segunda-feira, 22 de março de 2010

AÉCIO NEVES DA AUMENTO DE QUANTO PARA OS SERVIDORES PÚBLICOS DO ESTADO? 10% ÁREA ADMINISTRATIVA - EDUCAÇÃO, SAÚDE..., E 15% ÁREA DE SEGURANÇA - POLÍCIAS MILITARES, CIVIS E AGENTES

Por Alexandre Vaz - Portal Uai:

O governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), anunciou na manhã desta segunda-feira um pacote de reajuste salarial para 121 carreiras do funcionalismo público do estado. O aumento contempla servidores ativos e inativos, tanto de carreira quanto em cargos por comissão.

O projeto de lei, que será encaminhado à Assembleia Legislativa, prevê reajuste de 10% na tabela de vencimentos para a maioria das áreas da administração pública, como educação, saúde, meio ambiente, cultura e agricultura, entre outras carreiras.

O projeto prevê aumento de 15% para os servidores segurança pública, como policiais civis, militares e agentes penitenciários.

Ainda segundo Aécio, secretários, subsecretários de governo e diretores de autarquias estaduais não serão contemplados com o aumento.

O governador afirmou que os cálculos para o aumento levaram em conta os limites estabelecidos na Lei de Responsabilidade Fiscal e deverá impactar em R$ 1,1 bilhão na folha de pagamento do estado. Caso aprovado, o aumento começará a valer a partir de 1º de maio deste ano.

Além do reajuste de 10%, o projeto aumenta o piso remuneratório para a área de magistério, que passará de R$ 850 para R$ 935. A licença-maternidade também foi contemplada, passando de 120 para 180 dias.

Áreas beneficiadas

As áreas que serão contempladas com o reajuste de 10% são a educação básica, educação superior, saúde, defesa social, meio ambiente e desenvolvimento sustentável, agricultura e pecuária, ciência e tecnologia, cultura, seguridade social, desenvolvimento econômico e social, transportes e obras públicas, gestão, planejamento, tesouraria, auditoria e político-institucionais, tributação, fiscalização e arrecadação, bem como para as carreiras de técnico fazendário de administração e finanças e analista fazendário de administração e finanças.


Postar um comentário