terça-feira, 10 de agosto de 2010

PESQUISA GOVERNO DE MINAS ELEIÇÃO 2010:


DATAFOLHA 23/09/2010: ANASTASIA ABRE 5 PONTOS DE VANTAGEM SOBRE HÉLIO COSTA. ANASTASIA SUBIU 2 PONTOS E FOI PARA 42%; HÉLIO COSTA ESTACIONOU EM 37%.

POR EVANDRO SPINELLI:

O governador Antonio Anastasia (PSDB) abriu cinco pontos de vantagem sobre Hélio Costa (PMDB), seu principal adversário ao governo de Minas Gerais, diz pesquisa Datafolha. A eleição pode ser decidida já no primeiro turno.

Anastasia, candidato apoiado pelo ex-governador Aécio Neves (PSDB), passou de 40% para 42% das intenções de voto, uma variação dentro da margem de erro da pesquisa, de dois pontos.

Hélio Costa permaneceu com os 37% da pesquisa anterior, da semana passada.

Considerando apenas os votos válidos, o tucano tem agora 51% contra 44% de Costa. Para ser eleito no primeiro turno, o candidato precisa ter mais de 50% dos votos válidos.

Na pesquisa anterior, Anastasia tinha 50% dos votos válidos contra 46% de seu principal adversário.

Adilson Rosa (PCO), Edilson Nascimento (PT do B), Zé Fernando Aparecido (PV) e Vanessa Portugal (PSTU) têm 1% das intenções de voto. Fabinho (PCB) e Professor Luiz Carlos (PSOL) não atingiram 1%.

Votos em branco e nulo somam 4%. Ainda não decidiram em quem votar outros 13%.

A pesquisa foi registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) com o número 31.369/2010. Foram ouvidos 1.974 eleitores em 88 cidades mineiras na terça e quarta-feira desta semana.


PESQUISA IBOPE 21/09/2010: ANASTASIA MANTÉM VANTAGEM SOBRE HÉLIO COSTA

Luisa Brasil - Estado de Minas

Os dois principais candidatos ao governo do estado, Antonio Anastasia (PSDB) e Hélio Costa (PMDB) registraram crescimento em pesquisa de intenção de voto divulgada nesta terça-feira, pelo Ibope, que apontou vantagem de oito pontos do tucano sobre o concorrente peemedebista.

Anastasia, que tinha 41% das intenções de voto no último levantamento do Instituto, oscilou um ponto para cima e agora tem 42%. Já Hélio Costa, que tinha 32% das intenções de voto na última pesquisa, oscilou dois pontos para cima. O peemedebista agora tem 34%. O número de votos brancos e nulos caiu quatro pontos, passando de 9% para 5%. Já o número de eleitores indecisos oscilou um ponto para cima e passou de 15% para 16%. Em um eventual segundo turno, Anastasia venceria o pleito com 40% dos votos, contra 34% de Hélio Costa.

Os candidatos Vanessa Portugal (PSTU), Zé Fernando (PV) e Fabinho (PCB) têm 1% da preferência do eleitorado. Adilson Rosa (PCO), Edilson Nascimento (PT do B) e Professor Luiz Carlos (PSOL) não atingiram 1%.

O levantamento foi encomendado pela Rede Globo e pelo Jornal Estado de São Paulo. Foram entrevistadas 2.002 pessoas entre os dias 18 e 20 de setembro. A pesquisa foi registrada no TRE-MG sob o número 73370/2010.


NO DATAFOLHA (17/11/09) ANASTASIA PASSA HÉLIO COSTA PELA PRIMEIRA VEZ: O ALIADO DE JOSÉ SERRA EM MINAS FOI DE 36% PARA 40%; ENQUANTO O CANDIDATO APOIADO POR DILMA ROUSSEFF DO PT CAIU DE 39% PARA 37%.

POR EVANDRO SPINELLI, NA FOLHA:
Antonio Anastasia (PSDB) voltou a crescer nas intenções de voto para o governo de Minas Gerais, passou numericamente Hélio Costa (PMDB) pela primeira vez, mas a disputa no Estado continua indefinida, segundo pesquisa Datafolha.

Anastasia, atual governador e candidato apoiado por Aécio Neves (PSDB), passou de 36% para 40%. Ele está tecnicamente empatado com Costa, senador e ex-ministro das Comunicações, que oscilou de 39% para 37%.

A margem de erro máxima da pesquisa é de dois percentuais para mais ou para menos. O levantamento foi feito na segunda e terça-feira desta semana com 1.837 eleitores de 83 municípios.
Anastasia cresceu 22 pontos desde julho. O candidato tucano ao governo era vice-governador e assumiu a titularidade em abril após a renúncia de Aécio, seu padrinho político, para disputar uma cadeira no Senado.

De acordo com o Datafolha, se a eleição fosse hoje Anastasia terminaria com 50% dos votos válidos, em situação de empate técnico com Costa, que atinge 46%.

Ou seja, não é possível atestar que a eleição terminaria no primeiro turno. Mesmo tendo apenas dois candidatos competitivos, a soma dos votos dos candidatos "nanicos" pode levar a eleição para o segundo turno.

Em um eventual segundo turno, Anastasia teria 45% dos votos contra 42% de Hélio Costa. Mais uma vez, empate técnico.

Para projetar os votos válidos, o Datafolha distribui os indecisos, nulos e brancos proporcionalmente à intenção de voto de cada candidato. Mauro Paulino, diretor-geral do Datafolha, lembra, no entanto, que ainda há um percentual grande de indecisos no Estado: 14%.

Vanessa Portugal (PSTU), Adilson Rosa (PCO), Fabinho (PCB), Professor Luiz Carlos (PSOL) e Zé Fernando Aparecido (PV) aparecem com 1% das intenções de voto. Edilson Nascimento (PT do B) não atingiu 1%.

Votariam nulo 3% e 1% pretendem votar em branco.

O tucano tem melhor desempenho na região metropolitana de Belo Horizonte, onde tem 46% das intenções de voto contra 34% de Costa. No interior, os dois estão empatados em 38%.

A menos de 20 dias do primeiro turno, somente 21% dos eleitores sabem o número de seu candidato ou sobre como votar nulo ou branco.

Os eleitores de Anastasia são mais bem informados: 30% sabem o número de seu candidato e 68% não conhecem. Entre os eleitores de Hélio Costa, 14% disseram o número correto e 82% não souberam responder.

Pesquisa feita com 1.837 entrevistados e registrada no TRE-MG com o número 70.959/2010.


