAE seja viável e aquela estatal mineira que serve a população de outras cidades do estado, a COPASA ESTEJA FORA DE VEZ. E sob o ponto de vista de negócio ele está certo o SAAE pode se tornar uma verdadeira "galinha dos ovos de ouro".

E sob esse olhar de negócio lucrativo as invenções de Ronaldo Andrade são mesmo muito atraentes. Ele é o tipo de executivo que eu contrataria para um negócio dar certo, "ser muito viável". Ronaldo é um homem certo para os negócios. Entretanto meus amigos nós não estamos falando de um negócio privado. Estamos tratando de um negócio com interesse público e é aí que mais que ter competência é preciso ter espírito público. Tem que ter intenção coletivo, o negócio desse negócio tem gente e não produto. Nesse sentido não estou convencido que uma autarquia que falte tantas coisas deva envasar água.

Reitero o resultado da competência aplicada na autarquia com significativos ganhos de produtividade, redução de custo que há, tem que ser empregado em sua TOTALIDADE no negócio básico. Se dar ao luxo, de como é mesmo?, ENVASAR água é como disse esse especialista leitor "sinal de novos rumos da autarquia municipal". Porém senhor leitor especilista sinais de um rumo preocupante onde o foco é negócio pelo negócio. Assim, lanço a pergunta qual será a próxima invenção luxuosa do SAAE?

Ficou faltando ainda um outro ângulo nessa questão mais complemento depois.
Postar um comentário