sábado, 19 de dezembro de 2009

Aécio Neves ainda descarta ser vice de Serra

da Folha Online:
Após anunciar sua desistência em disputar a sucessão presidencial no próximo ano, o governador de Minas, Aécio Neves (PSDB), descartou qualquer possibilidade em integrar uma chapa "puro sangue" com o colega de legenda e governador paulista José Serra.
"Sobre essa questão específica, a minha resposta é muito simples: eu sequer cogito essa hipótese", afirmou o tucano em evento na cidade de Bonito de Minas (MG), ao ser questionado sobre a possibilidade.
Com a retirada do nome de Aécio, o caminho à sucessão de Lula fica aberto no PSDB para a candidatura de Serra. Os dois disputavam a indicação do partido.
Questionado se Serra poderá contar com seu empenho em elegê-lo no colégio eleitoral mineiro, Aécio afirmou que será "mais um soldado, dentre tantos", mas disse que o candidato tucano contará com sua "lealdade".
"Eu estarei sempre ao lado dos meus companheiros. Quando o partido definir o seu candidato, eu serei aqui mais um soldado, dentre tantos. [...] Mas em Minas Gerais, o candidato do PSDB terá um palanque extremamente forte, o mais forte do Estado e terá, como sempre tiveram, a minha lealdade e o meu empenho", afirmou.
Em Recife, o presidente nacional do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE), disse nesta sexta-feira (18) achar "extremamente difícil" a construção de uma chapa puro-sangue encabeçada pelos governadores de São Paulo e de Minas. "Prefiro não trabalhar com essa hipótese", afirmou o líder tucano.
Aécio, que mais provavelmente se lançará ao Senado no ano que vem, vê como prioridade eleger seu sucessor em Minas, já que exerce seu segundo mandado. O candidato deve ser o atual vice-governador do Estado, Antonio Anastasia (PSDB).
Postar um comentário