DATATEMPO 16/09/10 CONTRADIZ IBOPE (VER ABAIXO) E PÕEM HÉLIO COSTA NA FRENTE DE ANASTASIA - EMPATE TÉCNICO HÉLIO, 38,90. ANASTASIA 35,81%.


Pesquisa DataTempo/CP2, realizada entre os dias 11 e 13 de setembro, aponta para uma disputa acirrada pelo governo de Minas. O candidato do PMDB, Hélio Costa, tem 38,90% das intenções de voto contra 35,81% do seu adversário tucano, o governador Antonio Anastasia. Considerando a margem de erro de 2,16 pontos percentuais para mais ou para menos, há um empate técnico. Na sua pior situação, Hélio Costa tem 36,74% das intenções de voto. E na sua melhor situação, Antonio Anastasia aparece com 37,97% da preferência do eleitorado.

O número de indecisos, pessoas que não sabem em quem votar ou não respondem, é de 18,73%. Nenhum dos outros concorrentes ao governo do Estado alcançou 1% das intenções de voto. Entre eles, a candidata do PSTU, Vanessa Portugal, é quem consegue a melhor pontuação - O,58% das intenções de voto.
Na comparação com a última pesquisa DataTempo/CP2, divulgada em 11 de setembro, Hélio Costa passa de 40,53% das intenções de voto para 38,90%. Já Anastasia sai de 35,26% para 35,81% da preferência do eleitorado.

Confronto de chapas. Quando são apresentadas aos entrevistados as chapas completas (nomes dos candidatos a governador e vice), Hélio Costa e Patrus Ananias (PT) conseguem uma vantagem em relação a Anastasia e Alberto Pinto Coelho (PP) superior à margem de erro. A primeira dupla tem 40,54% das intenções de voto, e a segunda tem 36,82%.

A pesquisa também simulou um segundo turno entre o peemedebista e o tucano. Nessa situação, Hélio vence Anastasia com 42,42% das intenções de voto contra 37,98%.

A disputa fica mais acirrada ainda quando se considera a possibilidade de voto. Perguntados sobre qual a possibilidade de voto em Anastasia, 30,28% dizem que é grande, 20,91% afirmam que é razoável. Somente 20,86% respondem que não há nenhuma possibilidade. Quando a pergunta é sobre a possibilidade de voto em Hélio Costa, 29,42% dizem que é grande, 26,52% afirmam que é razoável. Para 23,13%, não há nenhuma possibilidade de voto.



ANASTASIA 9 PONTOS À FRENTE DE HÉLIO COSTA - IBOPE 13 DE SETEMBRO DE 2010: ANASTASIA TEM 41%, E HÉLIO COSTA, 32%



POR PAULO PEIXOTO, NA FOLHA:
Pesquisa Ibope sobre as intenções de voto para o governo de Minas, divulgada na noite desta segunda-feira pela TV Globo, coloca o candidato do PSDB, o governador Antonio Anastasia, candidato à reeleição, nove pontos à frente do seu principal concorrente, o senador Hélio Costa (PMDB).

Acompanhe a Folha Poder no Twitter
Conheça nossa página no Facebook

Segundo o Ibope, Anastasia tem 41% das intenções de voto, contra 32% do peemedebista. Os indecisos somam 15% dos entrevistados. Brancos e nulos somaram 9%. Os demais candidatos na disputa somaram 2%. Esse resultado indica a vitória tucana no primeiro turno.

A margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos.

No levantamento anterior, de 3 de setembro, o Ibope apontou empate técnico entre os dois principais candidatos. Anastasia tinha 35%, contra 33% de Costa.

A pesquisa foi realizada entre os dias 10 e 12 de setembro. Foram entrevistados 1.806 eleitores. A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e o jornal "O Estado de S.Paulo". Está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MG) com o número 70286/2010.


DATAFOLHA 11/09/2010 GOVERNO DE MINAS: DIFERENÇA ENTRE HÉLIO COSTA E ANASTASIA CAI PARA TRÊS PONTOS - HÉLIO COSTA 39% X ANASTASIA 36%

Por Elaine Resende - Estado de Minas:
A três semanas das eleições, a disputa ao Palácio da Liberdade fica mais embolada, segundo pesquisa Datafolha divulgada neste sábado. Conforme o levantamento feito entre os dias 8 e 9 de setembro, Hélio Costa (PMDB) tem agora 39% dos votos, seguido de perto por Antonio Anastasia (PSDB) que alcançou 36%. Comparado aos últimos números do Datafolha, publicados no início deste mês, o peemedebista perdeu um ponto percentual, enquanto o tucano subiu um ponto no mesmo período. Essa é a menor diferença em Minas entre os dois principais adversários apontada pelo instituto desde o início da campanha eleitoral.

A margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos. Levando em consideração esse fator, Hélio oscila entre 37% e 41% e Anastasia tem entre 34% e 38%. Os candidatos Edilson Nascimento (PT do B), Zé Fernando Aparecido (PV), Professor Luiz Carlos (PSOL), Vanessa Portugal (PSTU), e Fabinho (PCB) têm 1% das intenções de voto cada um. Votos brancos e nulos somam 5% e outros 16% ainda não sabem em quem votar.

Segundo turno

Na simulação para o segundo turno, o Datafolha sinaliza para a vitória de Hélio Costa. Caso a eleição seja definida em 31 de outubro, o ex-ministro de Lula teria 47% e Anastasia, 39%.

A pesquisa Datafolha foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal Folha de S.Paulo. Foram entrevistados 1.685 eleitores. Os dados foram registrados no Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) sob o número 69732/2010.

A seguir veja pesquisa do jornal O Tempo DATATEMPO TAMBÉM DE 11 DE SETEMBRO DE 2010:





PESQUISA DATATEMPO 11/09/2010: ANASTASIA TEM 35,26% DA PREFERÊNCIA DO ELEITORADO CONTRA 40,53% DE HÉLIO COSTA


Pesquisa realizada pelo Instituto DataTempo/CP2, entre os dias 3 e 7 de setembro, mostra o candidato do PMDB, Hélio Costa, na liderança pela disputa do governo de Minas, com 5,27 pontos percentuais de vantagem em relação ao seu adversário mais próximo, o governador Antonio Anastasia (PSDB). Hélio tem 40,53% das intenções de voto contra 35,26% do tucano. A margem de erro do levantamento é de 2,16 pontos percentuais. Foram realizadas 2.062 entrevistas e a pesquisa foi registrada na Justiça Eleitoral sob o número 29.225/2010.


Os outros candidatos ao governo estão muito distantes dos dois primeiros colocados. Nenhum deles alcançou 1% das intenções de voto. José Fernando Aparecido (PV) e Vanessa Portugal (PSTU) aparecem em terceiro e quarto lugares, com 0,57% e 0,53%, respectivamente.


