terça-feira, 13 de abril de 2010

CONSELHO DE DEFESA SOCIAL DE SETE LAGOAS VAI À CÂMARA COBRAR ATITUDE DO PODER PÚBLICO

Diversos membros do Conselho de Defesa Social foram a Câmara Municipal acompanhar e apoiar as reivindicações feitas pela sua presidente Maria das Graças. A entidade comunitária usou o espaço reservado a instituições na Casa para fazer uma série de reivindicações que seguem:

  • Liberação de um terreno para a construção da Delegacia Regional de Polícia Civil, a 4ªDRPC - que, pasmem, tem verba prevista desde 2002;
  • Reforma do IML, onde até a geladeira está com defeito;
  • Convénio para construção do Heliponto - que também possui verba certa;
  • Sinalização de ruas;
  • Capina do mato que se espalha por toda a cidade;
  • Criação da Coodenadoria Defesa Civil para ações preventivas e, suponho, corretivas;
  • Melhoria estrutural da Guarda Municipal, entre outras.
Em seu discurso, Graça foi bastante dura nas cobranças e fez o certo ao exigir ações dos poderes públicos locais constituídos, bem como ação da sociedade que é coresponsável desde a hora do voto até na vigilância e pressão para fazer as coisas acontecerem. Nesse sentido o Conselho de Defesa Social é um espaço para que a população participe e exiga avanços. E mais, é satisfatório ver pessoas como a própria Graça, o Capitão Marco Aurélio, do Corpo de Bombeiros, o Inspetor Marco Aurélio, da Polícia Rodoviária Federal, o Tenete Lupi, Polícia Militar, o Delegado Regional Dr. Oswaldo Wiermann, da Polícia Civil, integrando esse trabalho relevante para todos nós. Mais do que autoridades institucionais são autoridades morais a dar o exemplo de participação cívica fundamental.

Cap. Marco Aurélio, Insp. Darlan, Ten. Lupi, Del. Osvaldo Wiermann Júnior e Graça

Postar um comentário