quinta-feira, 27 de maio de 2010

Após pesquisa, Anastasia diz a tucanos que tem chances reais

Recado. Anastasia reuniu 51 deputados estaduais
aliados no Palácio das Mangabeiras e cobrou
 empenho na campanha nos municípios.
Carlos Alberto/Imprensa MG
Governador julgou positivo índices de desconhecimento e de intenção de voto
Por Flávia Martins y Miguel, O Tempo:

Recado. Anastasia reuniu 51 deputados estaduais aliados no Palácio das Mangabeiras e cobrou empenho na campanha nos municípios
Carlos Alberto/Imprensa MG
Recado. Anastasia reuniu 51 deputados estaduais aliados no Palácio das Mangabeiras e cobrou empenho na campanha nos municípios
Os resultados da última pesquisa DataTempo/CP2 e seu impacto no cenário da sucessão em Minas, publicados no domingo por O TEMPO, foram os principais assuntos da reunião entre o governador Antonio Anastasia (PSDB) e 51 deputados estaduais da base aliada, ontem, no Palácio das Mangabeiras. Durante o encontro, o candidato à reeleição apresentou à bancada uma análise do seu alto nível de desconhecimento por parte do eleitorado, que chega a 44,05%. Além disso, ressaltou as vantagens das intenções espontâneas de voto que recebeu, 5,48%, que o colocam próximo do adversário Hélio Costa (PMDB), que apareceu com 9,79%.

De acordo com informações de um deputado presente à reunião que preferiu não ser identificado, Anastasia fez uma exposição das estratégias para reverter o quadro e demonstrou que há uma enorme possibilidade de crescimento após o início do horário eleitoral. O interlocutor informou ainda que o tucano recebeu com otimismo o que chamou de "quase empate" com Hélio Costa na pesquisa espontânea.

Um dos principais questionamentos feitos pela base aliada, segundo o parlamentar, é a possibilidade de o candidato do ex-governador Aécio Neves não decolar na campanha, já que as pesquisas chegam a apontar uma desvantagem de até 20 pontos em relação ao peemedebista. No entanto, Anastasia afirmou aos deputados que, a partir do momento em que Aécio apontá-lo como seu candidato, a tendência seria o aumento substancial das intenções de voto. E o governador pediu ao grupo que trabalhe pela campanha junto às lideranças municipais.

No domingo, Anastasia afirmou ter ficado surpreendido positivamente com os números da pesquisa DataTempo/CP2. "Me parece que o desconhecimento irá desaparecer com o curso da campanha, no momento certo, no segundo semestre, com a exposição, naturalmente, da inserção das propagandas na televisão", afirmou.
Postar um comentário