Na comparação com a última pesquisa DataTempo/CP2, divulgada no último dia 3 de setembro, não houve praticamente nenhuma mudança no quadro. Hélio passou de 40,89% das intenções de voto para 40,53%. Anastasia tinha 35,32% da preferência do eleitorado e agora tem 35,26%. Também não houve alteração no número de indecisos, que era de 15,56% dos pesquisados e agora é de 15,55%.


Ambos os candidatos possuem boas condições para conquistar os votos dos indecisos. Quando perguntados sobre qual é a possibilidade de voto em Hélio Costa, 31,52% respondem que é grande e 24,23% dizem que é razoável. Afirmam que a possibilidade é pequena 12,82% dos interrogados. Para 24,62% não existe nenhuma possibilidade de escolher Hélio. Quando a pergunta é sobre a possibilidade de voto em Antonio Anastasia, 29,52% afirmam que é grande, 20,76% dizem que é razoável e 12,93% respondem que é pequena. Para 21,07% não há nenhuma possibilidade de votar em Anastasia.


Segundo turno. A pesquisa simulou um segundo turno entre Hélio Costa e Antonio Anastasia. Nessa condição, o peemedebista continua na liderança e venceria o tucano por 44,35% a 37,61%.


ACIRRADO


Levantamento espontâneo revela empate técnico


No levantamento realizado pelo DataTempo/CP2, na modalidade espontânea, quando os nomes dos candidatos não são apresentados aos entrevistados, há um empate técnico entre Hélio Costa (PMDB) e Antonio Anastasia (PSDB). O tucano tem 23,97% contra 23,30% do peemedebista.


Dos entrevistados, 8,90% afirmam que não conhecem os candidatos e 3,73% dizem que vão anular o voto.


Apesar de não disputar o governo do Estado e ser candidato ao Senado por Minas, Aécio Neves é citado por 1,39% dos entrevistados.


Na comparação com a última pesquisa DataTempo/CP2, Anastasia passa de 25,18% para 23,97%. Hélio tinha 24,13% e agora tem 23,30%. Ambas as variações estão dentro da margem de erro.


Dados


DataTempo/CP2. Foram realizadas 2.062 entrevistas em todo o Estado. A margem de erro é 2,16 pontos percentuais. O registro na Justiça Eleitoral de Minas Gerais tem número 29.225/2010.





PESQUISA IBOPE DE 3 SETEMBRO DE 2010: Anastasia tem 35%, e Costa, 33%, aponta pesquisa Ibope em Minas
Levantamento foi feito de terça-feira (31/8) a quinta (2).
Margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos.
Do G1 MG - Como está no título pesquisa publicada no MGTV E JORNAL NACIONAL:


O Ibope divulgou nesta sexta-feira (3) uma nova pesquisa com as intenções de voto para o governo de Minas Gerais. A análise foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal O Estado de São Paulo.

De acordo com os dados da pesquisa, o candidato Antonio Anastasia (PSDB), que apresentava 21% das intenções, depois 27%, foi para 35%, manteve os 35%. O candidato Hélio Costa (PMDB), tinha 39%, depois 38%, passou para 33% e continua com 33%.

Os candidatos Vanessa Portugal (PSTU) e Fabinho (PCB) aparecem com 1% das intenções de voto. Zé Fernando Aparecido (PV), Professor Luiz Carlos (PSOL) e Edilson Nascimento (PT do B) não atingiram 1% das intenções de voto. Pepê (PCO) teve a candidatura indeferida pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MG) e foi substituído por Adilson Rosa, que foi incluído na pesquisa pelo Ibope, mas também não atingiu 1%.

Ainda de acordo com análise, os votos brancos ou nulos totalizaram 6% e o percentual das pessoas que não sabem em quem votar chega a 23%.

Segundo o Ibope, 1.806 pessoas foram entrevistadas nos dias 31 de agosto e 2 de setembro. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MG) sob o número 66911/2010.

Segundo Turno

O Ibope também simulou a possibilidade de segundo turno entre os candidatos Antonio Anastasia (PSDB) e Hélio Costa (PMDB). O candidato Antonio Anastasia que tinha 37% das intenções de voto manteve os 37%. Já Hélio Costa que estava com 36% continua com os mesmos 36%.
DATAFOLHA DE 03 DE SETEMBRO DE 2010: VANTAGEM DE HÉLIO COSTA SOBRE ANASTASIA CAI PARA 5 PONTOS: Costa tem hoje 40% das intenções de voto, e Anastasia, 35%.


A vantagem de Hélio Costa (PMDB) sobre Antonio Anastasia (PSDB) na disputa pelo governo de Minas Gerais, que era de 26 pontos no início de agosto, agora é de apenas cinco pontos percentuais, mostra o Datafolha.

Segundo pesquisa realizada nos dias 31/8 e 1º/9, Costa tem hoje 40% das intenções de voto, e Anastasia, 35%. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.
No levantamento anterior, de 23 e 24 de agosto, o peemedebista aparecia com 43%, e o tucano, com 29%. Dez dias antes, quando o horário eleitoral na TV ainda não havia começado, Costa tinha 43%, e Anastasia, 17%.


O candidato Pepê, do PCO, foi citado, mas não alcançou 1%. Os demais candidatos --Zé Fernando Aparecido (PV), Professor Luiz Carlos (PSOL), Vanessa Portugal (PSTU), Fabinho (PCB) e Edilson Nascimento (PT do B)-- tiveram 1% cada um.

Brancos e nulos somam 4%, e 15% dos entrevistados não sabem em quem votar.

Segundo Mauro Paulino, diretor-geral do Datafolha, "a pesquisa mostra que há forte influência do ex-governador Aécio Neves (PSDB) no crescimento de Anastasia".
No início de agosto, antes do horário eleitoral, 23% dos eleitores de Aécio para o Senado declaravam o voto em Anastasia. Agora o índice alcançou 46%.





