sexta-feira, 7 de maio de 2010

SL tem candidatos que não acabam mais


Por Celso Martinelli, no Sete Dias:

Tudo indica que não se vai se concretizar a proposta que motivou reuniões políticas no início do ano, no sentido de Sete Lagoas lançar apenas um ou dois candidatos de consenso a deputado estadual para garantir a eleição e a representatividade do município na Assembléia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). A iniciativa foi do presidente do PSB, Emílio Vasconcelos. Hoje, a cidade conta com pelo menos nove pré-candidatos. Pelo menos duas reuniões entre os partidos foram realizadas, mas ficou nisso. Para Emílio Vasconcelos, Sete Lagoas corre riscos.

Os prováveis pré-candidatos, que nos bastidores mostram vontade de disputar uma cadeira na Assembléia Legislativa são: pelo PT, os vereadores Claudinei Dias ou Celso Paiva. Já declarado, o presidente da Câmara de Sete Lagoas, Duílio de Castro, tem ainda a sombra do “colega” de partido, o ex-prefeito Ronaldo Canabrava, do PMN, que vai pra disputa. Gilberto Doceiro, do PMDB, disse que é grande a chance de fazer dobradinha com o deputado federal Leonardo Quintão.

O presidente do PV, Rodrigo Abreu, afirmou que para fortalecer as candidaturas de Marina Silva, pré-candidata a presidente da República, e José Fernando, pré-candidato ao governo de Minas, o partido deve sim lançar candidatos a deputado estadual e federal. O vereador Renato Gomes e o secretário do Meio Ambiente, Lairson Couto, são os favoritos para concorrerem a uma vaga na ALMG. No PSOL, se ventila os nomes do vereador Reginaldo Tristeza ou Maximiliamo do INSS para deputado.

No PDT, a candidatura de Ronaldo João é natural, visto que já ocupa uma cadeira na Assembléia. Outro que declarou sua pré-candidatura é o ex-secretário de Esportes, César Maciel. Também aparece na lista Elson do Copafer, do PHS. Ele circula pela cidade em clima de campanha. O ex-vereador João Evangelista - bem votado na eleição passada, mas que acabou não sendo eleito – deve ser o candidato a deputado estadual pelo PR.

Além destes, há os conhecidos como “forasteiros”, candidatos de fora com bom trânsito em Sete Lagoas. Dentre eles, Dr. Viana e Jayro Lessa, ambos do DEM, votados na cidade nas últimas eleições. João Leite, do PSDB, é outro que vai tentar ser reeleito e sempre é lembrado nas urnas eletrônicas da cidade.

Já na disputa pela Câmara dos Deputados, o deputado federal Márcio Reinaldo (PP) deverá ter pelo menos quatro concorrentes locais. O petista Silvio de Sá, que lançou sua pré-candidatura; Leonardo Barros, do PPS e, ainda uma incógnita, o empresário Godofredo Violante, do PTB, além do Senador Eduardo Azeredo, que deverá concorrer a uma cadeira na Câmara Federal. (CM)
Postar um comentário