sábado, 24 de outubro de 2009

Infraero desmente Presidência


Por Ezequiel Fagundes, O Tempo:
Apesar de a Presidência da República ter garantido que o mau tempo em Minas levou a comitiva do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) a cancelar os compromissos no Triângulo Mineiro e voltar para Brasília - ainda pela manhã, na última quinta-feira -, informações fornecidas ontem pela Infraero de Uberlândia mostram o contrário.

Leia também:
AÉCIO NEVES É MAIS-LULA E FHC; NÃO PÓS-LULA

Segundo o órgão, a pista do Aeroporto Tenente Coronel Aviador César Bombonato operou normalmente anteontem para pousos e decolagens durante todo o dia.
"Não houve problema meteorológico. A visibilidade era normal e o aeroporto não foi fechado nenhum instante", contou um fiscal da Infraero a O TEMPO. Vinculada ao Ministério da Defesa, a Infraero é responsável pela administração dos aeroportos do país, incluindo os de menor porte. Procurada novamente pela reportagem, a assessoria de imprensa do governo federal mantém a versão de que "problemas meteorológicos impediram a visita" do presidente Lula na região do Triângulo Mineiro, na última quinta-feira - mesmo diante das informações repassadas pela Infraero.
Ainda de acordo com a Infraero, de fato o aeroporto de Uberlândia é frequentemente interditado pois não dispõe do sistema ILS, equipamento responsável pela orientação de aeronaves até próximo a cabeceira das pistas. O fato porém não impediu as operações do terminal na última quarta. A pista do aeroporto da cidade possui 1.950 metros, mesma dimensão da pista no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo.
Segundo a Infraero, a comitiva presidencial cancelou o pouso por volta das 12h da quinta-feira. O presidente Lula iria inaugurar obras viárias custeadas pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e assinar convênios do programa Minha Casa Minha Vida.
Além de Uberlândia, estava prevista também uma visita à cidade de Uberaba. Nas duas cidades, foram preparadas grandes festas para recepcionar a comitiva presidencial.
Postar um comentário