quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Agropecuária diz que MST usa técnicas de guerrilha em fazendas ocupadas no Pará


da Folha Online
A Agropecuária Santa Bárbara, um dos braços do grupo Opportunity, do banqueiro Daniel Dantas, acusou o MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) de usar técnicas de guerrilha nas fazendas ocupadas pelo movimento no Pará.
Segundo a agropecuária, que administra pelo menos oito fazendas ocupadas pelos sem-terra, o MST criou um clima de pânico na região ao saquear, ameaçar de morte e expulsar os funcionários das áreas, atear fogo em pastagens e áreas de florestas e matar bois para fazer churrasco.
"O MST se especializou em espalhar medo, causar pesados prejuízos materiais às propriedades, provocar danos ambientais irreparáveis, ameaçar de morte funcionários e saquear casas e expulsar as famílias que trabalham nas fazendas", afirma a agropecuária em nota. Mais
Postar um comentário