NOVA PESQUISA (30/08) - DO ESTADO DE MINAS - ANASTASIA CRESCE
POR Isabella Souto:
As eleições para governador de Minas Gerais tendem a uma reviravolta. O governador Antonio Augusto Anastasia (PSDB) apresenta uma tendência de crescimento e deve ultrapassar seu principal adversário, o senador Hélio Costa (PMDB). É o que revela a primeira rodada de pesquisas do Instituto EM Data, realizada entre o dia 26 deste mês e no domingo com eleitores de 51 municípios. A 34 dias da votação, o peemedebista é o preferido de 39% do eleitorado, mas é seguido de perto pelo tucano, apontado por 32% dos mineiros. Na pesquisa espontânea, em que não são apresentados os nomes dos candidatos, eles estão empatados tecnicamente: 22% para Hélio Costa e 21% para Antonio Anastasia. A margem de erro da pesquisa é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

A mudança no quadro é esperada porque 51% dos eleitores desconhecem o governador do estado (15% nunca ouviram falar e 36% o conhecem só de nome), aliada ao fato de que 55% dos mineiros pretendem votar no candidato que represente a continuidade, enquanto 24% tendem a votar em quem for oposição. “Quem o conhece está optando por ele (Anastasia). À medida em que o governador se tornar mais conhecido, mantendo as atuais tendências de voto, o indicativo é de crescimento de sua candidatura”, explicou o cientista político Adriano Cerqueira, diretor do Instituto EM Data. Além disso, 18% dos eleitores – quase 2,5 milhões de pessoas – ainda estão indecisos e não sabem em quem votarão.

Para ter uma ideia, um quarto dos eleitores conhecem bem Hélio Costa – que já disputou duas eleições para governador e uma para senador –, enquanto 14% têm o mesmo grau de conhecimento em relação a Anastasia. E apenas 4% nunca ouviu falar do candidato do PMDB. Entre os eleitores que disseram conhecer bem os candidatos, mais ou menos ou só de nome, houve um empate técnico no grau de aceitação deles. Hélio Costa é o único que receberia o voto de 29% dos entrevistados, enquanto Anastasia foi citado por 24%.

Ainda podem mudar o seu voto 38% daqueles que hoje preferem o peemedebista e 37% dos que escolheram o tucano. “No comparativo do grau de aceitação das candidaturas, Hélio Costa tem leve vantagem sobre Antonio Anastasia no grau de rejeição, mas o índice do governador é baixo”, diz Adriano Cerqueira. O tucano não receberia o voto de 22% dos mineiros, enquanto o peemedebista é rejeitado por 17% daqueles que responderam ao questionamento.

Propaganda eleitoral

Apontada como o principal mecanismo para conseguir votos – e até mesmo anular uma rejeição –, a propaganda eleitoral ainda não está interessando os mineiros. Apenas metade dos eleitores do estado (52%) tem acompanhado os programas dos candidatos. Percentual considerado baixo, levando-se em conta a complexidade das eleições – são cinco cargos – e ainda o fato de que são dois votos para o Senado. Entre aqueles que acompanham os programas, a maciça maioria (94%) os assistem pela televisão, enquanto o rádio recebeu minguados 4% das citações. Outros meios foram apontados por 1% dos entrevistados.

Os dois principais padrinhos dos candidatos nestas eleições – o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o ex-governador Aécio Neves (PSDB) – têm força eleitoral semelhante entre o eleitorado. O levantamento mostrou que ter o apoio de Aécio aumenta em 38% as chances de Anastasia receber o voto. O presidente Lula atrai 40% dos mineiros para a candidatura de Hélio Costa. “Lula e Aécio empatam no impacto positivo de seus apoios, praticamente um anulando o efeito benéfico do outro”, analisa Cerqueira. A influência dos presidenciáveis Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB), por sua vez, é bem menor. A petista influencia o voto de 27% dos eleitores, enquanto Serra estimula 20% dos entrevistados a votarem em Anastasia.



VIRADA EM MINAS - NOVA PESQUISA NESTE SÁBADO 28/08/10 MOSTRA: O PROFESSOR ANASTASIA COM 35% ENQUANTO HÉLIO COSTA CAI DE 38% PARA 33%.

Por Mateus Castanha - Estado de Minas:

Pesquisa divulgada neste sábado pelo Ibope, encomendada pelo jornal Estado de São Paulo e TV Globo, aponta a virada do candidato à reeleição ao governo de Minas, Antonio Anastasia (PSDB), sobre o peemedebista Hélio Costa. O tucano cresceu oito pontos e chegou a 35% das intenções de voto, contra 33% do concorrente.

Na última pesquisa do Ibope, realizada entre os dias 18 e 20 de agosto, Anastasia tinha 27% das intenções de voto. Já Hélio Costa liderava com folga e tinha 38% da preferência popular.

Vanessa Portugal (PSTU) e Zé Fernando Aparecido (PV) têm 1% cada e os demais não pontuaram. Brancos e nulos somaram 6% e os indecisos chegam a 24%. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

A pesquisa ouviu 1.806 eleitores e está registrada no TRE/MG sob protocolo 65090/2010 e no TSE sob protocolo nº 26113/2010.

Segundo turno

Ainda de acordo com a pesquisa, a situação de empate técnico na corrida pelo governo de Minas se repete no segundo turno. Antonio Anastasia teria 37% das preferências, contra 36% de Costa. Na contagem dos votos válidos, segundo o Ibope, o tucano está hoje a um ponto mais um voto de vencer no primeiro turno: tem 49% das intenções, contra 46% do rival do PMDB.



ÚLTIMA PESQUISA 27 DE AGOSTO 2010: ANASTASIA CRESCE 12 PONTOS E CHEGA 29% NO DATAFOLHA; HÉLIO COSTA (PMDB) PERMANECE COM 43%.

Do G1 MG:
O Instituto Datafolha divulgou, nesta sexta-feira (27), uma nova pesquisa encomendada pela TV Globo e pelo jornal Folha de São Paulo com as intenções de voto para o governo de Minas Gerais.

É a primeira pesquisa do Datafolha depois do início do horário eleitoral no rádio e na TV. O candidato Hélio Costa mantém a liderança, mas a diferença sobre o candidato Antonio Anastasia diminuiu.

Na primeira pesquisa, em 24 de julho de 2010, Hélio Costa, do PMDB, tinha 44%, foi para 43% e manteve 43%. Antonio Anastasia, do PSDB, aparecia com 18%, depois 17%, e agora passou para 29%. Votos em branco ou nulos eram 7%, foram para 8% e agora são 7%. Não sabem em quem votar, de 23% para 24% e, nesta pesquisa, 16%.

Os candidatos Edilson Nascimento, do PT do B; Zé Fernando Aparecido, do PV; Professor Luiz Carlos, do PSol; Vanessa Portugal, do PSTU; e Fabinho, do PCB, têm 1% cada. Pepê, do PCO, não atingiu 1% das intenções de voto.

Simulação segundo turno
O Datafolha também simulou a possibilidade de segundo turno entre os candidatos Hélio Costa (PMDB) e Antonio Anastasia (PSDB).

