domingo, 6 de dezembro de 2009

PED PT MG: PATRUS X PIMENTEL - Eleição para escolha do presidente da sigla em Minas é vista como uma prévia entre Patrus e Pimentel

Por Guilherme Ibraim, O Tempo:
O PT de Minas Gerais dará hoje um passo decisivo na tentativa de colocar um fim às divergências internas causadas pela polêmica escolha do nome do pré-candidato da legenda para concorrer ao Palácio da Liberdade, em 2010. A realização do segundo turno do Processo de Eleição Direta (PED) definirá o novo presidente da legenda em Minas. Um dos principais cabos eleitorais do ministro do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Patrus Ananias, enfrenta hoje nas urnas um declarado apoiador do ex-prefeito de Belo Horizonte Fernando Pimentel.
O deputado federal Reginaldo Lopes, que apoia a pré-candidatura de Pimentel, e o secretário nacional de Comunicação do PT, Gleber Naime, que é aliado de Patrus, disputam a presidência do partido no Estado.
Patrus Ananias - que juntamente com seus aliados defendia a ideia de que o PED deveria ser um processo separado da escolha do pré-candidato ao governo de Minas - disse que há uma "convergência" entre as duas disputas. "Sem dúvida o processo do PED e as prévias são duas coisas diferentes. Reitero minha pré-candidatura ao governo de Minas. Mas, de fato, há pontos de convergência entre as duas coisas", admitiu o ministro, depois de participar de uma plenária em apoio à candidatura de Gleber, ontem, em Belo Horizonte.
Geralmente contido em suas declarações, Patrus aproveitou o evento para alfinetar Reginaldo Lopes. "Temos maioria no diretório estadual. Enquanto a outra chapa dizia que teria mais de 60% dos votos no primeiro no primeiro turno, mostramos a nossa força política em Minas", disse.
Pimentel, assim como Reginaldo, também alegou, em recente entrevista a O TEMPO, que o PED é um "importante indicativo" para a escolha do candidato do PT. "São dois candidatos e cada um identificado com uma das pré-candidaturas", disse.
Postar um comentário