terça-feira, 30 de junho de 2009

Tucano apresenta denúncia contra Sarney

Veja.com:
O líder do PSDB no Senado, Arthur Virgílio (AM), apresentou nesta segunda-feira denúncia contra o presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AL), por causa das recentes denúncias de irregularidades na instituição e pediu abertura de investigação contra ele no Conselho de Ética por quebra de decoro. No plenário, Virgílio afirmou que Sarney "não tem mais a mínima condição moral" de permanecer à frente da Casa. "Quero a saída de José Sarney da presidência do Senado", disse.
O líder do PSDB afirmou que espera que a denúncia seja transformada em uma representação contra Sarney, com o aval do PSDB. Individualmente, Virgílio não pode apresentar representação, o que cabe ao partido. Ele ainda pediu a demissão do serviço público dos ex-diretores Agaciel Maia e João Carlos Zoghbi e solicitou a investigação de todos os primeiros-secretários e presidentes da Casa que trabalharam com Agaciel.
Sarney é um dos parlamentares citados entre os que teriam parentes beneficiados por meio de atos secretos adotados para criação de cargos, nomeações e aumentos salariais na Casa, conforme denunciou reportagem do jornal O Estado de S. Paulo. Além disso, o esquema de crédito consignado no Senado, alvo de investigação da Polícia Federal (PF), inclui entre seus operadores José Adriano Cordeiro Sarney, neto do peemedebista. Leia mais
Postar um comentário