segunda-feira, 29 de julho de 2013

FASHION CITY BRASIL PROTOCOLO DE ASSINATURA NA CIDADE ADMINISTRATIVA DO "MAIOR POLO DO MODA DO BRASIL"

O governador Antonio Anastasia assinou, nesta sexta-feira (26), na Cidade Administrativa, protocolo de intenções com o Fashion City Brasil, empreendimento do setor de moda que será instalado em Pedro Leopoldo, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. O Fashion City receberá aporte privado de R$ 141 milhões, que poderá chegar a R$ 280 milhões com os investimentos a serem feitos para a implantação de lojas pelos empreendedores que se instalarem no espaço.
Anastasia ressaltou a importância do polo de modas para o fortalecimento da RMBH. “Tenho certeza que com muito planejamento, com muito trabalho e esforço, nós teremos algo aqui que será uma âncora do desenvolvimento da nossa Região Metropolitana e de nosso Estado. Quando entrei em detalhes mais profundos para conhecer o empreendimento, notei, de fato, a sua ousadia”, disse.


O governador também destacou os investimentos do Governo de Minas realizados no Vetor Norte nos últimos anos, a fim de atrair novos investidores para a região. “O Vetor Norte se consolidou, ao longo dos últimos anos, para tornar essa região, tão bem localizada no coração do Brasil, uma das principais alavancas e pontos logísticos, para termos exatamente empreendimentos como esse. O Fashion City se veste, usando aqui um dado próprio da realidade, da maneira mais própria e adequada possível para se inserir dentro do figurino moderno que pretendemos ao Vetor Norte”, disse.
O presidente do Fashion City, Gilson Amaral, afirmou que os investimentos realizados pelo Governo de Minas nos últimos anos no Vetor Norte foram imprescindíveis para a escolha da região. “A região do Vetor Norte é indiscutível. Temos o nosso cliente hoje com um problema de tempo e nós precisamos otimizar o deslocamento dele”, ressaltou Gilson Amaral, ao citar a facilidade de acesso ao local, por meio das rodovias MG-424 e LMG-800.  O empreendimento será erguido a quatro quilômetros do Aeroporto Internacional Tancredo Neves.

Wellington Pedro/Imprensa MG
imagem.title
Fashion City
As obras serão iniciadas em setembro deste ano e o Fashion City deverá começar a executar suas atividades no primeiro semestre de 2015. A previsão é que, durante o período de implantação, sejam gerados 1,5 mil empregos diretos e outros 750 indiretos. Quando em plena operação, deverão ser gerados 1,5 mil empregos diretos e 5 mil indiretos.
O empreendimento será erguido em terreno com área de 200 mil m² . Em sua primeira fase terá 86 mil m² de área construída, 26 mil m² de área bruta locável e 12 mil m² de área para eventos, incluindo hotel com 350 leitos. Ao todo, serão 500 lojas representantes de 13 estados brasileiros, além do Distrito Federal, compondo o espaço, estruturado a partir de uma criteriosa curadoria que irá garantir uma oferta completa de produtos de qualidade aos clientes varejistas.
O Fashion City ainda é o único one-stop-shop do Brasil, modelo no qual o cliente que viaja para efetuar suas compras já desembarca praticamente dentro do mall, o que representa mais agilidade, conforto, praticidade e eficiência para os negócios.
O empreendimento também contará com agências bancárias, correios, agências lotéricas, espaço kids, escritórios, centro de apoio ao turismo, estacionamento com cerca de 1 mil vagas para carros e ônibus com completa estrutura de rodoviária e apoio logístico. Também vai oferecer transporte gratuito em vans, no sistema “bate e volta”, no circuito de hotéis, terminais de ônibus e principalmente nos aeroportos da Pampulha e Confins. O espaço terá área para eventos, salas para cursos, lojas de souvenires, viagem virtual, lounge com praça de alimentação.
O presidente do Fashion City, Gilson Amaral, ressaltou que o empreendimento recolocará Minas Gerais na pauta de negócios da moda no Brasil. “Minas já ocupa o segundo lugar em consumo de moda no país e o Fashion City recoloca Minas no calendário nacional dos negócios do setor. É o início de um projeto longo, não só no desenvolvimento, mas na expansão. Há R$ 1 bilhão balizado no faturamento desse empreendimento. Esse é o maior empreendimento do segmento no Brasil e é feito para varejistas”, destacou.
Protocolo
De acordo com o protocolo de intenções, os profissionais que atuarão no Fashion City serão recrutados preferencialmente em Pedro Leopoldo e nas cidades do entorno e contarão com o apoio de um programa de qualificação de mão de obra preparado pelo empreendimento. Na fase de obras, também deverá ser dada preferência para fornecedores e prestadores de serviços, inclusive empresas de projeto de engenharia e de construção civil, sediados em Minas Gerais.

Wellington Pedro/Imprensa MG
Protocolo de intenções foi assinado pelo governador em solenidade realizada na Cidade Administrativa
Protocolo de intenções foi assinado pelo governador em solenidade realizada na Cidade Administrativa
Pelo protocolo, o Governo de Minas deverá viabilizar, por meio do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), linhas de crédito ao Fashion City para capital de giro e investimentos fixos. Por intermédio do Instituto de Desenvolvimento Integrado (Indi), o governo prestará apoio e assistência ao empreendimento durante as fases de implantação e operação do projeto.
O empreendimento conta com a sociedade da MVD Empreendimentos, do Grupo Precon, da consultoria especializada em moda, Atitude Inteligência, dos controladores do Shopping Mega Polo Moda, de São Paulo, e do idealizador do projeto, Omar Hamdam.
A solenidade de assinatura do protocolo também contou com a participação da presidente do Indi, Mônica Cordeiro, do subsecretário de Investimento Estratégicos da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Luiz Antônio Athayde, da prefeita de Pedro Leopoldo, Eloisa Helena, além de sócios do empreendimento e representantes de entidades comerciais.
Postar um comentário