quinta-feira, 2 de julho de 2009

Itamar Franco vai se filiar ao PPS para reforçar palanque tucano em 2010

Por PAULO PEIXOTO, da Agência Folha:
Após três anos sem vinculação partidária, o ex-presidente Itamar Franco vai assinar na segunda-feira a ficha de filiação do PPS de Minas, o que lhe permitirá ser uma espécie de reforço oficial do palanque do PSDB nas eleições de 2010, no plano regional e nacional.
Por enquanto, Itamar diz que a sua filiação tem unicamente "motivação política, não motivação eleitoral". Mas os partidos especulam que Itamar, 79, poderá participar da disputa como candidato ao Senado.
No PPS-MG, Itamar continua estimulando o governador Aécio Neves a não desistir da luta para se tornar candidato a presidente, no confronto que trava com o governador José Serra (SP) no PSDB.
Aliados de Aécio consideram que o presidente nacional do PPS, Roberto Freire (PE), trabalha pela pré-candidatura de Serra. Na análise tucana, a filiação de Itamar ao partido equilibra essa preferência.
Ao PPS de Minas, porém, Itamar tem dito que essa disputa será determinada pelas condições políticas dadas na ocasião da escolha. Mesmo que Serra vença, ele fará coro ao bloco de oposição ao governo Lula, reforçando o palanque tucano.
Juarez Amorim, presidente do PPS mineiro, disse que a filiação independe de Itamar ser candidato a alguma coisa em 2010. "Esse assunto nós só poderemos tratar no ano que vem."
Um cenário especulado seria Itamar engrossar eventual chapa com Aécio para o Senado, já que serão duas vagas em disputa. Ele daria mais peso à chapa mineira, que teria o atual vice-governador, Antonio Anastasia (PSDB), candidato ao governo, em confronto com uma possível união PT-PMDB, como quer o presidente Lula.
Tucanos acham isso pode acontecer, mas não comentam. Enquanto houver possibilidade de Aécio vir a ser candidato a presidente, nenhum plano B será comentado.
Postar um comentário