Na pesquisa anterior, feita no dia 13 de agosto de 2010, o candidato Hélio Costa tinha 54% das intenções de voto, agora 51%. Antonio Anastasia passou de 22% para 35%. Votos em branco e nulos foram de 7% para 6%. Os pesquisados que não sabem em quem votar eram 17% e agora são 9%.

A pesquisa Datafolha foi realizada nos 23 e 24 de agosto. Foram entrevistados 1.261 eleitores, em 52 municípios de Minas. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos. Pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob o número 64318/2010.


(DATA ORIGINAL DA POSTAGEM 23 DE AGOSTO DE 2010)
NOVA PESQUISA (23/08/10) IBOPE GOVERNO DE MINAS HÉLIO COSTA CAI DE 39% DAS INTENÇÕES DE VOTOS PARA 38%; ANASTASIA CRESCE DE 21% PARA 27%. VEJA DADOS COMPLETOS ABAIXO:
É a primeira pesquisa após início do horário eleitoral obrigatório.

Do G1 MG

imprimir
O Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope) divulgou nesta segunda-feira (23) pesquisa sobre as intenções de voto para o governo de Minas Gerais nas eleições deste ano.

Esta é a primeira análise realizada depois do início do horário eleitoral obrigatório no rádio e na televisão. A pesquisa foi feita entre os dias 18 e 20 de agosto com 2.002 eleitores entrevistados no estado.

De acordo com os dados do Ibope, Helio Costa, candidato do PMDB, tinha 39% dos votos na pesquisa divulgada em 30 de julho. Agora tem 38%.

Relacionadas
Veja a nova (26/08) pesquisa para presidente AQUI
Vereador de BH perde mandato leia AQUI

Antonio Anastasia, do PSDB, aparecia com 21%, e agora apresenta 27% das intenções.

Vanessa Portugal, do PSTU, foi de 2% para 1%.

O Professor Luiz Carlos, do PSol, e Zé Fernando Aparecido, do PV, mantiveram 1% dos votos cada um.

Os votos brancos ou nulos eram 8% e agora representam 7%.

Vinte e cinco por cento dos eleitores continuam sem saber em quem votar.

Edilson Nascimento, do PT do B, Fabinho, do PCB, e Pepê, do PCO, não atingiram 1% das intenções de voto.

Ainda segundo o Ibope, a margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob o número 62810/2010.





PESQUISA DATATEMPO GOVERNO DE MINAS 19 DE AGOSTO DE 2010: HÉLIO COSTA: 44,84%. ANASTASIA: 22,23%.
Do Tempo:
Segundo a última Pesquisa DataTempo/CP2 realizada entre os dias 13 e 15 de agosto, o candidato ao governo do Estado, Hélio Costa, do PMDB, está com 44, 84% das intenções de votos, contra 22,23% do principal adversário Antonio Anastasia, do PSDB. Segundo o levantamento, Costa tem 22,61% pontos percentuais de vantagem em relação ao tucano. O Instituto DataTempo/CP2 entrevistou 1572 pessoas em todo o Estado. A margem de erro é de 2,4 pontos percentuais.


Data 13/08/10. Pesquisas divergem sobre números da disputa ao governo de Minas:
Diferença entre Hélio Costa e Anastasia é de 10 pontos na Vox Populi e 26 na Datafolha

Por Thiago Ventura - Estado de Minas:
Zuas pesquisas eleitorais divulgadas nesta sexta-feira apontam números diferentes na corrida pelo Palácio da Liberdade. Nos dois levantamentos o senador Hélio Costa (PMDB), candidato da coligação “Todos Juntos por Minas”, aparece na liderança, enquanto o governador Antonio Anastasia (PSDB), candidato à reeleição pela chapa “Somos Minas Gerais”, é o segundo colocado.

Na pesquisa Vox Populi/Band/iG, a diferença entre Hélio Costa e Anastasia caiu dez pontos percentuais em relação ao levantamento de 28/07. O peemedebista caiu de 42% para 36% das intenções de voto, enquanto Anastasia cresceu de 18% para 26%. Brancos e nulos somam 6% e o percentual de indecisos é de 27%.

A outra pesquisa mostrou um parâmetro diferente. Hélio Costa manteve a diferença de 26 pontos sobre Anastasia no levantamento Datafolha/TV Globo. O senador lidera as intenções de voto com 43% contra 17% do governador. Brancos e nulos somam 8% e os indecisos respondem por 24%.

Em um eventual segundo turno, segundo o Datafolha, Hélio Costa venceria com 54% dos votos, contra 22% de Anastasia. Não foi divulgado previsão de segundo turno na pesquisa do Vox Populi.

Apesar de conflitantes, as duas pesquisas tiveram números técnicos semelhantes. Ambas aplicaram entrevistas por quatro dias. O Vox Populi ouviu mil pessoas entre os dias 7 e 10 de agosto, enquanto o Datafolha aplicou 1.264 questionários entre os dias 9 e 12 de agosto. A margem de erro é 3 pontos no Datafolha e 3,1 pontos no Vox Populi.

Outra semelhança entre as duas pesquisas é que elas mostram o clima do eleitorado antes do primeiro debate pela Televisão. Além disso, em ambas as sondagens, os outros candidatos ao governo aparecem com percentuais próximos de 1%.

Veja na imagem a nova pesquisa Datafolha para governador de Minas, 13 de agosto de 2010, as mais antigas estão abaixo:


Pesquisa Ibope Governo de Minas 30 julho de 2010: Helio Costa tem 39% das intenções de votos em Minas contra 21% de Anastasia

RIO - Pesquisa Ibope divulgada nesta sexta-feira sobre as eleições em Minas Gerais indica que Helio Costa (PMDB) possui 39% das intenções de voto contra 21% de Antonio Anastasia (PSDB).


Matérias Relacionadas















Ainda de acordo com a pesquisa, Vanessa Portugal (PSTU) tem 2% das intenções de voto. Professor Luiz Carlos (PSOL), Pepê (PCO), Fabinho (PCB) e Edilson Nascimento (PT do B) aparecem empatados com 1%. A estimativa de votos brancos ou nulos é de 8%. Eleitores indecisos representam 25%.

Na corrida para o Senado, o ex-governador Aécio Neves (PSDB) lidera a pesquisa com 70% das intenções de voto. seguido de Itamar Franco (PPS) com 39%, Pimentel (PT) com 18% e Marilda Ribeiro (PSOL) com 2%. Alfredo (PRB), Betão (PCO), Efraim Moura (PSTU), José João da Silva (PSTU), Miguel Martini (PHS), Mineirinho (PSOL) e Rafael Pimenta (PCB) tem 1%. O candidato Zito Vieira (PC do B) não teve nenhum voto. Os votos brancos e nulos representam 11%. Estão indecisos 29% dos eleitores.

