terça-feira, 3 de agosto de 2010

REITORES SE REUNEM PARA CRIAÇÃO DE SUPERUNIVERSIDADE EM MINAS

Por Junia Oliveira - Estado de Minas

Foi dada a largada para a criação de uma das maiores universidades públicas do país. Nesta terça-feira, os sete reitores das instituições que vão compor a Superuniversidade do Sudeste de Minas Gerais, apelido dado ao consórcio de estabelecimentos federais de ensino superior, assinaram um protocolo de intenções, durante reunião em Belo Horizonte.

O documento deverá passar pelo crivo dos conselhos universitários, os quais dirão se aprovam ou não a fusão envolvendo as federais de Alfenas (Unifal), Itajubá (Unifei), Juiz de Fora (UFJF), Lavras (Ufla), São João del-Rei (UFSJ), Ouro Preto (Ufop) e Viçosa (UFV). O protocolo será formalizado terça-feira que vem, no câmpus da UFSJ, em Divinópilis, na Região Centro-Oeste do estado, pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o ministro da Educação, Fernando Haadad, e o grupo de reitores.

Com a formalização, o MEC vai formatar juridicamente o documento de criação do consórcio. O encontro desta terça-feira, no escritório da UFV, foi a primeira reunião de trabalho dos reitores, fora de Brasília. Eles têm prazo até 15 de outubro para apresentar ao MEC um Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) unificado – trata-se de um plano estratégico, no qual constará o quê e como fazer nos próximos cinco anos.

A expectativa é que as novidades entrem em vigor em 2011. Ainda sobram dúvidas e questionamentos sobre o modelo, inédito no país. As respostas serão dadas nos próximos meses, quando será concluída a formatação jurídica do grupo. Por enquanto, há apenas uma definição: nada mudará no próximo vestibular dessas universidades, uma vez que não haverá tempo hábil para alteração nos editais. Mas a ideia de um processo seletivo conjunto começa a ser cogitada.
Postar um comentário