terça-feira, 13 de outubro de 2009

O VEREADOR RENATO GOMES (PV), LÍDER DO PREFEITO, FOI BOFETEADO DENTRO DO PLENÁRIO DA CÂMARA DE SETE LAGOAS


A agressão contra o vereador aconteceu há menos de duas horas dentro do plenário Wilson Tanure na Câmara de Sete Lagoas. O autor da violência foi o suplente de vereador do PMN, Otávio Flecha, que, estapeou o rosto do vereador.

O evento lastimável ocorreu em plena reunião com a casa lotada. Segundo o vereador Marcelo da Copooerselta que estava de frente para o ocorrido – eu só o vi evadir-se - o suplente de vereador que é do seu próprio partido estendeu a mão para a vítima e em seguida puxou-o em sua direção e com as duas mãos bofeteou o seu rosto, de um lado e de outro. Suas orelhas se envermelharam na hora.

Na foto Renato Gomes (PV) à direita com os políciais. A polícia agiu rápido, mas o autor da violência já tinha evadido-se do prédio da Câmara que não tem segurança

O primeiro a reagir foi o vereador Caio Dutra que chamou a atenção do presidente da Casa para o fato ocorrido. Neste instante o autor evadiu-se do plenário. A polícia foi chamada e rapidamente chegou, porém, o Sr. Otávio Flecha já tinha deixado o prédio do legislativo, que não tem segurança.

A ocorrência foi lavrada e o suplente de vereador terá que responder a inquerido policial. Mas, pelo visto, esse será mais um porque na semana passada o mesmo sujeito também aprontou dentro das instalações da Câmara, que parece ser o seu lugar preferido para agir. A vítima dessa vez foi o senhor Célio Renato Ribeiro, que toma conta do estacionamento e também é proprietário de uma lanchonete no espaço.

Desta feita, o Sr. Otávio Flecha que disputou a eleição para vereador em 2008, depois de estacionar seu carro na vaga de um dos edis e ser chamado atenção pelo Sr. Célio Renato de que não poderia permanecer no local, segundo, o boletim de ocorrência policial de então ele "armou-se de um pedaço de madeira e ameaçou de agressão" a ele.

O presidente da Câmara de Sete Lagoas tem que tomar providências urgentes para que esse senhor, que é seu correligionário não faça mais vítimas alí. Isso com toda certeza violenta as pessoas e afronta o poder legislativo. E certamente mancha a imagem do partido do próprio presidente, o PMN, que tem pessoas honradas e polidas como o próprio, Duílio e o vereador Marcelo da Coopersellta, homens que primam pelo respeito ao outro. Este senhor Otávio Flecha que é uma criação política do jornalista Carlos Matos tem que ser contido já, antes que ele cometa atos de maior gravidade. O vídeo abaixo mostra o senhor Otávio Flecha na semana passada quando esteve na Câmara e comportava-se de maneira estranha.

Adendo: Renato Gomes me telefonou preocupado com a interpretação que possa ter o leitor a seu respeito. "Leonardo as pessoas vão pensar que eu sou um coitadinho", disse. Renato explicou que não reagiu em respeito ao ambiente e porque o agressor o atacou apenas uma vez. Sim, acho que Renato teve autocontrole e da sua posição de parlamentar ele evitou nivelar-se ao agressor, porque se quisesse poderia, tenho certeza, lhe dar uns sopapos - já o ví impor respeito e lidar muito bem com situções difíceis em seu bar, o Bafo da Onça. Assim, agiu corretamente e com muito equilibrio o vereador Renato - atitude que eu mesmo não sei se teria sangue frio para tanto.

Postar um comentário