sábado, 13 de julho de 2013

Marin pede à Conmebol que Atlético-MG jogue final da Libertadores no Independência


 
EDUARDO OHATA
DE SÃO PAULO
Libertadores





O presidente da CBF, José Maria Marin, oficializou neste sábado, junto à Conmebol, o pedido de que o Atlético-MG jogue a segunda partida da final da Libertadores no Independência.
Segundo a Folha apurou, Marin pediu à Confederação Sul-Americana que o time mineiro tenha o mesmo tratamento que o Olímpia, do Paraguai, tricampeão do torneio continental.
O argumento do presidente da CBF para que o Atlético-MG decida a competição no Independência, arena onde a equipe jogou toda a competição, é que o estádio Defensores del Chaco, em Assunção, também não tem a capacidade pedida para a final (40.000 torcedores).
Os ingressos para o primeiro jogo da decisão, na próxima quarta-feira, já estão sendo vendidos no Paraguai. Já o Atlético-MG ainda não começou a venda das entradas para o jogo marcado para dia 24, no Mineirão.
Norberto Duarte/AFP
Torcedores do Olímpia na fila para comprar ingressos para o primeiro jogo da final da Libertadores
Torcedores do Olímpia na fila para comprar ingressos para o primeiro jogo da final da Libertadores
CONFUSÃO
o presidente do Atlético-MG, Alexandre Kalil, ficou revoltado com a decisão da Conmebol, anunciada na quinta-feira, e prometeu lutar para que o jogo seja realizado no Independência, estádio onde o time está invicto há 38 partidas.
"O local da partida ainda não está definido. Estamos questionando a Conmebol o motivo do primeiro jogo ser no Defensores del Chaco que não tem capacidade para 40 mil pessoas como prevê o regulamento", disse Kalil.
"Por que lá pode e aqui não? Estamos trabalhando para definir essa situação", indagou o dirigente.
De acordo com o regulamento da Conmebol, o palco da final da Libertadores precisa ter capacidade para 40.000 pessoas. No Independência cabem 23 mil espectadores.
Reformado para a Copa das Confederações e para a Copa do Mundo, o Mineirão pode receber até 62.160 pessoas.
Porém, o Defensores del Chaco, local da primeira partida, tem capacidade para 38.000 espectadores, segundo a Associação de Futebol do Paraguai.
O Atlético-MG garantiu vaga na final após vencer o Newell's Old Boys, nos pênaltis por 3 a 2. No tempo normal, a equipe venceu por 2 a 0 -mesmo placar da vitória do time argentino no jogo de ida.
Já o Olímpia se classificou para a decisão após eliminar o Santa Fé, na terça-feira.

GALO, ATLÉTICO VAI JOGAR NO INDEPENDÊNCIA OU MINEIRÃO?
Postar um comentário