quarta-feira, 16 de junho de 2010

MATÉRIA DA PREFEITURA SETE LAGOAS TEM A CORAGEM DE DIZER QUE "MAROCA VAI AO GOVERNO DE MINAS E TRAZ 104,6 KM DE ASFALTO PARA ESTRADAS"



LEIAM A MATÉRIA DA PREFEITURA ABAIXO. MAIS TARDE COMENTO:
Maroca vai ao Governo de Minas e traz 104,6km de asfalto para estradas e acessos a Sete Lagoas
“Hoje o município mostra sua força e assume seu papel de polo regional”, disse prefeito após a cidade ser a 8ª maior beneficiada em MG com novo programa estadual de asfaltamento
Por Ivan Figueiredo/SECOM Sete Lagoas:

Parceria - prefeito Maroca e governador Anastasia após lançamento do Caminhos de Minas
A credibilidade e o bom relacionamento do prefeito Mário Márcio Maroca com o Governo de Minas trazem 104,6km de asfaltamento para estradas que ligam Sete Lagoas às cidades de Araçaí, Matozinhos e Prudente de Morais, além da avenida Norte/Sul. Essa é a oitava maior obra do novo programa estadual de pavimentação “Caminhos de Minas”, lançado hoje (14) com o objetivo de interligar 297 municípios. A cerimônia aconteceu no Palácio Tiradentes, na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte.

As melhorias atendem às primeiras reivindicações de Maroca ao governo estadual em 2009, dando solução para uma luta de mais de 30 anos, ao unir os municípios vizinhos a Sete Lagoas com asfalto. “A minha preocupação é trazer desenvolvimento para a cidade e toda a região. Hoje o município mostra sua força e assume seu papel de polo regional”, disse o prefeito na cerimônia da capital mineira. O senador Eduardo Azeredo avalia que os ganhos da administração municipal junto ao Governo de Minas “representam a consolidação do crescimento de Sete Lagoas com infraestrutura moderna”.

REGIÃO CENTRAL INTEGRADA
A região Central de Minas receberá 464,6km de pavimentação. Além dos acessos a Sete Lagoas, contarão com asfalto as estradas de Cordisburgo a Santana de Pirapama (40km), Curvelo a Cordisburgo (43km), Papagaios a Pitangui (31km), Papagaios a Pompéu (40km), Pedro Leopoldo a BR-040 (25km), Santana de Pirapama a BR-259, perto de Presidente Juscelino (53km), Santana do Riacho a Baldim (37km), Pompéu ao distrito de Silva Campos na represa de Três Marias (47km), Pompéu a BR-050 em Abaeté (44km).

CAMINHOS DE MINAS
O “Caminhos de Minas” é a continuidade ao Proacesso, criado em 2004 para interligar 225 municípios com asfalto. Ao final deste ano, serão 5,5 mil quilômetros de pavimentação. Com o novo programa, o governo estadual pretende construir 7,6 mil quilômetros de novas estradas para que as cidades do interior tenham viagens mais curtas, movimentando a economia e promovendo o desenvolvimento. Os investimentos serão de quase R$ 5 bilhões.

A etapa lançada oficialmente busca dar forma ao Planejamento Estratégico de Logística de Transportes, integrante do Plano Mineiro de Desenvolvimento Integrado direcionado para o período de 2007 a 2023. “É um programa que vai trazer, não só, qualidade de vida, conforto, mas, especialmente, desenvolvimento econômico e integração regional às diversas regiões de nosso estado”, explicou o governador de Minas Gerais, Antonio Anastasia, que garantiu ter recursos para a execução das obras. O governador confirmou a apresentação do projeto de pavimentação, no início de julho, ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e ao Banco Mundial (Bird), financiadores de outras ações mineiras de infraestrutura. “O governo tem reconhecimento por aquilo que fez e tem crédito para fazer mais”, disse Anastasia.

ANDAMENTO DAS OBRAS
A Secretaria de Transportes e Obras Públicas (Setop) está autorizada a iniciar a pavimentação em 509km em 21 dos 223 trechos. Segundo o diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais, José Élcio Monteze, os projetos de Sete Lagoas estão sendo finalizados para que se inicie a licitação. Na mesma fase estão outros 35 trechos no estado. Em processo de elaboração de projetos de engenharia estão 40 ligações e 122 novas estradas aguardam a abertura de licitação para contratar projetos.

Em discurso, o secretário da pasta, Fuad Noman, esclareceu que o Caminhos de Minas foi construído após o mapeamento das necessidades de unir rodovias importantes e atender as cidades do interior que não possuíam ligação por asfalto. “O programa é a prática do ensinamento do Choque de Gestão, que nos permite planejar com antecedência para ter economia e vantagens na execução”, afirmou.

TRECHOS SETELAGOANOS
12,5km – Anel Viário de Sete Lagoas: avenida Nortel/Sul, lote 1 e 2.
40km – Sete Lagoas a Araçaí.
52,1km – Sete Lagoas entroncamento com MG010 – subtrecho LMG800 (Confins): Sete Lagoas e contorno de Matozinhos e Prudente de Morais.
Postar um comentário