sábado, 24 de outubro de 2009

PMDB EM MINAS ELEIÇÃO: Briga pelo comando do PMDB de Minas vira caso de polícia

Por Ezequiel Fagundes, no O Tempo:
A briga pela comando do PMDB mineiro foi parar na delegacia. Tanto que a Polícia Civil já instaurou um inquérito para investigar denúncia de fraude no processo de registro das chapas dos candidatos a presidente municipal da legenda em Belo Horizonte. Em jogo está a disputa pelo apoio dos 59 delegados da legenda. A investigação é sigilosa.
Em Belo Horizonte, a briga pelo comando do partido é travada entre o vereador Iran Barbosa e o deputado federal Leonardo Quintão, atual presidente municipal. Iran e Quintão trocam acusações mútuas de manipulação no processo de registro das candidaturas. Aliados de Quintão, como o vereador Cabo Júlio, já foram intimados para depor no inquérito. O mesmo ocorreu com os aliados de Iran, que também já foram interrogados.
A convenção municipal seria neste sábado. Como Iran não conseguiu registrar a sua chapa, Quintão seria reeleito. Mas a Justiça já concedeu liminar suspendendo a convenção. Segundo Iran, ele não conseguiu fazer o registro da chapa porque a sede do PMDB estava fechada por ordem de Quintão.
Na prática, a briga em Belo Horizonte é o pano de fundo da disputa do comando do partido em Minas. Iran é aliado do deputado Adalclever Lopes, candidato do ex-governador Newton Cardoso. Quintão é da ala do deputado Antônio Andrade, ligado ao ministro Hélio Costa. Mais
Postar um comentário