A pesquisa, encomendada pela TV Globo e pelo jornal O Estado de S. Paulo, foi registrada no TRE/MG sob protocolo nº 54379/2010 e no TSE sob o nº 20792/2010. Foram entrevistadas 1.806 pessoas, entre 26 a 29 de julho.

Pesquisa Datafolha de 24 de Julho: Hélio Costa 44%, Anastasia 18%.
Hélio Costa (PMDB) abre 26 pontos de vantagem. Apoiado por Lula, Hélio aparece com 44%. Carregado por Aécio, Antonio Anastasia (PSDB) obtém 18%.

Bem atrás, estão embolados, com percentuais que oscilam entre 1% e 2%: Professor Luis Carlos (PSOL), Vanessa Portugal (PSTU), Edilson Nascimento (PTdoB), Fabinho (PCB), Pepê (PCO) e Zé Fernando Aparecido (PV). Leiam também: SOB COMANDO DO PT CORREIOS PROTEGE EX-DEPUTADO PETISTA E PROCESSA EMPRESÁRIO VÍTIMA DE CALOTE DELE




Datafolha Hélio Costa tem 44%, Anastasia 18%, pesquisa 24 de julho de 2010.

Hélio Costa (PMDB) abre 26 pontos de vantagem. Apoiado por Lula, Hélio aparece com 44%. Carregado por Aécio, Antonio Anastasia (PSDB) obtém 18%.

Bem atrás, estão embolados, com percentuais que oscilam entre 1% e 2%: Professor Luis Carlos (PSOL), Vanessa Portugal (PSTU), Edilson Nascimento (PTdoB), Fabinho (PCB), Pepê (PCO) e Zé Fernando Aparecido (PV).



Pesquisa aponta Hélio Costa com 43,4% e Anastasia com 21,5% em MG. Data 18/07/2010

Thiago Ventura - Portal Uai

Uma pesquisa eleitoral divulgada neste domingo apresenta o senador Hélio Costa (PMDB), candidato da coligação "Todos juntos por Minas", como líder nas intenções de votos no estado. O relatório indica que o peemedebista tem 43,3% contra 21,5% do candidato à reeleição, o governador Antônio Anastasia (PSDB), da coligação "Somos Minas Gerais".




Matéria Relacionada

O EQUIVOCO DA COLIGAÇÃO "SOMOS MINAS GERAIS", QUE PODE CUSTAR A ELEIÇÃO E MUITO MAIS... [Coligação que apoia Anastasia]

A pesquisa foi feita pelo Instituto Sensus e encomenda pelo PR. Os dados foram divulgados pelo presidente estadual da legenda, Clésio Andrade. Em terceiro lugar na disputa para o Palácio da Liberdade, aparecem empatados José Fernando (PV) e Vanessa Portugal (PSTU), ambos com 2,3%.

No mesmo levantamento, 28,1% dos eleitores estão no grupo dos votos indecisos, brancos ou nulos. A pesquisa tem margem de erro de 2,5 pontos percentuais, para cima ou para baixo, e as perguntas foram feitas em voto estimulado.

Num eventual segundo turno, de acordo com a pesquisa, Hélio Costa venceria com 50,7% dos votos, contra 25,7% de Antônio Anastasia. Brancos, nulos e indecisos somam 23,5% dos votos.

Esta pesquisa gerou mais um embate entre os dois candidatos ao governo de Minas. O PSDB acusou o PR de ter manipulado as perguntas para beneficiar Hélio Costa.

Na votação espontânea, Hélio Costa aparece com 17,9%, Anastasia com 11% e o grupo indecisos, brancos e nulos sobe para 63,7%. Cinco por cento dos eleitores citaram nomes de políticos que não concorrem para governador.

Se no embate para o Palácio da Liberdade o PMDB aparece na frente, nas eleições para senador, quem lidera é o PSDB. O ex-governador tucano Aécio Neves apresenta 68,2 % das intenções para o primeiro voto. Itamar Franco (PPS) tem 10,3% e Fernando Pimentel 6,8 %. Para o segundo voto, Itamar tem 34,3%, Pimentel 15,2% e Aécio 6,6%.

O senador tem mandato de oito anos e neste ano haverá duas vagas para cada estado. Dessa forma, o eleitor terá dois votos. Segundo o Instituto Sensus, considerando a média ponderada dos dois votos, Aécio lidera com 37,4% seguido de Itamar com 22,3% e Pimentel com 11%.

Presidente

José Serra tem 35,5 %, Dilma 34% e Marina 9,2%. Indecisos, brancos e nulos chegam a 19,7%. No segundo turno, o tucano vence com 41% e a petista tem 40,8%.

Os questionários foram aplicados entre os dias 8 e 11 de julho em 53 cidades mineiras. Ao todo foram 1,5 mil entrevistas em 12 regiões do estado. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MG) com o número 48.064/2010 e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob registro 19.485/2010.


Minas - Cai vantagem de Hélio Costa sobre Anastasia (24/06/10)

Saiu do forno a mais recente pesquisa de intenção de votos do Instituto Vox Populi sobre a eleição para governador de Minas Gerais.


Matéria Relacionada: DILMA AINDA NÃO GANHOU E PODE PERDER, SABIA?

Aplicada junto a 2 mil eleitores entre os últimos dias 19 e 23, ela aponta uma queda de 10 pontos percentuais da vantagem que abrira Hélio Costa, candidato do PMDB, sobre Antonio Anastasia, candidato do PSDB.

Entre maio e agora, Hélio caiu quatro pontos e Anastasia subiu seis. Hélio tem 41% das intenções de voto contra 23 de Anastasia. A vantagem que era de 28 pontos percentuais reduziu-se a 18.

Dois fatos podem explicar o que aconteceu: o desgaste de Hélio com a resistência do PT em apoiá-lo e a presença de Anastasia na mídia por meio de comerciais e do programa de propaganda do PSDB.

O curioso em Minas é que à exceção do PT e do PMDB, os demais partidos da base de apoio do governo Lula estão fechados com Anastasia, que é a Dilma do ex-governador Aécio Neves - um candidato que nunca disputou eleições a não ser como vice de Aécio.

Ao contrário de Dilma, o índice de conhecimento de Anastasia ainda é baixo.










