quarta-feira, 17 de março de 2010

SOCIEDADE FAZ PT RECUAR NO PROGRAMA AUTORITÁRIO

O recuo do PT no Programa de Direitos Humanos é uma vitória da sociedade. O governo sentiu a pressão e voltou atrás não porque gostaria, mas em função do país ter reagido contra essa tirania totalitária. Em Sete Lagoas os senhores Ênio e Flávio do PT que tanto defenderam a estrovenga, ficarão sem o respaldo oficial do Programa, leiam, abaixo matéria da globo, depois tem uma síntese do que mudou feita por Reinaldo Azevedo:

O plano não vai mais tratar da descriminalização do aborto, nem da proibição de símbolos religiosos em prédios públicos, por exemplo.

O secretário nacional de Direitos Humanos, Paulo Vannuchi, declarou nesta terça-feira que serão alterados quatro pontos do programa que provocou polêmica com setores da sociedade.

Segundo Vannuchi, vai ser retirada do Programa de Direitos Humanos a parte que previa negociação de invasores de terra com uma comissão do governo antes de se recorrer à Justiça.

O plano não vai mais tratar da descriminalização do aborto, nem da proibição de símbolos religiosos em prédios públicos.

O secretário disse ainda que vai alterar a proposta de impor um limite à autonomia das empresas de comunicação. A versão final deve sair em abril.

Sintese do que muda:

1 - Imprensa - Vai desaparecer a referência ao controle dos meios de comunicação;
2 - Invasões - Vai ser eliminado artigo que transforma invasor de propriedade privada em parte da comissão de negociação nos casos de reintegração de posse;
3 - Aborto - Vai desaparecer do programa a referência à descriminação do aborto;
4 - Crucifixo - Vai ser eliminado do texto a perseguição a símbolos religiosos.
Postar um comentário