terça-feira, 6 de outubro de 2009

Marina Silva em Ipatinga, Minas Gerais: De olho em 2010, a Senadora investe numa postura de conciliação: quer diálogo com petistas e tucanos


Leia matéria do jornalista Rafael Gomes, no O Tempo:
Ipatinga. A senadora Marina Silva (PV-AC) fez questão de deixar as portas abertas para alianças que o partido possa fazer para a eleição de 2010. Em visita a Ipatinga, no Vale do Aço, ontem, ela elogiou tanto o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) quanto o atual governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) - evitando críticas diretas a ambos.

Questionada sobre um clima já acirrado entre os pré-candidatos à Presidência, Marina disse que o PV não vai entrar em um clima de disputa antes do ano eleitoral e que não fará política de forma destrutiva. "Não temos nenhum problema em reconhecer os avanços dos últimos 16 anos, como na política econômica, graças à ação de Fernando Henrique, com o Plano Real, e com o presidente Lula, que aprofundou essas mudanças, com equilíbrio econômico, ajuste fiscal e fazendo distribuição de renda. Mas a história não para e queremos dar continuidade ao processo de mudança", disse.

Marina, porém, não deixou de alfinetar tucanos e petistas e destacou a falta de diálogo entre os dois partidos que se alternaram no poder nos últimos anos. Ela defendeu, ainda, a necessidade de "um novo jeito de garantir a governabilidade". "Quando Fernando Henrique era presidente, e nós estávamos na oposição, não tínhamos contato. E agora, aconteceu o mesmo nos oito anos de governo Lula". "É fundamental que haja a possibilidade de diálogo, para que se qualifique uma base de sustentação no Congresso e não se fique refém de qualquer forma de fisiologismo", afirmou. Mais
Postar um comentário