domingo, 25 de abril de 2010

DILMA É PEGA DE NOVO MENTINDO; FLAGRADA A DILMA OU SERIA A "VANDA"? EMITE NOTA DE ARREPENDIMENTO

Leiam o texto do Estadão, comento em seguida:
O blog oficial da pré-candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, publicou neste domingo, 25, uma nota de esclarecimento lamentando "profundamente" a "interpretação equivocada" do uso de uma foto da atriz Norma Bengell numa passeata contra a ditadura militar no capítulo "Minha Vida", do site oficial da candidatura.

O dilmanaweb.com.br usou a foto com outras duas, que mostram a pré-candidata na infância e depois já adulta. O trio de imagens serve ainda de link para uma linha do tempo com a biografia de Dilma.

Segundo a nota publicada hoje, "jamais houve a intenção de confundir" a imagem de Norma Bengell com a de Dilma, "o que seria estapafúrdio, ainda mais se tratando de uma figura pública e de uma foto histórica".

A nota segue explicando que "o que se busca, ali, é ressaltar um momento da vida do país do qual Dilma participou ativamente" e que "outras fotos do blog fazem referência a esse momento em que os brasileiros foram às ruas pedir o fim da ditadura, as Diretas Já, etc". Ainda segundo a nota, "tentar desqualificar essa história com interpretações equivocadas (...) é profundamente lamentável".

Por fim, o blog [da Dilma] se desculpa por eventuais mal-entendidos que possam ter ocorrido e afirma que serão tomadas providências para evitá-los.

Comento
"Jamais houve a intenção de confundir", diz a nota. A verdade: sempre houve "intenção de confundir", enganar. A começar pela versão falsa de que Dilma lotou pela democracia durante o regime militar. A "Vanda" (seu nome de guerrilheira) sempre lutou para instalar o regime comunista no Brasil. Dessa forma a Dilma de hoje pode até dizer que não tentou implantar uma tirania de esquerda no país, afinal aquela que participava das ações terroristas que levou a morte de inocentes tinha outro nome, não é mesmo?

Aliás, de quem foi a ordem para a Receita Federal não encomodar os Sarneis, foi a ministra mesmo quem deu o comando ou quando é para orquestrar a prática criminosa sai a Dilma e entra em cena a "Vanda"? E sobre o dossiê montado contra a ex-primeira dama Ruth Cardoso, criadora da comunidade solidária, qual das duas que estava em cena, a ministra ou a guerrilheira? E o seu diploma de doutorado falso, foi ideia da Vanda?

O MAIS GRAVE
Encerrando o mais grave no que diz a foto falsa é como escreve o site "Coturno Noturno":
"O fato do analfabeto digital da campanha da Dilma ter "roubado" uma foto de Norma Bengell, com a concordância e anuência da candidata que fez até um evento para lançar o seu site, não é tão grave quanto outro. O mais nojento e asqueroso de tudo isso é que a candidata quis se apropriar de um momento histórico, do qual ela não participou. Ela não estava ali, enfrentando a polícia ou quem quer que seja, lutando pela liberdade de expressão. Ela estava na clandestinidade, participando de um grupo terrorista que sequestrou, assaltou e matou, na tentativa de implantar um regime comunista no Brasil, que, como se vê hoje em Cuba, não tem o mínimo respeito pelos direitos humanos."

Postar um comentário