quinta-feira, 18 de julho de 2013

INCÊNDIO EM PRÉDIO NA SAVASSI BH - BOMBEIRO MORRE

Bombeiro morre durante combate a incêndio em apartamento na SavassiMilitar foi encontrada desacordada em um dos elevadores do condomínio residencial. Prédio foi interditado pela Defesa Civil para vistoria

Publicação: 18/07/2013 19:01 Atualização: 18/07/2013 20:31

Intensa fumaça chamou a atenção de quem passava pela região. Tráfego de veículos foi interditado na Rua Tomé de Souza, entre Levindo Lopes e Bahia, durante atuação dos Bombeiros (Hudson Franco/E.M/D.A Press )
Intensa fumaça chamou a atenção de quem passava pela região. Tráfego de veículos foi interditado na Rua Tomé de Souza, entre Levindo Lopes e Bahia, durante atuação dos Bombeiros


Uma sargento do Corpo de Bombeiros, de 33 anos, morreu na tarde desta quinta-feira depois de combater um incêndio que destruiu um apartamento residencial na Rua Tomé de Souza, na Savassi, Região Centro-Sul de Belo Horizonte. Ela foi encontrada, pelo namorado de uma moradora do condomínio, dentro de um dos elevadores do edifício. Por causa do incêndio, todo o prédio foi interditado pela Defesa Civil.

Inicialmente, o Corpo de Bombeiros informou que uma militar teria passado mal depois de inalar muita fumaça, sofreu uma parada cardiorrespiratória e foi socorrida pelos colegas de trabalho no local. No entanto, depois de confirmada a morte da bombeiro, identificada até o momento apenas como Sargento Fernanda, foi informado que ela foi encontrada já desacordada.

Os militares que atuaram no incêndio ficaram muito abalados com a morte e não quiseram comentar o ocorrido. O oficial que comandava a operação, disse que somente a assessoria de comunicação irá se pronunciar sobre o caso. Por meio de nota, a corporação apenas comunicou o falecimento, sem divulgar detalhes do ocorrido e da identidade da vítima (confira abaixo o comunicado).

Quem encontrou a bombeiro foi o namorado de uma moradora do edifício. O fogo começou por volta das 15h30 e às 18h20, quando as chamas já estavam controladas, ele foi autorizado pelos bombeiros a subir. Ao abrir a porta de um dos elevadores foi surpreendido ao se deparar com a militar desacordada.

Grandes proporções
Pelo menos seis equipes do Corpo de Bombeiros foram mobilizadas para combater o incêndio no apartamento, localizado no oitavo andar do Condomínio Residencial Solar das Águias. A intensa fumaça chamou a atenção de quem passava pela Tomé de Souza, entre as ruas Levindo Lopes e Bahia. 

Segundo os bombeiros, as chamas se espalharam rapidamente e ameaçaram atingir o apartamento do nono pavimento. Após intenso trabalho, as chamas foram controladas. A perícia foi acionada para identificar as causas do incidente, mas há indícios de que uma falha no aparelho de ar condicionado tenha provocado o fogo.

Todo o edifício foi evacuado depois que a Defesa Civil o interditou. Nesta sexta-feira será feita uma vistoria para verificar se o fogo comprometeu a estrutura da construção.

Confira a íntegra da nota divulgada pelo Corpo de Bombeiros:

O Comando Geral do Corpo de Bombeiros Militar comunica o falecimento de uma sargento desta corporação na noite desta quinta-feira (18).

A militar, de 33 anos, participava do combate a um incêndio em um prédio na rua Tomé de Souza, 1400 – Savassi quando sofreu uma parada cardiorrespiratória, sendo o óbito constatado por um médico do Samu. A sargento era lotada no 1º Batalhão de Bombeiros Militar (Rua Piauí-Funcionários).

Ainda não se sabe a causa da morte e o corpo foi encaminhado para o IML. O nome da militar não foi divulgado para preservar a família.

O Corpo de Bombeiros externa o seu pesar pela perda da combatente no nobre exercício de sua missão e afirma que prestará todo o apoio necessário aos familiares.
Postar um comentário