sexta-feira, 9 de abril de 2010

DEPUTADOS DO PP COMO MÁRCIO REINALDO ESTÃO DESPRESTIGIADOS E SEM DINHEIRO DE EMENDAS, DIZ LAURO JARDIM DE VEJA

Leiam notas do colunista de Veja:

1ª) Queda de braço no PP 16:32

O PP entrou em crise. Insatisfeitos com a demora na liberação das verbas para emendas parlamentares, os deputados pepistas vinham pressionando há tempos o ministro Márcio Fortes (indicado pelo partido).

A tensão já era grande até que, no início da semana, o caldo entornou. Fortes partiu para cima dos deputados com um aviso:

- Não devo satisfação à bancada nem ao líder (João Pizzolatti). Só devo satisfação ao presidente Lula e ao (presidente do PP, Francisco) Dornelles.

Os deputados decidiram, então, entrar em obstrução contra projetos de interesse do governo e cancelaram a reunião que teriam ontem com Fortes.

2ª) Dinheiro na mão é vendaval 16:31
A irritação da bancada atingiu seu ápice quando os deputados se reuniram terça-feira para ouvir o líder João Pizzolatti e Pedro Henry, um dos nomes mais influentes da legenda. Os dois afirmaram aos deputados que Fortes conseguiu liberar 45 milhões de reais para projetos patrocinados por Dornelles e outros 25 milhões para o ex-líder Mário Negromonte.
Os demais, à míngua em pleno ano eleitoral, ficaram irados.
Postar um comentário