quinta-feira, 5 de agosto de 2010

HUMBERTO CANDEIRAS CANDIDATO A DEPUTADO ESTADUAL DO PSL, EX-DIRETOR GERAL DO INSTITUTO ESTADUAL DE FLORESTAS (IEF), FOI PRESO EM TEÓFILO OTONI

Por CLARISSA DAMAS, no O Tempo:

Ministério Público faz operação para prender funcionários exonerados do IEF

O ex-diretor geral do Instituto Estadual de Florestas (IEF), Humberto Candeias, foi preso na manhã desta quinta-feira (5) durante uma operação conjunta entre Ministério Público Estadual e Receita Estadual, com o apoio da Polícia Militar. Ele foi detido em Teófilo Otoni, no Vale do Mucuri.

De acordo com o Ministério Público, a operação tem como objetivo prender ex-funcionários que foram exonerados do Instituto recentemente. Segundo o órgão, os procurados podem ter envolvimento com a "Máfia do Carvão" e supostamente venderiam o produto sonegando impostos.

A força-tarefa montada para a operação cumpriu mandados de busca e apreensão em um prédio no bairro Santo Antônio, região Centro-Sul de Belo Horizonte, e em outros 27 locais do Estado. Segundo o MP, foram expedidos 37 mandados.

Notebooks, CPUs, documentos e pastas já foram apreendidos no apartamento de Candeias, na capital. Apenas a mulher dele estaria no local quando os agentes chegaram.
Candeias, que é candidato a deputado estadual pelo PSL nas eleições deste ano, deixou o IEF em setembro de 2009, depois de ficar sete anos à frente do órgão. Ele deixou o instituto para concorrer ao pleito de outubro próximo. Na declaração de bens entregue à Justiça Eleitoral, ele declarou patrimônio de R$ 302 mil.

O MP ainda não divulgou detalhes da operação e não revelou os nomes dos outros envolvidos. De acordo com a assessoria do órgão, no fim da manhã será divulgada uma nota oficial com os dados e balanço da força-tarefa.
Postar um comentário