quinta-feira, 25 de março de 2010

PSOL PRESSIONA JUAREZ DO BARBEIRO PARA ASSUMIR PRESIDÊNCIA

Juarez na 2ª Conferência Municipal da Cidade

Deve acontecer nos próximos dias uma alternância de poder no PSOL de Sete Lagoas, o partido de Luciana Genro e Heloisa Helena, que tem no município o único parlamentar no estado. O mais cotado para assumir a presidência do partido que tem como bandeira o socialismo e a liberdade, como se essas duas coisas fossem possíveis juntas, é Juarez do Barbeiro. Em alta, junto à cúpula nacional da agremiação e querido pelo filiados locais, ele consegue uma rara unanimidade de agradar a ambos. Mas não será tarefa fácil para a legenda fazê-lo aceitar empreitada, pela contradição pré-existente entre o seu perfil conciliador e o radicalismo esquerdista do PSOL. Mas se conseguirem negociar com ele um meio termo nesta postura e convencê-lo a encarar a tarefa o partido ganha uma liderança de qualidade.

Aliás, uma informação que só uma meia dúzia sabe é que Juarez esteve com um pé inteiro no PSDB e não tivesse ele recuado da filiação em 2007, quando assinou a ficha comigo, que também o apresentei ao hoje prefeito, seria Juarez o 13º vereador e não o Dalton Andrade (PT), que foi eleito pela coligação PSDB-PT local com menos votos que suplente do PSOL. Juarez culpa-me por ele ter deixado de confirmar a filiação, uma vez que eu que o havia convencido a entrar para o PSDB abandonei o cargo de secretário e deixei a agremiação.

Postar um comentário