sexta-feira, 30 de abril de 2010

R$ 378 MIL PARA REALIZAÇÃO DE CIRURGIAS DE CATARATA PODEM SER PERDIDOS POR SETE LAGOAS

Existe um impasse entre a prefeitura e o Hospital Nossa Senhora das Graças exposto na Audiência Pública na última quarta-feria (28) na Câmara Municipal que pode levar a perda de R$ 378 mil disponíveis para cirurgias de Catarata em Sete Lagoas. Trinta de junho é o prazo final para o recurso ser utilizado ou devolvido. A dificuldade é porque o Hospital recusa-se a executar as operações se prefeitura não entregar os "pacientes prontos" para operar - leia-se sem o pré e pós cirurgia contratados por ela. A alternativa seria a contratação de outro prestador de serviços via licitação, mas o tempo não é suficiente para a realização do processo de contratação pública.

A atitude do Hospital e falta de atitude do poder público local são reveladores. O Hospital que tem o título entidade filantropica e é beneficiado, por isso, com farta isenção fiscal expõe seu mercenarismo. Ou onde está a sua contribuição filantropica que nem viria de graça, mas via SUS para ralização destes procedimentos pré e pós cirurgias? Onde está o parceiro de Sete Lagoas? Cadê retribuição mínima à farta generosidade com que tem sido tratado pelo Governo Maroca? E a prefeitura por que não agiu antes procurando outra solução em tempo hábil? Não agiu porque coloca a proteção ao Hospital na frente da proteção a população. Só agora vemos por iniciativa pessoal do novo secretário, Jorge Correia Neto, uma nova atitude com esse Hospital.
Postar um comentário