Nova pesquisa Sensus, 15 de junho de 2010, aqui




Por Carla Kreefft, O Tempo:

Pesquisa DataTempo/CP2, realizada entre os dias 14 e 17 de maio, mostra o senador Hélio Costa (PMDB) na frente da disputa pelo governo do Estado. Ele tem, segundo o levantamento, 52,52% das intenções de voto, enquanto seu adversário, o governador de Minas, Antonio Anastasia (PSDB), conta com 16,05% da preferência do eleitorado. O candidato do PV, deputado federal José Fernando Aparecido, registra 1,57%.

Vá na matéria Relacionada:
Novo cenário de Minas pós Hélio Costa goela a baixo 11/06/10

Em um segundo cenário da pesquisa, quando o nome de Costa é substituído pelo do ex-prefeito de Belo Horizonte Fernando Pimentel (PT), Anastasia obtém 21,44% das intenções de voto, permanecendo em segundo lugar. Nessa situação, Pimentel lidera a disputa com 31,86% da preferência do eleitorado. José Fernando Aparecido conta com 2,40% das intenções de voto.
Na comparação com a pesquisa DataTempo/CP2, realizada entre 12 e 18 de fevereiro, Hélio Costa sofre queda de 5,38 pontos percentuais, passando de 57,90% das intenções de voto para 52,52%. Anastasia permanece estável - cresce 0,35 ponto percentual, de 15,70% para 16,05%. No mesmo comparativo, Fernando Pimentel também cai 3,64 pontos percentuais (de 35,50% para 31,86%), e Anastasia cresce 1,64 ponto percentual, saltando de 19,80% das intenções de voto para 21,44%.

Hélio Costa é também o candidato mais conhecido do eleitorado mineiro. Segundo o levantamento, 22,91% dos entrevistados afirmam que o conhecem bem e têm muitas informações sobre ele. Outros 39,84% dizem que o conhecem pouco e têm alguma informação sobre ele. Já 30,10% informam que o conhecem de nome. Somente 6,95% dos interrogados afirmam que não o conhecem. Fernando Pimentel é conhecido bem por 12,38% dos entrevistados e outros 29,22% dizem que o conhecem pouco.

O nível de conhecimento dos eleitores em relação a Antonio Anastasia é menor. Apenas 6,66% do eleitorado dizem que o conhecem bem e outros 17,87% afirmam que o conhecem pouco. Já 31,13% dos entrevistados o conhecem só de nome e 44,05% não o conhecem. José Fernando é o menos conhecido (83,36% afirmam que não o conhecem).

Rejeição. Segundo pesquisa DataTempo/CP2, o campeão de rejeição é o candidato verde José Fernando com 32,79%. Antonio Anastasia foi rejeitado por 9,20% dos entrevistados. Já Hélio Costa e Fernando Pimentel registram percentuais próximos nesse item, 4,75% e 4,45% respectivamente.

PMDB tem mais votos na Zona da Mata, e PSDB, no Mucuri

O candidato do PMDB ao governo de Minas, Hélio Costa, consegue melhor desempenho na pesquisa DataTempo/CP2 na Zona da Mata mineira, onde alcança 61,3% das intenções de voto, e nas regiões Norte e Noroeste, locais em que conta com 58,5% da preferência.

As regiões Central, Metropolitana e Vertentes são os locais em que Costa registra pior desempenho. Nestas mesmas áreas, o petista Fernando obtém percentuais de intenção de voto mais altos.

Já Antonio Anastasia tem melhor resultado nos vales do Jequitinhonha e Mucuri. O pior resultado do governador acontece na Zona da Mata. José Fernando Aparecido registra percentuais de intenção de voto semelhantes nas diversas regiões do Estado. (CK)

ARTIGO RELACIONADO:


PESQUISA ELEITORAL DA MAIOR VANTAGEM A HÉLIO COSTA E DIFICULTA MANUNTENÇÃO DE PRÉ-CANDIDATURA PETISTA EM MINAS

A corrida eleitoral ao Palácio da Liberdade é liderada pelo pré-candidato pelo PMDB, o ex-ministro das Comunicações Hélio Costa. É o que aponta pesquisa divulgada nesta terça-feira (18) pelo instituo Vox Populi. O levantamento mostra que o peemedebista tem 45% das intenções de voto no Estado. O atual governador Antônio Anastasia aparece em segundo lugar, com 17% dos votos. Neste cenário o nome do petista Fernando Pimentel não foi considerado.

Os pré-candidatos Vanessa Portugal (PSTU) e João Batista Fonseca (PSOL) ficaram empatados com 2% das intenções de votos. Já José Fernando, do PV, teve 1%. Votos brancos e nulos somaram 10% enquanto 27% dos entrevistados não souberam responder. Segundo o Vox Populi, a margem de erro é de 3,5 pontos percentuais para mais ou para menos.

Já no cenário em que o Fernando Pimentel aparece e o nome do ex-ministro Hélio Costa não entra, a pesquisa aponta vitória do petista também em primeiro turno, mas com uma margem de vantagem menor. Pimentel teria 35% dos votos contra 21% de Anastasia e 2% de Vanessa, João Batista e José Fernando. Os brancos e nulos somam 11% e, novamente, 27% dos entrevistados não souberam ou não quiseram responder.

A análise feita pelo Vox Populi mostra aumento na vantagem de Costa sobre Anastasia em comparação à pesquisa feita em janeiro. Com Pimentel na disputa a diferença diminui. No começo do ano a vantagem do peemedebista era de 21 pontos (37% a 16%) e agora é de 28 pontos (45% a 17%). O petista tinha 19 pontos de vantagem em janeiro (34% a 15%) e agora tem 14 (35% a 21%).

O Vox Populi ouviu 800 pessoas em 45 cidades entre os dias 8 e 12 de maio. A pesquisa foi protocolada no Tribubal Regional Eleitoral (TRE-MG) com o número 25760-10 e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 11321-10..


OUTRAS PESQUISAS:


PESQUISA ELEITORAL PARA GOVERNADOR DE MINAS 2010 – HÉLIO COSTA LIDERA, MAS CAI SEIS PONTOS, ENQUANTO ANASTASIA CRESCE E TRIPLICA INTENÇÃO DE VOTOS


Na pesquisa do Data Tempo/CP2 de junho o Professor Anastasia aparecia com 4,3% de intenções de voto enquanto Hélio Costa tinha 48,1%. Na oportunidade escrevi o post Eleição em Minas Gerais 2010: tudo pode mudar. É o que começa a se configurar com o avanço do vice-governador, que deu um salto triplo na intenção de votos, e agora tem 12, 27%. Esse crescimento do “Professor” pode ser visto como a identificação dele como o grande responsável pelo “Choque de Gestão”, que colocou administração de Minas Gerais nos trilhos.

