quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

SOBRE AMIGOS E A POLÍTICA DE COTAS NAS UNIVERSIDADES

Márcia Lima e, acredite, o filho. Márcia é assessora parlamentar do vereador Renato Gomes (PV).

Outro amigo
Ah, por falha minha - perdi a foto - estou deixando de postar a foto que tirei com o pai e filho que acabaram de ter uma grande vitória. Falo do amigo Geraldo Donizete, ex-secretário de saúde, e do seu filho que passou no vestibular de medicina da Universidade Federal do Mato Grosso. E um detalhe me chamou atenção, Donizete me contou que o filho sempre quis fazer medicina, mas isso seria possível apenas em uma universidade pública pelo alto custo de uma faculdade particular de medicina. Consciente disso, o filho pediu então que ele custeasse uma boa escola de ensino médio para que tivesse chance de entrar na Federal. Assim foi feito. O filho Bernardo estudou na Escola Santo Antônio em Belo Horizonte e passou no vestibular de uma federal. E aqui me lembro da política injusta de cotas que começa se ampliar no país e pode fazer com que quem estude em escola particular sofra discriminação. Assim, alguém como é caso que sacrificou-se para pagar uma boa escola e não tem como bancar cursos caríssimos de terceiro grau pode ser lesado por esse tipo de política, privilengiando outros, que mesmo podendo, nada se esforçaram. Bem, em minha opinião o país necessita é de escolas públicas de excelente qualidade para que todos tenham oportunidades iguais e não de políticas discriminatorias injustas.
Postar um comentário