sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

ANTÔNIO ANASTASIA ATACA OPOSIÇÃO E VICE-PRESIDENTE

Por Amália Goulart, no O Tempo:
O governador em exercício e pré-candidato ao Palácio da Liberdade, Antonio Anastasia (PSDB), disse ontem que a oposição vê fantasmas e que quase dá "gargalhadas" dela. Ele também criticou uma eventual candidatura do vice-presidente José Alencar ao governo de Minas, afirmando que o eleitor não quer uma campanha "muito personalista". O tucano mostrou que está disposto a partir para o ataque enquanto os seus quatro adversários até o momento - os ministros Hélio Costa (PMDB) e Patrus Ananias (PT), José Alencar (PRB) e o ex-prefeito Fernando Pimentel (PT) - não conseguem se entender quanto à formação de uma única candidatura.

Anastasia disparou contra a oposição quando questionado sobre as críticas de que o governo do tucano Aécio Neves tem deixado de lado a área social. "Quase uma gargalhada, porque basta viajar pelo Estado inteiro para ver exatamente o oposto", disse ao responder sobre as críticas. Após discorrer sobre vários programas da atual gestão estadual, ele afirmou que a oposição estava vendo "fantasmas". "Então, na realidade, parece que a oposição vê um pouco de fantasmas e, na ausência de discurso, inventa alguma coisa. De fato, se for essa a linha do debate, é risível", completou.

Anastasia ainda aproveitou para atirar contra a possibilidade de José Alencar aglutinar a base aliada do presidente Luiz Inácio Lula da Silva em Minas Gerais. "O que vai decidir a eleição não é o nome da pessoa, são os projetos, a capacidade de governar, o que já foi feito, as ideias, quem tem mais condições de governar o Estado em termos de sintonia com o governo, quem será mais hábil a dar continuidade ao que o governador Aécio Neves já realizou", disse.
Apesar dos ataques, o governador em exercício disse que não está preocupado com os adversários.

Campanha. Depois de viajar por nove municípios no período do Carnaval - em todas as ocasiões participando de inaugurações - e entregar viaturas à Polícia Civil, ontem, em Belo Horizonte, Anastasia negou que esteja em campanha, mas avisou que vai continuar com a peregrinação oficial pelo Estado. "A partir de abril, quando assumir o governo de modo definitivo, é natural que eu fique mais conhecido e continue fazendo o que é o meu dever, o que é a minha responsabilidade e a minha obrigação, que é viajar pelo Estado todo, inaugurando as obras e também conversando com as pessoas e com as lideranças, porque ninguém pode governar isoladamente".

Continuidade de programas bem-sucedidos
Antonio Anastasia (PSDB), governador em exercício, disse ontem que irá usar em sua campanha ao Palácio da Liberdade os programas Choque de Gestão e Estado para Resultados como vitrine. Esses são os dois principais projetos implementados por Aécio Neves em Minas Gerais. Segundo Anastasia, o eleitor deseja uma continuidade com avanços.
O tucano informou que seu vice deve ser escolhido somente em junho. Anastasia assumiu o governo, pois Aécio Neves está em viagem particular. (AG)
Postar um comentário