Bem, essa tendência de crescimento que se verifica agora tem tudo para continuar fortemente. Conta para isso, a maior exposição dele na mídia como candidato e futuro governador a partir de 2010, com saída de Aécio Neves para disputar a eleição, mais provável como Vice-Presidente da Republica, na chapa de José Serra. A seguir a matéria do O Tempo, que traz a pesquisa atual:

*
Pesquisa realizada pelo Instituto DataTempo/CP2 mostra que, se a eleição para o governo de Minas Gerais fosse hoje, o ministro das Comunicações, Hélio Costa (PMDB), venceria a disputa. O levantamento foi feito entre os dias 4 e 11 de dezembro, ouvindo 2.046 pessoas de todas as faixas de renda, níveis de escolaridade e nas diversas regiões do Estado. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.


No primeiro cenário, Hélio Costa obtém 42,35% das intenções de votos. Em segundo lugar, aparece o ex-prefeito de Belo Horizonte Fernando Pimentel (PT), com 20,59%. O vice-governador Antonio Augusto Anastasia (PSDB) conta com 12,27% da preferência do eleitorado. Outros 10,42% disseram não saber em quem vão votar ou não responderam. Dos entrevistados, 9,73% afirmaram que não votarão em ninguém, e 3,77% pretendem votar nulo. Somente 0,87% declarou que votarão em branco.

No segundo cenário, no qual o nome de Fernando Pimentel é substituído pelo do ministro de Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Patrus Ananias, como candidato petista, Hélio Costa continua na frente, com 44,55% das intenções de voto. Patrus Ananias fica em segundo lugar, com 14,87% da preferência do eleitorado. Antonio Anastasia acompanha-o de perto, com 13,74%, constituindo um empate técnico. Afirmaram que não sabem em quem votarão ou não responderam 11,83% dos pesquisados. Declararam que não votarão em nenhum candidato 10,56%. Outros 3,72% disseram que pretendem anular o voto.


Na pesquisa DataTempo/CP2, publicada em 2 de junho deste ano, Costa também estava na liderança em três de quatro cenários.Espontânea. Na pesquisa em que os nomes dos candidatos não são apresentados, os entrevistados revelaram uma maior preferência pelo governador Aécio Neves (PSDB), que não é candidato. Ele obtém 12,42% das intenções de voto. Em segundo lugar, está o vice-governador Antonio Anastasia, com 4,40%. Mas. como a margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais, Anastasia estaria tecnicamente empatado com Fernando Pimentel, que registrou 3,33%. Muito próximo de Pimentel está Hélio Costa, com 2,25% das intenções de voto. Entre os dois, também há um empate técnico, considerando a margem de erro. O ministro Patrus Ananias aparece em seguida, com 1,52% das intenções de voto - situação de empate técnico com Costa.

A SEGUIR POST ANTIGO DE 25/02/09:


Links relacionados:
1) Eleição em Minas Gerais 2010: tudo pode mudar - trato do grande potencial de crescimento do professor Anastasia
2) Eleição para presidente 2010 - Vou apostar alto: AÉCIO NEVES VICE-PRESIDENTE DA REPUBLICA. Duvida?
3) Cenário eleitoral de Minas 2010 - O bom desempenho de Azeredo na pesquisa CP2 para o governo fortaleceu o PSDB e seu nome para o... Senado








Chegou pelo Google? Seja bem-vindo! Para ler a página principal do blog clique aqui
Por Rafael Gomes, o Tempo
As articulações para as eleições de 2010 estão em curso nos bastidores da política, não somente para saber quem vai disputar a Presidência da República. A corrida para o Palácio da Liberdade, que também terá novo ocupante daqui a dois anos, também já começou.









Porém, em Minas, o horizonte é mais nebuloso. Quase ninguém assumiu o interesse em disputar o governo. Já outros, se quiserem concorrer, terão que, primeiro, convencer seus partidos de que devem ter um candidato para, depois, fazer com que os indicados sejam eles. A situação é ainda mais complexa já que as disputas transcendem legendas. Estão em jogo relações anteriores a esse processo centralizadas pelo governador Aécio Neves (PSDB). Assim, se um nome for lançado, outro, de outro partido, pode ser levado a recuar de suas pretensões em nome de alianças passadas. Com isso, a alternativa pode ser as cadeiras do Congresso. Os três principais partidos PSDB, PT e PMDB adotaram táticas diferentes para chegar ao ano que vem mais fortes. As legendas de menor representatividade também estão no páreo.









O PT é o único que tem uma disputa interna bem polarizada entre Patrus Ananias e Fernando Pimentel. A relação abalada após a sucessão à Prefeitura de Belo Horizonte é um tempero a mais. Apesar da vitória da aliança com o PSDB em 2008, em torno de Marcio Lacerda (PSB), Pimentel não terá um caminho fácil. Neste momento, está sem cargo público, embora seja cotado para presidir o Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social de Lula. Enquanto isso, Patrus Ananias tem mais visibilidade: segue à frente do Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome, comandando o principal programa assistencial do governo federal, o Bolsa Família.









A disputa deve durar até o começo de 2010, quando será finalizada a consulta às bases do partido. Até lá, os dois terão que buscar apoios em todas as regiões. Se Pimentel mostrou força na capital, obtendo aprovação do acordo com os tucanos, terá que mostrar que se alavanca no interior.









Impasse. O PMDB é outro que ainda tem a situação indefinida. O partido tem boas relações com o governador. No entanto, como acontece nacionalmente, a sigla tem várias correntes e comportamentos até conflitantes. Uma delas defende uma aliança com o PT, lançando o vice de Patrus ou Pimentel. Outras reivindicam candidatura própria ou a aliança com os tucanos. Curiosamente, o ministro das Comunicações, Hélio Costa, é o único a ter declarado abertamente que quer disputar o governo em 2010 pelo PMDB, e disse isso por várias vezes. Porém, o mineiro tem outra opção caso o partido acerte a parceria com PT ou PSDB: outro nome seria escolhido para candidato a vice e Hélio Costa disputaria novamente uma vaga no Senado. Já o PSDB divide as atenções entre a candidatura de Aécio à Presidência e a manutenção do Executivo estadual. Seus principais líderes no Estado, como o secretário de Governo, Danilo de Castro, já trabalham pelo nome do vice-governador, Antonio Augusto Anastasia, que nega veementemente a pré-candidatura. No entanto, as viagens dele pelo interior têm se tornado constantes e vão se intensificar ainda mais, já que Aécio estará percorrendo o país em defesa de sua candidatura ao Planalto.
Postar um comentário