domingo, 15 de agosto de 2010

TREs já receberam 61,3 mil registros de eleitor para voto em trânsito


Eleitor registrado em capital ou no DF vai poder votar para presidente.
Prazo para registro na Justiça Eleitoral termina neste domingo.

Do G1, em Brasília
Os tribunais regionais eleitorais de todo o país já receberam 61,3 mil registros de eleitores para votar em trânsito no primeiro turno da eleição. Outros 58,2 mil eleitores se cadastraram para votar em um eventual segundo turno, de acordo com dados atualizados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) até as 17h40 deste sábado (14).

A diferença entre os registros de primeiro e segundo turno se explica pela conveniência do eleitor. Há casos em que o cidadão vai estar fora de seu domicílio eleitoral no dia 3 de outubro, quando ocorre o primeiro turno da eleição, mas não no dia 31 de outubro, data de um eventual segundo turno.

No balanço parcial divulgado pelo TSE nesta sexta (13), 38 mil eleitores já haviam feito o pedido de registro para voto em trânsito. Levantamento do G1 junto aos tribunais eleitorais, no entanto, mostrava que o número no final da sexta-feira era maior: 46 mil.

O prazo de registro se encerra neste domingo (15). Novidade nas eleições deste ano, o voto em trânsito foi aprovado pelo Congresso no ano passado. A regra permite ao eleitor fora de seu domicílio votar para presidente em uma capital de estado ou no Distrito Federal, desde que tenha feito o registro prévio.

Para se cadastrar, o eleitor deve procurar qualquer cartório eleitoral do país até este domingo, com título de eleitor e documento de identidade oficial com fotografia. Os horários de atendimento ao eleitor dependem de decisão de cada cartório eleitoral (veja na tabela ao lado os horários dos principais cartórios nos estados neste final de semana).

Reforço policial
Cinco estados pediram ajuda para a segurança nos dias de eleição. O Pará solicitou presença de agentes federais em 104 municípios, além do apoio da Polícia Militar. Santa Catarina também pediu ajuda de agentes federais, segundo o TSE.

Amapá e Tocantins contarão com reforço em áreas indígenas. No estado de Tocantins, haverá reforço da segurança nas seções das aldeias indígenas Xerente, Rio Sono, P. I. Xerente e Brejo Comprido. No Amapá, agentes federais irão trabalhar no município de Oiapoque.

Em Roraima, um helicóptero do Exército vai auxiliar no transporte de urnas nas localidades de difícil acesso.

Plantões dos cartórios no final de semana
Acre 8h às 18h
Alagoas 9h às 12h
Amapá 8h às 12h, sábado e domingo
Amazonas 8h às 17h
Bahia Horários definidos por cada cartório pelos juízes eleitorais locais.
8h às 13h
Ceará 8h às 17h
Distrito Federal 14h às 18h.
Posto Eleitoral “Na Hora”, da rodoviária do Plano Piloto, não funcionará
Espírito Santo 13 às 18h (apenas no domingo)
Goiás 13h às 18h
Maranhão 8h às 19h
Minas Gerais 13h às 17h
Mato Grosso 14h às 17h
Mato Grosso do Sul 12h às 18h
Minas Gerais 13h às 17h
Pará 8h às 12h e das 16h às 19h
Paraíba 8h às 13h
Paraná Por determinação do TRE-PR, os eleitores poderão acionar os servidores do cartório eleitoral por meio de telefone disponibilizado na entrada dos cartórios
Pernambuco 10h às 19h
Piauí 8h às 18h
Rio de Janeiro Apenas alguns cartórios funcionarão em regime de plantão no sábado e no domingo. A relação dos que estarão abertos será publicada no site do TRE-RJ
Rio Grande do Norte 8h às 14h
Rio Grande do Sul 14h às 19h
Rondônia 8h às 18h
Roraima 8h às 18h
Sergipe 12h às 18h (sábado) e das 8h às 18h (domingo)
Santa Catarina 14h às 18h
São Paulo 12h às 18h
Tocantins 13h às 19h
Fonte: TREs
Postar um comentário