quarta-feira, 24 de julho de 2013

INVESTIMENTOS DE 1,5 BILHÃO PARA ESTRADAS VAI POSSIBILITAR O FORTALECIMENTO DA MALHA VIÁRIA EM MINAS GERAIS - ASSINATURA DE CONTRATO COM O BANCO DO BRASIL PARA FINANCIAR AMPLIAÇÃO, DUPLICAÇÃO E MELHORIA DE RODOVIAS NO ESTADO


Operação de crédito entre o Estado e o Banco do Brasil foi assinada nesta quarta, na Cidade Administrativa

O governador Antonio Anastasia assinou, nesta quarta-feira (24), em solenidade realizada na Cidade Administrativa, contrato de operação de crédito de R$ 1,5 bilhão com o Banco do Brasil. Os recursos serão aplicados na execução de obras do Programa Caminhos de Minas e em ações para manutenção da malha rodoviária estadual. A operação contratada junto ao banco terá taxa de juros correspondente à Libor semestral mais 3,73% ao ano. O Estado terá carência de 60 meses e um prazo total de 20 anos para quitar o empréstimo.
Anastasia destacou a importância da parceria existente entre oGoverno de Minas e o Banco do Brasil e os recursos levantados para fortalecimento da área de infraestrutura em todo o Estado. “Estamos dando continuidade a uma parceria muito sólida com o Banco do Brasil. Uma parceria que se desdobra em diversos segmentos. E nós todos sabemos que, no Brasil, a infraestrutura ainda é uma grande necessidade”, disse.
O governador ressaltou ainda o esforço do governo estadual para equilíbrio das contas públicas, a fim de conseguir mais recursos para realização de novos investimentos. “No ano passado, recebemos o conceito de rating tanto da Standard & Poor's quanto da Moody's, e, por isso, temos o aval do Tesouro Nacional. O resultado são obras espalhadas por Minas Gerais como um todo, de estradas, de melhoria das unidades de saúde, da educação, da segurança pública. Tudo isso se faz na parceria com o Banco do Brasil”, disse.
A solenidade de assinatura da operação de crédito também contou com a presença de diversos secretários de Estado, diretores e funcionários do Banco do Brasil, além de parlamentares.
Nível de excelência
Em seu pronunciamento, o vice-presidente de Governo do Banco do Brasil, Benito da Gama, destacou o nível de excelência da gestão do Governo de Minas e do projeto apresentado para obtenção dos recursos.  “Desde o primeiro momento, na análise técnica, percebeu-se que era um programa de infraestrutura, que está sendo feito para viabilizar e incrementar cada vez mais a economia, mas, no fundo, é a geração de emprego e renda, sobretudo para as pessoas mais jovens, que é nosso objetivo também”, afirmou.
Mais investimentos
Em janeiro deste ano, o Governo de Minas contratou operação de crédito com o Banco do Brasil no valor de R$ 3,653 bilhões, até então, a maior operação já realizada pelo banco com um estado da Federação. Desse montante, R$ 1,4 bilhão está sendo destinado para o financiamento de obras de implantação, melhoramento, duplicação a aumento de capacidade, recuperação e manutenção de rodovias. Outra parte dos recursos foi direcionada para as áreas de modernização de gestão, mobilidade urbana, segurança, esportes e juventude, habitação, cultura e turismo, previstas no Plano Plurianual de Ação Governamental (PPAG).
Centro Cultural
O vice-presidente do BB, Benito da Gama, confirmou ao governador Antonio Anastasia a inauguração, no dia 19 de agosto, do Centro Cultural Banco do Brasil, equipamento que integrará o Circuito Cultural Praça da Liberdade. O espaço terá teatro com 300 lugares, loja de produtos culturais, seis salas de exposição, cafeteria, salas de programa educativo e multimeios e área administrativa. São mais de 12 mil metros quadrados de área construída, o que coloca o Centro Cultural entre os maiores do país
Postar um comentário