domingo, 25 de abril de 2010

NOVA EXECUTIVA DO PSOL TOMA POSSE EM SETE LAGOAS

A primeira foto abaixo é da nova Executiva do PSOL de Sete Lagoas, o presidente do partido como antecipado pelo blog é Juarez do Barbeiro (2º da esq. para direita). A posse foi neste sábado na Câmara Municipal de Sete Lagoas com boa presença dos filiados. A nova executiva local tem o desafio de prosseguir a construção partidária iniciada por Paulo França, que agora deixa a presidência. O professor Paulo França como é conhecido conseguiu estabelecer o partido em Sete Lagoas e teve o êxito de fazer o único parlamentar da sigla em Minas Gerais, o vereador Reginaldo Tristeza, apesar disso muitos membros de peso que participaram ativamente da vida partidária pré-eleição se afastaram, como é notoriamente conhecido.

O novo presidente que é um líder comunitário tem desafio complicado de consolidar o partido em Sete Lagoas. Nacionalmente o partido encontra-se dividido no apoio ao candidato a presidente Plínio de Arruda Sampaio, segundo consta Heloisa Helena, o grande nome da sigla, retirou o seu apoio ao candidato. Localmente a sucessão pode ajudar a renovar o animo do partido. Entretanto para isso o partido terá que estabelecer uma nova agenda com uma perspectiva menos eleitoral-imediata e mais programática. Por isso, é importante a unidade nacional da agremiação. Na cidade não pode ser mais apenas um tipo de meta imediatista como a de eleger um ou dois vereadores, porque isso não da a consistência orgânica que um partido precisa. Nesse sentido o discurso de Juarez foi no ponto ao dizer que sua visão é de longo prazo. Seu desafio imediato é o do rápido aprendizado que ele terá que fazer de forma a compensar a inexperiência de comando partidário.

Outro dado diferente, é fato do novo presidente ser um líder comunitário e não como é o mais comum nesse tipo de comando de partido esquerda um funcionário público corporativista. Assim, o seu ponto de vista é menos o da classe e mais o do povo periférico, que inclusive sofre muitas vezes com o corporativismo nefasto que só olha, muitas vezes, para seu próprio umbigo deixando a ver navios a população. Desta feita, o seu desafio é o de mobilizar então essa massa popular mal representada e trazê-la a participação. Mais: como disse muito bem o dirigente nacional da sigla que esteve presente e me falta o nome agora, a revolução social de que o nosso país necessita é a de, por exemplo, dar as crianças e jovens humildes uma perspectiva de futuro melhor para que o tráfego não seja o grande atrativo e caminho para a cadeia e a morte prematura. Me deixou muito satisfeito ouvir desse dirigente que esteve na Venezuela a pouco tempo e viu a "expropriação de empresas" que o caminho para transformação social não precisar ser este fadado ao fracasso, mas pode ser uma revolução de oportunidades. Uma idéia muito parecida com o que prega o ex-líder da UNE e candidato presidente José Serra. Bem, finalizando desejo votos de êxito a: Cassio Murilo, Juarez Barbeiro, Luzia Avelar, Robson Maciel, Kenia Martins e o vereador Reginaldo Tristeza, os novos dirigentes do PSOL de Sete Lagoas. A seguir algumas fotos do evento:


Cassio Murilo, Juarez Barbeiro, Luzia Avelar, Robson Maciel, Kênia Martins e Reginaldo Tristeza

Juarez Barbeiro discursa já como novo presidente


Stefania e Edineuza

Sandra Pereira deu apoio a reunião

O PSOL conseguiu reunir um bom número de pessoas
Postar um comentário